Missionários evangelizam torcedores corintianos presos na Bolívia por morte de torcedor

1

Doze torcedores do Corinthians foram detidos pela polícia boliviana e acusados pelo ministério público local de participar direta ou indiretamente da morte do jovem Kevin Espada, durante a partida entre San José e Corinthians na quarta-feira passada, 20. Presos no centro penitenciário San Pedro, o brasileiros tem seu tempo dividido entre jogos, convívio com presos jurados de morte e orações ministradas por missionários.

Em uma ala isolada da penitenciária, os presos brasileiros ocupam duas celas e dividem o espaço comum da ala que ocupam com outros comuns, que também estão isolados dos demais por questões de segurança.

– Esses caras estão jurados de morte. Se descerem lá para o pátio central serão esfaqueados na certa – disse Fabio Neves Domingos, um dos corintianos detido na penitenciária de San Pedro.

Os presos tem suas refeições levadas até a penitenciária por outros dois membros da torcida organizada Gaviões da Fiel que acompanham o caso e de acordo com a Veja, recebem a visita diária de um casal de missionários evangélicos locais. Eles trazem mimos como bolo e café. Após conversarem individualmente com os torcedores, eles reúnem todos da ala isolada onde estão os brasileiros para uma prece e a leitura de passagens bíblicas.


As celas ocupadas pelos torcedores do Corinthians se destacam entre as outras pela inscrição “Pavilhão Nove” acima da porta e, dentro, os corintianos rabiscaram na parede dizeres que expõem a sua revolta como “Os 12 Inocentes” e “Presos por amor ao Corinthians”.

Por Dan Martins, para o Gospel+

1 COMENTÁRIO

  1. Essa instituição FIFA um dia chegará a sua penalidade.

    É arbitrária, é demagoga, é inerte, é falida.

    São regras do início do século passado que eles não mudam.

    São normas de punição descabíveis, coisa repetida pelas suas afilhadas como a daqui da América do Sul.

    Os brasileiros entraram no estádio boliviano, então quem deve ser punido é o Corinthians?

    A segurança dos estádios é compartilhada entre o governo do local do jogo e o clube, aí punem arbitrariamente, feito cão danado, o clube brasileiro.

    Danado é que nenhum outro clube se revolta com essa injustiça. Não tratam de tirar do comando do futebol ditadores e burros que não sabem aplicar a lei.

    Vão responder tim tim por tim em deixar o clube sem torcida no seus jogos. É bom resguardar dinheiro pelos danos materiais e morais ao clube.

    Quanto aos torcedores, cadê a Ministério da Justiça deste país?

    Foram doze pessoas que acenderam este aparato para estarem todos presos?

    Não se faz exame de pólvoras para saber quem jogou?

    Ora, o ditadorzinho de plantão está sendo endeusado, pois o judiciário sabe e bem que as normas legais são dotadas de limites que o magistrado deve respeitar, mas não estão fazendo num modo de ajoelhar a Evo Morales.

    Se ele não tem nada com isso, então o que está esperando para pedir urgência ao seu judiciário?

    Vão ficar doze acusados por um crime que é a autoria é pessoal, é de apenas uma pessoa?

    Essa fifa é uma insana, pois além de ter doze pessoas presas num país estrangeiro, ainda vem e pune o clube que não tem nada com isso.

    A justiça divina vai pegar um a um desses inteligentes e competentes senhores, pois rege a instituição com terrorismo, com ferro e com fogo.

    Eta, mundo controverso, a sorte é que Deus faz justiça, pois se for depender de tais soberbos e incompetentes.

  2. Eu gosto da verdade o Corinthians precisa de sua torcida verdadeira que saiba ajudar o time vencer não da quele que só sabe fazer vandalismo é o time esta pagando por um erro do torcedor que não tem memoria para pensar na besteira que foi feita agora quem vai pagar tudo isso

DEIXE UMA RESPOSTA