Brasil

Marisa Lobo divulga carta aberta ao deputado Jean Wyllys: “Mostrou mais uma vez sua infantilidade parlamentar e intolerância”

Comentários (192)
  1. Por que ela não se defendeu lá??? como fez Silas??? só queria ficar em evidência?? agora vem com esta resposta sem a presença do mesmo?? em off??

    1. É o seguinte Paulo, ela não respondeu na hora porque ela tinha que pensar e agrupar as palavras para dar um efeito “impactante´´.

  2. edy disse:

    Próxima Eleição podem esperar esta mulher de candidata…

    1. clamando disse:

      era só o que faltava o edy que anda atras de um gaucho para lhe fazer feliz falar mal da psicóloga

      1. edy disse:

        Clamando…

        Escuta o que eu to falando JOVÃO,MOISÉS,CAETANO,ZÉPILITRA.
        Sei la o que mais é o seu nome é sempre assim expulsamos um vem outro.hehe kkkkk

    2. Benny Dio disse:

      E ela pode contar com o meu voto!

  3. Marconi disse:

    Esse cara não merece o crédito da nação brasileira!

  4. Parabéns irmã, parece queria dar um golpe anal no CONGRESSO.

    1. o Malafaia bem que tentou mas não conseguiu

  5. Deputado de 13 mil votos?????? fala sério.

  6. Ela queria se exibir, porque não pendurou uma melancia no pescoço?Acho que ela chamaria bem mais a atenção!!!

  7. O Jean acabou com a inpáfia dela e de Malafaia

    e ele é tão retarrdada que só conseguiu reposnder agora
    cheia de mágoas e acusações e chororos rsrsrsrsrs

    tadinha
    demorou pra achar alguém pra escrever essa cartinha?

    1. Clecio F Klitzke disse:

      A página foi removida. Não consegui ler o conteúdo. :(

    2. não foi não – tbm achei que sim, péra

    3. Clecio F Klitzke disse:

      Existem dois links iguais. um diz que foi removida e outro aparece a matéria. Como pode o mesmo link ter dois resultados? Coisa do capeta hahahaha

    4. Clecio F Klitzke disse:

      vc coloca o link e quem clica abre em página removida. Bruxaria! Huahauhaua. Precisa ir para a página inicia e daí acha exatamente o mesmo link e funciona. Mas é perder tempo ler essa resposta da "notável" psicóloga haha

    5. Clecio F Klitzke disse:

      Ela, o Malafaia e todos que acreditam nesses "profissionais". Não existe base científica nem para essa "cura", nem para "terapia das vidas passadas", "grafologia" e outras práticas não reconhecidas pela psicologia, psiquiatria, etc. Isso é charlatanismo, no mínimo.

    6. Silas levou uma saraivada do presidente do conselho e do Jean wyllys ….veja aqui tem os discursos separados, tem os horários e debatedores
      http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/comissoes-permanentes/cssf/videoArquivo?codSessao=00022115#videoTitulo

    7. Agora pouco ví silas no CQC… Quase mordeu Monica Iozzy… que estava entrevistando os debatedores no dia 27… saiu revoltando.

    8. Diego Araujo disse:

      o jean foi fraco dizer que é deputado pra defender o direito homossexual,pensei que ele era politico pra defender o direito do povo como um todo nao só de uma parcela da sociedade….mas fazer o que isso é brasil !

  8. Rita, Paulo Agnóstico e Danilo Flor. Desculpe destruir a provocação de parquinho de vocês, mas uma investigação sobre o "Lattes" de Jean Wyllys vai fazer vocês mijarem nas calças. É divertido humilhar esquerdistas hehehehe

    http://lucianoayan.com/2012/12/03/deputado-gayzista-baixa-o-nivel-de-vez-e-apela-a-auto-humilhacao-para-tentar-atacar-silas-malafaia-e-marisa-lobo-o-resultado-e-impagavel/

    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk vou fingir que nem li isso kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk #chorando de rir.

    2. Esse sujeito é ridículo. Pensa que por colocar um óculos e fazer beicinho já é intelectual.
      Ele fala tanta asneira que qualquer pessoas com um mínimo de senso de lógica logo percebe suas falácias.
      Quer dar uma de intelectual, mas é raso abaixo do nível do mar. E ainda tem a cara de pau de dizer que fala como um homem da ciência.
      Desculpem meu sarcasmo, mas a verdade é que ele não fala nem como um homem e muito menos da ciência.
      Em tempo, para quem quer possar de intelectual e a última bolacha do pacote o curriculum dele é de uma pobreza abissal. A maior realização deste senhor foi sua participação no BBB e o fato de ter sido guindado a deputado a reboque do voto de legenda, pois nem competência pra ganhar a eleição ele teve!

    3. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk muito bom kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkgostei jabesmar aguiar guimarães

    4. Beto Maia disse:

      Estado laico e sociedade plural produzem urticária em fundamentalista. E olha, a crentalhada fascista ri, pow. Eu achava que só gritava e chorava nas igrejas. Isso tudo aqui é cartase penteca porque vocês ainda não enguliram a decisão do STF sobre união homoafetiva: já está na hora de aceitar e ainda vem mais. Façam terapia com Marisa Lobo! Peçam a ela para tirar esse desconforto psicológico que vocês sentem por causa da sexualidade alheia e das recentes conquistas dos cidadãos homoafetivos!

    5. Beto Maia disse:

      Jabermar, você tem nome e cara de crente, logo não deve ser muito inteligente. Deve comer espiga de milho crua! E quem disse que ser "homem" é ser heterossexual? Você sabia que no Afeganistão tem muito soldado gay americano servindo e lutando? Você mesmo, com toda sua "macheza" evangélica, não teria coragem de servir lá! Vá la em San Francisco, ou aqui mesmo no Brasil, encosta num gay marombado e chama de viado, diz que ele não é homem! Duvido que você, macho evanja, tenha coragem! Vocês odeiam Jean Wyllys porque ele é autêntico, se assume como homossexual e defende a causa, enquanto vocês são hipócritas (pecam pra caralho e posam de santos) e falsos (perseguem os gays e dizem que amam o próximo). O Wyllys, ex-BBB, é a pedra no sapato da teocracia e da agenda nazi-evangélica anti-gay. Hitler perseguia os gays e vocês também! Ah! Tanto você quanto a curandeira pentecostal ficam desqualificando Jean Wyllys por ele ter sido eleito por pequena votação quanto o que mais tem no Brasil é deputado e vereador pentecostal eleito pelo mesmo princípio. Vão cuidar de suas vidas!

  9. Alguem disse:

    Mas que chatisse ja ta isso. Os jornais recheado de violencia e descaso na saude publica e ficam ai com uma novela idiota.

    1. marcon disse:

      Pode ficar assistindo o Datena. Não precisa ficar “perdendo tempo” com o que tu não gostas.

  10. irmã Lobo, você precisa estudar um pouco de gramatica, principalmente concordância e pontuação, antes de expor em publico tão corajosamente sua cultura…

    1. Marisa Lobo disse:

      Não precisa não pago redator… se tem erros imagina a quantas andas o curso de letras .lamentável .Mas Liga não ..entendeu o recado né querido.isso que é importante no céu ninguém vai se importar com erros de pontuação, mas sim com os erros que cometeu na vida.Más com certeza no inferno será cobrado por tudo até por pontos. rsss Mas como vou para o céu e sei qual Deus Sirvo, só dou glória kkkkk

    2. VOCÊS ESTÃO SE ESQUECENDO QUE VIVEMOS NUM PAÍS DEMOCRÁTICO E QUE CADA UM PENSA O QUE QUER E ESCREVE O QUE IMAGINA SER SUA VERDADE,MAS SE PSICOLOGIA VALESSE DE ALGUMA COISA O PAI ( BURRO ) DA PSICOLOGIA NÃO TERIA SE SUICIDADO,NA VERDADE DE TUDO ISSO SÓ POSSO OPINAR QUE NADA VALE A PENA QUANDO A ALMA É PEQUENA( FERNANDO PESSOA ) SE CADA UM CUIDASSE DE SUA PRÓPRIA VIDA NÃO TERIA TEMPO PARA QUERER TENTAR ADVINHAR O SEXO DOS ANJOS.

    3. Murilo D'Lima disse:

      Marisa Lobo_ Pode até ser deputado de 13 mil votos, mas está mais presente no Legislativo do que muitos que obtiveram maiores votações. O Jean, formado em comunicação social, explana melhor que muitos psicólogos, que esperam para chegar em casa para construir um texto "impactante"! Lástima!

    4. cara irmã Marisa Lobo, justamente, dou gloria quando entendo o que esta escrito, quando a linguagem expressa a perfeição do Criador… quando oramos ou defendemos nossa fé nossa lingua deve ser respeitada pois ela é também expressão da criação sagrada de Ds. Como a senhora irmã deveria saber, o demo (vade retro), o esperto, todos os dias toma posse dos espiritos fracos e os fazem dizer coisas sem sentido logico e escrever frases cheias de odio contra nossos irmãos desgarrados, que também merecem a aleluia da salvação. O egoismo e a frustação narcista de muitos pecadores fazem com que eles se achem os donos da verdade (que so a Ds pertence) e ainda se orgulhem em usurpar a palavra de Ds, usando Seu Santo Nome em vão em polêmicas inuteis que so o Santo Pai Eterno pode resolver !! Estranho modo de chamar Ds. chamando-o de Sirvo ("so sei a que Deus Sirvo") _ isto é blasfêmia, irmã _ Ds. não tem nome (ou tem todos os nomes) pelo menos eu nunca adorarei "Deus Sirvo" (verbo transformado em substantivo proprio – coisa tipica do inferno, onde estão todos os invertidos da expressão da natureza, tudo começou com a construção da torre de Babel!!) – irmã, vou orar por vos para que o pecado do orgulho e do odio contra nossos irmãos degarrados possam ser exorcisados de vossa alma!! não tendes culpa, ermã, pois o odio e o orgulho são possessões demoniacas !!! O erro da expressão através do odio é um signo de possessão, ja notava o Mestre de Nazaré (em seus sermões perfeitos que todos podem entender sem duvida logica), pois insistir e justificar seus proprios erros impedem ao crente o acesso à sabedoria limpida e correta da linguagem sagrada da palavra de Ds.!! Orai! Sede humilde! tenhais confiança na piedade do Sr. e um dia teras a luz do conhecimento simples e positivo, como so se lhe pede e pode o amor de Ds. Gloria!!! Usae a linguagem do Amor, que é a expressão pura do Espirito Eterno, irmã, e não a retorica do odio, que é a expressão tipica do estilo do Negativo que o Demo representa! Aleluia!! Vinde e celebrai o amor, como ordenou o Mestre, pois o Pai é amor e não exprime odio, nem se mete em disputas heterodoxas e pecaminosas que so exitam os instintos dos pecadores gays e despertam nos espiritos puros a curiosidade malsã pela sexualidade!!

    5. depois que escrevi minha ultima resposta, a pagina foi tirada do ar !!! sera que a ermã sacou que so escreveu besteiras ?? aleluia

    6. Alex Sachi disse:

      Murilo D Lima.. Faça-me um favor né !!!!!!

    7. Marisa Lobo Gente, onde você aprendeu a escrever tão errado? PELO AMOR DE DEUS, o que você andava fazendo nas aulas de português? Por favor, peça a deus que te faça escrever melhor antes de ir pro céu, ou não.

    8. Marisa Lobo ….então vamos falar e fazer tudo que é besteira que depois Deus perdoa ?……me poupe! Vai contando com isso…..se está na terra tem que fazer o melhor por aqui, senão depois não vai ser diferente! Papinho mais furado esse….fica até feio !

    9. Marisa Lobo, você é completamente burra e, como é próprio, cristã completamente obtusa.

    10. Amanda Morais disse:

      Ameaças do inferno irmã… quanta compostura heim….

