Padre sofre infarto e morre na frente dos fiéis enquanto celebrava missa de Ramos

61

Um padre sofreu um mal-estar e morreu durante a celebração de uma missa em Cariacica (ES), no último domingo, 29 de março. Os fiéis, assustados, tentaram reanimá-lo e chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas ele não resistiu.

Carlos de Assis Viana, 37 anos, havia sido ordenado ao sacerdócio em 2011, e era pároco da igreja São Francisco de Assis, no bairro Porto de Santana, em Cariacica.

Durante a celebração da missa de Ramos, o padre Viana caiu no altar por volta das 20h00. Os fiéis prestaram socorro imediatamente, porém quando o SAMU chegou, ele já estava morto.

A Arquidiocese de Vitória informou que a principal suspeita é que o padre Carlos de Assis tenha sofrido um ataque cardíaco, de acordo com o G1.


O padre Kelder Brandão, amigo do falecido, disse que ele era muito querido pelos fiéis da comunidade em Porto de Santanta: “O povo de lá tem muito carinho por ele. Estão todos em choque”, contou.

“Padre Carlos era a humildade encarnada. Foi professor da rede pública, uma pessoa muito simples. Exercia o ministério com muito zelo. Foi muito agradável conviver com ele”, disse Kelder, que trabalhou junto de Assis por mais de um ano.

Ao receber a notícia, o padre Kelder disse ter ficado em estado de choque, pois o amigo não tinha histórico de complicações cardíacas: “Recebi um telefonema de um seminarista dando a notícia, e fiquei atônito. Ele não tinha nenhum indicativo de doença. Foi um susto para todos, um infarto fulminante”, lamentou.

O corpo do padre Carlos de Assis Viana será velado na paróquia São Francisco de Assis, em Porto de Santana, e depois será trasladado para sua cidade natal, Caeté (MG), onde será sepultado.

61 COMENTÁRIOS

  1. E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o PADRE, e foi sepultado.
    E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio.

    Lucas 16:22-23

    • Eis aqui o próprio “deus” clamando decidindo o destino da alma desse homem. Não é por menos que na sua “igreja” tem seu nome na placa (e não de Jesus).

      • stardust
        entregando o ouro
        mato a cobra e mostro pau
        em teias de aranha
        engolindo sapos
        caindo as mascarás
        como peixe fora d.água
        eu condeno ou é meu sr. e sua palavra leia a bíblia
        vou postar dez razões para mostrar como stardust não tem crédito
        I – A igreja de Cristo não nasceu em Roma, mas em Jerusalém.

        a. O catolicismo romano nasceu somente em 325 d.C. com o concílio de Nicéia, promovido por Constantino, imperador de Roma. Ela recebeu esse nome em 381 com o imperador Teodósio.
        b. A bíblia revela que o início da igreja cristã foi trezentos anos antes em Jerusalém, e não em Roma. Lc. 24: 47-49; At.1:4, 8, 12-14; 2: 1-5, 37-47.

        II – A autoridade da bíblia está acima da autoridade de qualquer igreja.

        a. A igreja católica em 1546 colocou a tradição da igreja em pé de igualdade com as escrituras. Isto significa que só a igreja romana determina o que é verdade e o que não é na bíblia.

        Exemplo: No século IV a igreja romana estabeleceu as orações pelos mortos e sinal –da- cruz feito no ar. No ano de 1100 d.C. introduz na igreja o culto dos anjos.

        b. Mt.15:3; Mc.7:13; II Tm.3:16. A bíblia tem autoridade suprema e não a igreja. Devemos aceitar a verdade da palavra de Deus e não uma interpretação particular de uma entidade. I Co.4:6; Ap.22:18

        III – A história da igreja e acima de tudo a bíblia nos ensina que só devemos aceitar 66 livros da escritura como inspirado por Deus e não 73.

        a. Os 7 livros a mais na bíblia católica foram acrescentados em 8 de Abril de 1546 no Concilio de trento (1545-1563). São estes os livros: Tobias, Judite, Sabedoria de Salomão, Eclesiástico, Baruque, A epístola de Jeremias, 1 e 2 Macabeus e acréscimos feitos a Ester e a Daniel.

        b. Wayne Grudem alista 4 fatos que comprovam que você não deve recebê-los com Palavra de Deus.

        b.1. Eles não atribuem a si a inspiração divina; b.2. Não foram considerados como palavra de Deus pelo povo judeu; b.3. Não foram considerados como escritura por Jesus nem pelos escritores do novo testamento; b.4. Contêm ensinos incoerentes com o restante da bíblia.

        Exemplos: Baruc diz que Deus ouve as orações dos mortos (3.4); II Macabeus pede desculpas por seus erros, 15:36-39.

        IV – Seguir o Catolicismo é praticar espiritismo, que é condenado por Deus.

        a. A partir do momento que os sacerdotes católicos ensinam os seus seguidores a intercederem a Maria, João, José, Pedro ou a qualquer outro que está morto. Ensinam praticas espíritas que é consultar os mortos.

        b. Deus condena veementemente consultar os mortos, Dt.18:9-14; Is.8:19-22.

        V – A idolatria é um grande pecado diante de Deus.

        a. O 3° catecismo-p. 75 da igreja católica ensinam que se deve prestar honra e veneração às imagens de escultura.

        b. A imagem de escultura que é o mesmo que ídolo é condenado expressamente por Deus, Ex.20:4; Dt.7:25-26; Hc.2:18-19; Os.4:12; Mt. 4:10.

        VI – O batismo é uma confirmação de fé e não um meio de Salvação.

        a. A igreja católica ensina que o batismo infantil deve ser realizado como meio de salvação. Acredita-se que se a criança morrer sem se batizar, irá para o limbo e ficará numa sombra eterna sendo considerada pagã.

        b. Segundo a bíblia o batismo trata de um ato de obediência que expressa fé do batizando em Cristo. Uma criança não tem entendimento suficiente para obedecer e expressar sua fé em cristo. Aliás, o próprio salvador foi batizado aos 30 anos de idade, Lc.3:21-23; Mc.16:15,16.

        VII – A palavra de Deus me ensina que só Jesus não cometeu pecado algum.

        a.Hb.9:28.1. O ensino católico diz que Maria a mãe de Jesus foi uma mulher que não cometeu pecado algum.

        b. Em Lc. 6:46-47 A própria Maria declarou-se pecadora como qualquer outra pessoa. Em Lc.2:22-24, ela mesma se incluiu no sacrifício de um par de rolas pelo seu pecado.

        VIII – Jesus é o único intercessor entre Deus e os homens.

        a.I Tm.2:51. A igreja católica coloca Maria e muitos outros como intercessores entre Deus e os homens.2. O próprio Jesus nos ensinou que Devemos pedir ao Pai em Seu Nome, Jo. 15:16; 16:23, 34.

        IX – Cristo é o único e grande fundamento da igreja.

        a. A história revela que o papado foi instituído com fins políticos. O primeiro papa foi Leão I (440-461d.C.) e não Pedro. O título de papa não existe na bíblia, Ef. 4:11.2. Usa-se Mt. 16:16-19 para afirmar-se que Pedro foi o primeiro papa. O termo usado por Jesus para Pedro é pedra. Contudo a palavra no grego é “petrós”. Jesus empregou-a com o sentido de “pedrinha”. Já para a palavra pedra, da frase “sobre esta pedra edificarei a minha igreja”. Jesus usou o termo grego “petras” para designar rocha (grande pedra). A bíblia ensina que Pedro não passa de uma pequena parte da edificação. Ele mesmo escreveu que Jesus é a pedra de esquina, I Pe.2:4-10.

        X – Salvação Eterna só em Cristo Jesus.

        a. Para o catolicismo, as boas obras ajudam na salvação.

        b. Tal crença despreza o grande amor de Deus. Somos salvos pela graça e não por méritos pessoais. A bíblia nos dá grandes respostas sobre a doutrina da salvação:

        b.1. A salvação só vem de Deus, Is.12:2; 25:19; I Tm.4:10; b.2. Salvação só por meio de Cristo. Jo.10:9; At.4:12; Rm.5:1,9; I Ts.5:9; b.3. A salvação é um dom imerecido de Deus, Jo.3:16; Ef.2:8, 9.

        “Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade”. II Cor. 13:8

        • I – A igreja de Cristo não nasceu em Roma, mas em Jerusalém.
          Exatamente, e muito menos na Alemanha ou no quintal da casa do clamando.

          II – A autoridade da bíblia está acima da autoridade de qualquer igreja.

          Exatamente, inclusive sobre a autoridade da “igreja do clamando”, que entrega dízimo pra anjo.

          III – A história da igreja e acima de tudo a bíblia nos ensina que só devemos aceitar 66 livros da escritura como inspirado por Deus e não 73.

          E em nenhum dos 66 livros está escrito que o clamando é quem decide quem vai para o céu ou inferno (popularmente falando).

          IV – Seguir o Catolicismo é praticar espiritismo, que é condenado por Deus.

          Os evangélicos fazem suas “entrevistas” com os espíritos (em suas sessões de possessões e descarrego), giram, caem, pulam sapatinho de fogo, comem grama, fazem troca de anjo, entrevistam demônios, dão passe, trazem a pessoa amada em tantos dias, urram, latem e imitam animais e unções do riso, raspar a cabeça por almas, lipoaspiração pentecostal..

          VII – A palavra de Deus me ensina que só Jesus não cometeu pecado algum.

          Pois é, então é bom ficar de olho nos seus pecados antes de julgar alguém ao inferno.

          VIII – Jesus é o único intercessor entre Deus e os homens.

          O único mediador é Cristo, mas na hora de receber os dízimos você esquece isso e recebe por ele não é clamando?

          IX – Cristo é o único e grande fundamento da igreja.

          “A história revela que o papado foi instituído com fins políticos”.

          E as autoridades evangélicas enchendo o Congresso através de seus currais eleitorais, e os tais “Ungidos do Senhor” que ninguém pode tocar?

          X – Salvação Eterna só em Cristo Jesus.

          Deveria lembrar-se disso, e aprender que não foi Lutero ou o Papa que morreu por esse padre (muito menos o clamando), então deixa o julgamento dele para quem morreu na Cruz por ele. Listar os “supostos” pecados dele como você fez nesse seu longo artigo é fácil, difícil é listar os seus próprios pecados.

          • obrigado por concordar comigo
            em teias de aranha
            matando a cobra e mostrando o pau
            engolindo sapos
            caindo as mascarás
            como peixe fora d.água

          • Quer dizer Camando que somente no conc de Trento no sec XVI é que a Biblia ganhou 73 livros?

            HA HA HA CONTA OUTRA
            Calúnia protestante nº 453:
            Em 1546 Os apócrifos foram incorporados ao cânon.
            Os judeus que não aceitaram a Cristo (os escritos no NT) é que propuseram o Sínodo de Jâmia e expurgaram todos os livros após Esdras. Os protestantes, seguindo o exemplo desses judeus não-cristãos… e não dos autênticos judeus que reconhecerem em Jesus o Messias predito pelos profetas, também retiraram da Bíblia os livros Deuterocanônicos.

            c) A imprensa foi inventada por Gutemberg (séc XV) e o primeiro livro impresso foi a Bíblia 1455/1460. Veja a Bíblia de Gutemberg, com os 73 livros (os protestantes só vieram no séc XVI, para profanar e mutilar as Sagradas Escrituras).

            d) Veja como o Cânon Bíblico já estava definido desde o ano de 393, no Concilio Regional de Hipona.

            Portanto eles foram retirados pelos protestantes, pois já integravam a Bíblia desde o século IV (Concílio de Hipona, 393 AD), quando a Igreja encerrou o estudo do Cânon. Somente no século XVI eles foram retirados da Bíblia protestante, mas a Bíblia Católica continua inalterada.

            Veja também que a Bíblia impressa em 1455 (bem antes de Lutero, portanto) já continha todos os 73 livros, o que não deixa a menor dúvida de que foram mesmo os protestantes que arrancaram os 7 livros.

            Confira as provas em:
            A Bíblia de Gutemberg.

            Se os protestantes seguem o Sínodo de Jâmnia (dos judeus) e rejeitam os Concílios dos cristãos, então por que não rejeitam o Novo Testamento como eles o fizeram ?

            OUTRO ADENDO ME MOSTRE NA SUA BIBLIA DE 66 LIVROS UM VERSICULO QUE MOSTRE O NUMERO OU A LISTA DOS LIVROS DA BIBLIA. POIS ,NA BIBLIA VC NÃO ACHA. SEJA COERENTE COM O SOLA BIBLIA.

            Somente Calúnia protestante nº 007:
            A Igreja católica começou em 381 com o concílio “conctos populos” dirigido pelo imperador Teodósio.
            A Igreja Católica começou, quando Jesus a instituiu e entregou seu comando a Pedro: “Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja”(Mt 16,18). O que houve em 381 foi o Concílio de Constantinopla, onde a Igreja confirmou as verdades do Credo. O decreto do Imperador Teodósio não é de 381, mas data de 28.02.380 e foi promulgado para tornar oficial a Fé Católica.
            Leia mais.
            Agora as provas da Igreja Católica desde os primeiros cristãos: São Paulo já falava: “Porque eu sou o menor dos apóstolos, e não sou digno de ser chamado apóstolo, porque persegui a Igreja de Deus”(1Cor 15,9). – De qual Igreja fala o Apóstolo?
            SÉCULO I/II: “A Igreja de Deus que peregrina em Esmirna à Igreja de Deus que peregrina em Filomélio e a todas as paróquias da IGREJA SANTA E CATÓLICA em todo o mundo”(Ig. Esmirna a São Policarpo, no seu martírio); SÉCULO II: “Não só pela essência, mas também pela opinião, pelo princípio pela excelência, só há uma Igreja antiga e é a IGREJA CATÓLICA. “. (Clem. Alex., deStromata 1.7. c. 15).
            SÉCULO III: São Piônio (morto em 251) se lê que Polemon o interroga: “— Como és chamado? — Cristão. — De que igreja? — CATÓLICA” (Ruinart. Acta martyrum pág. 122 nº 9).
            Já Santo Inácio, Bispo de Antioquia (+107 aprox.), escrevia: “Onde quer que se apresente o Bispo, ali esteja também a comunidade, assim como a presença de Cristo Jesus nos assegura a presença da Igreja Católica” (Aos Esmirnenses 8,2).

          • LEADRO
            BOM SERIA QUE TROUXER ALGUM COMENTÁRIO INSTRUTIVO E NÃO HERESIAS E MENTIRAS QUE APREENDEU NA SEITA CATÓLICA, LEMBRE MARTINHO QUANDO CONHECEU A VERDADE FICOU LIVRE, FAÇA UMA EXPERIENCIA VENHA CONHECER A VERDADE, VENHA SSISTIR UM CULTO VERDADEIRO E NÃO LITURGIAS HUMANAS, DEDICADAS AO HOMEM

          • LOPEZ
            VC. FICA FELIZ COM O ATAQUE PESSOAL DO STARPLEBEU? HUMM PORQUE SERÁ? PORQUE ESTÃO TODOS JUNTOS NO MESMO BURACO GAYS ATEUS ATIVISTAS DESVIADOS…VAI RINDO E ACHANDO LEGAL…O QUE É TEU ESTA GUARDADO

        • Valeu Clamando, vou dar respostas liturgicas no dia que vc apresentar :
          1) Informações históricas que comprovem o que falou acima. Como por exemplo, a prova de que somente no Conc De Trento a ICAR adotou os 7 deuterocanônicos

          2) E quando vc mostrar na Biblia a parte que indica serem 66 livros. Ou ao menos a prova de que houve um periodo intertestamentario entre Malaquias e Cristo.

          • Já sei que ele não vai mostrar Nosferatu. Não é à toa que ai ele vai logo chamando a gente de mentiroso, sem fé, sem luz de Cristo e etc. Quem não tem argumentos sólidos para provar suas teses alega logo para ofensas.

            Enfim, as injurias são a razão de quem já perdeu toda a razão.

          • Os livros deuterocanônicos ou apócrifos eram lidos na congregação (não apenas os 7 católicos), no entanto declaram que os apócrifos não são canônicos ou autoritativos, mas sim eclesiásticos, onde não se pode fundamentar doutrina em cima deles, mas servem apenas para leitura e edificação.

          • Jeann

            Como mostrei muitos concílios de decidiram pela canonicidade dos 7 deutero ainda no sec IV. Havia sem duvida divergências entre os padres apostolicos. Jerônimo mesmo aceitou os 7 sem restrição apenas um sua velhice.
            Clemente I usa os 7 como válidos já em 90 DC. Falar que somente no sec XVI a ICAR passou a usar como autênticos os deuterocanônicos ´falta de honestidade de quem usa tal argumento.

          • leandro, os livros apócrifos eram lidos na Igreja Primitiva, podemos tê-los como “válidos”. No entanto temos que ter em mente que são livros eclesiásticos (não canônicos), como o próprio nome “apócrifo” sugere (não-canônico). Podem ser lidos para edificação mas não para estabelecer doutrinas da Igreja.

            “E assim da mesma maneira pela qual a igreja lê Judite, Tobias e Macabeus (no culto público) mas NÃO OS RECEBE ENTRE AS ESCRITURAS CANÔNICAS, assim também sejam estes dois livros [Sabedoria e Eclesiástico] úteis para a edificação do povo, mas NÃO para estabelecer as doutrinas da Igreja” (Prefácio dos Livros de Salomão)

            “Este prólogo, como vanguarda (principium) com capacete das Escrituras, pode ser aplicado a todos os Livros que traduzimos do Hebraico para o Latim, de forma que nós podemos garantir que o que não é encontrado em nossa lista deve ser colocado entre os escritos apócrifos. Portanto, a sabedoria comumente chamada de Salomão, o livro de Jesus, filho de Siraque [Eclesiástico], e Judite e Tobias e o Pastor [supõe-se que seja o Pastor de Hermas], não fazem parte do cânon. O primeiro livro dos Macabeus eu não encontrei em hebraico, o segundo é grego, como pode ser provado de seu próprio estilo” (Prologus Galeatus)

            “Mas para maior exatidão eu adiciono isto também, escrevendo por necessidade, que há outros livros além destes que não estão incluídos no Cânon, mas apontados pelos Pais para leitura por aqueles que acabaram de se juntar a nós, e que desejam instrução na palavra celestial. A Sabedoria de Salomão, a Sabedoria de Siraque, Ester, Judite, Tobias, aquele que é chamado de o Ensino dos Apóstolos e o Pastor. Mas os primeiros, meus irmãos, são incluídos no Cânon, sendo os últimos MERAMENTE PARA LEITURA” (Atanásio de Alexandria [295-373] – Epístola 39, Cap.7)

            “Para os católicos, os apócrifos são certos livros antigos, semelhantes a livros bíblicos, quer do N.T, quer do V.T, o mais das vezes atribuídos a personagens bíblicos, mas NÃO INSPIRADOS, COMO OS LIVROS CANÔNICOS, e nem escritos por pessoas fidedignas nem de doutrina segura” (Introdução Geral a Vulgata Latina, p.9)

          • Jeann

            Mais uma vez torno a lembrar que se vc cita Jeronimo lembre-se que ele mudou de posição com o tempo. Ademais temos a opinião de outros padres apostolicos aceitando total ou parcialmente os 7 deutero. Divergências havia, porem, falar que somente em Trento eles se tornaram oficais é dose
            A aceitação dos deuterocanônicos é evidente ao longo da história da Igreja. O historiador protestante J.N.D. Kelly escreve:

            “Deveria ser observado que o Antigo Testamento admitido como autoridade na Igreja era algo maior e mais compreensivo que o Antigo Testamento protestante…ela sempre incluiu, com alguns graus de reconhecimento, os chamados apócrifos ou deuterocanônicos. A razão para isso é que o Antigo Testamento que passou em primeira instância nas mãos dos cristãos era… a versão grega conhecida como Septuaginta… a maioria das citações nas Escrituras encontradas no Novo Testamento são baseadas nelas preferencialmente do que a versão hebraica… nos primeiros dois séculos… a Igreja parece ter aceitado a todos, ou a maioria destes livros adicionais, como inspirados e trataram-nos sem dúvida como Escritura Sagrada. Citações de Sabedoria, por exemplo, ocorrem em 1 Clemente e Barnabé… Policarpo cita Tobias, e o Didache cita Eclesiástico. Irineu se refere a Sabedoria, a história de Susana, Bel e o dragão (livro de Daniel), e Baruc. O uso dos deuterocanônicos por Tertuliano, Hipólito, Cipriano e Clemente de Alexandria é tão freqüente que referências detalhadas são necessárias” (Doutrina Cristã Antiga, 53-54).

            O reconhecimento dos deuterocanônicos como parte da Bíblia dada pessoalmente pelos pais também foi conferida por esses mesmos pais como uma regra, quando se encontravam nos Concílios da Igreja. Os resultados dos Concílios são especialmente úteis porque não representam a visão de uma só pessoa, mas o que fora aceito pelos líderes da Igreja de todas as regiões.

            O cânon das Escrituras, Antigo e Novo Testamento, foi fixado definitivamente no Concílio de Roma em 382, sob a autoridade do Papa Damaso I. E foi logo reconhecido por sucessivos Concílios, tanto regionais como gerais. O mesmo cânon foi firmado no Concílio de Hipona em 393 e no de Cartago em 397. O fato destes Concílios não serem “ecumênicos” não rejeita o fato de suas decisões não serem aceitos como baseadas em verdade de fé. Em 405 o Papa Inocêncio I reafirmou o cânon em uma carta ao bispo Exuperius de Toulouse. Outro Concílio de Cartago, este no ano de 419, reafirmou o cânon como os seus predecessores e pediu ao papa Bonifácio que “confirme este cânon, pois estas são as que recebemos de nossos pais para serem lidos na Igreja”. Todos estes canos formavam a mesma Bíblia católica atual, todos eles incluindo os deuterocanônicos.

            Este mesmo cânon foi implicitamente confirmado no sétimo Concílio Ecumênico, o de Nicéia II (787), que aprovou os resultados do Concílio de Cartago de 419, e explicitamente reafirmou nos Concílios Ecumênicos de Florença (1442), Trento (1546), Vaticano I (1870) e Vaticano II (1965).

            É verdade que Jerônimo, e poucos e isoladas escritores, não aceitavam alguns deuterocanônicos como inspirados. Entretanto, Jerônimo fora persuadido, contra sua convicção original, a incluir os deuterocanônicos em sua edição Vulgata pelo fato de que os livros eram comumente aceitos e era esperado que fossem incluídos em todas as edições da Bíblia.

            Além do mais, deve ser documentado que em anos mais tarde Jerônimo de fato aceitou certos deuterocanônicos como inspirados. Em sua resposta a Rufino, ele defendeu bravamente as partes deuterocanônicas de Daniel mesmo que os judeus de seu tempo não o fizessem.

            Ele escreveu, “Que pecado eu cometi se segui o julgamento da Igreja? Mas ele que traz acusações contra mim por relatar as objeções a que os judeus estavam acostumados a formar contra a história de Susana… e a história de Bel e o dragão, que não se acham nos volumes hebraicos, provam que ele é apenas um bajulador insensato. Eu não estava relatando minha própria visão, mas antes as questões que eles (os judeus) estavam acostumados a fazer contra nós” (Contra Rufinus 11,33 [402 d.C.]). Desta forma Jerônimo reconheceu o princípio pelo qual o cânon foi fixado: o julgamento da Igreja, não dos judeus.

            Outros escritores protestantes citam como objeção aos deuterocanônicos, que Atanásio e Orígenes não os aceitavam. Ora, Atanásio aceitava o livro de Baruc (Festal Letter 39) e Orígenes aceitava todos os deuterocanônicos, mas simplesmente recomendava não os usar nos debates com os judeus.

            Contudo, apesar de alguns disparates e hesitações de alguns escritores como Jerônimo, a Igreja permaneceu firme em sua afirmação histórica sobre os deuterocanônicos como inspirados e vindos com os apóstolos. O protestante J.N.D. Kelly afirma isto apesar da dúvida de Jerônimo:

            “Pela grande maioria, porém, os escritos deuterocanônicos atingiram o grau de inspirados com o máximo de senso. Agostinho, por exemplo, cuja influência no ocidente foi decisiva, não fazia distinção entre eles e o resto do Antigo Testamento… a mesma atitude com ao apócrifos foi demosntrada nos Sínodos de Hipona e Cartago em 393 e 397, respectivamente, e também na famosa carta do papa Inocêncio I ao bispo de Toulouse Exuperius, em 405” (Doutrina Cristã Antiga, 55-56).

          • ou ainda
            Papa Clemente I

            “Pela palavra de Seu poder [Deus] criou todas as coisas, e pela Sua palavra pode derrubá-las. “Quem Lhe dirá ‘O que fizeste tu?’ ou quem resistirá ao poder de Sua força?” (Sb 12:12) (Carta aos coríntios 27:5 [ca. 80 d.C.])

            Policarpo de Esmirna

            “Permanece firme, portanto, nestas coisas, e segue o exemplo do Senhor, sendo firmes e imutáveis na fé, amando os irmãos (1 Pd 2:17)… Quando puderes fazer o bem, não adies, porque ‘a esmola livra da morte’ (Tb 4:10, 12:9). Sede submissos um ao outro (1 Pd 5:5), tendo vossa conduta irrepreensível entre os gentios (1 Pd 2:12), e o Senhor não possa ser blasfemado através de vós. Mas ai daquele por quem o nome do Senhor é blasfemado! (Is 52:5)” (Carta aos filadélfios 10 [35 d.C.]).

            Agostinho

            “O cânon inteiro das Escrituras, no entanto, em que dizemos que o exame deve ser aplicado, está contido nestes livros: os cinco de Moisés… e um livro de Josué (Filho de) Nave, um dos Juízes; um pequeno livro que é chamado Rute… então os quatro de Reinados, e os dois de Paralipômenos… Há outros também, de uma ordem diferente… tal como Jó e Tobias e Ester e Judite e os dois livros de Macabeus, e os dois de Esdras… Então há os Profetas, em que há um livro dos Salmos de Davi, e três de Salomão… Mas quanto àqueles dois livros, um dos quais é intitulado Sabedoria e o outro que é intitulado Eclesiástico e que são chamados ‘de Salomão’ por causa de uma certa similaridade com esses livros, toma-se quase por certo que eles foram escritos por Jesus Siraque. Ele devem, no entanto, ser considerados entre os livros proféticos, por causa da autoridade que é merecidamente creditada a eles.” (Instrução Cristã 2:8:13 [397 d.C.])

            Agostinho

            “Deus converteu (o Rei Assuero) e tornou a indignação do segundo em mansidão (Es 15:11) (A Graça de Cristo e o Pecado Original 1:24:25 [418 d.C.]; esta passagem não está na Bíblia Protestante).

            Agostinho

            “Nós lemos nos livros dos Macabeus (2 Mc 12:43) que o sacrifício foi oferecido aos mortos. Mas mesmo que não fosse encontrado em nenhum lugar do escritos do Antigo Testamento, a autoridade da Igreja Católica que é clara neste ponto não tem peso pequeno, onde, nas orações do sacerdote derramadas ao Senhor Deus em Seu altar, o louvor dos mortos tem seu lugar.” (O Cuidado a se Ter pelos Mortos 1:3 [421 d.C.]).

            As Constituições Apostólicas

            Ora, as mulheres também profetizaram. Já envelhecida, Míriam, a irmã de Moisés e Aarão (Ex 15:20), e depois dela, Débora (Jz 4:4), e depois destas Hulda (2 Re 22:14) e Judite (Judite 8), aquele sob Josias e este sob Dário” (Constituições Apostólicas 8:2 [400 d.C.])

            Jerônimo

            “Que pecado cometi se sigo o julgamento das igrejas?” Mas ele que traz acusações contra mim por relatar (no meu prefácio ao livro de Daniel) as objeções que os hebreus estão acostumados a levantar contra a história de Susana (Dn 13), a Canção dos Três Jovens (Dn 3:24-90) e a história de Bel e o Dragão (Dn 14), que não são encontradas no volume hebraico, prova que ele é apenas um tolo sicofanta. Eu não estava relatando minhas próprias visões pessoais, mas os comentários que eles estão acostumados a fazer contra nós. Se eu não respondesse às suas visões em meu prefácio, com interesse de brevidade, com o receio de parecer que eu estava compondo não um prefácio, mas um livro, creio que acrescentei prontamente o comentário, porque eu disse “Este não é o momento para discutir tais assuntos”. (Contra Rufino 11:33 [401 d.C.])

            Papa Inocêncio I

            “Um breve acréscimo mostra quais livros são realmente recebidos no cânon. Estas são as coisas das quais desejaste ser informado verbalmente: de Moisés, cinco livros, isto é, de Gênesis, de Êxodo, de Levítico, de Números, de Deuteronômio, e Josué, de Juízes, um livro, de Reis, quatro livros, e também Rute, dos Profetas, dezesseis livros, de Salomão, cinco livros, os Salmos. Igualmente das histórias, Jó, um livro, de Tobias, um livro, Ester, um, Judite, um, dos Macabeus, dois, de Esdras, dois, Paralipômenos, dois livros…” (Cartas 7 [408 d.C.]).

            O Código Africano

            “(Foi decidido) que além das Escrituras canônicas nada seja lido na igreja sob o nome de Escritura divina. Mas as Escrituras canônicas são como segue: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números, Deuteronômio, Josué o Filho de Num, Juízes, Rute, os Reis, quatro livros, as Crônicas, dois livros, Jó, o Salmista, os cinco livros de Salomão, os doze livros dos Profetas, Isaías, Jeremias, Daniel, Ezequiel, Tobias, Judite, Ester, Esdras, dois livros, Macabeus, dois livros… Que isso seja enviado a nosso bispo irmão e companheiro, (Papa) Bonifácio, e aos outros bispos daquelas partes, que eles possam confirmar este cânon, estas são as coisas que temos recebido de nossos padres a serem lidas na igreja”. (cânon 24 [419 d.C.]).

          • Interessante notar que o Jeann usa alguns trechos pinçados de livros e documentos históricos dando validade a eles.

            mas será que é só esses textos pinçados ou são os documentos na íntegra, já que esses livros dão sustentação para quase toda a doutrina e tradição do Romanismo.

            como é Jeann, é verdadeiro só os textos que vc pinçou e o resto vc descarta ou há mais fatos verdadeiros nesses documentos históricos e assim se ve que o protestantismo é que está em desacordo com a história e com a biblia?

          • leandro, “aceitar” livros apócrifos é uma coisa, tê-los como canônicos é outra. Estar no canôn bíblico “católico” não faz com que estes livros deixem de ser “apócrifos” (não-canônicos).

            O canôn do antigo testamento já existia no primeiro século, não foi “inventado” pela católica romana. Tanto que Orígenes (185-254) como Atanásio (295-373) que vc citou tinham como livros testamentários (antigo testamento) os que foram a eles transmitidos pelos hebreus, conforme o número de 22 livros, número de letras do alfabeto hebreu. Atanásio aceitava sim Baruc como sendo transmitido pelos hebreus, no entanto não menciona Tobias, Judite, Macabeus e outros. Orígenes por sua vez não aceitava nenhum destes e tampouco Baruc. Como podes ver tanto Orígenes como Atanásio aceitavam os livros testamentários transmitidos pelos hebreus.

            “Não se pode ignorar que os livros testamentários, tal como os transmitiram os hebreus, são vinte e dois, tantos como o número de letras que há entre eles’. Logo, depois de algumas frases, continua dizendo: ’Os vinte e dois livros, segundo os hebreus, são estes: o que entre nós se intitula Gênesis, e entre os hebreus Bresith, pelo começo do livro, que é: No princípio; Êxodo, Ouellesmoth, que significa: Estes são os nomes; Levítico, Ouikra: E chamou; Números, Ammesphekodeim; Deuteronômio, Elleaddebareim: Estas são as palavras; Jesus, filho de Navé, Josuebennoun; Juízes e Rute, para eles um só livro: Sophtein; I e II dos Reis, um só para eles: Samuel, O eleito de Deus; III e IV dos Reis, em um: Ouammelchdavid, que significa Reino de Davi; I e II dos Paralipômenos, em um: Dabreiamein, isto é: Palavras dos dias; I e II de Esdras em um: Ezra, ou seja, Ajudante; Livro dos Salmos, Spharthelleim; Provérbios de Salomão, Meloth; Eclesiastes, Koelth; Cantar dos Cantares (e não, como pensam alguns, Cantares dos cantares), Sirassireim; Isaías, Iessia; Jeremias, junto com as Lamentações e a Carta, em um: Ieremia; Daniel, Daniel; Ezequiel, Iezekiel; Jó, Iob; Ester, Esther” (Orígenes “História Eclesiástica”, Livro VI, 25:1-2).

            “Há, portanto, 22 livros do Antigo Testamento, número que, pelo que ouvi, nos foram transmitidos, sendo este o número citado nas cartas entre os hebreus, sendo sua ordem e nomes respectivamente, como se segue: Primeiro, o Gênesis. Depois, o Êxodo. Depois, o Levítico. Em seguida, Números e, por fim, o Deuteronômio. Após esses, Josué, o filho de Nun. Depois, os Juízes e Rute. Em seguida, os quatro Livros dos Reis, sendo o primeiro e o segundo listados como um livro, o terceiro e o quarto também, como um só livro. Em seguida, o primeiro e o segundo Livros das Crônicas, listados como um só livro. Depois, Esdras, sendo o primeiro e o segundo igualmente listados num só livro. Depois desses, há o Livro dos Salmos, os Provérbios, o Eclesiastes e o Cântico dos Cânticos. O Livro de Jó. Os doze Profetas são listados como um livro. Depois Isaías, um livro. Depois, Jeremias com Baruc, Lamentações e a Carta [de Jeremias], num só livro. Ezequiel e Daniel, um livro cada. Assim se constitui o Antigo Testamento” (Epístola 39, Cap.4).

            Estes livros apócrifos podem ser listados junto com o canôn, mas devemos saber que são apócrifos ou deuterocanônicos, como Jerônimo embora relacionava-os junto fala na própria introdução da Vulgata Latina:

            “Para os católicos, os apócrifos são certos livros antigos, semelhantes a livros bíblicos, quer do N.T, quer do V.T, o mais das vezes atribuídos a personagens bíblicos, mas NÃO INSPIRADOS, COMO OS LIVROS CANÔNICOS, e nem escritos por pessoas fidedignas nem de doutrina segura” (Introdução Geral a Vulgata Latina, p.9)

            “Jerônimo distinguia entre livros canônicos e livros eclesiásticos (os apócrifos). Estes últimos circulavam na Igreja como boa leitura espiritual, mas não eram reconhecidos como Escritura autoritativa… A situação permaneceu obscura nos séculos seguintes… Segundo a doutrina católica, o critério do cânon bíblico é a decisão infalível da Igreja. Esta decisão não foi dada até muito tarde na história da Igreja no Concílio de Trento. Antes deste havia algumas dúvidas sobre a canonicidade de certos livros Bíblicos, i.e., sobre a sua pertença ao cânon. O Concílio de Trento definitivamente resolveu a questão do cânon do Antigo Testamento. Que isto não havia sido feito anteriormente é evidenciado pela incerteza que persistia até o tempo de Trento” (New Catholic Encyclopedia, Vol. II, Bible, III (Canon), pág. 390; Cânon, Bíblico, pág. 29; Bíblia, III (Cânon), pág. 390)

          • nosferatu, citei as fontes históricas e alguns Pais da Igreja Primitiva, coloquei as referências, podes ir atrás ver se é de fato isto mesmo. Quanto a validade são documentos que aceitos pela Igreja Católica, porém partes são ignoradas.

            Por exemplo, Eusébio de Cesaréia, tido como um dos principais historiadores católicos menciona em sua História Eclesiástica que Judas sendo da família de Cristo e sendo seu irmão SEGUNDO A CARNE (Livro III – XI, 1) também em (Livro III – XIX, 1). Também o mesmo cita que Pedro era casado e da mesma forma Felipe, casado e com filhos.

            Leia por exemplo o capítulo XX deste mesmo livro.
            [Dos parentes de nosso Salvador]
            1. “Da família do Senhor viviam ainda os netos de Judas, seu irmão segundo a carne, aos quais delataram por serem da família de Davi. O evocatus conduziu-os à presença do césar Domiciano, porque este, assim como Herodes, temia a vinda de Cristo.
            2. Perguntou-lhes se descendiam de Davi; eles o admitiram. Perguntou-lhes então quantas propriedades tinham ou de quanto dinheiro dispunham, e eles disseram que ambos não possuíam mais do que nove mil denários, metade de cada um, e ainda assim afirmaram que não o possuíam em metal, mas que era a avaliação de apenas trinta e nove pletros de terra, cujos impostos pagavam e que eles mesmos cultivavam para viver.”
            3. Então mostraram suas mãos e juntaram como testemunho de seu trabalho pessoal a dureza de seus corpos e os calos que haviam se formado em suas próprias mãos pelo trabalho contínuo.
            4. Perguntados acerca de Cristo e de seu reino: que reino era este e onde e quando se manifestaria, deram como explicação que não era deste mundo nem terreno, mas celeste e angélico e que se dará no final dos tempos; então Ele virá com toda sua glória e julgará os vivos e os mortos e dará a cada um segundo suas obras.
            5. Ante estas respostas, Domiciano não os condenou a nada, mas inclusive desprezou-os como gente vulgar. Deixou-os livres e por decreto fez cessar a perseguição contra a Igreja.

            Outro exemplo, o próprio Orígenes (185 – 253), por exemplo, disse:

            “Maria pertence ao número daqueles de quem Cristo profetizou que haviam de se escandalizar nEle, como os apóstolos, ela também ficou perturbada com a catástrofe da cruz; e era necessário que pecasse assim em certa medida, para que também ela fosse remida por Cristo” (Orígenes de Alexandria, Homília 17, sobre Lucas)

            “Porque somente Deus é sem pecado, e o único homem sem pecado é Cristo, desde que Cristo é também Deus” (Tertuliano, “De Anima”, XI)

            “Porque embora Ele tivesse cuidado em honrar a sua mãe, muito mais Ele se preocupava com a salvação da alma dela” (João Crisóstomo, Homília Sobre João 2:4)

            Cirilo de Jerusalém (315 – 386), que foi um famoso e importante bispo do século IV, afirmou:
            “Nós dizemos algo do que se encontra escrito; mas não sabemos quanto perdoou aos anjos, pois a eles também perdoou, já que SOMENTE UM está livre de pecado, Jesus, que nos limpou dos nossos pecados” (Catechetical Lectures, Lecture 2, Section 10)

            “Excetuando Cristo, todos os descendentes de Adão devem dizer: ‘fui concebido em iniquidade, e em pecado me concebeu minha mãe'” (Bernardo de Claravaux, Epístola 174, versos 7,8)

            “Em seus escritos (Paulo) declara que todos os filhos de Adão, exceto Cristo, são pecadores e filhos da cólera” (Anselmo, “Da Concepção Virginal e Do Pecado Original”, XXII)

          • Jeann

            O que mostrei já é suficiente para provar que:
            1) As citações de Jerônimo que aponta dizem respeito a sua objeção incial. Ele não manteve a restrição até o fim.

            2) Varios concilios anteriores a Trento reconhecem o canon de 73, bem como papas e bispos como Agostinho.

            3) A New Catholic Enciclopedia não é superior ou porta voz oficial da IGreja como foram os concilios de Cartago, de Florença, ou mesmo se comparada a teologos oficiais da Igreja como Agostinho e S Tomas de Aquino.

            4) Clamando e nem ninguem me mostrou prova biblica de que tivemos periodo intertestamentario.

          • O canon do VT em 66 livros foi decidido pelos rabinos fariseus de Jamnia. Isto por volta de 90 DC. Pelo mesmo canon nenhum livro que não tivesse sido escrito primeiro em hebraico e aramaico e não fosse escrito na Terra Santa não teria qualquer valor.

            Se é para seguir este canon então vcs precisam excluir praticamente todo o NT, pois tirante Mateus, qual livro do NT foi escrito na Terra Santa e em aramaico?

            Alem disto cadê o Sola Biblia? Por que a autoridade dos rabinos fariseus de Jamnia que perseguiam cristãos vale mais que a palavra de episcopos e martires que usavam os livros da Sptuagina?

            Sobre divergencias entre teologos que, por ex, rejeitavam o Dogma da Imaculada Concepção ainda assim há o que contestar. Divergências entre teologos sempre houve. Até mesmo entre os padres apostolicos. Cabe AOS PAPAS AUXILIADOS PELOS CONCILIOS DECIDIR O QUE VALE COM A INSPIRAÇÃO DO ESP SANTO.

            Lutero e Calvino aceitavam que Maria foi concebida sem pecado. até entendo o fundamento da reclamação de vcs. Mas ainda assim considero tempestade em copo de água. Pelo DOGMA MARIA SO NASCEU LIVRE DO PECADO NÃO POR SEUS MERITOS MAIS POR LIVRE GRAÇA CONCEDIDA POR SEU FILHO DIVINO. ELA COMO MULHER JAMAIS TERIA CONDIÇÕES DE SE AUTO LIBERTAR DO PECADO.
            Origenes mesmo defendeu uma doutrina que tinha semelhanças com o reencarnacionismo, coisa que jamais foi aceita na IG Catolica.

          • E sobre a suposta negação de Origenes a respeito dos pecados de Maria:
            “Ele (=Jesus) era a arca composta por madeira incorruptível. Com efeito, o seu tabernáculo (=Maria) era isento da podridão e corrupção” (Santo Hipólito de Roma, Orat. Inillud. 220 DC).
            “Esta Virgem Mãe do Unigênito de Deus chama-se Maria, digna de Deus, imaculada das imaculadas, sem par” (Origines, Homilia 1. 280 DC).
            “Somente Vós (=Cristo) e vossa Mãe sois mais belos do que qualquer outro ser. Em ti, Senhor, não há mancha alguma; na tua Mãe nada de feio existe” (Éfrem da Síria, Garmina Nisibena 27,8.).
            “Que arquiteto, erguendo uma casa de moradia, consentiria que seu inimigo a possuísse inteiramente e habitasse?” (São Cirilo de Jerusalém, 208 DC).
            “Maria, uma virgem não profanada, Virgem tornada inviolável pela graça, livre de toda mancha do pecado” (Santo Ambrósio de Milão, Sermão 22,30. 317 DC).
            “Nem se deve tocar na palavra ‘pecado’ em se tratando de Maria; e isto em respeito Àquele de quem mereceu ser a Mãe, que a preservou de todo pecado por sua graça” (Santo Agostinho, Sermão 215,3. 325 DC).
            “Não entregamos Maria ao diabo por condição original pois afirmamos que sua própria condição original se anula pela graça da redenção.” (Santo Agostinho, Contra Juliano 4. 325 DC).
            “Exceto a Santa Virgem Maria, da qual não quero, por honra do que é devido ao Senhor, suscitar qualquer questão ao se tratar de pecados, pois sabemos que lhe foi concedida a graça para vencer por todos os flancos o pecado, porque mereceu ela conceber e dar à luz a quem não teve pecado algum. Exceto, digo a esta Virgem, se tivéssemos podido congregar todos os santos e santas que aqui viviam e perguntássemos se jamais tinham pecado, o que teriam respondido? (…) Não é verdade que teriam unanimemente exclamado: ‘Se dissermos que não pecamos, enganamo-nos, e a verdade não está em nós’?” (Santo Agostinho, De Natura et Gratia 36,42. 425 DC)

          • leandro, vc usa referências do “protestante” J.N.D. Kelly (> 1900) mas não pode-se usar a Enciclopédia Católica, tampouco a introdução da Vulgata Latina escrita por Jerônimo (atualmente usada) e outros escritos dos Pais da Igreja Primitiva. Hum…

            E usa Lutero e Calvino como referência sobre Maria mas ignora agora Tertuliano, Orígenes, Cirilo e um dos principais historiadores católicos, Eusébio de Cesaréia ? Hum…

            Muitos dos Pais da Igreja Primitiva revelam que os judeus transmitiram o canôn do antigo testamento de 22 livros a eles, conforme citei acima Orígenes, Atanásio, Gregório Nazianzeno e outros.

            Veja o que o próprio “papa” Gregório Magno (540 – 604 d.C) diz que Macabeus não é canônico, mas eclesiástico (para edificação da Igreja), não vale também ?

            “Em relação a tal particular não estamos a atuar irregularmente, se dos livros, ainda que não canônicos, no entanto outorgados para a edificação da Igreja, extraímos testemunho. Assim, Eleázar na batalha feriu e derribou o elefante, mas caiu debaixo da própria besta que tinha matado [1 Macabeus 6:46]” (Library of the Fathers of the Holy Catholic Church, 2:424)

          • Não é improprio citar os mesmos, mas é erro falar que por usa opinião automáticamente temos um Dogma de Fé. Como disse cabe ao papa e seus concilios decidirem o que vale ou não.

            Se Gregorio de fato escreveu isto então emitiu apenas opinião pessoal pois um papa não pode desautorizar o que já fora declarado como cânon por concilios e papas anteriores.

            Citei as fontes evangelicas apenas para mostrar como mesmo alguns protestantes consideram que certas proposições catolicas estão corretas.

          • E eu citei fontes católicas, pais da Igreja Primitiva e inclusive “papa” que consideram os livros apócrifos como “apócrifos” (não-canônicos), ou seja eclesiásticos, úteis ao ensino mas não para fundamentar doutrina.

          • Só mais um “detalhe” leandro, dá uma lida no Canon 60 do Concílio de Laodiceia (375 e 390 d.C).

            “Estes são todos os livros do Antigo Testamento nomeados para serem lidos: 1, Genesis do mundo; 2, O Êxodo do Egito, 3, Levítico, 4, Números, 5, Deuteronômio, 6, Josué, filho de Num, 7, Juízes, Rute, 8, Esther, 9, Dos Reis, Primeira e Segunda, 10, dos reis, Terceira e Quarta, 11, Crônicas, Primeiro e Segundo, 12, Esdras, Primeiro e Segundo, 13, O Livro dos Salmos ; 14, Os Provérbios de Salomão, 15, Eclesiastes, 16, O Cântico dos Cânticos, 17, Jó; 18, Os Doze Profetas, 19, Isaías, 20, Jeremias e Baruque, Lamentações, 21, Ezequiel ; 22, Daniel”

            http://www.newadvent.org/fathers/3806.htm

            22 livros ao todo… mas cadê Tobias, Judite, Macabeus ?

          • Só mais um “detalhe” leandro, dá uma lida no Canon 60 do Concílio de Laodiceia (375 e 390 d.C).

            “Estes são todos os livros do Antigo Testamento nomeados para serem lidos: 1, Genesis do mundo; 2, O Êxodo do Egito, 3, Levítico, 4, Números, 5, Deuteronômio, 6, Josué, filho de Num, 7, Juízes, Rute, 8, Esther, 9, Dos Reis, Primeira e Segunda, 10, dos reis, Terceira e Quarta, 11, Crônicas, Primeiro e Segundo, 12, Esdras, Primeiro e Segundo, 13, O Livro dos Salmos ; 14, Os Provérbios de Salomão, 15, Eclesiastes, 16, O Cântico dos Cânticos, 17, Jó; 18, Os Doze Profetas, 19, Isaías, 20, Jeremias e Baruque, Lamentações, 21, Ezequiel ; 22, Daniel”

            newadvent.org/fathers/3806.htm

            22 livros ao todo… mas cadê Tobias, Judite, Macabeus ?

