Organizadores desistem de cancelar evento com Marco Feliciano e pastor comemora no Twitter

26

Um evento com a presença do pastor Marco Feliciano (PSC-SP), que chegou a ser cancelado pelos organizadores por causa da acusação feita pela estudante de jornalismo Patrícia Lélis, foi realizado na última sexta-feira, 12 de agosto.

Feliciano, que vem reagindo em silêncio às acusações feitas pela jovem brasiliense, usou seu perfil no Twitter para mostrar que a informação inicialmente divulgada pelo portal G1 estava desatualizada.

“O G1, portal de notícias da Globo, mentiu em matéria publicada na segunda-feira (8), onde afirmava que o evento com o pastor Marco Feliciano em Cascavel, no oeste do Paraná, havia sido cancelado”, publicou o pastor.

Porém, o cancelamento chegou a ser considerado pelo empresário e pastor Alaor Caciano Freitas, proprietário da loja de departamentos Ebenezer, que completou 15 anos. A palestra com Feliciano marcaria as comemorações pelo aniversário da empresa.


No entanto, no dia seguinte à publicação do G1, os organizadores divulgaram uma nova nota, retomando o evento, que foi realizado no Anfiteatro Emir Sfair, que tem capacidade para 800 pessoas. Não houve cobrança de ingressos, mas a entrada foi limitada devido à limitação do espaço.

“Depois de conversar com o pastor, analisei com mais tranquilidade os acontecimentos e cheguei à conclusão de que se num momento de ataque que alguém da nossa família estiver sofrendo, baseado em verdade ou em uma inverdade, nosso familiar não puder contar com o nosso apoio ele não vai ter com quem contar. Aí pesou o lado cristão e o apoio a um irmão na fé”, explicou o pastor Freitas.

Freitas ainda pontuou que Marco Feliciano não falou sobre as acusações feitas contra ele durante o evento, segundo informações do G1.

Confira o recado enviado pelo pastor Marco Feliciano ao G1 através do Twitter:

26 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA