O Mesmo Amor: documentário discute polêmicas em torno das igrejas inclusivas e apresenta depoimentos de evangélicos gays; Assista na íntegra

10

As polêmicas com movimentos homossexuais não se resumem ao discurso antagônico que igrejas e ativistas sustentam. Há no cristianismo uma vertente relativamente nova identificada pelo rótulo “teologia inclusiva”, e que prega a aceitação da homossexualidade como uma condição irrelevante em termos eclesiásticos, o que contraria o senso comum na maioria das igrejas evangélicas.

No Brasil, começam surgir inúmeras igrejas inclusivas que acolhem homossexuais sem exigir ou incentivar o abandono da prática homossexual. O caso mais famoso é o da pastora Lana Holder, que após testemunhar a libertação da homossexualidade, voltou atrás e se assumiu lésbica, fundando a Comunidade Cidade de Refúgio.

Parte desse movimento inclusivo, a Igreja Cristã do Evangelho Para Todos foi tema de um documentário intitulado O Mesmo Amor, em que a produtora FireHouse Media colheu depoimentos de pastores, obreiros, membros e frequentadores da denominação, que é inclusiva.

Há no documentário também o depoimento do pastor Joide Miranda, ex-travesti que abandonou a prática homossexual, se casou com uma mulher e agora é pai. Joide ficou nacionalmente conhecido ao participar dos programas de TV do pastor Silas Malafaia, tido como inimigo pelos ativistas gays.


Na sinopse do documentário O Mesmo Amor, o projeto é definido como “um retrato da relação de homossexuais com a religião a partir da história de vida de personagens que encontraram, dentro de um ambiente religioso que acolhe a diversidade, conforto e realização com a própria fé”. Implicitamente, o roteiro elaborado por Paulo do Valle, Ligia Dumit, Luiza Judice e Mariane Galacini enaltece a iniciativa dos fundadores da igreja inclusiva Para Todos.

O filme apresenta entre outros depoimentos, a história de um casal de lésbicas que abandonaram seus casamentos convencionais para viverem juntas, e afirmam que terem descoberto a igreja inclusiva complementou seu relacionamento.

Confira no vídeo abaixo, o documentário O Mesmo Amor na íntegra:

Assine o Canal

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

10 COMENTÁRIOS

  1. Eu esto finalmente começando a perceber que os discursos religiosos são os motivadores da violência contra os homossexuais…

    Não quer os evangélicos ardam eles fisicamente, mas dão respaldo…

    Se você perguntar a algum cara que agrediu um gay ele vai dizer: agredi porque é errado, não é de Deus…

    Podem não mudar o discurso, mas as atitudes…

    • Ninguém que realmente serve á Deus pode ter ódio do seu próximo. Esses exemplos q vc citou são pessoas inimigas de Deus. vc só serve á Deus se amar o seu próximo, que é o segundo mandamento. ” Amará o teu próximo como a ti mesmo”. Não concordo com a prática homossexual pois deturpa a imagem e semelhança que Deus nos deu.Quem condena tal prática é o próprio Deus e não eu.Não sou contra os homossexuais e sim suas práticas. Duas cidades foram destruídas por Deus por tais práticas e não por nós Cristãos, pois Ele é quem julgou na época e vai julgar. A minha parte é falar do amor de Deus e quem irá transformá-los é o Senhor e não eu.Agora basear tais praticas na fé em Cristo é uma blasfema. E que Deus tenha misericórdia dessas pessoas. Estarei orando para que o Senhor venha transformar essas vidas. Fiquem na paz.

  2. é verdade..eu nao sinto raiva ou preconceito apenas sinto muita compaixao deles,da pra sentir que eles não são felizes algo existe dentro deles que grita por realmente saberem que não estão corretos diante de Deus..tenho muitos amigos homossexuais e que gosto apenas de falar que Jesus Cristo ama eles e que Ele esta voltando,e é preciso se arrependerem e se voltarem para Deus enquanto há tempo! que o Senhor tenha misericordia!

  3. Cristãos gays ou gays cristãos não existe. A Bíblia condena o homossexualismo. Portanto, enquanto Deus for Deus o Homossexualismo será a DOENÇA chamada PECADO.

  4. O legal é ver um irmão condenando o outro e falando que não existe isso ou aquilo! sinceramente, a mesma bíblia que condena os homossexuais, condena também os julgadores e maledicentes. Condena também os adúlteros, idólatras, feiticeiros e acima de tudo CONDENA O HOMEM EM GERAL. Se não fosse a Cruz de Cristo todos nós estaríamos mortos! Portanto, acho que o mais correto MESMO é deixar o julgamento por conta de Deus! No mais, nem venham me dizer sobre verdades eternas isso e aquilo, pois quando certos Senhores, que se chamam de Profetas, Pastores e afins, tentam nos entalar com a falsa e demoníaca Teologia da Prosperidade, todos batem palmas! Não sou nem a favor nem contra nada disso, deixo o julgamento à Justiça de Deus! Me limito a agradecer por sua ETERNA misericórdia por não me fulminar como mereço! Abraço!

  5. homossexualismo é pecado pois a Bíblia palavra de Deus condena como pecado. quem pratica vai para o inferno, mais o homossexual o Deus ama e quer que o mesmo seja transformado na pessoa de Jesus, pois Deus fez apenas macho e fêmea, outra imitação ou mentira quem criou foi satanás pois ele é mentiroso e pai da mentira, e ele tem influenciado muitos a essa pratica, pois quer deturpar tudo que se diz ser de Deus, como por exemplo a família. Uma família homossexual é feita no moldo de satanás pois ele quer é destruir os valores da palavra de Deus. Só existe família quando esta, é feita de um Homem e de uma Mulher, portando deixará o Homem o seu pai e sua mãe e unira-se a sua esposa, assim Cristo falou. Esta é a Verdade, quem está na pratica da homossexualidade ofendi ao Deus vivo criador dos céus e da terra. Não entre nesta doutrina de demônios que quer deturpa a Verdade que vem da Palavra de Deus.

  6. uma mae disse no programa caso de familia exibido ontem 03 /04/2013; se toda doença fosse ser gay,o mundo todo estaria curado.resumindo,se isso fosse real a familia estaria extinta a muito tempo ,e os seres humanos deixariam de existir porque casais homosexuais nao podem procriar .

    • Quantos hipócritas escrevem neste site.
      Dúvido de todo minha alma, que muitos aqui, achem que por serem adoradores de imagens os ” católicos” os quais também segundo a bíblia são ABOMINÁVEIS, não podem cultuar a DEUS.
      Entretanto este mesmo dizem que os homossexuais não podem adorar a DEUS.
      Me respondão qual a diferença da Abominação de ser católico e ser gay? Nenhum ambas São abominações, assim como comer camarão e fazer a barba.
      Não seria tolice achar que alguém que faz a barba é abominável? Mas está escrito na bíblia e junto com várias abominações praticadas livremente em todas as igrejas.
      Entretanto do grego original abominação quer dizer “NÃO USUAL”, no caso não era de uso na época.

      Mas a diferença é o ódio e o preconceito religioso, farisaíco e condenado por Cristo.

DEIXE UMA RESPOSTA