Jean Wyllys diz que material pró-Marina Silva chama Dilma Rousseff e LGBTs de “anticristo”

22

O material eleitoral distribuído por um candidato a deputado estadual está gerando controvérsia no Rio de Janeiro por trazer estampado o apoio a Marina Silva e classificar a presidente Dilma e os movimentos LGBT como “anticristo”.

Segundo o deputado Jean Wyllys (Psol-RJ), o material distribuído na zona oeste do Rio de Janeiro trás os nomes de Marina Silva para presidente, Ezequiel Teixeira (PEN) para deputado federal e Édino Fonseca (Solidariedade) para deputado estadual. Composto por revista com 24 páginas mais um DVD, o material é assinado com o CNPJ eleitoral de Fonseca: 20583168000184.

Em artigo na Carta Capital, Wyllys critica a campanha de Fonseca afirmando que as revistas estão sendo distribuídas por “um exército de fiéis recrutados como voluntários por igrejas evangélicas fundamentalistas”.

– Na capa, a revista com Fonseca, Teixeira e Marina anuncia: “Veja os planos do anticristo: nova ordem mundial contra a família e a igreja” (a palavra “Veja” é escrita com a mesma tipografia usada pela revista da editora Abril), e depois enumera: “eutanásia, mercado do feto, prostituição de menores, carícias de homossexuais em lugares sagrados…” – afirma o deputado.


Jean Wyllys afirma que o DVD que acompanha o material é composto de “mentiras acerca de LGBTs, estimulando o ódio e a violência contra estes, além de trazer deturpações sobre as pautas dos movimentos feministas e negro para prejudicar a candidatura da presidenta Dilma”, e que “o panfleto mistura um discurso religioso da época da Inquisição”.

– A publicação descreve uma conspiração satânica internacional para a criação de uma “nova ordem mundial” que pretende “se rebelar contra Deus” e “dominar a mente do povo com a legalização das drogas”, acusa o governo do PT de querer legalizar a eutanásia para “matar os mais velhos” e o aborto para provocar um “extermínio” e comercializar os órgãos dos fetos abortados – descreve Wyllys.

Em meio a várias críticas contra o material, o deputado questiona se Marina Silva e sua coordenação de campanha concordam com tal material, que ele classifica como “esgoto político”. Wyllys afirma também que a união dos candidatos a deputado em um único material de campanha é ilegal, por suas candidaturas proporcionais não estarem coligadas.

– Eu gostaria de saber se Marina Silva sabe que seu nome está sendo usado nessa campanha suja. Fonseca é candidato pelo PEN, uma legenda de aluguel de ultradireita que faz parte da coligação de Aécio Neves, da mesma forma que o partido Solidariedade, formado por parlamentares que decidiram sair das legendas pelas quais se elegeram, entre eles Teixeira. Ambos fazem parte, também, da coligação estadual que apoia o governador Pezão, que por sua vez é do PMDB, aliado à presidenta Dilma, mas que também faz campanha por Aécio. Contudo, Fonseca e Teixeira fazem campanha por Marina – explica.

Em uma atualização posterior feita em seu artigo no site da revista Carta Capital, Jean Wyllys comenta que a coordenação da campanha de Marina veio a público e desautorizou os dois candidatos fluminenses; garantiu que vai processá-los pelo que fizeram e que vai exigir o recolhimento do material.

Clique aqui para ler na íntegra o material, publicado por Wyllys no site da revista.


22 COMENTÁRIOS

  1. estou admirado destes comentarios se vcs sao mesmos evangelicos e dizendo palavras malevolas como esta , ou voces nao sabem que Deus ama a todos sem distinçao ou credo , que ele condena a pratica , se for verdade este material ai ele esta politicamente correto em dizer pois membros evangelicos atuando desta forma em distribuiçao de um material serio como este , eles vao prestar contas a Deus pois eu ja disse que o verdadeiro Cristao nao se envolve em politica e nem acusa as pessoas , o unico advogado e juiz que nos temos e Jesus

    • ai ai ai ai ai mais um.
      O verdadeiro cristão não se envolve em politica, pronto agora eu vi..
      quer dizer que você não vota, não paga impostos, não usufrui de nada que vem da politica.
      deixe de ser atrasado rapas, e nosso dever saber em quem votamos, e se não tem homens capazes, e dever do cristão se candidatar e dar la dentro bom testemunho e impedir que certas leis venha ser aprovada.
      Quer dizer a pessoa cristã não se envolve na politica?
      ha sei ai depois que passarem as leis que esses perturbados colocam em pauta, e seus filhos chegarem em casa com o kit gay, e seus filhos começarem a fazer coisas que são desaprovada pelos princípios cristãos, E VOCÊ FOR OBRIGADO PELA LEI ACEITA-LAS ai você vai dizer: é o diabo !!!

      Acorda cara

    • ”o verdadeiro cristao nao se envolve em politica” quem inventou esse disparate foram as testemunhas de jeova.quer dizer que todos os crentes que estao envolvidos em politica sao falsos cristaos?por favor!!

  2. Essa é mais uma estorinha da carochinha, nenhum dos canditados apóia a Marina, um é do lado do Aécio e o outro pela Dilma; que papelão PTralhas!

    E o ex BBB ex Deputado, não aprendeu a lição,após aquela furada do Jovem que suicidou como se fosse crime de homofobia, estamos de olho Jean gay Wyllys wanker!

    • Quando você fala em “fundamentalistas fanáticos”, imagino que você esteja se referindo aos urubus parasitas da cúpula LGBT, que juntamente com TODOS os vagabundos(as) que estão pleiteando o palácio do planalto, nada mais querem que continuar com as malditas oligarquias que roubam o país desde que me entendo por gente!

    • Você exclamou, perguntou ou afirmou? Pois você disse que entende, mas entendeu errado. Só para frisar: O movimento LGBT tem um comitê pró Marina (o mesmo que alterou os projetos de governo em relação aos homossexuais e provocou aquele rebuliço com o Silas Malafaia)

      Dima tem entre os seus a senadora Marta Suplicy e a Ministra Idelli Salvati que, todo mundo sabe, não são muito cristãs e têm representado tudo aquilo de que os evangélicos, com base na Bíblia não gostam ou aprovam. Também sancionou leis quem são contra as convicções cristãs.
      Aécio Neves tem mais cara de conservador, e já assumiu que essa questão do casamento gay fica intocável no governo dele, Pastor Everaldo também é mais direto do que a Marina e já afirmou que tem suas convicções e que a lei atual será respeitada, ou seja, não vai mudar. Os demais nanicos são socialistas que ninguém sabe ao certo suas opiniões, exceto a candidata do PSOL que até usa os direitos homossexuais como bandeira, cristão só vota nela se for relapso.
      Não dá para acreditar em ninguém Políticos mudam suas opiniões de acordo com as conveniências politico- partidárias e com o momento. Resumindo: Não têm palavra. Prefiro o voto nulo como protesto e proteção da minha ética pessoal e cada um que se vire com o seu!

  3. Esse paranoico tem espaço livre na tribuna da Câmara dos Deputados, coluna no Carta Capital (que caiu a 0% no meu conceito), Twitter, Facebook, amigos na Mídia e o escambau. De cada 4 comentários que faz, cinco (5) são contra igrejas e contra evangélicos, mas os sabidões da causa só lembram dos twitters do Silas Malafaia.
    Tá mais do quer na hora de uma comissão de ética dos deputados começar a ver esta politica suja e discriminatória desse individuo, pois ele é o verdadeiro responsável por expor os homossexuais ao ódio e á violência. Querem provas? Caso do rapaz que se suicidou em São Paulo. Antes do resultado das investigações ele já acusava os evangélicos (Sem provas é fácil achar o bode expiatório). Agora há dias foi morto um homossexual por outro homoafetivo (relação ruim); No Sul houve um incêndio de uma casa de eventos tradicionais por conta de um casamento homossexual (que não é tradição nem aqui e nem na China), como não foi constatada a participação de evangélicos nos dois últimos casos, o ilustre se cala. É ou não é discriminação?
    Na minha opinião tanto esse individuo como Silas Malafaia tem o mesmo peso nessa questão e um acaba jogando seu próprio grupo contra o do outro. Ambos prestam um enorme DESSERVIÇO à nação!

  4. Jean Wyllys o esquerdopata de plantão não perde uma oportunidade de atacar os evangélicos, em especial a candidata Marina,querendo que de certa forma ela esteja também envolvida com essa sujeira.
    Vale lembrar que o partido do então falastrão Jean Wyllys o PSOL é o partidinho que pratrocinou e patrocina o Black Bloc, estamos de olho em você ex BBB

DEIXE UMA RESPOSTA