    11. Fico com vergonha de ser brasileiro quando vejo meios de comunicações e o poder legislativo dando IBOPE para esta dita "psicóloga", que mais me parece uma pessoa perturbada, falando um monte de asneiras e tentando se passar por alguém que é "de Deus". Lamentável, e ainda escreve mal o português! Acho que deveriam melhorar os critérios para conceder o direito de exercer a profissão de psicólogo no Brasil. Pois esta senhora na minha opinião não tem as mínimas condições de orientar e muito menos tratar pessoas.

    12. Marisa Lobo disse:

      mas não é psicólogo ou seja na minha área ele é o zero a esquerda entendeu, e é da minha profissão que ele se mete. ok bjos

    13. Benjamin Bee disse:

      Marisa Lobo, presumir da salvação é pecado contra o Espírito Santo.

    14. Esse povo em vez de argumentar algo que preste, ficam só nos xingamentos… êta povo intoletante esses gays.

    15. Amanda Morais disse:

      Querida Marisa… gostaria de convidar você para um debate público via internet. O debate trataria do tema: Por que homossexualidade deve ser considerada uma anormalidade que mereceria algum tipo de tratamento psicológico? O referencial deverá ser teórico científico, que é o que interessa para que se possa querer mudar uma resolução do CFP. Abraço! Espero sua resposta!

    16. Tá bom, senta lá Cláudia.. Deputado presente até 2014. hehhe

      Presente é ser intolerante para com religiosos e heteros???

      Mude seu conceitos sobre política filha, filho, seu lá como agente chama vocÊs;;;

    17. Marisa Lobo Show de Bola!

      Admirável sua posição social. Sucesso na profissão, espero ve-la no Top da sua profissão.

      Porque a verdade quando ela dita, dói! E bons profissionais incomódam.

    18. Amanda Morais disse:

      Marisa Lobo no Top da profissão de psicólogo? HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

      Ri alto!

    19. Queremos Marisa Lobo pra presidente ! (2014)

    20. Thanatos O-Yama disse:

      Uma "Psicóloga" que não sabe a diferença entre um "MAS" (porém) e "MÁS"(qualidade de ser mau), realmente está muito gabaritada … E DVD ? Programa de TV ? Dvd até a galinha pintadinha tem … Programa de TV, até um babuíno pode fazer =)

  11. Jean Wyllys e fichinha so faz zuada e mais nada minoria e assim mesmo tem que chamar atenção. O que mais me impressiona nos fracos, é que eles precisam de humilhar os outros, para se sentirem fortes…

    1. Você é completamente burro, Salomao e, provavelmente, cristão obtuso.

    2. e só isso que você sabe dizer cade seu argumento pra defender seu ideal muito fraco lamento. Quem não pode atacar o argumento ataca o argumentador.

  12. pedro (vitória-ES) disse:

    a coitada da Lobo quer vender livrinho gente!!assim como o coitado do malafaia, sem evidência cient´fica nenhuma, lembrando que a lobo deve nunca ter ouvido falar em estudo multicêntrico, randomizado, duplo cego, simples cego, pesquisa de campo, lamentamos ainda a ignorância do joão campos um delegado querer bancar uma sandice desta , o livrinho da lobo é lamentável.

    1. show disse:

      pedroca você e o clamando não se tocaram que esse é um site cristão e que as opiniões de você não interessam. O lugar de você é nos sites pornograficos onde a imundicie que vocês aprovam está cheia. Gay é um ser inferior como rato, barata, mosquitos, não servem pra nada a não sr espalhar doenças e serem esmagados e mortos.Gay é a vergonha de suas familias e deveriam sim ser postos em um ilha deserta sapatona com sapatona e gay com gay pra ver eles se extinguirem de uma vez, por que imaginem que coisa mais engraçada as bibas tentando engravidar pelo c… e as sapatonas se esfregando achando que fariam um filho kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

      1. Anonimo disse:

        Show, ainda nao encontrou um pipi pra sentar ?? tah feia a coisa heim ?? kkkkk, jah pensou em ir pra academia, fazer uma dieta, cirurgia plastica pra ver se melhora a aparencia pq pelo visto ninguem tah querendo te papar kkkkkk

        1. show disse:

          porque vc não coloca seu nome e endereço pra eu te eliminar da face da terra sua praga transmissora de doença venerea. lixo da humanidade.

          1. Anonimo disse:

            Deus eh pai que vou dar meu endereco pra um psicopata predador como voce ahaha, vai que ao invez de me matar voce quer sentar no meu pipi, sinto muito show, vai ter que procurar outra pessoa pra satisfazer seus desejos ocultos.

      2. clamando disse:

        show o unico gay aqui neste site declarado é voce que alem de gay é promiscua revoltada e metida a muié macho sim senhor, muda a figura, estas pedindo o nome e o endereço do anonimo, da o teu ai para ver se não recebes uma visita te garanto que não nada disso que tu falas, diante de um macho de verdade tu faz pum na maneia hehehh ridicua e preconceituosa

      3. Talita disse:

        Ninguém é obrigado a gostar de gay, só precisa respeitar. Ninguém é obrigado a gostar de crente. Eu particularmente não suporto vocês! Bando de fanático, gado de pastor safado, doentes e que ainda mal entenderam a palavra de Deus

    2. anonimo disse:

      Essa chata quer $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

      1. show disse:

        A outra bichinha cheia de doenças venereas se doeu. Me dá o seu endereço sua praga e deixa eu te visitar já que sua amada clamado não dá. Sua praga imunda.

        1. anonimo disse:

          Show aconselho vc fazer tratamentos com a marisa lobo ou então vc já é paciente dele. Não é possivel… ela quer $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$ mesmo.

          1. Anonimo disse:

            a ex-gay do show, dando ataque de pelancas ahahahaha, que bichinha mais pao com ovo eh essa ai

  13. Os comentários aqui demonstram o mesmo espírito de intolerância…
    Querem ser tolerados, mas, semeiam apenas a intolerância.

    1. Beto Maia disse:

      Intolerantes? Vocês vivem patrulhando e se metendo na sexualidade alheia, enquanto que os homossexuais não estão nem aí para suas "vidas santas", e nós é que somos intolerantes? Vocês querem que o Estado deixe de ser laico para encampar suas teses obtusas e homofóbicas e a intolerância é de quem defende a sociedade aberta, livre e plural? Ora, Vanderlei, vocês já estão sendo chamados de fiscais do cu e do pinto alheiros, caiam na real. E esses dados "científicos" sobre "cura gay" e sobre a homofobia que vocês apresentam são maquiados, feitos para dar sustentação a agenda anti-gay de suas igrejas homofóbicas e fascistas.

    2. Beto, somos a favor da liberdade… Inclusive a religiosa, além da do pensamento, opiniões etc…
      Esse tipo de estado laicú que você prega, não existe em lugar algum do mundo… E não será aqui no Brasil que ele será implantado, sem oposição.
      Se você acha legal perder os teus direitos de dizer o que tu pensa sobre determinado assunto… problema seu.
      Nós faremos oposição a leis que não concordamos. Ou será que você faz diferente disso?
      Se você acha que fazer oposição não está no meu direito, quem te deu o direito de fazer oposição ao meu pensamento??? eheheheheheeheh
      Mané… eheheheheheh

    3. Beto Maia disse:

      Vanderlei, escuta Zé Amém: esse Estado já existe ou você esqueceu a surra que a reação teocrática tomou com a decisão do STF sobre união homoafetiva? Decisão histórica e por unanimidade! E a decisão sobre a descriminalização do aborto anéncefalo? Outra derrota da teocracia pentecostal! Se fosse quer fazer oposição discursiva ou ideológica às leis que beneficiam os homossexuais, ou seja, se você insiste em ser fiscal do cu alheio, isso é problema seu! Agora fazer movimento político contra os direitos das minorias, além de inócuo, sem efetividade, é fascismo! Olhe para o mundo desenvolvido e progressista: a promoção dos direitos homoafetivos cresce a cada dia. Onde há perseguição aos gays? Nas teocracias islamistas e nos paupérrismos países africanos de religião islâmica e cristã! Não adianta: essa guerra vocês estão perdendo! Quer viver na teocracia? Vá para o Irã ou para a Arábia Saudita!

    4. Beto Maia disse:

      Excelente comentário de Isabella Marça sobre o infame decreto legislativo "cura gay":No dia 27 de novembro de 2012 ocorreu na Câmara dos Deputados a audiência pública sobre o projeto de decreto legislativo 234/2011 de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO) que visa sustar a aplicação da resolução do CFP (Conselho Federal de Psicologia) de número 001/1999 que discorre sobre a proibição da colaboração dos psicólogos com eventos e serviços que proponham tratamento e cura da homossexualidade.

      Durante a audiência o argumento apresentado pelo pastor e psicólogo Silas Malafaia, é de que concorda com o CFP e com a OMS sobre a homossexualidade não ser uma doença e que não há qualquer fundamento biológico e/ou genético reconhecido que a diferencie das demais sexualidades, o que parece fundamentar seu argumento de que a orientação sexual é um fenômeno passível de intervenção psicológica. Partiu-se do pressuposto que a Psicologia não lida somente patologias mas também com conflitos psíquicos e desejos da pessoa saudável. Considerou portanto que o homossexual adulto que tenha vontade de alterar sua orientação sexual, tem esse direito pois este partiria da própria pessoa, responsável pelas suas escolhas.

      Malafaia falou ainda que o CFP assumia uma postura militante e partidária insinuando um posicionamento apaixonado por parte do conselho, cego às diferentes possibilidades de manifestação da sexualidade humana.

      Marisa Lobo, a psicóloga que teve seu registro profissional cassado pelo CFP por professar em sua página pessoal na internet dogmas evangélicos aliados a técnicas de tratamento psicológico, apresentou por sua vez, casos de "ex-gays" e de pessoas que supostamente reconheciam sua orientação sexual como sintoma de algum trauma sexual sofrido na infância e que teriam abandonado tal comportamento após a "cura do trauma infantil".

      Cabe refletir que se fosse tão natural e acultural o desejo de mudar a orientação sexual, os consultórios dos psicólogos também teriam demandas de mudança da heterossexualidade à homossexaulidade. Será que os pastores-psicólogos atenderiam de bom grado esse tipo de demanda? É relevante questionar por que é tão comum o desejo de não ser homossexual, o que nos levaria a duas alternativas, reconhecer a influência da cultura patriarcal, heteronormativa e homofóbica como fator preponderante para a auto-rejeição e o desejo de se adequar das pessoas não heterossexuais. Ou cair em contradição com o argumento inicial apresentado por Malafaia sobre a falta de evidência biológica que justifique a homossexualidade e simplesmente dizer que “não é natural”. O que também levaria à reflexão sobre a relevância de definirmos o que são comportamentos naturais e de cultivar tais hábitos, o que obviamente geraria uma lista de “comportamentos naturais” convenientes e os inconvenientes como, por exemplo, comer sem talheres.

      Quanto ao argumento de Lobo é interessante observar que o desconforto com um comportamento homossexual que traga desconforto ao sujeito pode sim ser originado de um trauma sexual infantil, assim como um comportamento heterossexual inadequados à maturidade sexual do sujeito. Desse modo, o que determina a natureza traumática de uma experiência não é a expressão homo ou heteroafetiva da sexualidade e sim a exposição precoce a essas manifestações. Considerar que a experiência não heterossexual pode agravar a vergonha do abuso, dado que é uma prática culturalmente inferiorizada, não altera o fato de que uma criança sofrer abuso sexual é sempre ruim e gera marcas irreversíveis independente do sexo do abusador.

      Se desconstruirmos os argumentos da bancada, desvelaremos os velhos conceitos de que as homossexualidades não são naturais e que são perversas, travestidos de uma indignada luta pelo direito do sujeito de mudar a si mesmo. De fato o CFP e a Psicologia não podem ser neutros pois a sociedade nunca foi neutra frente à diversidade sexual e teremos de olhar com raciocínio crítico e ciente do percurso histórico da humanidade para um “simples desejo” de mudança de orientação sexual.

      A percepção da chamada banca evangélica mostrou-se simplista em sua capacidade de análise dos fenômenos psicológicos que são pré-determinados por fatores históricos, culturais, sociais, biológicos, familiares e pela percepção subjetiva do sujeito sobre suas experiências.
      Outro ponto a ser questionado é o poder de mudar o desejo do outro ao qual se auto-conferiram automaticamente os pastores-psicólogos. Se nem séculos de cultura heterossexista foi capaz de suprimir a expressão da diversidade da sexualidade humana, que dirá técnicas duvidosas de psicoterapia embasadas em conceitos obsoletos dos primórdios da “pré- psicologia” do século XIX.

    5. Beto Maia … O "Deus seja louvado" foi retirado da cédulas??? Não.
      Por que não? Porque o estado é laico e não estado ateu.
      O seu excelente comentário colada acima não se preocupou com a verdade? A Lobo não foi cassada, foi? Quer um comentário bacana…. Ai vai um…

      http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/a-era-da-intolerancia-dos-tolerantes-e-a-cura-da-homossexualidade/

    6. Báh, Beto… Até tentei encontrar um argumento excelente no que tu postou, mas… Não achei… Dá uma ajudinha ai… Você que é ateu e, só por isso, já se considera uma pessoa superior… Ajude ai a um cristão, para que ele possa chegar ao menos, aos teus pés. ahahahahahahaahah

  14. O Jean acabou mesmo foi sendo expulso da comissão por argumentar baboseiras que não tinha e não tem nada a ver com o debate e por sua falta de educação por não respeitar a ordem da comissão. Na minha opinião quem mais se destacou na comissão foi o presidente da comissão deputado Henrique Mandetta, que não deixou nenhuma dúvida sobre sua conduta como presidente da Comissão e de sua respostas a várias colocações e perguntas dúbias dos deputados que estavam querendo aparecer. Nunca fui um fã de política, mais sempre acompanho até por que estou em Brasília e nada mais justo do que esta por dentro dos desdobramentos políticos de nosso país; Parabéns ao Deputado Henrique Mandetta e suas firmes colocações e conduta.

    1. Gisvânia Dias disse:

      Pura mentira assistir toda audiência na íntegra e não vi em nenhum momento Jean ser expulso. Invenção de quem não tem argumentos.

    2. Eu também assisti e ele foi aplaudido. Tem que ser muito ignorante ou mau caráter pra não admitir que o cara é muito bom !

    3. MENTIRA! O Jean Wyllys foi muito bem aplaudido porque é muito bom e sabe argumentar ao contrário de alguns que ficam inventando mentiras aqui! E pior que esses acham ainda que" são de Deus"!

    4. Beto Maia disse:

      Marisa escreveu, escreveu… e para que? Para tentar justificar sua homofobia religiosa e respaldar a agenda anti-gay da bancada crente e de pastores reacionários como Malafaia. "Cura gay", além de não ter respaldo na comunidade médica e psicológica internacional, é claramente um movimento fascista que propõe a eugenia social dos gays, mediante a diminuição da população homossexual. Ela reclama de ter sido desqualificada, mas desqualifica também (com a diferença de que ela é "santa do Sinhô e não deveria fazer isso); alega que Jean Wylly tem conhecimento zero sobre psicologia e que por isso não deveria estar aí: que ridículo! Ele é homossexual e sabe, melhor do que ninguém, o que é sofrer com o preconceito e o ódio de setores da sociedade, principalmente daquele que deveria promover o amor ao próximo. Além disso, com grande ou pequena
      votação, Jean é deputado federal, engajado em comissões de defesa dos direitos humanos, direitos esses que a bancada evangélica que violar, no que se refere aos direitos e à dignidade dos homossexuais. Marisa Lobo fez, como sempre, alusões à liberdade de expressão e à de religião, como se elas estivessem sendo ameaçadas pelos gays, quando o que se quer impedir é que a sexualidade dos homossexuais seja patrulhada pelos evangélicos e que a homossexualidade seja associada discursivamente à bandidagem e à pedofilia. Marisa chega a ser hipócrita ao dizer que respeita o Candomblé quando o segmento a que ela pertence é um dos que mais promovem o ódio e o preconceito contra as religiões afro-brasileiras. E concluo: não adianta ela vomitar seus supostos conhecimentos científicos e técnicos pois eles não são , repito, respaldados pelos organismos internacionais, e o mais importante: a questão é política, sobre direitos civis, sobre sociedade livre e aberta, sobre os direitos das minorias frente a perseguição perpetrada pelos religiosos obscurantistas. E aí, Jean Wyllys está bem mais gabaritado do que a dona Marisa.

    5. Galerinha, o presidente pediu que Jan saísse da sala..

      saiu ele e mais uma legião de baderneiros intolerante.

    6. Edizio Santos disse:

      Humm q feio! ficar mentindo quando alguém lhes fazem enfiar o rabo entre as tapas

    7. Realmente ele é bom pra incitar o ódio e promover a discórdia!

  15. Paulo cezar disse:

    Perfeito o texto da Dra Marisa Lobo!

  16. Celso Dossi disse:

    Jean é muito culto, é uma pena que ele tenha que perder tempo com esse tipo de gente.

  17. Antonio disse:

    Sou professor formado em Letras há 23 anos. Sua opinião está claríssima. Não são erros de digitação que impedem o entendimento. Essas pessoas se expressam sem argumentos, sem conhecimento e sem bom senso, nutrem ódio o preconceito em seus corações. E ainda chamam os cristãos de preconceituosos!!!!!!Continue a defender seu ponto de vista, pois evangélicos e católicos, cidadãos brasileiros – que entendem o que vc defende! – a apóiam!!
    Parabéns!!!

  18. Fabio Costa disse:

    Deveras, um representante do Estado “democrático” deveria ser menos esnobe e mais coletivo. 13.000 votos que o elegeram já por si (numero ínfimo e insignificante)são uma boa razão para ele tentar alçar coisas melhores do que ficar comprando brigas com esse ou aquele. Pra não me prolongar e não tecer críticas apenas a um: Esse povo no fim das contas tem é paixão um pelo outro. Se juntar S. Malafalsa, Jean Inbecyllys, Essa que fala no texto (não a conheço) vai ser um balaio de gatos da mesma cor!
    Chega de mediocridade. Há coisas melhores e mais importantes, tanto para evangélicos quanto para não evangélicos, fazer do que estar trocando gentilezas em público ou desonrando a casa do poder publico que já não é uma maravilha no Brasil!

    1. Talita disse:

      Jean Wyllys honra os mais de 200 mil votos do PSOL carioca como o melhor parlamentar de 2012, eleito pelo Congresso em Foco! Tão com inveja? Tão perdendo espaço?

      Acho que nem no céu essa mulambada fanática entra. Vocês não sabem ler a Bíblia tanto quanto a cientista Marisa Lobo não sabe escrever. Sequer conhece acento e vírgula direito

  19. Luis Fernando disse:

    Marisa Deus é contigo! e povo dele também,muitos são seus opositores porem sua capacidade profissional e ética são impar e a sociedade esta acompanhado, é nestas oportunidades que a nação terá o privilégio de ver quem realmente é preconceituoso e intolerante.

  20. Raphael disse:

    Imagino eu, o tempo que o Sr. paulo agnóstico e cia do circo limitada, leva para escrever tamanhas babaquices a respeito de um assunto como esse, e o que mais incomoda, é o estrelismo de “tais” pessoas em querer que apenas sua própria opinião seja para todos, extinguindo aí a liberdade de expressão.
    No mínimo são pessoas que não são merecedoras da perca do nosso tempo em escrever, mesmo eu estando aqui escrevendo essas palavras, mas realmente…
    tem “gente” que não usa mais o semancol.

  21. Wilson Lira disse:

    Parabens Mariza!
    se ele tiver um pouco de dignidade renunciara o mandato,…..é o minimo né.

  22. Gisvânia Dias disse:

    Foram ridicularizados porque tanto ela (Lobo) quanto o Mala são ridículos. Ficou fácil para o deputado Willys, que no seu discurso falou sim sobre o tema e demonstrou novamente bom senso. Se rasgue de inveja Dona Lobo!

  23. Benjamin Bee disse:

    Marisa Lobos, Silas Malafaia, João Campos e outros não estão interessados em ajudar homossexuais egodistônicos.Eles estão interessados em repatologizar a homossexualidade que deixou de ser doença pela ONU (aquela organização internacional que foi criada para brecar atitudes e ações nazistas), propagandear que a homossexualidade é "doença curável", e faturar em cima dos ingênuos que acreditam nas mentiras proferidas por falsos pastores, profanadores do Sagrado. Porque o que eles querem, além de faturar com ingenuidade dos simples, é usar a homossexualidade como pretexto moral para angariar mais poder político e dízimos.

    Se algum evangélico ainda tiver um mínimo de discernimento, de independência intelectual e capacidade de raciocínio, analisará as pretensões do PDC 234/2011 e poderá verificar que o que eles querem é o direito de serem inconstitucionais, de discriminarem e serem preconceituosos. O que eles querem é DOMINAR o outro e não LIBERTÁ-LO. Eles são contra a Constituição Brasileira e contra a ONU, porque esta foi criada pelo conjunto das nações da Terra justamente para evitar que se propagassem ideias como essas que esses evanjas estão propagando.

    Os evangélicos que se cuidem, porque o lobo está à solta fazendo suas vítimas.

    .

    1. Perfeitas suas colocações Benjamin Bee.

    2. Heliomar Melo disse:

      Verdade Benjamin Bee.

    3. Ta bom, senta lá Cláudia..

      Ature os evangélicos, eles dominarão o mundoo.. haha ha ha

    4. Benjamin Bee disse:

      Luciano Cavalcante Esse teu sorriso de plástico de quem disse xis ao ser fotografado não nega a tua alma, criança. Desperta ta tua fantasia.

      Acorda desse sonho artificial e corre atrás do prejuízo. Jesus anda e não espera por ninguém. Quem quiser que corra pra alcançá-Lo.

      Nenhuma religião dominará nada, como nunca dominaram. Principalmente os evangélicos que não têm vozes legítimas capazes de convencer os menos tontos.

    5. Nunca encontrei um psicólogo inteligente, todos são boçais e idiotas. Teve uma qua não soube responder uma pergunta simples sobre filosofia quase me agrediu fisicamente. Sempre que evangélicos e psicólogos se sentem acuados ele partem para a ignorância.

  24. Discipulo disse:

    Coitado do Jean…. Tadinho…. Tão bonzinho esse garoto…. Será que precisava ouvir tudo isso. Pelo jeito teria sido melhor pegar um cartão vermelho e sair de fininho Senhor Jean. Pare de criar confusão onde não tem. Você escolheu o seu caminho então deixa as outras pessoas fazerem o mesmo com todo respeito. Sem ódio e guerras…. Chega…. O país precisa de se preocupar com coisas muito mais importantes pra sociedade do que a sua escolha ou opção sexual. Pare e olhe pra dentro de você. Você não é tão ruim assim… Tem muita coisa boa dentro de você…

  25. Amanda Morais disse:

    Cara Marisa Lobo… no mínimo respeite mesmo a Ciência do comportamento, que eu sei muito bem que é coisa séria… Mas enquanto você continuar com esses discursos de quinta, misturando as abordagens sem o mínimo de critério, desrespeitando nosso código de ética, nunca terá o apoio da nossa classe… Porque eu não te considero parte da comunidade de psicólogos… Queria muito que sua licitação para atender já tivesse sido caçada… Vou continuar torcendo para que isso aconteça. Assim você poderá pregar melhor… pregar a vontade!

