#MudaBrasil: Lideranças cristãs convocam fiéis aos protestos e orarem contra a corrupção no país

3

Conforme as manifestações pelo Brasil ganham força, mais líderes cristãos se posicionam a favor dos protestos pacíficos contra a corrupção e mazelas em geral.

O reverendo Hernandes Dias Lopes voltou a comentar em sua página no Facebook sobre a assunto: “O povo está nas ruas. A insatisfação com a corrupção, com os desmandos políticos e com os serviços públicos chegou”, escreveu. Já o cantor Asaph Borba foi crítico quanto aos grupos de vândalos: “Protestos sem renovação de mente e só mesmo barulho, sujeira e pichação – resultados pífios!”.

O pastor Vinícius Zulato, líder de jovens da Igreja Batista da Lagoinha (IBL), ressaltou a importância de existir um foco para os protestos: “Galera, vamos orar para que haja um foco para as manifestações, que elas deixem de ser generalizadas e passem a ser específicas”.

A cantora Nívea Soares publicou um comunicado através do site da IBL, pedindo que os fiéis orem pelo país: “Diante dos acontecimentos na nossa nação, queremos convocar você a orar e jejuar pelo Brasil neste dia, para que haja mudança real e proteção do Senhor sobre a nação. Ir para as ruas em protesto pacífico contra a injustiça é direito do brasileiro. Cometer violência e vandalismo é crime, e manifesta apenas a má índole do coração. A mudança real na sociedade só acontece pela mudança real no coração. Que a juventude cristã brasileira se levante a favor da justiça, contra os abusos. Creio que mais do que nunca, Deus quer levantar entre os jovens do Brasil a cultura do jejum, da oração e das ações sociais”.


O pastor Lucinho Barreto, conhecido por “cheirar” a Bíblia, seguiu a mesma linha: “Motivo de oração dessa terça: ore para que Deus desperte nosso país de vez e as manifestações sejam pacificas! #24hCantandoPraJesus”, convocou.

O pastor Renato Vargens, líder da Igreja Cristã da Aliança, publicou em seu blog um artigo a respeito do assunto. O texto ressalta a necessidade de protestar pacificamente, mas de forma enérgica contra os “mandos e desmandos” dos governantes brasileiros.

“Sou absolutamente contra a baderna, depredação do patrimônio público e civil, bem como também qualquer tipo de violência que porventura possa ser cometida pelo Estado ou pela sociedade civil. Todavia, excluindo isso, manifesto meu total apoio aos protestos feitos no Brasil. Sinceramente isso demorou para acontecer, governo após governo, o povo brasileiro vem sofrendo os mandos e desmandos de líderes que só pensam em encher a ‘burra’ de dinheiro. Não, não dá pra conviver com uma carga tributária altíssima como a nossa, não é possível continuarmos brincando de Poliana fazendo o jogo do contente, enquanto a educação e saúde são renegadas em detrimento a construções de estádios de futebol. O que falar então da corrupção? Quanto dinheiro desviado, não é verdade? Basta! Isso precisa terminar!”, escreveu Vargens.

O cantor Rodolfo Abrantes seguiu a mesma linha numa publicação em seu Twitter: “Nota 10 para os manifestantes pacíficos. Nota 0 para os criminosos infiltrados. Bandido não pode reclamar de bandido. #chegadeabuso”, disse. O microblog, aliás, foi usado por outros líderes evangélicos, como a cantora Ana Paula Valadão: “Por amor de ti, ó Brasil, Não me calarei nem me aquietarei (Isaías62) #VerásQueUmFilhoTeuNãoFogeÀLuta #OGiganteAcordou”.

O pastor Marco Feliciano aproveitou para ironizar a postura da imprensa na questão: “Como não há mais ‘Felicianos’ para ser cortina de fumaça ou boi de piranha, a mídia é obrigada a mostrar a real situação do Brasil”, publicou em seu perfil no Twitter.

O pastor Ariovaldo Jr., colunista do Gospel+, incentivou a participação nas manifestações e ainda criticou os fiéis que não apoiam os protestos: “Vai na Marcha pra Jesus mas não participa dos protestos junto com o povo clamando por justiça, segurança e saúde? Cristão Poser!”, escreveu.

A Juventude Batista Brasileira publicou no Facebook um manifesto favorável às manifestações, e ressaltou a origem da iniciativa: “A juventude retorna ao protagonismo das manifestações no Brasil”. Leia a íntegra:

Juventude Batista Brasileira

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


3 COMENTÁRIOS

  1. Brasil é um dos países que lidaram o ranking mundial da corrupção!!!

    O Brasil tem a carga tributária mais pesada entre os países emergentes e mais alta até que Japão e Estados Unidos.

    Este ano, 2013, brasileiros precisam trabalhar 4 meses e 30 dias apenas para pagar impostos.

    Até o momento o Impostômetro da ACP já chegou em R$ 700 bilhões!!!

    Onde estão os investimentos em saúde e educação?

    Chega deste absurdo!!!

  2. E como esta dizendo o profeta acima –estas manifestações vao parar quando o papa vier ao brasil –para assim os católicos dizerem que o papa trouxe a paz –o que sera como sem duvidas uma farsa mas que milhares caíram na armadilha –muitos acreditaram que o papa e um ser angelical e o afirmaram como já o fazem o legitimo representante de cristo na terra –dando lugar –para satanás enganalos maliciosamente –pois os mesmos tem a alma cauterizada –em suas artimanhas malignas —mas haverá um povo LAVADO E REMIDOS NO PRESIOSO SANGUE DE JESUS CRISTO –para frenar e mostrar a verdade de suas farsas –acredite se quiser mas vai ser assim com certeza o tempo dirá

  3. A escravidão persiste e não disfarça, só não existe distinção, da cor, da crença, ou da raça.
    Enquanto existir a lei de imunidade e o foru privilegiado; e o eleitor continuar sendo obrigado a votar, sem saber como funciona uma eleição; pouca diferença existira entre os brasileiros submissos e os homens das cavernas!

    Não acredite no fim da escravidão; o voto obrigatório não é uma atitude democrática, não acredite que acabou a ditadura, não acredite na estória da nossa independência! Pois quando se viu pressionado, o Rei de Portugal só passou o poder para o filho! Molharam as mãos de uns traidores e nossos antepassados continuaram sendo roubados e enganados.
    Depois das alianças entre partidos, não acredite que existe partido político de esquerda, ou de direita; não acreditem na honestidade dos que criam emenda na lei para se beneficiarem, não acreditem no falso slogan, ordem e progresso, da Bandeira Nacional!

    Por acreditar e se submeter a mentiras da minoria, a maioria continua sendo explorada e escravizada.

    Atualmente as ordens em formas de lei e emendas, são para reprimir os humildes; e o progresso e a impunidade ficam para os espertalhões, hipócritas e demagogos!

    Enquanto não tiver fim a lei de imunidade e o foru privilegiado, a população humilde continuara sendo oprimida e enganada; e o poder continuara nas mãos dos mesmos espertalhões de sempre!

    Abaixo assinado pelo fim da imunidade:>http://www.peticaopublica.com.br/?pi=Janciron
    ESTE É O PRIMEIRO PASSO PARA TERMOS UM PAÍS DEMOCRÁTICO, COM DIREITOS IGUAIS E JUSTIÇA SOCIAL!
    Cuidado com quem negar estes fatos!

DEIXE UMA RESPOSTA