          • Jeann
            Ainda assim entra o livro de Baruc e teriamos a exclusão do apocalipse de João. Fora que por decisão de Dâmaso I e seu concilio em Roma já se usava os 7 deutero. Seguindo uma regra que remonta no minimo a Clemente I em 90 DC

          • Exatamente, isto já torna um dos concílios “falível”, visto que 7 os livros apócrifos não são mencionados entre “todos os livros do Antigo Testamento” que se tem hoje.

            Sobre Dâmaso I, vai que foi apenas “opinião pessoal” dele também :)

          • Apenas opinião num concilio que Damaso realizou em Roma? Uma coisa é falar numa carta ou sermão. Outra numa reunião convocada especificamente para tratar do tema.

            E de todo modo se para nos católicos eles so fossem considerados como canônicos a partir de Trento, onde ficam os concilios de Hipona I e II entre os séculos IV e V?

            E a sua validação por vários padres como Clemente I e Jerônimo?

            E novos concilios como Trulos e Florença realizados antes da Reforma? Até entre os judeus temos quem os use. Por ex os judeus etiopes e os que vivem no Egito.

            E a falta de provas bíblicas do periodo intertestamentario? Bem como ausência de qualquer lista de livros canônicos dentro da propria Biblia. Um sola biblia que não é sola Biblia.

          • Teoricamente, um concílio não poderia ir contra outro se fossem “infalíveis”, se o de Laodicéia diz que Tobias, Judite e Macabeus não estão entre “todos” os livros do antigo testamento os demais não poderiam ir contra, certo ?

          • Talvez isto valha para As Igrejas Ortodoxas do Oriente. Mas não para nos catolicos do Ocidente. Seguramente houve concilios Invalidados como alguns promovidos no governo de Constâncio II, filho de Constantino I e ariano. Ao tentar impor o Arianismo como credo oficial. Sei de um concilio que não foi validado por Leão I até que seus bispos voltaram atrás nas decisões por este reprovadas.

            Muitos eram concilios regionais e suas decisões só valiam para as regiões vizinhas. O de Cartago de 393 que versou sobre o canon, também solicitou a aprovação de Roma para obter mais legitimidad.

            Durante muito tempo, no movimento protestante somente os anabatistas batizavam-se adultos. Luteranos, calvinistas , presbiterianos e anglicanos batizavam seus bebes e fizeram varias declarações de Fé condenando o batismo adulto. No entanto, hoje a maioria de vcs reprova este costume como erro catolico.

            E relembro que reformadores como Lutero, Calvino e Zwinglio aceitavam a Imaculada Concepção de Maria. Mesmo assim não posso falar que isto é Verdade de Fé de vcs.

  2. e para não perder a balda
    OLHEM SÓ
    MAIS UMA PEROLA DE STARDUST QUANDO MAIS APANHA MAIS CAI AS MASCARÁS

    clamando disse: 31 de março de 2015 ás 4:52 pm
    STARDUST
    PASSANDO VERGONHA MAIS UMA VEZ
    ENGOLINDO SAPOS
    EM TEIAS DE ARANHA
    CAINDO AS MASCARAS
    COMO PEIXE FORA D.ÁGUA
    clamando disse: 31 de março de 2015 ás 9:17 am
    MENTIRA
    VC. ESTA ENGANADO A IGREJA MÃE É A EVANGÉLICA, A CATÓLICA SE APROPRIOU DELA E DE PEDRO, LUTERO SÓ DEVOLVEU A QUEM DE DIREITO
    Responder Comentar
    STARDUST disse: 31 de março de 2015 ás 2:37 pm
    “A IGREJA MÃE É A EVANGÉLICA”

    clamando agora caiu na mesma bobagem que os católicos… achar que sua religião é a que Jesus deixou…

    Jesus não era evangélico pra inicio de conversa,
    Responder Comentar
    clamando disse: 31 de março de 2015 ás 4:48 pm
    E chamou-os; eles, deixando imediatamente o barco e seu pai, seguiram-no.
    ¶ E percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas suas sinagogas e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo.

    Mateus 4:22-23
    Comentar
    clamando disse: 31 de março de 2015 ás 4:50 pm
    Mateus 4,23: E percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas suas sinagogas e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo.

    Mateus 9,35: E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas deles, e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo.

    Mateus 24,14: E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.

    Marcos 1,14: E, depois que João foi entregue à prisão, veio Jesus para a Galiléia, pregando o evangelho do reino de Deus,

    Lucas 4,43: Ele, porém, lhes disse: Também é necessário que eu anuncie a outras cidades o evangelho do reino de Deus; porque para isso fui enviado.

    Lucas 8,1: E ACONTECEU, depois disto, que andava de cidade em cidade, e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do reino de Deus; e os doze iam com ele.

  3. para não perder a balda
    clamando disse: 31 de março de 2015 ás 9:26 am
    clamando disse: 30 de março de 2015 ás 5:29 pm
    STARDUST disse: 30 de março de 2015 ás 7:13 am
    evangélicos que me criticam:

    poderiam me calar, se pudessem comprovar as heresias que propagam:

    1- aonde o templo fisico de vcs pode ser considerado igreja?
    2- aonde falar em linguas é falar linguas dos anjos que ninguém entende?
    3- aonde o dízimo se tornou obrigatório para nós e ainda por cima tem que ser dinheiro
    4- aonde mulheres podem ser consagradas ao ministério pastoral?
    5- aonde Deus condiciona suas bençãos ao quanto vc dá para o pastor?

    Essas por exemplo são algumas heresias que vcs ensinam em seus templos, gostaria que vcs fossem capazes de responde-las… ao menos uma, já estaria bom, mas como não tem base bíblica, ficarei sem resposta… como de costume.

    E ainda apontam seus dedos para acusarem os católicos…
    Responder Comentar
    clamando disse: 30 de março de 2015 ás 5:30 pm
    clamando disse: 30 de março de 2015 ás 9:13 am
    SIM O TEMPLO FÍSICO QUANDO OCUPADO PELOS MEMBROS DE CRISTO É IGREJA, E PARA REUNIR O CORPO ELE É FEITO, DO CONTRÁRIO NÃO SERIA CORPO.
    COISAS TIPO VC ASSIM UM PÉ NUMA CASA UMA MÃO NOUTRA, SEM PR. SEM JESUS
    A Bíblia, a Palavra escrita de Deus, diz- nos que somos membros do corpo de Jesus Cristo, da igreja, da ecclesia. Em acordo com o que a Bíblia quer dizer, o termo ecclesia ou igreja neste caso não significa um monumento ou outras construções feitos por Homens, mas sim a totalidade daqueles que crêem que Jesus Cristo é o Senhor e que Deus O ressuscitou dos mortos (Romanos 10:9). Qualquer pessoa que crê nisso automaticamente é membro da família de Deus, do corpo de Cristo, da igreja, da ecclesia. A Bíblia diz nos também quem é o director, a cabeça deste corpo. Não é mais ninguém do que o próprio Filho de Deus, o Senhor Jesus Cristo, COMO VE A CONSTRUÇÃO RECEBE O CORPO.
    Efésios 4:15-16
    “antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, do qual o corpo inteiro bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, efectua o seu crescimento para edificação de si mesmo em amor.”
    2-LEIA COM ATENÇÃO E NÃO FALE MAIS BESTEIRAS, QUER DIZER QUE SEGUNDO TUAS AFIRMAÇÕES HERÉTICAS DEUS DA LINGUA POR EXEMPLO JAPONESA E MANDA TAMBÉM INTERPRETE KKK COMO VC. DISSE ALGUNS ANOS ATRAS QUE GOSTARIA DE FAZER UMA ESCOLA DE TEOLOGIA, LEMBRE DEVERIA TE-LA CURSADO PARA NÃO FALAR TANTAS BESTEIRAS
    E, motivados nesta referencia, hoje existem teólogos tentando provar que não existe a língua dos anjos, afirmam que quando algum irmão fala língua estranha pelo Espírito Santo, não é a língua dos anjos, mas está falando em idiomas de nações estrangeiras.

    Mas Paulo disse: Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos e não tivesse caridade, seria como o metal que soa ou como o sino que tine (I Coríntios 13.1).

    Havemos de considerar que, na verdade esta referencia é uma presunção, e não uma afirmativa da existência da língua dos anjos, porque Paulo disse: Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos…

    Entretanto, I Coríntios 12.1-10, descreve sobre a diversidade dos dons espirituais para a obra do ministério, vejam: Ora, a respeito dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes, porque há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo.

    E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo, porque a um, pelo Espírito, é dada a palavra da sabedoria; a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência; a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar; a outro a operação de milagres; a outro a profecia; a outro o dom de discernir espíritos; a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação de línguas. Mas um só Espírito opera todas estas coisas, distribuindo particularmente a cada um como quer.

    Observou que o versículo 10 diz: …e a outro a interpretação de línguas.

