Programa de governo de Marina Silva promete “superar fundamentalismo religioso no Congresso” e causa polêmica por defender direitos dos homossexuais

46

A candidata à presidência Marina Silva (PSB) lançou recentemente o seu programa de governou, ao lado se seu candidato à vice Beto Albuquerque (PSB). Sendo constantemente acusada de estar atrelada à bancada evangélica do Congresso, por ser também evangélica, a candidata afirma em seu plano de governo que pretende “superar o fundamentalismo incrustado no Legislativo e nos diversos aparelhos estatais, que condenam o processo de reconhecimento dos direitos LGBT e interferem nele”.

O programa de governo de Marina Silva foi lançado nessa sexta feira e abordou temas polêmicos e sensível ao eleitorado evangélico, como a defesa ao casamento gay igualitário no país. Outro ponto polêmico presente no programa é o apoio à aprovação do PLC 122/06.

Com 242 páginas, o programa de governo de Marina está dividido em seis eixos principais. Em seu trecho mais polêmico, em que trata sobre Cidadania, o documento detalha propostas de combate ao preconceito contra o segmento LGBT.

– Ainda que tenhamos dificuldade para admitir, vivemos em uma sociedade que tem muita dificuldade de lidar com as diferenças de visão de mundo, de forma de viver e de escolhas feitas em cada área da vida. Essa dificuldade chega a assumir formas agressivas e sem amparo em qualquer princípio que remeta a relações pacíficas, democráticas e fraternas entre as pessoas – diz o documento.


Porém, poucas horas após a publicação do programa de governo, Marina Silva publicou uma nota de esclarecimento, afirmando que havia tido uma “falha de editoração” no documento divulgado pela internet.

Defesa ao casamento gay

A versão inicial do documento divulgado pela equipe de campanha de Marina Silva afirmava, entre outras coisas, o compromisso da candidata em “apoiar propostas em defesa do casamento igualitário, com vistas para à aprovação dos projetos de lei e da emenda constitucional em tramitação, que garantem o direito ao casamento igualitário na Constituição Civil”.

O documento defendia também a criação de um material didático “destinado a conscientizar sobre a diversidade de orientação sexual e às novas formações de família”.

Tendo a defesa do casamento gay como principal ponto de polêmica, o programa de governo de Marina Silva motivou uma série de discussões sobre suas posições políticas e religiosas.

Mudanças no programa

Menos de 24 horas após a publicação do documento no qual defendia o casamento gay, Marina Silva publicou uma nota afirmando que o documento divulgado estava incorreto e que trazia informações erradas por uma “falha processual na editoração”.

– Em razão de falha processual na editoração, a versão do Programa de Governo divulgada pela internet até então e a que consta em alguns exemplares impressos distribuídos aos veículos de comunicação incorporou uma redação do referido capítulo que não contempla a mediação entre os diversos pensamentos que se dispuseram a contribuir para sua formulação e os posicionamentos de Eduardo Campos e Marina Silva a respeito da definição de políticas para a população LGBT – afirmou a candidata na nota.

Na nova versão do documento, vários pontos sensíveis foram modificados, como a redação que defende o casamento igualitário para pessoas do mesmo sexo, que foi substituída pela promessa de que seu governo irá “garantir os direitos oriundos da união civil entre pessoas do mesmo sexo”.

Foram retirados também do documento os trechos que defendiam a criação de material didático para educar crianças sobre “novas formações de família”, e a promessa de apoio à aprovação da polêmica PLC 122/06.

Veja o “antes e depois” do trecho do documento sobre direitos LGBT:

programa-governo-marina-silva-lgbt

46 COMENTÁRIOS

  1. Se vão aprovar ou não o tal casamento gay, isso pra mim pouco importa. Mas o tal PL122 será o mesmo que jogar a soberania do país na lama!

    Esse projeto idiota não apenas deveria ser jogado no lixo, como também o IMBECIL que arquitetou essa M… deveria ir preso e a chave da cadeia jogada fora!

    • viu o que eu comentei em outra report nas colunas, ja sabia que iria defender os gays, grande coisa sair das mãos do capeta para cair nas mãos do anti – Cristo.

    • Continua preocupado com a sexualidade dos teus filhos. Confessa. Você já notou aqueles sintomas que eu mencionei antes? Se isso já aconteceu, desista. Vai ser gay e nada nem ninguém vai impedir.

      .

    • Um projeto de lei complementar contra a homofobia é capaz de “Jogar a soberania do país na lama?” (sic!) Não acredito que li isso!!! Elder Lima, me desculpe, mas suas análises são limítrofes, e sua visão de mundo é terrivelmente estreita. Cara, reflita melhor antes de fazer análises que causam vergolha alheia! Por favor, não deixe seu apego à cosmovisão religiosa medieval contaminar suas ideias, sua visão de mundo!

      • sim esse projeto joga a soberania do pais na lama (se bem que ja esta considerando que e governado por descendentes do terrorismo) e tranfere a soberania aos gays que por certo estao ficando expertos na arte de desqualificar qualquer pessoa que se oponha a eles primeiro chamavan-nos de”fundamentalista retrogrado preconceituoso” depois inventaram que quem se opoe a agenda gay e um ”enrustido” agora jean wyllys foi mais longe qualificando-nos de ”assassinos”.onde esses adjetivos vao parar? so falta chamarem os cristaos de terroristas!!

      • Sandro

        Não é, como você diz, uma ” cosmovisão religiosa medieval”, mas sim que a democracia seja levada a sério nesse país.
        Tudo o que vocês pleiteiam em relação ao combate ao preconceito já está descrito na constituição do país.
        O que se precisa é que se cumpram as leis vigentes no país em relação a isso.

        O que realmente querem é que o país ceda mordomias e regalias à um grupo minoritário que, de forma ditatorial, quer implantar um conjunto de leis que vai contra tudo o que se conhece em termos de democracia.

        Agora da uma olhadinha nesse fato ocorrido em Janeiro de 2014, em um shopping na Bahia:

        “Um abaixo-assinado foi entregue à direção do shopping Barra por 21 funcionárias do shopping Barra. O motivo da mobilização foi um travesti, empregado de uma lanchonete, insistir em usar o banheiro feminino. “Estamos nos sentindo constrangidas”, escreveram no documento.

        Uma das soluções seria a construção de um terceiro sanitário, destinado ao terceiro sexo, mas o Grupo Gay da Bahia é contra, por entender que quem vive socialmente como mulher deve ter o direito de usar o toalete feminino. A polêmica foi contada pelo colunista Biaggio Talento, do jornal A Tarde.”

        Fonte: Blog bocanews

        Agora é esse o tipo de democracia que você quer? Onde alguém se acha no direito de invadir um espaço que não lhe convém, causando constrangimento a terceiros?
        É isso que você chama,de direitos?

        Acho melhor você rever os seus conceitos, todos temos DIREITOS, mas temos também OBRIGAÇÕES perante a sociedade.

        • Eder Lima, lindo texto!
          Indico a você um filme chamado “The help” ou “Historias cruzadas. Ao longo do filme, somos inseridos no contexto histórico americano das lutas raciais: a tv e o rádio noticiam as tensões constantemente. Além deste recurso, o diretor Taylor utiliza-se de cenas bastante emblemáticas: a personagem Minny, por exemplo, é proibida de utilizar o banheiro da casa dos patrões, tendo de fazer as necessidades do lado de fora, em uma banheiro improvisado separado, porque negros poderiam passar “doenças específicas para brancos”.

          A verdade é que preconceito sempre foi pautado em religião, e é difícil acreditar que um povo que, por muito tempo, foi vitima desse preconceito é capaz de fazer outro grupo vitima do mesmo preconceito. A história é cíclica, infelizmente.

    • PL 122 foi um péssimo projeto.

      O correto seria uma revisão no que diz respeito a ofensa por motivo torpe. O que já existe, embora não haja uma especificação para os gays nos motivos torpes. Fazendo isso, sem criar nenhuma nova lei, sem favorecer ninguém. Já estará bom. Tem que incluir homofobia em motivo torpe, que nem o racismo. Ai sim, certas pessoas asquerosas vão pensar 10x antes de falar alguma coisa mais ofensiva para os homossexuais.

  2. Como pode em menos de 24 horas Marina Silva alterar seu programa de governo? Uma coisa tão séria como um programa de governo? Alegar que foi um equívoco, uma falha de redação, é substimar a inteligência das pessoas. Agora começo a entender o porquê de tantos analistas políticos afirmarem que Marina Silva é contraditória, que não sabe o que pensa, que é autoritária e muda de opinião por conveniências políticas de última hora. Que a nação brasileira desperte urgentemente para o grande perigo que representa entregar o país nas mãos de pessoas aventureiras, messiânicas, sem qualquer equilíbrio, experiência e base para presidir um país da grandeza do Brasil.

    • Concordo com voce Airton e digo mais como crista nao deveria sequer esta ligada a um partido socialista, comunista já basta a presidenta Dilma com esses ptralhas anti cristaos dos infernos, mas pelos menos a Dilma é mais autentica só se engana quem quer enquanto a dona Marina muda de opiniao a cada dia. Realmente nao temos em quem votar no meio dessa corja toda.

    • Concordo com teu inteligente texto e se o amigo não sabe ANDRÉ LARA RESENDE faz parte da equipe econômica de MARINA o que tem preocupado muita gente afinal trata-se do mesmo infeliz que CONFISCOU as contas de poupança durante o desgoverno do criminoso COLLOR que infelizmente é senador atualmente.

      • Ótima análise, Marcos Nascimento. O confisco da poupança foi um verdadeiro crime contra o povo brasileiro, um trauma que não será jamais esquecido, como não serão esquecidos os que protagonizaram tão grande mal.

  3. Taí.
    Marina Silva não é confiável.
    Já sinaliza que, se ganhar, quem os enganados seremos os evangélicos.
    Ainda dá tempo de reverter , mas tem gente que precisa se movimentar, a saber o PSC.
    Sem medo de contundência!
    Coloquem Marina em seu lugar.

  4. Que toda palavra seja sim sim, não não; o que passa disso é de procedência maligna. Verdadeiro crente em Jesus não negocia com o diabo; não procura agradar a homens, mas a Deus. Saia de cima do muro Marina.

    • Vc deve ter desejos reprimidos , vc tem toda a caracteristica, aliás; idéias de uma comunista ! Vem em um site cristão e diz ser uma crente , mas observando a quem vc apoia e concorda , podemos chegar a uma conclusão vc nunca foi uma de nós , contradiz tudo que a bíblia nos ensina ! a sua verdade é subjetiva !

        • Souza,
          Pelos seus comentários e seu linguajar maldizente e blasfemo, posso lhe afirmar que não faço parte de sua turma. E, olha só quem é que te apoia e concorda com vc – Josecarvalho/Clamando. Ele, REALMENTE, é um de vcs!

          • SOUZA
            Realmente ela tem sua turma própria, Caio Fabio, Ricardo gondim, poeira da estrela caída e todos os outros que orbitam na sua volta, ateus gays desviados, realmente somos outra turma.

          • Eu disse um de nós ; os nascido de novo ! Falo por discernimento espiritual , não por ser maldizente ! ser um de nós ; é, aquele que vive a excelência do evangelho e não um evangelho de meio período e subjetivo !

          • Mary melhor orar e não votar por emoção.
            Pois o povo evangélico tem lutar juntos em prol da famila tradicional.
            Eu também muito me alegrei com a marina na eleição passada achava que ela seria a presidenta dos sonhos, mas hoje ela esta mudada apoiando coisas que vai entristecer a Deus, e trazer lutas para o nosso pais. Casamento gay é anti-biblico e o pecado traz consequências. Vc tem o direito de votar em quem quiser, mas peça a direção de Deus.
            Fica na paz.

  5. Marina Silva está agindo segundo o coração de Deus, que ama a todos sem preconceito. Marina é de Deus! É Deus que quer ela no poder! Alguém duvida disso?

  6. Marina não está atuando na política sendo coerente com os princípios e valores cristãos que diz comungar, o programa de governo dela divulgado ontem foi o mais absurdamente favorável às causas LGBT, nem Aécio nem Dilma tiveram a ousadia de demonstrar tão escancaradamente apoio às causas desse grupo da sociedade, Marina foi a única a se posicionar a favor de leis e projetos polêmicos que atenderão os anseios dos homossexuais. O que mais me assustou foi ela ser a favor da adoção de crianças por casais homossexuais, assunto controvertido, pois os prejuízos psicológicos e morais sofridos por crianças criadas nesse tipo de lar são relevantes e merecem a devida atenção. Vejam pesquisa sobre o tema realizada no EUA logo abaixo:c
    http://www.origemedestino.org.br/blog/johannesjanzen/?post=409
    Quem lê Romanos vê o quanto é condenada a prática homossexual e quem a apoia. E observando essas eleições quem está mais apoiando os pleitos dos homossexuais é Marina, ela pode não te relações desse tipo, mas está se permitindo incorrer no grupo daqueles que a consentem: “Néscios, infiéis nos contratos, SEM AFEIÇÃO NATURAL, irreconciliáveis, sem misericórdia; Os quais, conhecendo o juízo de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também CONSENTEM aos que as fazem. Romanos 1:31 e 32″