    1. Pode ver que é só uma estagiária falando.

    2. Minha formação nem é Psicologia, mas penso e tenho a visão crítica mais definida do que você!

      Sabe ao menos os parâmetros básicos da proposta de tratamento a gays?

    3. Amanda Morais disse:

      Já me formei e sou mestranda… vocês devem ser muito sabidões né?

    4. Amanda Morais disse:

      Luciano Cavalcante não há nexo em propor um tratamento a algo que não é doença!

    5. Amanda Morais disse:

      E mesmo que fosse só uma estagiária (o que há de só, em ser uma estagiária?)…

      Poderia ter argumentos muito melhores que muitas pessoas que não são estagiárias! Ou vocês curtem um argumento de autoridade????

    6. Amanda Morais disse:

      Luciano Cavalcante, você nem me conhece, nem conhece meus pensamentos, muito menos minha criticidade para achar que é mais tudo do que eu…

      Acorda, e seja um pouco menos arrogante!

    7. A menina já se formou(???), por mais que não pareça… deve ter tirado zero em ética profissional.

    8. Mas, já que tá fazendo um mestrado, puxa, então, ela agora sim é a dona da verdade… Só faltou pendurar uma melancia no pescoço.

    9. Eu vou te indicar a leitura de dois livros:

      “As chaves do Inconsciente” e “O Inconsciente sem Fronteiras” de Renate Jost de Moraes.

      Espero que leia. Apesar de você já saber tudo…

    10. Você como uma excelente pesquisadora sabe que não se deve limitar a possibilidade de se descobrir algo mais sobre qualquer coisa que seja… E que qualquer proibição impossibilitaria a ciência de crescer naquela direção…

      "Ora, imaginem se um conselho de “físicos” ousaria impedir os cientistas de tentar contestar a relatividade. O que vai ali não é postura científica, mas ideologia. Se conceitos com sólida reputação de verdade, testados empiricamente, podem ser submetidos a um teste de estresse intelectual, por que não considerações que dizem respeito a valores humanos? Tenham paciência! O fato de eu não endossar determinadas hipóteses ou especulações não me dá o direito de proibir quem queira fazê-lo.

      Fiz uma pesquisa antes de escrever esse texto. Não encontrei evidências de resolução parecida em nenhum lugar do mundo. O governo da Califórnia, nos EUA, proibiu a terapia forçada de “cura” da homossexualidade em adolescentes. É coisa muito diferente do que fez o conselho no Brasil. Países que prezam a liberdade de expressão e que não querem usar o discurso da liberdade para solapar a própria liberdade não se dão a desfrutes dessa natureza." Reinaldo de Azevedo.

    11. OBS. Sabidão não existe… é sabichão. Ok?

    12. Beto Maia disse:

      Excelente comentário de Isabella Marça sobre o infame decreto legislativo "cura gay":No dia 27 de novembro de 2012 ocorreu na Câmara dos Deputados a audiência pública sobre o projeto de decreto legislativo 234/2011 de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO) que visa sustar a aplicação da resolução do CFP (Conselho Federal de Psicologia) de número 001/1999 que discorre sobre a proibição da colaboração dos psicólogos com eventos e serviços que proponham tratamento e cura da homossexualidade.

      Durante a audiência o argumento apresentado pelo pastor e psicólogo Silas Malafaia, é de que concorda com o CFP e com a OMS sobre a homossexualidade não ser uma doença e que não há qualquer fundamento biológico e/ou genético reconhecido que a diferencie das demais sexualidades, o que parece fundamentar seu argumento de que a orientação sexual é um fenômeno passível de intervenção psicológica. Partiu-se do pressuposto que a Psicologia não lida somente patologias mas também com conflitos psíquicos e desejos da pessoa saudável. Considerou portanto que o homossexual adulto que tenha vontade de alterar sua orientação sexual, tem esse direito pois este partiria da própria pessoa, responsável pelas suas escolhas.

      Malafaia falou ainda que o CFP assumia uma postura militante e partidária insinuando um posicionamento apaixonado por parte do conselho, cego às diferentes possibilidades de manifestação da sexualidade humana.

      Marisa Lobo, a psicóloga que teve seu registro profissional cassado pelo CFP por professar em sua página pessoal na internet dogmas evangélicos aliados a técnicas de tratamento psicológico, apresentou por sua vez, casos de "ex-gays" e de pessoas que supostamente reconheciam sua orientação sexual como sintoma de algum trauma sexual sofrido na infância e que teriam abandonado tal comportamento após a "cura do trauma infantil".

      Cabe refletir que se fosse tão natural e acultural o desejo de mudar a orientação sexual, os consultórios dos psicólogos também teriam demandas de mudança da heterossexualidade à homossexaulidade. Será que os pastores-psicólogos atenderiam de bom grado esse tipo de demanda? É relevante questionar por que é tão comum o desejo de não ser homossexual, o que nos levaria a duas alternativas, reconhecer a influência da cultura patriarcal, heteronormativa e homofóbica como fator preponderante para a auto-rejeição e o desejo de se adequar das pessoas não heterossexuais. Ou cair em contradição com o argumento inicial apresentado por Malafaia sobre a falta de evidência biológica que justifique a homossexualidade e simplesmente dizer que “não é natural”. O que também levaria à reflexão sobre a relevância de definirmos o que são comportamentos naturais e de cultivar tais hábitos, o que obviamente geraria uma lista de “comportamentos naturais” convenientes e os inconvenientes como, por exemplo, comer sem talheres.

      Quanto ao argumento de Lobo é interessante observar que o desconforto com um comportamento homossexual que traga desconforto ao sujeito pode sim ser originado de um trauma sexual infantil, assim como um comportamento heterossexual inadequados à maturidade sexual do sujeito. Desse modo, o que determina a natureza traumática de uma experiência não é a expressão homo ou heteroafetiva da sexualidade e sim a exposição precoce a essas manifestações. Considerar que a experiência não heterossexual pode agravar a vergonha do abuso, dado que é uma prática culturalmente inferiorizada, não altera o fato de que uma criança sofrer abuso sexual é sempre ruim e gera marcas irreversíveis independente do sexo do abusador.

      Se desconstruirmos os argumentos da bancada, desvelaremos os velhos conceitos de que as homossexualidades não são naturais e que são perversas, travestidos de uma indignada luta pelo direito do sujeito de mudar a si mesmo. De fato o CFP e a Psicologia não podem ser neutros pois a sociedade nunca foi neutra frente à diversidade sexual e teremos de olhar com raciocínio crítico e ciente do percurso histórico da humanidade para um “simples desejo” de mudança de orientação sexual.

      A percepção da chamada banca evangélica mostrou-se simplista em sua capacidade de análise dos fenômenos psicológicos que são pré-determinados por fatores históricos, culturais, sociais, biológicos, familiares e pela percepção subjetiva do sujeito sobre suas experiências.
      Outro ponto a ser questionado é o poder de mudar o desejo do outro ao qual se auto-conferiram automaticamente os pastores-psicólogos. Se nem séculos de cultura heterossexista foi capaz de suprimir a expressão da diversidade da sexualidade humana, que dirá técnicas duvidosas de psicoterapia embasadas em conceitos obsoletos dos primórdios da “pré- psicologia” do século XIX.

    13. Báh, Beto… Até tentei encontrar um argumento excelente no que tu postou, mas… Não achei… Dá uma ajudinha ai… Você que é ateu e, só por isso, já se considera uma pessoa superior… Ajude ai a um cristão, para que ele possa chegar ao menos, aos teus pés. ahahahahahahaahah

    14. Beto Maia disse:

      Você traz Reinaldo Azevedo, neocon da Veja do cachoeiroduto, para justificar a patologização da homossexualidade e para defender a agenda anti-gay da bancada evangélica? Por que é tão difícil para vocês entenderem que a sexualidade de cada um é a sexualidade de cada um e se os gays não patrulham as "práticas sexuais" dos crentes, esses não têm o direito de intrometer-se na vida sexual dos gays? A coisa é simples, meu caro. Quem está fora do plumo são vocês que não aceitam a visibilidade social dos homossexuais, não vêem os gays como sujeitos de direito e acham que têm o direito de regrar o comportamento sexual alheio. Não devia ler o artigo de Reinaldo Azevedo porque não é preciso comer carne podre para perceber que ela está podre: basta sentir o cheiro! E o fedor que o texto desse jornalista exala é insuportável, percebemos pelo título: "a era da intolerância dos tolerantes", ou seja, vocês extremistas religiosos (católicos incluídos, mas no que se refere aos direitos dos homossexuais, a paranoia é mais evangélica) querem impôr seu padrão sexual, se possível for com a eugenia social dos gays mediante cura gay (diminuição da população homossexual) e os homossexuais é que são intolerantes? A união estável homoafetiva, reconhecida pelo STF, que não afeta a vida de vocês em nada, mas vocês querem impedi-la e nós é que somos intolerantes? Pronto: li o texto do Reinaldão do Veja do cachoeiroduto! E que? Nada! Ele (milagre!) até posiciona-se contra a cura gay, mas seu discurso é o de quem acha que os perseguidores de gays têm o direito de expressar-se livremente! Por que ele não defende o mesmo em relação aos nazistas e aos racistas? Nazista e racista não pode ter liberdade de expressão! Mas evangélico homofóbico pode! Ninguém tem o direito de difamar o outro por sua raça, mas por sua condição sexual sim.Essa é essência do pensamento de Reinaldo Azevedo que não cagou na entrada, mas sim na saída: começou bem, dizendo que é contra a cura gay, mas escorregou ao legitimar a homofobia religiosa e o suposto direito dos religiosos homofóbicos de perseguirem política e discursivamente os homossexuais!

    15. Amanda Morais disse:

      Vanderlei Ricken o fato de não existirem resoluções parecidas no mundo não é um argumento válido para descaracterizar a resolução que existe aqui.

      Não, não me acho dona da verdade. Só estou respondendo a sua prepotência devidamente.
      Poderia sim ler os livros que você citou caso encontrasse tempo… Entretanto muitos outros conhecimentos me atraem mais…
      Além disso, a abordagem que sigo na Psicologia não é a mesma destes livros… Não estou dizendo que ignoro a validade das outras abordagens… Acontece que no momento não me interessa… Não estou fechada a novos conhecimentos, mas já tive um bom tempo para analisar qual abordagem era mais plausível, no meu ponto de vista.

    16. Amanda Morais disse:

      Claro que é possível contestar valores humanos, o façam… Mas também deixem quem quer defender outros valores se pronunciar.

      Agora a questão aqui não é somente sobre valores…
      Você tem o direito de mudar o desejo de alguém?
      Baseado em que você, ou outro qualquer, teria esse direito?

      O que vocês querem é ganhar o direito de ferir o direito do outro… Querem o direito de chamar a sexualidade do outro de uma anormalidade psíquica… Querem um retrocesso.

      Isso não se parece com a analogia sobre contestar verdades científicas que você usou para se justificar.

    17. Amanda Morais disse:

      E não sei de que serve suas tentativas de me desqualificar como argumentadora dizendo coisas que não sabe ao meu respeito. Como sobre minhas notas acadêmicas e a minha posição profissional. Não acrescenta nada na posição que você defende, muito menos invalida as coisas que digo.

    18. Amanda Morais disse:

      Não vou demorar muito por aqui porque o Beto Maia já fez uma ótima explanação sobre a questão. Permita-se compreender o que ele disse. Sem deboches…

    19. Amanda, você considera que o seu ponto de vista é o melhor, ao menos para você, né?
      E isso quer dizer que outras abordagens não sejam válidas ou que deveríamos proibir que outras abordagens sejam feitas? Mesmo que você não concorde com as outras???
      Será que é a melhor forma condenar os psicólogos que não utilizem a mesma abordagem que você considera a melhor???
      Note que existe uma razão para que outros países não tenham estabelecido resoluções quando a homossexualidade.
      Será que, para o bem da ciência, o mais correto é proibir que se tente outras abordagens??? Já que você fez a sua escolha, então, lhe parece melhor, proibir que outros façam outras escolhas?
      Como você consideraria isso se fosse o grupo de evangélico que estivesse proibindo os psicólogos de utilizar determinada abordagem? Uhhhh, eu daria o nome disso(dentre tantos que poderia escolher)… prepotência.
      Pois é isso que tenho percebido atualmente…
      Por isso não concordo com nada que seja obrigado, forçado, guela abaixo, de quem quer que seja…

    20. Amanda Morais disse:

      Acho que você não está lendo direito o que escrevo… Esta fazendo perguntas que já tem respostas… Já havia dito isto no post acima:

      "Além disso, a abordagem que sigo na Psicologia não é a mesma destes livros… Não estou dizendo que ignoro a validade das outras abordagens…"

      O que você entende por abordagem? Porque acho que estamos tempo um problema aqui…

      Mas mais que isso…
      É possível que o psicólogo mude o desejo sexual de alguém?
      Caso isto seja verdadeiro podemos concluir que podemos (psicólogos) também mudar a orientação sexual hétero para uma orientação homo. Podemos fazer isto sem problemas? Isto é possível? Não estou nem perguntando se é ético. Mas se é possível.

      Em ambos os casos, caso fosse possível, e demonstrado cientificamente, ainda nos restaria o dilema ético. Temos o direito de fazer isso?

    21. Beto, Beto, Beto…
      Até quando ficarás rotulando os que discordam de ti???
      Até quando ficarás inventando "razões" para o teu discurso de ódio???
      Até quando te enconderás atrás de argumentos mentirosos como o da cura gay???
      Meu camarada… ehehehehe
      Não se trata de curar nada… Não é doença.. Entenda… de uma vez por todas e pare de fantasiar em torno disso… eheheheh
      Se fosse doença… Os evangélicos já teriam aceito a prática homossexual, assim como se aceitam outras doenças…

      A questão é mais embaixo, bem mais embaixo.

      A questão é liberdade de expressão, liberdade de concordar ou não com o que você pensa ou faz.

      Cada um cuide do seu rabo, conselho de um macaco experiente.

      O problema é quando o teu rabo está dentro da minha garganta, tentando impedir que eu fale algo…

      Mantenha o teu rabo longe da miha gargante que não haverá nenhum problema de mordidas. Simples demais isso.

      Porém, o que se está fazendo é enfiar goela abaixo o rabo destes camaradas para impedir que os outros macacos não consigam falar nada contra… e ainda se fazem de vítimas, dizendo que cada um deve cuidar do seu rabo… oras bolas… É o fim da picada.

      O assunto deste tópico é a liberdade do homossexual poder escolher se deseja um acompanhamento psicológico ou não e os ativistas gays e ateus estão forçando eles a não terem esta opção…. eheheheheh

      Isso é incrível… é a mesma coisa da homofobia… Eles próprios serão os que mais vão se ferrar com a lei, pois quem mais se mata são entre eles mesmos… Mas, como querem calar os outros enfiando os seus rabos na garganta dos demais, então… Vivem complicando com os evangélicos por causa da lei.

      Tire um pouquinho que seja a capa da militancia gay e julgue com inteligência… Pare e pensa… E se mesmo assim você continuar com o memso pensamento, então respeite quem pensa diferente, mesmo que você ache que seja o pensamento mais burro do mundo… Respeite…
      Isso é tolerância, meu amigo…
      Conheces esta palavra?

    22. Amanda Morais disse:

      Vanderlei Ricken "Como você consideraria isso se fosse o grupo de evangélico que estivesse proibindo os psicólogos de utilizar determinada abordagem?"

      Os psicólogos não querem proibir evangélicos de fazer nada… O conselho de psicólogos quer proibir outros psicólogos de cometerem uma falta ética. Psicólogos evangélicos podem professar sua fé como quiserem… fora de seus consultórios. Ali dentro, somente cabe práticas aprovadas pelo CFP.

      Sua analogia não faz sentido.

    23. Amanda, estou te mostrando(tentando ao menos) que cada pessoa tem direito de pensar diferente e de desejar seguir abordagens diferentes das que você escolheu pra si como melhores.

      Isso desqualifica o psicólogo? Não… Por que desejar cassar alguém que exerce a muitos anos(não é uma recêm-formada que não tem bagagem prática significativa) a profissão e que tem visto, tem comprovado vários casos de mudança de desejo sexual…
      Os casos estão ai… Que tal você como pesquisadora, investigar estes casos para comprovar ou não a veracidade deles?

    24. Quando você conseguir se colocar na posição de um outro ficará mais fácil entender a minha ilustração…

    25. Amanda Morais disse:

      Bom, nunca vi produção científica alguma desta senhora. Caso ela tenha utilizado métodos científicos para mostrar seus resultados poderemos considerá-los, sem nenhum problema. Onde mesmo estão publicadas suas pesquisas para que eu as possa ler?

      Você não respondeu a minha questão… Podemos então mudar o desejo de um hétero caso seja da sua vontade, não é?
      E mesmo que isto seja possível, não temos que parar um pouquinho e pensar em questões éticas?

      As pessoas tem direito de pensar diferente. Acontece que quanto a abordagens em psicologia não se pode fazer qualquer coisa. Isto é uma profissão séria, e não é qualquer tipo de pensamento que é aprovado como válido. Existem muitas abordagens aprovadas como válidas (não somente a que sigo). Outras não. Esse é o caso.

      Vamos pegar a Medicina como exemplo. Existem muitas pensamentos a respeito de cura de doenças… Todas eles são aceitos e aprovados pelo Conselho de Medicina? Não! Deveria, então, considerando o fundamento de liberdade de expressão, o Concelho de Medicina permitir qualquer prática de seus membros médicos?

    26. Amanda Morais disse:

      Vanderlei, você é psicólogo? Só uma pergunta: qual é a seu referencial teórico? Qual é a sua abordagem afinal?

    27. Amanda Morais disse:

      Vanderlei Ricken

      De verdade, eu gostaria de pegar esses ditos casos e replicar uma pesquisa que já foi realizadas com homofóbicos. O método consistia em expor homofóbicos e não homofóbicos a cenas de sexo hétero e cenas de sexo homo. Todos tinham um sensor que captava a estimulação peniana. Adivinha o resultado? Os homofóbicos apresentavam ereções nos filmes homossexuais, principalmente masculinos!
      Além dessa medida poderíamos medir hormônios e neurotransmissores associados ao prazer…

      Que tal se pudéssemos pegar estes casos da Marisa e submete-los a esses testes para vermos a quantas anda sua excitação sexual relacionada ao mesmo sexo? Ao invés de ficarmos apenas com um relato verbal duvidoso?

    28. Beto Maia disse:

      Vanderlei, o que está dentro do sua garganta não é o meu rabo, mas o seu. Homofobia é homossexualidade reprimida ou incômodo com seus próprios traços homossexuais (já que o ser humano é potencialmente bissexual). Você é daqueles evangélicos metidos a intelectuais, mas que somente leem bíblia ou textos "científicos" condicionados ideologicamente pela religião cristã. Além disso, é leviano: onde se quer proibir os homossexuais de procurarem psicólogos, em caso de egodistonia? Só na sua cabeça e na da horda fundamentalista. O que se quer é: a)manter a proibição de que psicólogos façam proselitismo da possibilidade da reversão da homossexualidade (algo inteiramente falso), procedimento que reforça o preconceito de que ela é algo negativo, logo precisa se revertida b) não permitir um procedimento que vai esconder que a causa da egodistonia não é a homossexualidade em si, mas sim a cultura de preconceito e de homofobia que sufoca os homossexuais. Ninguem quer calar ninguém, mas já que você gosta de metáforas com macacos, aí vai uma: cada macaco em seu galho, ou seja, você cuida do seu cu e eu cuido do meu; você cuida da sua pica e eu da minha. Eu não falo do que você faz na cama (se é que faz, pois não entendo como um macho hétero alfa que dá no couro perde tempo patrulhando os gays) e você não fala do que eu faço. Simples.

    29. Amanda, quando você tiver interesse em ler aqueles livros você poderá, melhor, ter um posicionamento sobre o assunto.
      Por hora….

      "
      Não cabe aqui uma explicação detalhada, até por falta de espaço, mas é importantíssimo assistir aos vídeos da Dra. Renate, nos quais ela conta como criou o método terapêutico de Abordagem Direta do Inconsciente, que tem dado resultados espantosos com a cura de várias doenças e até da síndrome de Down. Tudo está baseado em nossas próprias decisões da mente inconsciente (consciente do INterior do homem), inclusive o desencadeamento de doenças físicas determinadas ao cérebro pela nossa mente. Posso afirmar que não se trata apenas de teoria mas de resultados concretos, pois tenho parentes que se trataram pelo método e alcançaram resultados surpreendentes, impossíveis para a medicina e as terapias convencionais.
      .
      O tema abordado nos livros é de uma profundidade ímpar. Poucos profissionais aceitam o método, embora possam ver os resultados de mais de 100.000 pacientes tratados com sucesso. Leia-os, Reinaldo, e você encontrará argumentos mais que sólidos para compreender quais os mecanismos que nos fazem adoecer fisicamente, além de compreender como alguém pode tornar-se homossexual apesar de tudo o mais indicar a existência de um ser de sexo perfeitamente definido tanto física quanto mentalmente. Os homossexuais sofrem, e muito, e o Conselho dos profissionais da área segue a ideologia por temor dos ativistas, deixando os necessitados à mercê de suas próprias angústias. Para eles, o indivíduo só pode assumir que é gay, jamais poderá assumir que errou ao assumir que era gay.
      .
      Finalizando: há possibilidade de reversão completa da homossexualidade, pois é um condicionamento pessoal determinado pelo inconsciente da própria pessoa por uma razão que só o inconsciente revela durante a terapia: não há uma causa única mas individual. Cada pessoa revela o que a levou a agir dessa ou daquela forma, e por quê. OBS: A terapia não trata exclusivamente dos homossexuais e não foi desenvolvida especialmente para esses casos, ela trata do problema do sofrimento humano de maneira geral. Durante o desenvolvimento do método a Dra. Renate descobriu as causas dos condicionamentos que fazem o indivíduo de um sexo determinado viver como se estivesse no corpo errado, e também por que uma pessoa desenvolve uma doença que a medicina não encontra cura. Ninguém tem nada a ver com isso, exceto nós mesmos."

    30. Acho espantoso que uma entidade de classe tente limitar a pesquisa numa determinada área que, no geral, se sabe pouco.

    31. Beto… Não se estresse não Beto…
      A sua causa não ficará mais fraca por alguns poucos gays que abandonem o seu time…
      Deixe eles tentarem , ao menos… Vocês, gays, parecem aquelas máfias que não permitem ninguém abandonar o barco… eheheheh
      Converse com o teu companheiro e se vocês são felizes… por mim, tudo bem..
      Gosto da metáfora que voc~e utilizou… Só não sei porque vocês, gays não deixam os outros macacos em paz… se eles querem ser acompanhados por algum psicólogo, deixe eles em paz…
      Cuidem cada um do seu… Mas, não… Vocês, gays, não podem perdem a força… Afinal, eu até entendo… Vocês estão em função de tantas mentiras que é precisa lutar com unhas e dentes para poder mantê-las intactas.

    32. Amanda Morais disse:

      Os gays sofrem sim, mas não porque estão errados, mas por conta de uma sociedade que vive dizendo que eles estão. Somente isso desmonta toda essa pseudociência que você expôs aqui. Querem tratar do sofrimento tratem as causas e não os efeitos. Entendam porque os gays sofrem e as coisas começaram a ficar mais claras.

      E ainda, existem muitos livros sobre pseudociências por ai… este não é o único! Com muitos resultados mirabolantes… o que importa é sabermos qual foi o método utilizado para que ela tivesse esses resultados. Ai poderemos debater sobre a parte ética de fazer o que essas pessoas da Abordagem direta do inconsciente estão fazendo.

      Mas antes disso, mesmo não sendo psicanalista, sei muito bem que o inconsciente é um conceito que não pode ser usado a torto e a direito como essa pseudo abordagem quer. Qual é o conceito de inconsciente dessa abordagem direta do inconsciente? Porque não me parece o mesmo da psicanálise (a teoria que fundou esse conceito em psicologia)

      Além do mais, pelo amor… um pouco de bom senso.. Freud já abandonou no inicio do século passado o método sugestivo por problemas éticos e por perceber que os sintomas retornavam e vocês querem insistir nesse retrocesso? Acho que você não estudou direito psicologia…

      Como disse, gostaria de por a prova esses resultados duvidosos com métodos sérios de pesquisa…

      Mais uma questão… qual é a epistemologia dessa "teoria" de abordagem direta do inconsciente?

    33. Para maiores informações leia o livro… Quando tiver tempo.

    34. Amanda Morais disse:

      Meu… tinha perdido a parte da Síndrome de Down! hahahahahahahahahahhaha
      Síndrome de Down é um problema genético, uma trissomia do cromossomo 21! Não tem nada a ver com mente ou inconsciente…
      Agora você forçou a amizade heim!

      Isso me cheira a charlatanismo!

    35. O sofrimento gay tem uma causa sim. Só que vocês estão atacando a causa errada.
      Descubre qual é a causa primeiro. Depois trate.
      É sempre mais fácil dizer que a causa da minha infelicidade é o meu vizinho que tem um carro e eu não… A minha falta de oportunidades, não tenho sorte…
      Sempre jogando o problema onde ele não está.

      Uma pergunta: O que te faz pensar que não existe ex-gay?
      ( ) Você nunca ouviu falar neles.
      ( ) Mesmo que exista eu decidi não acreditar nos relatos.
      ( ) outra desculpa ______________________________

      Se existe um caso, apenas um caso, isto significa que é possível?

    36. Outra pergunta:

      O que você acha da pedofilia?

      ( ) Nasceram assim.
      ( ) Doença
      ( ) sem vergonhas
      ( ) Outra ____________

    37. Amanda Morais disse:

      Não comece com essa ideia de querer comparar pedofilia com orientação sexual, se não vou imaginar que sua ignorância é altissima e perder a motivação de debater com você.

    38. Amanda Morais disse:

      Procurei as explicações da sua "Dr(a)". Ela tem doutorado para ser tratada com essa designação? Parece que não…

      Ela afirma que há um padrão de normalidade inerente ao ser humano. E que qualquer desvio é considerado anormal e causador de sofrimento. Bem, como se descobre esse "padrão de normalidade"?

      O que é um gay? Para eu te responder a sua questão preciso entender o que você entende como gay. Porque eu conheço pessoas que tem a predominância do desejo sexual direcionada ao mesmo sexo que vivem se comportam como hétero, mas isso não configura que ele tenha deixado de ter a predominância do desejo direcionada ao mesmo sexo.

      Vamos lá… pegue esses "ex-gays" vamos fazer os testes que sugerir e verificar, sem mais especulações!

      Outra coisa. Mesmo que fosse possível redirecionar a orientação sexual, porque seria ético fazê-lo? Já que as causas do sofrimento dessa pessoa são externas (sim nesse caso as causas são externas! caso não fosse não haveriam gays muito felizes e sem sofrimento quando seu grupo social, família, religião, o apoia) a ela e o fato de ela ser homossexual não causa nenhum dado a outros (muito diferente da pedofilia).

      É simples identificar porque os gays sofrem… é só comaparar os gays que não sofrem dos que passam por sofrimento e ver o que há de diferente com eles. Você vará que ambos são gays, então segundo essa pseudo teoria, ambos deveriam sofrer, mas não é o caso. Então o que difere nos dois????????

    39. Eu estou sempre disposto a aprender, com quem quer que seja.
      Estes tempos vi uma notícia que os pedófilos na frança, se não me engano, estavam exigindo uma legislação favorável a eles assim como existe em relação aos gays e a argumentação era que não existe nada provado nem pra um e nem pro outro que justifique a legislação, então eles desejavam uma equiparação legislativa.
      Se foi assim mesmo, acho coerente.
      Mas, na moderna psicologia, o que se diz a respeito?

    40. Amanda Morais disse:

      Essa questão também é simples. Pedofilia causa dados a pessoas incapacitadas de decidirem por si mesmas (crianças). Não se trata de psicologia. E sim de direitos e justiça.

    41. Amanda Morais disse:

      Não se trata de se o desejo nasceu com ele ou se algum fator da ontogênese o tornou assim… se trata de causar dados…

      É possível eliminar o desejo sexual de um pedófilo? Ou apenas usar de estratégias para que ele não cometa atos de pedofilia?

    42. Amanda Morais disse:

      Uma criança é considerada incapaz de decidir sobre se quer ou não ter relações sexuais. Portanto a pedofilia não pode ter equiparações legislativas!

    43. Amanda Morais disse:

      Achei que essas questões eram mais conhecidas pelas pessoas que ficam comparando pedofilia com homossexualidade…

    44. Pode ser que sejam, mas não custa nada ouvir mais uma opinião.

    45. Parece-me que hoje a diferença é mais uma questão de legislação.
      Ambas podem utilizar argumentos muito semelhantes.

    46. Amanda Morais disse:

      Você acha que crianças podem decidir se querem ter relações sexuais com adultos?

    47. Amanda Morais disse:

      Não é uma questão só de legislação. Os homossexuais não querem direitos diferentes dos héteros. Querem os mesmos. Os pedófilos querem direitos que ferem o direito de incapazes!

      Não acho difícil entender isso!
      E você já fugiu totalmente do assunto…

      Quanto ao assunto principal, é o seguinte…
      Estou muito atarefada neste momento da minha vida. Mas eu espero que durante os próximos meses eu tenha tempo de olhar melhor essa tal teoria da Renate e elaborar algumas considerações sobre ela.
      Gostaria muito de ter tempo de fazê-lo em tempo hábil de encaminhar isto ao Jean, a Marisa e ao Silas, e quem mais estiver envolvido nessa polemica. Mais como acho que será impossível, depois encaminho a outros colegas psicólogos. E também coloco aqui.
      Por hora não responderei mais a este post.

      Um abraço.

  26. Benny Dio disse:

    Se Deus existe! Se a Bíblia é a Palavra de Deus! Então o homossexualismo é pecado e tem cura: O remédio? O sangue do Cordeiro de Deus derramado no Calvário. Em suma: Tanto o pastor Silas e a psicóloga Marisa estão certíssimos.

  27. Fico com vergonha de ser brasileiro quando vejo meios de comunicações e o poder legislativo dando IBOPE para esta dita "psicóloga", que mais me parece uma pessoa perturbada, falando um monte de asneiras e tentando se passar por alguém que é "de Deus". Lamentável, e ainda escreve mal o português! Acho que deveriam melhorar os critérios para conceder o direito de exercer a profissão de psicólogo no Brasil. Pois esta senhora na minha opinião não tem as mínimas condições de orientar e muito menos tratar pessoas!

    1. Mulher louca =[ Entenda que homossexualidade NÃO É DOENÇA, dona Marisa! =[ E vê se arruma um tanque de roupa suja pra lavar, ao invés de ficar aí dizendo uma imbecilidade patética sem noção! #prontofalei

  28. Beto Maia disse:

    Escreveu, escreveu… e para que? Para tentar justificar sua homofobia religiosa e respaldar a agenda anti-gay da bancada crente e de pastores reacionários como Malafaia. "Cura gay", além de não ter respaldo na comunidade médica e psicológica internacional, é claramente um movimento fascista que propõe a eugenia social dos gays, mediante a diminuição da população homossexual. Ela reclama de ter sido desqualificada, mas desqualifica também (com a diferença de que ela é "santa do Sinhô e não deveria fazer isso); alega que Jean Wylly tem conhecimento zero sobre psicologia e que por isso não deveria estar aí: que ridículo! Ele é homossexual e sabe, melhor do que ninguém, o que é sofrer com o preconceito e o ódio de setores da sociedade, principalmente daquele que deveria promover o amor ao próximo. Além disso, com grande ou pequena votação, Jean é deputado federal, engajado em comissões de defesa dos direitos humanos, direitos esses que a bancada evangélica que violar, no que se refere aos direitos e à dignidade dos homossexuais. Marisa Lobo fez, como sempre, alusões à liberdade de expressão e à de religião, como se elas estivessem sendo ameaçadas pelos gays, quando o que se quer impedir é que a sexualidade dos homossexuais seja patrulhada pelos evangélicos e que a homossexualidade seja associada discursivamente à bandidagem e à pedofilia. Marisa chega a ser hipócrita ao dizer que respeita o Candomblé quando o segmento a que ela pertence é um dos que mais promovem o ódio e o preconceito contra as religiões afro-brasileiras. E concluo: não adianta ela vomitar seus supostos conhecimentos científicos e técnicos pois eles não são , repito, respaldados pelos organismos internacionais, e o mais importante: a questão é política, sobre direitos civis, sobre sociedade livre e aberta, sobre os direitos das minorias frente a perseguição perpetrada pelos religiosos obscurantistas. E aí, Jean Wyllys está bem mais gabaritado do que a dona Marisa.

  29. Luci disse:

    Obvio q é um site evangélico. De onde sairiam tanto ódio nos comentários se assim não fosse.
    Já fui cristã um dia, tb já fui evangélica Da CCB, uma das maiores igreja tradicionais do Brasil. Mas sempre pratiquei o amor q a bíblia finge ensinar. Vcs são um poço sem fundo de ignorância. Vcs não sabem o q é amar de verdade.
    Essa mulher só quer chamar a atenção, sua intenção é ganhar dinheiro em cima do q as pessoas tem de pior: rancor, ódio, preconceito. O Malafaia então, é o pior q existe numa pessoa: cinico, hipócrita, ganancioso, Quer os coitadinhos dos crentes na mão, faz o q quer dessas pobres criaturas.
    Quando vi esse moço no BBB achei-o especial mesmo. Ali já vi que iria sair alguma coisa boa. Um homem inteligente, culto. Acompanho seu progresso, e hoje afirmo q é o melhor político jovem q já vi em toda a minha vida.
    Parabéns, Jean. Nesse pais q caminha pra obscuridade, vc é uma luz defendendo a justiça, a favor das minorias. Um iluminado!

  30. Benjamin Bee disse:

    Eles são especialistas em torcer a realidade, os fatos e transformá-los em argumentos a favor. Essa é a especialidade do demônio. O PDC 234 tem objetivo claro: eliminar o paragrafo único do art. 3º e o art. 4º da resolução do CFP. Se isso acontecer eles adquirem o direito de propagar o preconceito de afirmar que a homossexualidade é doença e portanto sujeita a cura.*

    Coisa que a ONU já não admite. Sim, a ONU, aquela organização internacional criada pela maioria das nações da Terra para bloquear tentativas nazi fascistas, ditatoriais e tiranas como essa do PDC 234.

    Eles não estão preocupados com os homossexuais que sofrem porque o preconceito religioso os mata. Estão preocupados em fazer sofrer os homossexuais que não sofrem, que sabem que sua condição é inata ou inexorável, que não escolheram ser homossexuais e que não se sentem por isso menos amados. Mas esses falsos pastores querem ver os homossexuais que estão livres do preconceito religioso sofrerem, e justamente porque estão livres do preconceito religioso.

    Mas não descansaremos, não desistiremos, não recuaremos. Eles não sofrem com nossa condição então são eles que têm que recuar, desistir de lutar contra nós.

    * Eles querem eliminar isto:
    Parágrafo único – Os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades.
    Art. 4º – Os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica.”

    Que é o mesmo que fazer valer isto:

    Parágrafo único – Os psicólogos colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades.
    Art. 4º – Os psicólogos se pronunciarão, participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica.”

    O que eles querem é ir nos meios de comunicação dizer que os homossexuais são pervertidos, coisa que o Malafaia já fez na Folha. E com isso aumentar ainda mais os números de assassinatos e violências contra os homossexuais. Eles querem transformar a vida das famílias onde existem homossexuais, e elas são praticamente todas as famílias do país, reféns desses profissionais para arrancar mais dinheiro delas com essas falsas terapias. E fazê-las se ajoelharem diante dos falsos pastores para pedir perdão por uma culpa que ninguém tem.

    Leiam Mt 19, 12. E meditem profundamente sobre o que ali está. Verão que esses pastores que querem as terapias de reversão são enviados do demônio para contestar Jesus de modo que ninguém perceba que estão contestando e assim ganhar almas para o inferno.

  31. Flávia Fernanda Machado disse:

    Sabe as coisas acontecem não por falar demais,e sim com oração,oremos pelo nosso país todos os dias pedindo a Deus que tome o Seu lugar e veremos a transformação do Senhor acontecer,mas agradeço aqueles como Marisa e Silas Malafaia que se manifestam sempre contra coisas que não estão na palavra,e Deus está conosco nessa guerra contra nosso inimigo(que é satanás).Se Deus é por nós quem será contra nós?

  32. clamando disse:

    nem que o flamboyant floresça hahahahah

  33. Ana Beatriz Santos disse:

    Entrei no site da Câmara e assisti a todo o conteúdo lá disponível. Não vi violência, preconceito e "caretas" por parte do deputado. Mas, ao contrário e estranhamente (q coisa), vi tudo isso no discurso do Malafaia, o "nobre colega". Acho que a psicóloga não se portou mal, apenas direcionou a metralhadora giratória pro lado errado. É esquisito pensar como funciona o raciocínio de alguém que se vitimiza o tempo todo. Se ali era um lugar para discutir, vai lá falar o que quer e ouvir o que não quer também.
    Quanto a plataforma Lattes, até onde eu saiba e tenha vivenciado, ela não visa "apenas" divulgar currículos. Para algumas pós-graduações ela é item obrigatório. E nem pense em não alimentá-la, dependendo do que se quer fazer na profissão. Além disto, tem que ter "colhão" pra mentir na Lattes, pq né? É público, os dados podem ser checados, há cruzamento de dados… acho que também serve para validar o trabalho científico dos profissionais.

  34. Beto Maia disse:

    Excelente comentário de Isabella Marça sobre o infame decreto legislativo "cura gay":No dia 27 de novembro de 2012 ocorreu na Câmara dos Deputados a audiência pública sobre o projeto de decreto legislativo 234/2011 de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO) que visa sustar a aplicação da resolução do CFP (Conselho Federal de Psicologia) de número 001/1999 que discorre sobre a proibição da colaboração dos psicólogos com eventos e serviços que proponham tratamento e cura da homossexualidade.

    Durante a audiência o argumento apresentado pelo pastor e psicólogo Silas Malafaia, é de que concorda com o CFP e com a OMS sobre a homossexualidade não ser uma doença e que não há qualquer fundamento biológico e/ou genético reconhecido que a diferencie das demais sexualidades, o que parece fundamentar seu argumento de que a orientação sexual é um fenômeno passível de intervenção psicológica. Partiu-se do pressuposto que a Psicologia não lida somente patologias mas também com conflitos psíquicos e desejos da pessoa saudável. Considerou portanto que o homossexual adulto que tenha vontade de alterar sua orientação sexual, tem esse direito pois este partiria da própria pessoa, responsável pelas suas escolhas.

    Malafaia falou ainda que o CFP assumia uma postura militante e partidária insinuando um posicionamento apaixonado por parte do conselho, cego às diferentes possibilidades de manifestação da sexualidade humana.

    Marisa Lobo, a psicóloga que teve seu registro profissional cassado pelo CFP por professar em sua página pessoal na internet dogmas evangélicos aliados a técnicas de tratamento psicológico, apresentou por sua vez, casos de "ex-gays" e de pessoas que supostamente reconheciam sua orientação sexual como sintoma de algum trauma sexual sofrido na infância e que teriam abandonado tal comportamento após a "cura do trauma infantil".

    Cabe refletir que se fosse tão natural e acultural o desejo de mudar a orientação sexual, os consultórios dos psicólogos também teriam demandas de mudança da heterossexualidade à homossexaulidade. Será que os pastores-psicólogos atenderiam de bom grado esse tipo de demanda? É relevante questionar por que é tão comum o desejo de não ser homossexual, o que nos levaria a duas alternativas, reconhecer a influência da cultura patriarcal, heteronormativa e homofóbica como fator preponderante para a auto-rejeição e o desejo de se adequar das pessoas não heterossexuais. Ou cair em contradição com o argumento inicial apresentado por Malafaia sobre a falta de evidência biológica que justifique a homossexualidade e simplesmente dizer que “não é natural”. O que também levaria à reflexão sobre a relevância de definirmos o que são comportamentos naturais e de cultivar tais hábitos, o que obviamente geraria uma lista de “comportamentos naturais” convenientes e os inconvenientes como, por exemplo, comer sem talheres.

    Quanto ao argumento de Lobo é interessante observar que o desconforto com um comportamento homossexual que traga desconforto ao sujeito pode sim ser originado de um trauma sexual infantil, assim como um comportamento heterossexual inadequados à maturidade sexual do sujeito. Desse modo, o que determina a natureza traumática de uma experiência não é a expressão homo ou heteroafetiva da sexualidade e sim a exposição precoce a essas manifestações. Considerar que a experiência não heterossexual pode agravar a vergonha do abuso, dado que é uma prática culturalmente inferiorizada, não altera o fato de que uma criança sofrer abuso sexual é sempre ruim e gera marcas irreversíveis independente do sexo do abusador.

    Se desconstruirmos os argumentos da bancada, desvelaremos os velhos conceitos de que as homossexualidades não são naturais e que são perversas, travestidos de uma indignada luta pelo direito do sujeito de mudar a si mesmo. De fato o CFP e a Psicologia não podem ser neutros pois a sociedade nunca foi neutra frente à diversidade sexual e teremos de olhar com raciocínio crítico e ciente do percurso histórico da humanidade para um “simples desejo” de mudança de orientação sexual.

    A percepção da chamada banca evangélica mostrou-se simplista em sua capacidade de análise dos fenômenos psicológicos que são pré-determinados por fatores históricos, culturais, sociais, biológicos, familiares e pela percepção subjetiva do sujeito sobre suas experiências.
    Outro ponto a ser questionado é o poder de mudar o desejo do outro ao qual se auto-conferiram automaticamente os pastores-psicólogos. Se nem séculos de cultura heterossexista foi capaz de suprimir a expressão da diversidade da sexualidade humana, que dirá técnicas duvidosas de psicoterapia embasadas em conceitos obsoletos dos primórdios da “pré- psicologia” do século XIX.

  35. Marisa Lobo disse:

    “Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto.” Is.55:6

  36. Carta aberta de Marisa Lobo? Posso usar pra tapete de banheiro?

  37. Renato M Veras disse:

    Marisa e pastor Silas vencendo a intolerância.

  38. Eu fico espantado em ver como os ateus e gays se colocam como donos da verdade.
    Eles acusam a tudo e a todos, mas quando se para para analisar friamente a situação… Para ver quem é quem…
    Eu tenho me surpreendido como as pessoas torcem a verdade dos fatos para que a sua posição seja aceita, independentemente de quão certa ou errada ela seja.
    Isso tudo já seria o cúmulo, mas não para por ai. O pior vem depois quando o outro lado(em tese o lado perdedor) é forçado a se calar, a não expressar uma opinião contrária…
    Isso tem um nome feio… Ditadura… Ditadura Gay… Gayzismo… É a mesma coisa destes regimes totalitários que tanto fizeram de mal à humanidade.
    A história demonstra que vez por outra surge ese tipo de coisa, sempre com uma mroupagem diferente… Agora é a vez do gayzismo e do neoateísmo.
    O gayzismo que se apropria de números mentirosos para provar a sua verdade… tipo, utilizar tudo para conseguir o que consideramos correto. Deu pra ver o espetáculo da intolerância nessa audiência pública…
    O neoateísmo é tudo menos ateu… Pois ateu é quem não tá nem ai pra Deus. Mas, eles não… Eles são um areligião de fanáticos que deseja destruir a religião cristã. A troco de quê? São os ateus que fazem obras de caridades em presídiso, orfanatos, comunidades pobres, etc, etc, etc.???? Não… Eles não fazem nada… nada, nada, nada… Eu mesmo nunca vi… Um que seja… Um único ateu que se tornou uma pessoa melhor por se tornar ateu. Nunca vi um preso, deixar a vida de crimes por ter se tornado um ateu… Eu nunca vi…
    Eu também nunca vi um drogado, ter se convetido ao ateísmo e por causa disso ter largado as drogas… Eu nunca vi nada disso… São tantos os "eu nunca vi" que eu posso citar aqui…
    O que o ateísmo tem trazido de bom???
    Mesmo que o ateísmo não traga nada de bom pra sociedade, mesmo assim, os cristãos são tolerantes com o direito deles de acreditar no que bem entender… Mas, eles, não… Com os ateus a coisa é diferente…
    E por fim… Vejo a mistura de dois grupos intolerantes… Gays e ateus… São os que participam neste ambiente gospel… Tanto são homossexuais como são ateus e querem calar quem pensa diferente deles.
    Jesus, acertadamente, já dizia: "Pelos seus frutos os conhecereis".

    1. "Os que se erigem em donos do pensamento, aqui e mundo afora, estão firmemente convencidos de que a sua opinião, nem importa se majoritária, não é uma entre muitas. Ao contrário: ela representaria a evolução do pensamento, de sorte que rejeitar seus postulados corresponderia a rejeitar a própria evolução." Reinaldo de Azevedo

  39. Fabio Augusto disse:

    Enquanto o debate permanece com o foco em quem possui melhor currículo ou quem tem ou não respaldo para defender a terapia de reorientação sexual, perde-se a chance de falar de coisas mais importantes. Se retirássemos da questão o fato da homossexualidade ser correta ou não, acho que a terapia de reorientação sexual só deveria ser aprovada se houvessem testemunhos reais sobre a coisa. Vez ou outra vemos algum cidadão dizendo que foi "curado" dessa condição, mas isso ocorre muito mais com um viés religioso, aqui estamos falando de ciência, sendo assim são necessários trabalhos científicos que mostrem a reorientação sexual como uma realidade totalmente possível, caso contrário estaríamos levando pessoas a passar por uma experiência incerta, a produção científica nesse sentido, até onde pude ler, é bastante escassa mas aceito que me mostrem fatos, posso sim estar errado. Há ainda a questão da frustração do paciente no caso de um insucesso. Há sim casos de traumas que podem alterar a sexualidade de um indivíduo, mas o tratamento deste trauma é algo totalmente permitido e já praticado, além do mais, acredito que é mais correto buscar as razões que façam com que o indivíduo deseje mudar sua identidade sexual. Num país em que SERES HUMANOS correm o risco de serem mortos nas ruas simplesmente por estarem sexualmente fora de um padrão, é natural que haja pessoas dispostas a tudo para serem heterossexuais. A reforma a ser feita é na sociedade, para que não demonize e discrimine o que estiver fora de seus supostos padrões.

  40. Paula Lima disse:

    Não gosto de Silas Malafaia e não acho que ele seja a pessoa mais qualificada para defender as crenças evangélicas, mas não posso deixar de comentar as declarações distorcidas que Wyllys fez sobre o posicionamento dos cristãos sobre a questão.
    Jean, só alguém muito perturbado mentalmente diria que os homossexuais não são humanos. Os cristãos n acham que homossexualidade é falta de humanidade nem doença e sim opção ou tendência sexual, mas a interpretamos de acordo com o que a Bíblia diz: que a homossexualidade é anti-natural e pecado, assim como mentira, adultério, sexo fora do casamento, roubar. Se dissermos que homossexualidade não é pecado, todas as outras coisas tem que sair da lista de pecado e aí todas as nossas crenças estariam fundamentadas nos movimentos sociais, na cultura moderna o que não tem nenhuma lógica. Você tem razão quando nos chama de fundamentalistas, porque estamos fundamentados na Bíblia e não na cultura.
    Acho interessante que você formado em Letras se acha o "especialista' nas questões de gênero, estranho já que nem é psiquiatra, neurologista, biólogo, psicólogo, nem sociólogo, nem antropólogo.
    "A Bíblia não pode ser levada ao pé da letra?" Quem é você Jean Wiylys que nem é cristão e quer definir o que os cristãos devem crer ou não? Ou a nossa forma de interpretá-la? Não temos que adaptar as nossas crenças às circunstâncias e sim a Deus, pois o cristianismo é assim desde seu início. Desde que Jesus veio à terra ele foi rechaçado pela sociedade em que vivia e seus seguidores perseguidos até à morte, por não concordarem com a idolatria a César e as práticas ritualísticas gregas e romanas, e inclusive eram contra às práticas homossexuais. E se queremos ser fiéis a Cristo devemos seguir a Bíblia sim, que o próprio Cristo autenticou em seus discursos como infallíveis e não a sua opinião ou de meia dúzia que se acham sabichões e defendem o interesse de um grupo como se fosse representante de toda a sociedade.
    É por isso que você não expõe o conteúdo da PL 122 ao voto popular, porque sabe que a sociedade brasileira não a aprovararia, mas mais do que todo esse debate devemos discutir a constitucionalidade do projeto, já que nas questões de fé não concordamos nem um pouco.

    1. André disse:

      Excelentes palavras!

  41. Sermão disse:

    Pessoas como esta senhora Marisa e o senhor Malafias envergonham nossa nação com seus discursos tacanhos, retrógrados e preconceituosos.
    A senhora, Marisa, não tem embasamento moral para falar de preconceito e incitação ao ódio.
    E a senhora escreve muito mal.

    1. Thomas disse:

      “Pessoas como esta senhora Marisa e o senhor Malafias envergonham nossa nação com seus discursos tacanhos, retrógrados e preconceituosos.
      A senhora, Marisa, não tem embasamento moral para falar de preconceito e incitação ao ódio.
      E a senhora escreve muito mal” Me fala uma coisa camarada, onde e em que palavra na carta que a Sra. Marisa Lobo destila contra esse deputado alguma ofensa, ou preconceito? Primeiro, o fato de alguém discordar de um determinado comportamento não infere que alguém tenha ódio pela pessoa que tem esse comportamento. Eu mesmo não aprovo o homossexualismo. Mas nem por isso sou obrigado a odiar gays. Pelo contrario, penso que ele pode ser uma ótima pessoa e como tal, merece respeito pois seu modo de vida advém de escolhas pessoais. A tal cura gay, na verdade é um nome dado por ativistas gays, mas essa resolução só é um complemento à resolução do código de ética do CFP. Agora meu camarada, quem tu pensa que é para julgar um assunto se nem mesmo estudou o problema de forma imparcial, e nem mesmo procurou se informar a respeito? Agora, a verdade é que uma vez que o sujeito realmente queira abandonar esse modo de vida, e que realmente não deseja mais ser homossexual e procurar orientação, ele está impedido? Por acaso um homem deve exercer esse comportamento de forma que seja vitalicio? Amigo, quem simpatiza com pessoas de índole duvidosa, parlapatão, ou é um desinformado, ou é ativista gay. Antes de vir a um site por comentários, faz um favor: Leia fontes primarias. Estude o problema. E pare de dar uma de intelectualoíde com frases baratas e pomposas.

  42. Esclarecedor Marisa Lobo. Vendo alguns comentários abaixo percebo que a cada dia os gays mostram sua verdadeira face. Como diz Malafaia: "os ativistas gays são o grupo social mais INTOLERANTE da pós-modernidade". Paz!

    1. Carlos Alberto disse:

      Concordo contigo,Johnatas,sem contar que esse mesmo canalha,fez considerações positivas aos pedófilos,é mole?Temos que ter cuidado com uma coisa,o objetivo dos homossexuais,é conseguir mais e mais o poder,ou seja,infiltrar o máximo de políticos possíveis,para conseguirem mudar grandes partes de itens da nossa constituição e colocar aquilo que lhes interessa.Trabalho em um grande hospital em São Paulo e converso com pessoas ligadas aos homossexuais.Impressionante,parece um grupinho que se faz de vítima,mas de vítima não tem nada.

  43. Talita disse:

    1- Eu não sou formada em psicologia, mas assisti à audiência. Acho que nenhum parlamentar ali era e foram discutir o PDC.
    2- Jean questionou a autoridade científica (não religiosa) dos palestrantes, já que a dele é conferida pelas centenas de milhares de votos dados ao PSOL no RJ. Se o Pr. Silas fosse honesto, falaria como o que lhe credencia: pastor e não psicólog. Piada
    3-Já que todo mundo despreza ciência mesmo…que tal uma psicologia cristã pra reorientar fanáticos religiosos ao verdadeiro caminho de Deus – do amor e da tolerância?

    1. Filosofo disse:

      seudo-ciencia, que se separou da filosofia, e torna a “macara” profissional no teatro das universiddaes, distante do espirito filosofico de Socrates, Platao. Assim num sofismo cientifico,em busca de autoridade, ignorando outas possiblidades, qualuer area de ensino apenas nao se torna entao fundamentalista e tachativa ? O que o codigo de etica da psicologia diz da CONSTITUICAO BRASIELIRA ?
      Nao faco julgamento mas apenas teco um comentario. Qtos anos de formada vc tem? qualeur academicoq se preze, sabe q serao necessarios, anos e anos de aplicacao, estudo e luta, pra entender a complexidade da Epistemologia campo de conhecimento de uma area e SUAS MTAS DIVISOES (como propria PSico), imagine quando elas se dao por separadas e querem ser instrumetnos unicos de afericao (absoluta), do real ( em sua totalidade). Como pesquisador em Filsoofia nao entendo..

  44. clamando disse:

    e adianta mandar carta para analfabeto, não sabem ler e se leem não entendem, que carta que nada

  45. clamando disse:

    e nem o endereço ela deu, ce ve achou que meu cravo era um flamboyant, se for não da flor só galho hehehehh

  46. Fabio disse:

    Marisa Lobo é anticristã!

    Ela chamou São José de pedófilo.

    Essa falsa cristã só sabe blafemar.

    1. Billthemoralist disse:

      Você esta louco cara????

  47. Cleomar Barbosa disse:

    Deixo aqui meu apoio a Marisa Lobo, Depois que vi ela na audiência falando sobre a polêmica toda, eu percebi que construíram (através de militância) uma caricatura dela que não reflete o seu perfil profissional.
    .
    Sou Agnóstico.

    1. Rebeca disse:

      Bom vc não deve ter assistido mto bem pq os interesses desta mulher é restritamente para os que seguem a religião dela e católica. o Problema desta comissão é que ela virou uma piada de mau gosto com esses militantes evangélicos e gays, vocês não lutam pelo povo em geral e sim pelos grupos que representam, vocês não respeitam o espaço e escolha dos outros, vocês querem impor um modo de viver bíblico que só cabe aos que seguem a bíblia.

  48. Carlos Alberto disse:

    Parabéns Marisa,estamos nessa luta juntos.Que esses “canalhas” sejam banidos do meio político brasileiro que aliás,anda uma lástima.O pior é que mais e mais “idiotas” como esse,aparecerão e conseguirão posto no meio político,pois,o povo não sabe discernir competência e capacidade,com o que vêem no meio televisivo.Aparece alguém que chama atenção na mídia,por mais imbecil que seja,e vai lá o povo e o coloca em um posto,como seu representante,é o cúmulo!
    Que você tenha força e que mais e mais pessoas se juntem nessa batalha contra essa podridão que tomou conta do nosso país,aliás,tudo que não presta,ocupa lugar de destaque por aqui.

    1. Roberto Vital Anau disse:

      O meio político anda uma lástima por causa de maus cidadãos como você, que confundem política com religião. Isso nunca dá certo!

  49. Carina Lima disse:

    Muito bem Carlos,gostei do comentário,viva a família,viva os cristãos.

  50. Eliane Santos disse:

    Deus criou a família como uma grande instituição e ela deve ser preservada,parabéns Marisa,estamos orando por você.

  51. Israel Moura disse:

    Ministério da educação gastou “milhões de reais” DOS CONTRIBUINTES com “KIT DIDÁTICO” para ensinar “práticas pornográficas homossexuais” as crianças inocentes nas escolas públicas Brasileiras. Amanhã as autoridades + o ministério da educação estarão gastando “MAIS MILHÕES” criando “CARTILHAS PORNOGRÁFICAS” para ensinar a pedofilia para as crianças escolares. Toda essa nojeira financiada com os impostos que pagamos…Ufaaaaa!!!! Não tem dinheiro para saúde, educação, moradia, transporte, etc…(E o POVO??? “POVO CALADO” é povo roubado).

  52. MALAGHETA disse:

    “…Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça.
    Porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou.
    Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;
    Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.
    Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.
    E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.
    Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si;
    Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.
    Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.
    E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.
    E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm;
    Estando cheios de toda a iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade;
    Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães;
    Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia;
    Os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.”

    – Romanos 1:18-32 –

  53. MISAEL LANES BORGES disse:

    Acho eu que Jean Wyllys deveria cuidar é de fazer politica,ou seja cuidar da população que o elegeu,criar projetos para dar emprego a população e não ficar com essa briga e interece próprio,DEUS criou homem e mulher,o QUE desviar disso é coisa antibíblica…Lutem pelo interece do brasil e siga o que a bíblia ensina em efésios capítulo 5 versículo 31 POR ISSO DEIXARÁ O HOMEM SEU PAI E SUA MÃE E SE UNIRÁ A SUA MULHER E SERÃO OS DOIS UMA SÓ CARNE.É BIBLÍCO ISSO.

    1. Roberto Vital Anau disse:

      Misael, você pensa antes de escrever? Por que você acha que o deputado é obrigado a seguir a Bíblia? E se ele não seguir? E se for muçulmano, budista, umbandista, judeu ou ateu? Ele tem que seguir a Constituição, não a Bíblia! A diferença é que a Constituição pode ser mudada e eu espero que mude. Sua intolerância é inacreditável, você parece estar na Idade Média! Religião é assunto particular, cada tem a sua ou não, ninguém pode impor para ninguém!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

As principais notícias gospel do Brasil e do mundo no portal pioneiro; Saiba tudo aqui sobre música gospel, evangélicos na política, ações missionárias e evangelísticas, projetos sociais, programas de TV, divulgação de eventos e muito mais.

No ar desde 2006, o canal de notícias gospel do portal Gospel+ é pioneiro no Brasil, sempre prezando pela qualidade da informação, com responsabilidade e respeito pelo leitor.

ANÚNCIO
ANÚNCIO
ANÚNCIO