    STARDUST, se existe um dom espiritual para interpretação de línguas estranhas, então existe sim a língua dos anjos, porque se fosse uma linguagem em idioma estrangeiro não seria necessário um dom espiritual para discernimento, bastaria um poliglota sem nenhuma unção do Céu para interpretar as línguas estranhas.
    3-DÍZIMO SERÁ SEMPRE ALGO QUE NÃO VAIS COMPREENDER
    POIS ELE É MOVIDO POR FÉ E AMOR, É ANTERIOR A LEI, E SÓ NELA FOI APERFEIÇOADA PARA QUE TODOS FOSSEM ABENÇOADOS, E NÃO SÓ OS PATRIARCAS MAS TODAS AS SUAS GERAÇÕES
    COM JESUS FICOU AINDA MAIS SÉRIA A COISA VENDIAM TUDO QUE TINHAM E ENTREGAVAM PARA OS APÓSTOLOS.
    ENTÃO NUNCA VAMOS CONSEGUIR ENCAIXAR EM NENHUMA DESTAS PRERROGATIVAS A INCREDULOS QUE AMAM MAIS A SI MESMO DO QUE A DEUS, VC ESTA FORA DA ESCRITURA.
    E AO CONTRÁRIO TE DESAFIO A PROVAR NA BÍBLIA ONDE FOI PROIBIDO POR JESUS.
    4- PROVE QUE MULHER NÃO PODE SER PRA. NÃO COM TEXTOS QUE DIGAM QUE ELA SE CALE, POIS NA MINHA BÍBLIA AO CONTRÁRIO DA TUA, RECEBEM ORDEM DOS ANJOS PARA ANUNCIAR AOS APÓSTOLOS QUE JESUS ESTÁ VIVO, AS PRIMEIRAS MISSIONÁRIAS APÓS CRISTO RESSURGIR FORAM MULHERES.
    OUTRA COISA NA BÍBLIA ESTA ESCRITO, O HOMEM DEIXARÁ PAI E MÃE SE UNIRÁ A UMA MULHER E SERÃO UMA ÚNICA CARNE, NO CASO DO MARIDO SER PR. O QUE A OUTRA METADE SERIA?
    Os profetas de Israel não recebiam um ofício mediante imposição de mãos para exercer uma autoridade eclesiástica oficial. Os reis e sacerdotes, ao contrário, eram “ordenados” para aquelas funções e as exerciam com autoridade. Não há sacerdotisas “ordenadas” em Israel, pelo menos nas épocas onde prevalecia o culto verdadeiro. Hulda foi uma profetiza em Israel, recebendo consultas em sua casa (2Re 22.13-15). A mesma coisa pode ser dita de Débora, que foi juíza em Israel numa época em que não havia reis e nem o sacerdócio funcionava, quando todos faziam o que parecia bem aos seus olhos. Seu ministério foi uma denúncia da fraqueza e falta de coragem dos homens daquela época (Jz 4.4-9; compare com Is 3.12). Sobre Priscila, sua liderança parece evidente, porém menos evidente é se ela era pastora ou presbítera. Quanto à Febe,
    Febe não era uma diaconisa, conforme Romanos 16.1-2? Isto não prova que as mulheres podem exercer autoridade eclesiástica na Igreja?
    Resposta: Temos de considerar os seguintes aspectos.

    (1) Não é claro se Febe era realmente uma diaconisa. Muito embora no original grego Paulo empregue o termo “diácono” para se referir a ela, lembremos que este termo no Novo Testamento nem sempre significa o ofício de diácono. Pode ser traduzido como servo, ministro, etc. Portanto, nossa tradução “Recomendo-vos a nossa irmã Febe, que está servindo à igreja de Cencréia” é perfeitamente possível e não é uma tradução preconceituosa.

    (2) Mesmo que houvesse diaconisas na Igreja apostólica, é certo que elas não exerceriam qualquer autoridade sobre as igrejas e sobre os homens – a presidência era dos presbíteros, cf. 1Tm 5.17; o trabalho delas seria provavelmente com outras mulheres (Tt 2.3-4) e relacionado com assistência aos pobres. É interessante que a primeira referência que existe na história da Igreja sobre o trabalho de mulheres, diz assim: “A mulher deve servir às mulheres” (Didascalia Apostolorum). Isto queria dizer que elas instruíam as outras que iam se batizar, ajudavam no enterro de mulheres, cuidavam das pobres e doentes. Não há qualquer indício de que tais mulheres eram ordenadas para o exercício da autoridade eclesiástica.
    5-COM CERTEZA DEUS DIZ DE GRAÇA RECEBEI DE GRAÇA DAI, PODEMOS VER O CASO DO MOÇO DO PROFETA QUE FOI ATRAS DE NAAMA PARA RECEBER PAGA E HERDOU SUA DOENÇA
    MAS TAMBÉM NÃO NOS ESCUSA PARA QUE SEJAM SOVINAS E AVAROS QUANTO A OBRA DE DEUS
    PAULO DIZ AQUELE QUE DA A SEMENTE AO QUE SEMEIA,
    SEIA MUITO COLHE MUITO
    SEMEIA POUCO COLHE POUCO…OBS… MAS NADA LHE FAZ FALTA.
    NADA SEMEIA NADA COLHE
    LOGO STARDUST NEM O INFERNO SÓ O CÉU DAR A DEUS AQUILO QUE É DE DEUS. E SEM DISCUSSÕES BLASFEMAS SOBRE O ASSUNTO
    SIM SEMPRE CONDENEI
    FOGUEIRA VALE DE SAL BANHO DE DESCARREGO
    TOALHINHA TIJOLO CHAVE E COLHER DE PEDREIRO E MUITO MENOS TRIDÍZIMO
    COMO PODES VER VC NÃO TEM CRÉDITO ALGUM JUNTO AOS CRISTÃOS EVANGÉLICOS DE VERDADE
    SOMENTE UMA NUVEM DE TESTEMUNHAS QUE TE ACOMPANHAM DIZEM QUEM TU ÉS
    GAYS ATEUS DESVIADAS E APÓSTATAS.
    ENQUANTO TU NÃO SE CONVERTE NÓS SE DIVERTE
    EM TEIAS DE ARANHA
    ENGOLINDO SAPOS
    [CAINDO AS MASCARAS
    E COMO PEIXE FORA D.ÁGUA

    • “Mas Paulo disse: Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos e não tivesse caridade, seria como o metal que soa ou como o sino que tine (I Coríntios 13.1)”

      Clamando

      Se vc prestasse atenção e tivesse realmente feito um bom curso de teologia, saberia que um versículo isolado não pode ser considerado como base para uma doutrina. Lendo todo o texto de 1 corintios 13 vemos que paulo fala de forma metafórica. Paulo não falava todas as linguas humanas, e não falava lingua dos anjos.

      Aliás, toda vez que um anjo se comunicou com o ser humano, usou a linguagem humana, e não angelical. preste atenção e não fale asneiras.

      A palavra de Deus também diz que todo dom tem um fim proveitoso, ou seja, todo dom tem uma utilidade… E qual é a utilidade de alguém falar linguas angelicais??? lógico que o dom de linguas é idioma, pois assim foi em atos 2. Agora vc pode mostrar na bíblia alguém falando linguas dos anjos???

      o dom de linguas tem a finalidade de vc comunicar em um idioma estrangeiro que vc não conhece, a uma pessoa que fala essa lingua. É para evangelização. É um dom com esse fim proveitoso. E o original grego onde está escrito linguas, significa idioma.

      Como eu disse anteriormente… preste atenção e não fale asneiras!!!

      • isto não revoga a outra palavra só diz que se não tiver amor o resto tudo não tem valor, mas não anula a primeira, preste atenção remendo de pano novo em vestido velho romperá o primeiro.

        • Stardust, e você acha que o clamando entende algo de teologia (alguém que disse que Jacó deu dízimo pra anjo)? Copiando a frase do Sandro:

          “Você é doutor? Escrevendo tão mal assim?” Rs..

          ” Bíblia não registra em nenhum lugar alguém falando em língua dos anjos, e também não há nenhum anjo falando essa tal língua.

          Gabriel quando aparece a Maria fala na língua dela, e não em “gabrielês” (Mt 1.20,21), os anjos com Abraão e Ló (Gn 18-19) etc.”

          Paulo usou de uma hipérbole sobre falar em línguas, profecia, fé e liberalidade em ajudar os necessitados, a fim de mostrar a superioridade e importância do amor.

          Ele diz “ainda que”, e começa as hipérboles.. eu fale as línguas dos anjos… tenha o dom de profetizar e (mais uma hipérbole) conheça TODOS OS MISTÉRIOS E TODA CIÊNCIA (alguém tem o dom da onisciência? Ou vai dizer que você também tem Clamando?)… tenha fé (vem mais uma hipérbole)… TRANSPORTE MONTES (ou vai me dizer que você também transporta Montes Clamando?)… distribua meus bens… e ENTREGUE MEU CORPO PARA SER QUEIMADO (você também faz isso Clamando?).

          • apelou, porque acabaram-se os falsos argumentos, se apelou ja sabem mato a cobra e mostro pau
            em teias de aranha
            engolindo sapos
            caindo as mascarás
            como peixes fora d.água

          • II – A autoridade da bíblia está acima da autoridade de qualquer igreja.

            Me refute biblicamente então clamando.

            Como não vale a autoridade da igreja do clamando (onde dão dízimo ao anjo), vale a você se valer como argumentos dos ditos populares: “em teias de aranha blá blá blá…”

            Mas rejeita as fábulas profanas e de velhas (ou velhos), e exercita-te a ti mesmo em piedade; (1 Timóteo 4:7)

          • Sim, apelando para a Bíblia, enquanto você apela para ditos populares e fábulas:

            mato a cobra e mostro pau
            em teias de aranha
            engolindo sapos
            caindo as mascarás
            como peixes fora d.água

            Mas rejeita as fábulas profanas e de velhas (ou velhos), e exercita-te a ti mesmo em piedade; (1 Timóteo 4:7)

          • APELANDO PORQUE FOGES DO ASSUNTO E SAI DESCARADAMENTE EM SOCORRO DE TEU MESTRE, VCS. FORAM DESMASCARADOS
            ENQUANTO TU NÃO SE CONVERTE NÓS SE DIVERTE
            EM TEIAS DE ARANHA
            ENGOLINDO SAPOS
            [CAINDO AS MASCARAS
            E COMO PEIXE FORA D.ÁGUA

          • clamando

            Tá animadinho pq hoje é seu aniversário?

            Mas fica mais velho mas continua nos mesmos erros… apela, apela (e claro fica mais feia a sua derrota)… nada de bíblia…

          • Eu não fugi do assunto, e se quer a resposta bíblica novamente:

            Paulo diz “ainda que”, e começa as hipérboles.. eu fale as línguas dos anjos (não há UM caso sequer em TODA a Bíblia de alguém falando a língua dos anjos)… tenha o dom de profetizar e (mais uma hipérbole) conheça TODOS OS MISTÉRIOS E TODA CIÊNCIA (alguém tem o dom da onisciência a não ser Deus? Ou vai dizer que você também tem Clamando? Também não há UM exemplo em TODA a Bíblia disso)… tenha fé (vem mais uma hipérbole)… TRANSPORTE MONTES (ou vai me dizer que você também transporta Montes como fala a língua dos anjos?) etc..

            Mas claro, para alguém que mal sabe escrever, esperar que saiba interpretar esse texto é pedir demais.

            Então clamando, eu faço perguntas mais simples ao seu nível intelectual (que acha que anjo recebe dízimo e que criaturas espirituais precisam de um idioma, e que talvez tenham até que passar por escola e serem alfabetizadas no Céu):

            Gabriel falou a língua dos anjos com Maria? (Mt 1.20,21)
            Os anjos falaram com Abraão e Ló na língua dos anjos? (Gn 18-19)
            Isaías, Ezequiel, ou algum profeta relata os anjos falando uma espécie de idioma angélico?

            Me mostre UM SÓ exemplo em toda a Bíblia, dessa tal língua dos anjos, ou de algum cristão falando essa tal língua dos anjos.

            Se não pode, corre para as suas fábulas e ditos populares:

            “Mas rejeita as fábulas profanas e de velhas (ou velhos), e exercita-te a ti mesmo em piedade”; (1 Timóteo 4:7)

        • clamando

          Quem estudou interpretação de texto, matéria de quarta ou quinta série na escola percebe que trata-se de um texto metafórico… paulo fala de forma alegórica… é como se hoje ele dissesse: “ainda que eu levante um caminhão….” mas ele não levanta um caminhão!

          É nitido que paulo não falava todas as linguas terrenas (idiomas) e a lingua dos anjos (que somente anjos falam). Ele era poliglota por ser um homem estudado, mas não falava todas as linguas existentes.

          Ele está querendo falar da importancia do amor, e não de que podemos falar linguas dos anjos, afinal, qual é a utilidade disso, visto que o próprio apóstolo disse que o dom tem um fim proveitoso?

          Agora, se uma pessoa que fala portugues, vai a um pais estrangeiro, e não conhecendo o idioma local, recebe o dom de linguas estranhas (no original grego, dom de idioma desconhecido), e fala nessa lingua local ao nativo as maravilhas de Deus, aí sim, há um fim proveitoso e evidencia que tal dom está em conformidade com a vontade de Deus e com o que vemos na bíblia.

          Em atos 2, os galileus falaram em idiomas dos que estavam visitando jerusalém por ocasião da festa da colheita (o pentecostes), e esses estrangeiros os ouviram falando em sua própria lingua materna (país de origem), e eles mesmos testemunharam isso e está registrado na bíblia. E para que? para que esses estrangeiros conhecessem a mensagem do evangelho e a transmitissem em seu retorno aos seus respectivos países. Um fim proveitoso.

          • QUER DIZER PARASTARDUSTPLEBEU
            BASTA FALAR EM INGLES QUE LOGO DEUS DA O DOM DE INTERPRETAÇÃO PARA UM AFRICANO KKKKK QUANTO MAIS REMENDÃO PIOR FICA.
            PAREM DE SOFRER, FAÇAM COMO DIZ O SABIO, SE TE CALARES TAMBÉM SE PARECERÁ COMIGO ISTO É UM TEXTO METAFÓRICO

          • CLAMANDO

            pra vc o que aconteceu em atos 2? os discipulos falaram em linguas dos anjos para aqueles estrangeiros que estavam em jerusalém por ocasião da festa da colheita (pentecostes)?

            Pra quem diz que jacó deu dízimo pra um anjo, achar que alguém pode ser inspirado pelo Espírito Santo a falar em linguas dos anjos que não tem serventia nenhuma não falta muito.

          • Clamando, se fosse você aproveitava a deixa do seu aniversário (1º de Abril) e desistia para não apanhar mais.

            Não é o que eu digo, é o que a Bíblia (isso se você acreditar nela, o que acho difícil) diz:

            “Atônitos e maravilhados, eles perguntavam: “Acaso não são GALILEUS (que falavam aramaico) todos estes homens que estão falando?
            Então, como os ouvimos, cada um de nós, em nossa PRÓPRIA LÍNGUA MATERNA?
            Partos, medos e elamitas; habitantes da Mesopotâmia, Judéia e Capadócia, Ponto e da província da Ásia,
            Frígia e Panfília, Egito e das partes da Líbia próximas a Cirene; visitantes vindos de Roma,
            tanto judeus como convertidos ao judaísmo; cretenses e árabes. Nós os ouvimos declarar as maravilhas de Deus EM NOSSA PRÓPRIA LÍNGUA! ” (Atos 2:7-11).

            Bem, eu mostrei biblicamente. Agora você pode me mostrar biblicamente alguém falando língua dos anjos clamando?

            Ou prefere continuar com seus ditos e fábulas?

            “Mas rejeita as fábulas profanas e de velhas (ou velhos), e exercita-te a ti mesmo em piedade”; (1 Timóteo 4:7)

    • alguma coisinha se aproveita nesse comentario acima,o resto nada a ver, estão mais por fora que asa de xícara triste comentario, sabe de nada inocente. kk

  4. Se imolou no santo altar de Cristo., que maravilha a morte mais linda que alguém pode ter., que seja recebido por nosso senhor Jesus Cristo misericordioso.. Na comunidade dos anjos e Santos de Deus., certeza absoluta mais um santo martir da igreja , una santa , católica e apostolica., um humilde servo que viveu e morreu abraçado ao sacerdócio de Cristo.. Vai com Deus padre., o senhor te chamou na hora mais sublime e no momento mais sagrado .. No serviço sacerdotal.. Que maravilha padre., as portas do céu se abriram pra ti o servo fiel.. Os anjos e Santos de Deus rejubilam de alegria por ti.. Glória a Deus nas alturas., oremos.

      • To falando que Luciano e genérico de lucifer., não,fãnfarrao se fosse pastoreco merçenario teria morrido dentro de um banco depositando a grana dos otarios como vc na conta dele., ou na mais nova empreitada evanjega o swing gospel que ta bombando., ou no sex shop gospel., aliais os comentários e que depois do curto-circuito.. As irmãs vão direto pra lá comprar vibrador ungido para enfiar no fiofo ., vai lá lucianta comprar o seu para presentear a sua diaba., kkkkk

    • seráaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa kkkkkkkkkkkkkkkk ^???????????? leiam mais a biblia, não vou dizer mais nada se não vão me matar kkkkk

    • Acredito que não deu tempo.,pois foi um enfarte., mais peçamos a santa virgem de Nazaré a mãe de nosso senhor Jesus Cristo que interceda junto a Deus ., e a Cristo suplemo modelo dos saçerdotes que o acolha no mais alto s dos céus e lhe dê a coroa saçerdotal., na comunidade dos Santos e eleitos.,

      E escutemos os conselhos de maria, fazei tudo que meu filho vos disser., este humilde sacerdote sobe escutar e morreu no santo altar de Cristo., oremos

      • Lopes coitado.
        6. Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.
        (João, 14)
        isto também está na bíblia católica viu preguiçoso fica só se alimentando do lixo que sai da boca do padre.

        • verdade lulala tudo que tem base biblica eu apoio, mas essas baboseiras desses religiosos,ficar pedindo intercessão de virgem maria de nazaré,áa para vai, vão envelhecer e DEUS nunca vai ouvir isso,o ÚNICO e esclusivo intercessor por nós é JESUS e mais ninguém,não adianta teimar não é paulo, nem maria,nem joão,nem madalena,nem fatima,e enfim ninguem e ninguem mesmo ,pode xingar, pode se cortar pode fazer o que quizer, mas aqui é biblia meu filho,o maior pecado que se pode cometer e que DEUS TEM NOJO E ABOMINA É O PECADO DE IDOLATRIA,POR ISSO EU DIGO MEUS AMIGOS RELIGIOSOS,JESUS VOS AMAM MUITO,E TEM UM GRANDE AMOR INCALCULÁVEL POR VOCEIS,POIS ELE MESMO DIZ: EM SUA PALAVRA, EM JOÃO CPT 8 VERSO 16, E LEIAM O SALMO 115, FUIIII

        • Lulala., o que vc fala o intestino expeli., a culpa não é sua culpado foi o veterinário q te colocou neste mundo., mais sabemos que nascentes devido uma diarreia que a asquerosa da sua mãe teve., então troxe ao mundo um ser tão vulgar e bosal., e ainda com o nome de bandido safado.,

DEIXE UMA RESPOSTA