  7. josecarvalho e Souza, vocês já devem ser velhos que não geram mais filhos. Mas eu bem gostaria que fossem novos e gerassem outros, só para ver aplicada a lei do retorno. Eu conheci uma mulher no Ceará, irmã de um cunhado, que pensava como vocês. Rigorosa na criação, ela descobriu que a primeira filha era lésbica e maltratou muito a moça por causa disso. Não tive mais contato com a mulher, mas um dia desses eu descobri que hoje ela tem três filhas, dois netos e três NORAS. Deus castiga, viu! Às vezes a pessoa paga pela língua. Se vocês tiverem filhos e netos, tomara que essa “maldição” caia sobre eles também.

    .

    • ALÉM DE GAY AINDA ASSIM AMALDIÇOA, É UMA VIBORA, NÃO VC.Ç GOSTA DA VIBORA, AQUI ISTO NÃO ACONTECE, MEU EDUCAÇÃO E PREPARA PARA VIDA, MUIÉ MUIÉ MUIÉ É BOM É BOM.KKKK SAI PARA LA LAGARTIXA, TU É DEPRAVADO, DIZX LOGO QUEM FOI, FOI TEU PAI PRIMO TIO OU O PADRE. FALA SAFADO.

      • Não concordo com as palavras dele ” tomara que essa “maldição caia sobre eles também.”. Mas concordo no fato de que não devemos jogar pedra em tais assuntos.
        Como prostituição, homo afetivos, dependentes químicos e coisas assim, não tenho filhos, mas sempre ouvi que a língua que abençoa e a mesma que amaldiçoa.
        Eu graças não me envolvi com drogas, prostituição e coisas assim. Mas quando mais nova não podia ter amizades, pois meus vizinhos adoravam cuidar da minha vida. Na boca deles eu ja fui prostituta, usuária de drogas, fiz abortos e coisas assim. Mas eles esqueceram que tinham filhos.. E passaram por essas situações que me acusavam. Casei. meu pai não teve esses problemas comigo, mas eles tiveram com os filhos e estão tendo agora com os netos.
        Não espero que você ou qualquer outra família passe por isso. Mas e bom pensarmos um pouco mais em certas coisas.

  8. Urge aumentarmos nossas representações de blindagem a família tradicional e sua prole, temos a grande maioria no congresso, e renovo o pedido para que cristãos católicos e evangélicos escolham representantes capazes de cumprirem essa missão.

  9. josecarvalho, quando diz “o pai também é gilete, corta para os dois lados é prestobarba”, saiba que nem todas as pessoas sofrem dessa sua doença. Vai ver foi por isso que se converteu.

    .

  10. Tenho certeza agora que o melhor para os evangélicos é votar no Pastor Everaldo no primeiro turno, sinalizando aos demais candidatos nossas pretenções políticas. Se fizermos isto, no segundo turno nossos votos serão desejados pelos candidatos, e ai poderemos dar as cartas sobre os assuntos que nos interessam. O que vcs acham?

  11. Como cristãos devemos ter em vista qual será o melhor candidado para o país. É necessário fugirmos de estereótipos e estigmas do tipo: “o candidato dos evangélicos”, “o candidato dos gays”, “candidato dos empresários”, etc.
    Essa visão é sectarista e não coopera com a visão da promoção da justiça. Tal mentalidade tem impedido que projetos de lei que beneficiam verdadeiramente o povo, fiquem esquecidas e nunca saiam do papel. Nossas políticas tem sido focadas sempre em grupos, minorias, etc. Precisamos da promoção do “bem comum”.

    • Só que a justiça do homem é enviezada pelo pecado. Não se esqueça disso. Como pode então achar romanticamente que aparecerá algum candidato do nada e ter opção pela justiça santa, que buscamos? Como?

      • Eu me refiro ao pensamento político dominante- que impera inlcusive sobre nós cristãos evangélicos, que nos faz pensar em “nós” – grupo e não em “nós” – sociedade.
        Nós temos um histórico político desenvolvido na história – o pensamento reformado, que dentre outros, define (distingue) a esfera de atuação do estado e da Igreja.
        * O estado como o responsável pela promoção da Justiça( no sentido amplo e bíblico) e do bem-comum;
        * a Igreja como ministradora dos sacramentos, porta-voz da verdade; instruidora da moral e da cidadania cristã; denunciante da injustiça e intercessora dos magistrados).
        Essa esferas de atuação deveriam ser observadas e não confundidas, mesmo no contexto de um governo ímpio.

        abç

    • serafim,

      Eu concordo com você, porém, com uma ressalva que trata a respeito dos esteriótipos, sou totalmente contra a votarmos deste maneira, mas não podemos nos esquecer que muito disto é culpa dos próprios candidatos que usam bandeiras para se elegerem, um exemplo claro disto é o tal Pastor Everaldo que vem com a bandeira evangélica e defesa da família, com isso ele mesmo se coloca em um esteriótipo visando o eleitorado de seu rótulo.

      Marina com o rótulo ambientalista, e assim vai.

      Que de fato tenhamos uma mentalidade voltada para o coletivo e não para a nossa comunidade.

      Nada do que está acontecendo pra mim é novidade, estudo politica a muito tempo e tudo faz parte de um plano macro com viés e interesses que cruzam as fronteiras do nosso país. Marina é mais do mesmo, serão mais 4 anos de estilo de governo igual ou pior que o da Dilma, não aguentará a pressão do PSB e levará o país à ruína. Caso ela vença serão mais 4 anos avançando rumo aos propósitos excusos do Foro de São Paulo.

      Deixando claro que minha análise nada tem a ver com causa LGBT, isso é só cortina de fumaça para distrair as pessoas, se os “evangélicos” estivessem mais preocupados em estudar política, seus bastidores, sua origem, planos de poder de determinados partidos, avanço da política de esquerda, etc, ao invés de gastarem tempo com essas questões morais perceberiam que há muito mais coisas neste cenário.

      • Prezado Marcos, boas coloações. São exatamente esses esteriótipos que prejudicam tanto, pois estão associados a “fidelidade partidária”, partidarismo e coisas do tipo. Esses fatores tem pesado mais que os valores constitucionais e universais, ou seja que abragem a todos. O que nós precisamos demais é a defesa dos direitos individuais e coletivos (CF), sempre trocados pelas ‘reivindicações de minorias’.

  12. Marina é um lobo em forma de cordeiro.
    Todos querendo votar nela pela aparência angelical, mas a bíblia diz que satanáz se transforma em anjo de luz e se possível for enganará até os próprios escolhidos.
    Vou votar no Pastor Everaldo que já disse ser contra a união homossexual.

    • Aqui parece que qualquer um que se candidata e se diz evangélico vai fazer diferença na politica. Até gostaria de acreditar, mas não tenho visto nenhuma mudança no passar dos anos.
      E tai uma verdade, lobo em pele de cordeiro.

  13. direitos por viver em uniao com alguem td bem agora dizer que é um casamento aí já é demais dizer que o conceito de familia mudou é dizer que o Deus que ela diz servir é mentiroso. Cuidado Marina!

  14. Amigos necessitamos abrier os nossos olhos e mentes para podermos emitir um comentario para nao cair no ridiculo. A Marina silva e candidata crente da assembleia de Deus, contudo ela nao vai governar para a assembleia de Deus. No unoverso de brasileiro que compoe esse brasil tao gigante temos: Cristao evangelicos,liberal, neo liberal, conservador , temos macumbeiros espiritas temos homossexuais lesbicas, espiritas entre outros, temos pessoas honestas ou seja temos um universos de diferenças contudo essas pessoas tem direitos e sobre esses direitos a religiao nao interfere ou melhor a religiao cubre de amor e misericordia. Viva a liberdade que Cristo conquistou ali na cruz do calvario e abaixo o fundamentalismo religioso.

DEIXE UMA RESPOSTA