Missionários realizam culto em boate para combater exploração sexual infantil e tráfico humano

3

A luta contra a exploração sexual infantil em Fortaleza (CE) por parte de um grupo missionário alcançou um feito inédito e simbólico, com a realização de um culto dentro de uma boate, a convite dos proprietários do espaço.

A capital cearense, infelizmente, vem se tornando conhecida como um destino de turismo sexual, com exploração de crianças e adolescentes. Para mudar essa realidade, os missionários do Iris Fortaleza vêm desenvolvendo ações com as meninas que se prostituem, levando a palavra do Evangelho.

O culto aconteceu em uma boate na Praia de Iracema, foco da exploração sexual na cidade, depois de quatro anos de trabalho evangelístico e celebrações ao ar livre.

“Ficamos surpresos com o agir de Deus e empolgados com a possibilidade. Deus agiu de uma maneira sobrenatural, e conseguimos alcançar o coração de Deus para aquele lugar, tanto que hoje já realizamos o segundo culto no local”, comentou um dos missionários, em entrevista ao site Tribuna do Ceará.


Parte das ações dos missionários é voltada à conscientização sobre o tráfico humano, dando assistência a meninos e meninas que vivem nas ruas, oferecendo a chance de mudar de vida, estudar e conseguir um emprego, no caso dos que já têm idade para isso.

Durante a última Copa do Mundo, Fortaleza recebeu jogos e um grande fluxo de turistas, e a atenção dos missionários foi dobrada para evitar que mais pessoas fossem vítimas do tráfico humano.

Em um caso específico, uma menina disse que havia recebido oportunidade de trabalho no México e estava pensando em se mudar. Os missionários precisaram intervir na situação: “Oramos para ver uma maneira de Deus agir naquela situação, sabendo dos riscos que ela e nosso time estaria correndo. Dois de nossos missionários resolveram conversar com o homem para ver as suas intenções. Nesse tempo, oramos sobre a vida dele e pedimos que Deus se revelasse a ele de alguma maneira. Depois de uns dias fomos surpreendidos com um testemunho impactante. O rapaz revelou suas intenções sobre o tráfico e disse que não podia fazer aquilo com a jovem por ter recebido uma revelação de Deus”, relataram.

O grupo missionário Iris Fortaleza faz parte da Iris Global, fundada por Heidi e Rolland Baker, sediada em Moçambique, e com projetos semelhantes ao de Fortaleza em diversos países.


3 COMENTÁRIOS

  1. DE UMA MULHER PARA TODAS AS OUTRAS…

    Isso é uma coisa abominável, a exploração sexu@l.
    Gente ganhando dinheiro com o sofrimento de mulheres, minhas irmãs, minhas iguais…
    Quantas existem neste mundo, sofrendo nas mãos de animais com forma humana, best@s que de h0mem só tem a aparência.
    Quantas aqui no país recebem propostas de “trabalho”, até em países como Espanha e França, e quando chegam lá, a realidade é totalmente diferente, caem nas garras de redes de pr0stituiçã0 e tornam-se escrav@s sexu@is, para enriquecer seus “empregad0res”.
    Célia, Vanessa, Oi, minhas amigas…peço entre lágrimas que se juntem a mim nessa luta por nossos direitos…
    Nós, mulheres, somos pessoas, não objetos, não é porque o homem é fisicamente mais forte que pode fazer a nós o que quiser.
    Me ajudem a divulgar este tema tão espinhoso porém tão necessário divulgar, pois como qualquer criatura das trevas, essas bestas humanas temem a luz da verdade, a exposição pública do que fazem, eles gostam do oculto e do silêncio, de que nós finjamos que eles não existem.
    Sinto-me tão tão triste ao ler essa notícia aqui no site.
    Cada agressão, cada sofrimento delas causado por homens me invade o coração, compartilho da dor como se eu mesma estivesse lá, porque também sou mulher e compreendo.
    Será que eles acham que Deus não existe?
    Que ele não sabe e não vê até seus pensamentos?
    Que cada malefício não gera uma consequência?
    Que um dia, por mais anos que passem, um dia enfrentarão a justiça do Criador, justiça eterna, perfeita e imutável como Ele mesmo?
    Decerto não acreditam em nada além desta vida terrena, pois buscam aproveitá-la ao máximo de modo egoísta, se os outros sofrem, problema deles.
    Como pode existir tal coisa no século 21?
    Há mais de 2000 anos Jesus esteve entre nós e hoje em alguns momentos vemos a selvageria ultrapassar as marcas alcançadas daqueles anos…
    Ai daqueles que maltratam minhas irmãs mulheres..
    Ai daqueles que fazem isso e ainda riem de sua perversidade…
    Riam enquanto podem, porque um dia vão chorar…
    Homens brutos e ignorantes, o Supremo Juiz lhes reserva longos e rudes castigos e se soubessem o que lhes acontecerá se perseverarem no caminho do Mal, desistiriam na mesma hora de seu comportamento crimin0so.
    Para o homem moralmente atrasado, a força é o direit0.
    Também chamada de “Lei da Selva” e “Lei do Mais forte”, é o que move os atos dos animais, é basicamente atacar o mais fraco e fugir do mais forte.
    Se jogarmos um pedaço de carne no meio de cães famintos, veremos o mais forte eliminar os outros e pegar o prêmio.
    O animal não pensa, não considera que os outros ficarão com fome, se ele ganhou pela força, é dele e fim da história.
    Os agress0res de mulheres, pois, colocam-se abaixo do próprio animal, o qual não tem inteligência para distinguir o certo do errado e avaliar as consequências de seus atos.
    O homo “sapiens” tem essa capacidade e olhem como está o mundo agora.

  2. O mundo precisa de amor, as pessoas precisam de amor, se o amor é como um sonho, é fantástico sonhar..
    então vamos amar e sonhar, o ser humano não deixa de existir quando morre, mais sim quando deixa de sonhar..

DEIXE UMA RESPOSTA