Destaque

Milagre: Homem volta à vida após ser declarado morto pelos médicos por ficar 45 minutos sem batimentos cardíacos

Comments (7)
  1. Renato Mendes disse:

    O deus dos crentelhos é tão poderoso, que quando eles estão doentes, eles vão para aos hospitais. Ué, se o deus deles é tão poderoso, porque eles não se curam sozinhos quando estão doentes?

    1. levi varela disse:

      É que comem feijão também, conseguiu entender?

      Tem mais, se a família não levar para o hospital, ao certo, será processada, em especial se Deus entender que vai ter que ir embora mesmo, custe o que custar.

      O moleque filho do morto deu a ordem do pai não morrer naquele dia, aí Deus respeitou.

      Tem gente que vai para o hospital relativamente doente, mas ninguém acredita e nem quer mais o parente, aí a figura vai embora mesmo.

      Deus respeita as nossas vontades, aliás de todo mundo. Se você tiver morrendo ou se achando morto e ache que não chegou a hora, pode dar ordem aos céus, meu caro, tú é filho do dono, então madas também. Ficam com medo e com cerimônias!

      1. Renato Mendes disse:

        Tentou defender o seu ser imaginário, mais não conseguiu. Viva os médicos porque eles sim salva as vidas, e não este deusinho de mer-da.

      2. TOUR NATRAK disse:

        Esse e o verdadeiro entendimento, o que infelizmente muitos não tem, quando Oseias diz o meu povo sofre porque lhes falta o entendimento aquele que se torna filho também passa e ser herdeiro, herdeiro de Deus e co-herdeiro de Cristo e como filho passa a ter direitos nas Promessas, não são os Anjos por ventura ministros de Deus a serviço dos Santos na terra ? Assim sera a palavra que sair de minha boca, ela não voltara para mim vazia, Antes porem ela a palavra fara o que me Apras e prosperara para aquilo que eu a enviei, quando um verdadeiro crente da as ordens dentro da Palavra ela se cumpre tao somente Fale para aquilo que seja de interesse e de a ordem em o nome de Jesus e a palavra que foi dita se cumprira, pois para isso temos ministros de Deus a nosso favor para cumpri-las, a somente uma condição, a que o crente deve estar em comunhão com Deus, e Glorias a Deus por isso

    2. Maranathá disse:

      Misericórdia daqueles que blasfemam contra o nome de Senhor pq já estão condenados. Larga é a porta que leva a perdição e estreita a da salvação. Toda a blasfêmia contra o Espirito Santo de Deus não será perdoada. Nem o maiores intelectuais (por exemplo Einstein) e historiadores declarados ateus conseguiram com convicção provar a Deus não existe, aí chega um pseudo intelectual enganado pelo diabo lançando blasfemias contra o nome de Deus…leia http://www.gotquestion.org/portugues

  2. clamando disse:

    O MELHOR DISTO TUDO É QUE NUNCA VI UM ATEU RESSUCITAR, É DESTES O DIABO É SENHOR E TEM PRESSA QUE DESÇAM NÃO É RENATO MENDES, OU DEVO DIZER DE SIMAS AFONSO OU STARDUST?

    1. Renato Mendes disse:

      Senhor clamando, você acha que engana alguém com esses seus fakes ridículos, a tua máscara está caindo criança.

      1. clamando disse:

        não erro uma não é afonso de simas stardust. cada vez te enterra mais

  3. Mary disse:

    Acredito no poder de Deus, mas é preciso descartar a possibilidade de catalepsia.

    “O ataque cataléptico costuma também ser chamado de morte aparente porque o paciente jaz inerte, como que mumificado, sem movimentos e com as funções vitais significativamente reduzidas.

    De uma maneira geral, a pessoa se recupera espontaneamente em poucos minutos, mas pode haver ataques (raros) que duram dias. Este estado pode durar desde uns poucos minutos até alguns dias.

    Há histórias tenebrosas sobre pessoas que teriam sido dadas como mortas e enterradas vivas durante um estado cataléptico, mas se isso de fato ocorreu (não se tem uma comprovação inquestionável), só pode ter acontecido num passado muito remoto, porque desde há muito se tem como comprovar objetivamente a morte, de maneira segura. O eletroencefalograma e o eletrocardiograma, por exemplo, são dois desses métodos seguros.”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *