Igrejas passam a considerar Presbiteriana como seita após aprovação do casamento gay

43

A decisão da Igreja Presbiteriana nos Estados Unidos em aceitar o casamento entre pessoas do mesmo sexo causou uma reação instantânea em outras denominações, que romperam os laços de fé com a entidade.

A Iniciativa Nacional das Igrejas Negras (NBCI, na sigla em inglês), que representa 34 mil congregações de 15 denominações, anunciou o rompimento como forma de repudiar a decisão tomada pela Prebyterian Church USA (PCUSA), uma das convenções presbiterianas dos Estados Unidos.

“A NBCI e sua base de membros são posicionados na Palavra de Deus, dentro da mente de Cristo. Nós pedimos que nossos irmãos e irmãs da PCUSA se arrependam e sejam restaurados à comunhão”, disse o presidente da NBCI, pastor Anthony Evans, segundo informações do Christian Post.

O comunicado do líder evangélico disse ainda que agora a denominação presbiteriana se tornou uma seita: “A manipulação da PCUSA representa um pecado universal contra toda a Igreja e seus membros. Com essa ação, a PCUSA não pode mais basear seus ensinamentos em 2 mil anos de Escrituras e tradição cristã, e ainda se chamar de entidade cristã no corpo de Cristo. Ela abandonou o seu direito por este único ato errado”, acrescentou Evans.


A NBCI representa 15,7 milhões de evangélicos afro-americanos, e foi a primeira a se posicionar mais firmemente sobre o caso. No Brasil, o reverendo Augustus Nicodemus Lopes afirmou que a Igreja Presbiteriana daqui não tem vínculos com a PCUSA.

“O apóstolo Paulo nos adverte sobre isso quando declarou em Gálatas 1:8 que há quem pregue outro Evangelho. Nenhuma igreja tem o direito de mudar a Palavra de Deus. Ao votar para redefinir o casamento, a PCUSA perde automaticamente a graça salvadora de Cristo. Há sempre a redenção no corpo de Cristo através da confissão de fé e aderência à Sagrada Escritura”, acrescentou o pastor Evans, deixando claro que o rompimento está condicionado à decisão de aceitar o casamento gay.

 


43 COMENTÁRIOS

  1. Não tem como aceitar uma coisa dessas, se a própria bíblia condena essa prática, estão abrindo mão da palavra, e abrindo as portas para as coisas do mundo, não dá mesmo para chamar de igreja uma instituição que ao invés de trazer a transformação para o ser humano deixa ele se afundar mais ainda em seu pecado.Deus vai cobrar tudo isso um dia.

  2. naõ existe e nunca vai existir casamento de aberração gay. esses seres formam pares, duplas, qualquer coisa menos casar. casar é para homem e mulher heteros e saudaveis. aberração gay e a desgraça da sociedade, a vergonha da familia e o mal do mundo.

    • A evanjecaiada já perdeu o rumo faz tempo., e swing gospel., sex shop de Jesus., pastor traçando a mulher dos outros., agora o termo seita cabe a todas estas igrejolas de fundo de quintal ., pois quando se fala a igreja disse., a igreja falou., em qualquer noticiário do planeta ., todos sabem que se trata da una santa igreja católica e apostolica., e ponto final., então e injusto afirmar que só os presbiterianos são seitas , todas são seitas., mas perdidas do que cego em tiroteio., ta falado

      • Acho justo seu comentário, até por que não sou religioso apenas pesquisador e vejo que a santa igreja católica é uma instituição sem erros. Não existe pedofilia, padres gays, corrupção no Vaticano, afinal o que o atual papa fez quando afastou o diretor do banco do Vaticano, foi um mal entendido. E os segredinhos guardados a sete chaves que nunca vem a tona sobre o envolvimento da Santa Sé com problemas de guerras? Há isso é pura invenção! Os fiéis da Santa Igreja são anjos e não homens. Religião é mesmo uma desgraça!

    • A pentecostal e a neo pentecostal são as maiores seitas que existem no cristianismo.

      Pregam o ódio, a discórdia, a intolerância, o proselitismo, o absolutismo e a ganância(Teologia da Prosperidade)

  3. Frank como vc sabe que a mulher não pode falar na igreja mas não sabe que Deus condena essas práticas , que é o homosexualismo casamento gay , isso tudo diante de Deus e pecado , Porque se Deus não poupou a anjos quando pecaram, mas lançou os no inferno , e os entregou aos abismos da escuridão , reservando para o juízo ;2Pedro 2;4.

  4. Grande coisa. Eles bebem água na orelha de alguém? Não né. Então que diferença fará serem denominados como seita herege? Nenhuma. Eles aguentam. Estão aguentando ordenar a viadagem como pastores. Este mal (consideração de serem seita), para eles não influi. Na certa devem ter rasgado todas as páginas onde dizem que deveriam tomar vergonha na cara. Isso porque o chefe deles ta levando suborno maçom. Em algum lugar tem que começar.

  5. Aí esta mais uma prova incontestável de quem são, de fato, os intolerantes, os que a todos querem impor suas crenças, seus dogmas, suas visões de Deus e domundo. E causa perplexidade pensar que os negros que sofreram preconceito e discriminação nos tempos em que as igrejas defendiam a escravidão, hoje se coloquem como partícipes do preconceito e da discriminação contra gays e igrejas que resolveram, a partir de uma percepção mais amorosa e inclusiva da Bíblia, incluir na comunidade da fé os cristãos homoafetivos. É triste constatar que o amor não é o forte dos evangélicos.

    • PARA CONTRIBUIR E ESCLARECER, COM FATOS HISTÓRICOS E NÃO COM FALÁCIAS:

      Lendo a revista “História da Biblioteca Nacional” encontrei um artigo de Ângela Randolpho Paiva que tem como título “A fé no social”. Este artigo relata quais foram as contribuições da Igreja para o abolicionismo. Como achei o artigo super interessante, resolvi compartilhar com vocês os principais tópicos.
      A colunista Ângela Randolpho, começa e termina o seu artigo fazendo uma comparação entre a participação da Igreja Protestante no abolicionismo Americano e a participação da Igreja Católica no abolicionismo brasileiro.
      Ângela afirmou que NÃO É DE HOJE QUE A ATUAÇÃO das Igrejas vem tendo reflexos na sociedade. O modo como o protestantismo se alastrou pelos Estados Unidos e o catolicismo pelo Brasil ajuda a entender essa relação com profundidade. Enquanto algumas Igrejas americanas, como a Batista e a Metodista se posicionavam contra a escravidão desde o século XVIII, acrescentou Ângela, Joaquim Nabuco lamentava a falta de motivação religiosa no abolicionismo brasileiro. Se o catolicismo pregava o afastamento do mundo, o protestantismo via as coisas pelo lado oposto, pois para seus fiéis, a salvação da alma estava intimamente ligada ao que eles faziam em suas vidas terrenas.

      ANGELA RANDOLPHO PAIVA – É professora da PUC-RIO e autora de Católico, Protestante, Cidadão (UFMG, 2003).

      • A defesa protestante da escravidão é um fato histórico, Jean Marcelo, ainda que houvessem membros dessas igrejas que se posicionaram contra. Quanto ao artigo, trata-se obviamente da opinião ou interpretação da autora. Dizer outra coisa qualquer fica difícil porque não li o mesmo.

        • Ainda hoje há, nos EUA, igrejas destinadas apenas para brancos e outras apenas para negros, o que mostra que existe um problema muito sério de racismo nos Estados Unidos da América e que não se verificou apenas por ocasião do movimento abolicionista, mas que persiste até os dias de hoje e que permeia inclusive as igrejas cristãs evangélicas.

  6. Deuteronômio 21:18-21. Se alguém tiver um filho rebelde e incorrigível, que não obedece ao pai e à mãe e não os ouve, nem quando o corrigem, o pai e a mãe o pegarão e o levarão aos anciãos da cidade para ser julgado. E dirão aos anciãos da cidade: ‘Este nosso filho é rebelde e incorrigível: não nos obedece, é devasso e beberrão’. E todos os homens da cidade o apedrejarão até que morra. Desse modo, você eliminará o mal do seu meio, e todo o Israel ouvirá e ficará com medo

  7. Deus ameaça punir os israelitas forçando-os a comer a carne de suas crianças

    Levítico 26:27-29
    E, apesar disso tudo, se vocês ainda não me derem ouvidos e continuarem a se opor a mim, eu ficarei furioso contra vocês, e os castigarei sete vezes mais, por causa de seus pecados. Vocês comerão a carne de seus filhos e a carne de suas filhas.
    Jeremias 19:9
    Farei que eles devorem a carne dos próprios filhos e filhas. Eles se devorarão entre si por causa do cerco e da angústia que seus inimigos vão impor a eles.

    • Esse contexto que você narra trata exatamente de um cerco sofrido pelo povo de Israel. Naquela época era muito comum os exércitos inimigos sitiarem a cidade. O sítio era o controle de saída da cidade. Como o exército inimigo estava em volta da cidade, os cidadãos não podiam sair para comprar alimentos e consequentemente começava um período de racionamento. Existe relatos históricos da época que em alguns povos chegou-se aos adultos a matarem os filhos para se alimentarem devido ao sítio inimigo.

      Somente vou ressaltar que o povo estava novamente em desobediência.

      Já que você gosta tanto de ler a Bíblia vou dar outras referências que são cruzadas com essa que você citou para aprofundar seu conhecimento: 2 Reis 6:29, Jeremias 19:9; Lamentações de Jeremias 4:10; Ezequiel 5:10.

      Todas essas passagens são referências cruzadas sobre o mesmo tema que você evidenciou.

      Espero ter ajudado você a entender realmente o contexto e esclarecer suas dúvidas ou má interpretação.

  8. Deus ameaça punir os israelitas forçando-os a comer a carne de suas crianças
    Levítico 26:27-29
    E, apesar disso tudo, se vocês ainda não me derem ouvidos e continuarem a se opor a mim, eu ficarei furioso contra vocês, e os castigarei sete vezes mais, por causa de seus pecados. Vocês comerão a carne de seus filhos e a carne de suas filhas.
    Jeremias 19:9 Farei que eles devorem a carne dos próprios filhos e filhas. Eles se devorarão entre si por causa do cerco e da angústia que seus inimigos vão impor a eles.

    • É Frank, falar do que não sabe é duro!

      Esse contexto que você narra trata exatamente de um cerco sofrido pelo povo de Israel. Naquela época era muito comum os exércitos inimigos sitiarem a cidade. O sítio era o controle de saída da cidade. Como o exército inimigo estava em volta da cidade, os cidadãos não podiam sair para comprar alimentos e consequentemente começava um período de racionamento. Existe relatos históricos da época que em alguns povos chegou-se aos adultos a matarem os filhos para se alimentarem devido ao sítio inimigo.

      Somente vou ressaltar que o povo estava novamente em desobediência.

      Já que você gosta tanto de ler a Bíblia vou dar outras referências que são cruzadas com essa que você citou para aprofundar seu conhecimento: 2 Reis 6:29, Jeremias 19:9; Lamentações de Jeremias 4:10; Ezequiel 5:10.

      Todas essas passagens são referências cruzadas com a que você citou, ou seja trata do mesmo assunto em períodos ou épocas diferentes.

      Espero ter ajudado você a entender realmente o contexto e esclarecer suas dúvidas ou má interpretação.

  9. Deus permite que crianças judias sejam cortadas em pedaços e mulheres grávidas judias tenham seus ventres rasgados

    Oséias 13:16
    …suas crianças serão cortadas em pedaços e suas mulheres grávidas terão seus ventres rasgados.

    • Frank,

      Você está falando uma afirmação totalmente descabida e sem nexo nenhum. O que fala nesse versículo é um alerta de Deus sobre o iminente ataque que o povo de Israel sofreria por parte dos Assírios (contexto histórico) e nos textos anteriores Deus claramente quer livrar eles da destruição, mais infelizmente eles não queriam deixar de lado a idolatria, visto que, estavam profundamente envolvidos com outros deuses. Em capítulos anteriores vemos Deus lembrando eles sobre a aliança que tinham feito na época em que ainda eram cativos no Egito , vemos ainda Deus falando no vv.14 da intenção de Deus de remir os samaritanos do poder do inferno, ou seja, TODA disposição da parte de Deus em livrá-los da destruição.
      No capítulo 14:1 vemos Deus falando para os samaritanos: ” Volta ó Israel para o Senhor, teu Deus, porque pelos teus pecados estás caído…..”. Se você ler o capítulo 14 todo verá a intenção de Deus para com o povo.

      Nãos distorça o que está escrito e o que aconteceu para satisfazer seus caprichos.

  10. É isso ai irmão. Já passou da hora de
    levarmos esses hereges para a fogueira santa. Viva a Santa Igreja Católica. MORTE a todos os hereges já! Sou católico e quero o fim destes hereges de qualquer forma.

  11. Deixa casar os homossexuais, aqui neste mundo podre, podem fazer o que quiser tem lugar pra todo mundo. mais com JESUS só vai ter lugar quem fizer a vontade de DEUS.
    A condenação da Bíblia da homossexualidade é muito clara e bastante forte. Deus disse que o homossexualismo é uma abominação. o que significa que DEUS aborrece, odeia e detesta completamente o comportamento homossexual. O antigo testamento ensina que as pessoas que são condenadas pelo crime de se envolver em procedimento homossexual der ser mortas(Lev.18: 22, 20: 13) O novo testamento está em total acordo. o apóstolo PAULO disse que o comportamento homossexual é digno de morte ( Rom. 1:32) .
    Essa não é a opinião do homem, mas é o claro ensino da palavra de DEUS.

      • Resposta: Frank você precisa argumentar dentro de uma razão e conhecimento do que está falando. Vamos lá:

        O que você cita de Deuteronômio é uma lei CIVIL E CRIMINAL de Israel na época. Veja o comentário abaixo sobre como Moisés escreveu essas leis CIVIS.

        “Muitas destas leis eram temporais e necessárias para época à qual foram concedidas. Além disso, muitas destas Leis Civis e Penais foram escritas e entregues por Moisés com base em legislações já existentes, não sendo elas as primeiras leis escritas conhecidas pela humanidade. A história confirma que 500 anos antes de Moisés, por volta do ano 1750 a.C, no tempo de Abraão, existiu na Mesopotâmia um código de leis que estabelecia o princípio do “olho por olho, dente por dente” (Lei do Talião) tal como aparece depois na Torá (ver Êxodo 21:23-27; Levítico 24:17-20 e Deuteronômio 19:21)). Trata-se do Código de Hamurabi que serviu de base para muitas das leis contidas no Pentateuco. Muitas das leis contidas na Torá, escritas por Moisés, respeitavam o momento histórico vivido pelo povo de Israel.”

        Naquela época Frank, o ser humano estava MORTO espiritualmente e não tinha como ter uma lei moral dentro dele, então eles precisavam ser guiados por “placas de sinalização” e a lei naquela época significava isso.
        Como falei anteriormente era uma LEI CIVIL/PENAL para o povo de Israel da época, como cada país hoje tem seu código civil e penal. Vemos ainda hoje países que executam traficantes ou outros tipos de criminosos (inclusive os EUA) de acordo com seu código civil e criminal.
        Espero ter colaborado para poder explicar para você, e tentar ajudar na sua confusão de entender a passagem citada.

        – Quanto ao comer feijoada Frank…….. comida de origem na escravatura….. a Bíblia já estava escrita muito antes disso, e não tenho o que opinar sobre isso.

  12. Paulo Agnóstico,

    A igreja não se satisfaz com casamentos de divorciados e não ganha nada com isso, se quer saber, mas casamentos de divorciados se realizam em igrejas protestantes por um motivo bem justo:
    Trata- se de duas pessoas pecadoras, com sentimentos humanos como qualquer um de nós, por isso, Jesus mostrou que as leis do Antigo Tetamento sobre o casamento foram dadas por causa da dureza do coração das pessoas, não por desejo de Deus (Mateus 19:8) e nem as igrejas os realizam por desleixo.
    Acho que você já sabia disso!

  13. Estas tais igrejas que fizeram tal reconhecimento estão mais atrasadas que pagamento de prefeitura, esta igreja principalmente a renovada ja se desvirtuou a mutio mas mutio tempo, la pelos idos de 85 suas menbras e menbros ja frequentavam prais a moda catulica, ou seja moda mundãozanzão

  14. Recalque.

    Há quem diga que quem criou o conceito foi Valeska Popozuda. Outros atribuem a Sigmund Freud. Talvez seja Clarice Lispector, talvez seja Voltaire, talvez seja Tati Quebra Barraco.

    Não vem ao caso.

    O que sei é que o conceito moderno de recalque é simplesmente genial e indispensável. Porque tem dias que a gente simplesmente se cansa dessas pessoas de vida chata, cuja maior diversão é julgar a conduta alheia, observada de longe com olhinhos cinzentos.

    Tem dias que a gente cansa do recalque com o beijo gay da novela. Com o beijo gay do amigo de infância. Com o beijo hétero da amiga que está piriguetando feliz da vida. Com o beijinho no ombro da musa.

    Cansa do recalque de quem não tem culhões para fazer o que tem vontade e fica condenando a vida alheia. De quem tem uma vida quadrada e desinteressante, que culmina nessa tristeza de ter como passatempo favorito a censura da alegria alheia.

    Cansa daquela gente que não interage nas redes sociais, mas está lá, todo dia, amarguinha, julgando a foto da prima, o post do vizinho, os likes do ex namorado da madrasta do jardineiro do prédio. Um misto entre fantasma e fiscal de trânsito.

    Cansa, simplesmente caaaaansa do recalque.

    Cansa de quem não se joga no sambão, de quem não desce até o chão, mas faz questão de demonstrar reprovação.

    Cansa de quem não fica suado, não se arrisca a ser engraçado, mas faz adora demonstrar o quanto está chocado.

    Cansa de quem não usa descolorante, não suporta refrigerante e confunde ser insosso com ser elegante.

    Cansa de quem não se posiciona em relação a nada, quem acha um horror a discussão política inflamada, mas adora falar que o país é uma palhaçada.

    Cansa de quem não chora de rir, não larga tudo quando quer ir e leva uma vida que precisa de projeto para sorrir.

    Cansa de quem não gosta do que você escreve, quem condena as palavras que você não mede, mas na hora do pedido de amizade: pede.

    Cansa de quem é velho aos vinte, de quem não vira amigo do pedinte, e que vai ler o que você posta- e vai dar print.

    Cansa de quem vive de aparência, de quem não tem resquícios de adolescência e se orgulha do seu nível de decência.

    Cansa de quem não quer se expor, não se arrisca a morrer de amor, mas inveja, secretamente, toda essa falta de pudor.

    Ai, sério, cansei.

    Deixo apenas um grande beijo pro recalque, desejando que toda invejinha malvada se transforme em vontade de viver.

    Vamos viver, recalcados!

    Juntem-se a nós, vocês verão que a vida é bem melhor quando você investe na arte de sambar na cara da sociedade, ao invés de ficar na plateia analisando que está fora do ritmo, quem está com as coxas flácidas e quem borrou a maquiagem.

    Venham pra pista, recalcados!

    Porque nós podemos ter mil e um defeitos, mas temos o tesouro de não ver ninguém como afronta ou concorrência. Vamos receber vocês muito bem. Vocês verão que a vida desrecalcada é uma verdadeira delícia.

    *

    *

    *

    Siga nosso perfil no instagram: @blogruthmanus —-> https://instagram.com/blogruthmanus/

    Curta nossa página no facebook: https://www.facebook.com/blogruthmanus

    Recalque.

    Há quem diga que quem criou o conceito foi Valeska Popozuda. Outros atribuem a Sigmund Freud. Talvez seja Clarice Lispector, talvez seja Voltaire, talvez seja Tati Quebra Barraco.

    Não vem ao caso.

    O que sei é que o conceito moderno de recalque é simplesmente genial e indispensável. Porque tem dias que a gente simplesmente se cansa dessas pessoas de vida chata, cuja maior diversão é julgar a conduta alheia, observada de longe com olhinhos cinzentos.

    Tem dias que a gente cansa do recalque com o beijo gay da novela. Com o beijo gay do amigo de infância. Com o beijo hétero da amiga que está piriguetando feliz da vida. Com o beijinho no ombro da musa.

    Cansa do recalque de quem não tem culhões para fazer o que tem vontade e fica condenando a vida alheia. De quem tem uma vida quadrada e desinteressante, que culmina nessa tristeza de ter como passatempo favorito a censura da alegria alheia.

    Cansa daquela gente que não interage nas redes sociais, mas está lá, todo dia, amarguinha, julgando a foto da prima, o post do vizinho, os likes do ex namorado da madrasta do jardineiro do prédio. Um misto entre fantasma e fiscal de trânsito.

    Cansa, simplesmente caaaaansa do recalque.

    Cansa de quem não se joga no sambão, de quem não desce até o chão, mas faz questão de demonstrar reprovação.

    Cansa de quem não fica suado, não se arrisca a ser engraçado, mas faz adora demonstrar o quanto está chocado.

    Cansa de quem não usa descolorante, não suporta refrigerante e confunde ser insosso com ser elegante.

    Cansa de quem não se posiciona em relação a nada, quem acha um horror a discussão política inflamada, mas adora falar que o país é uma palhaçada.

    Cansa de quem não chora de rir, não larga tudo quando quer ir e leva uma vida que precisa de projeto para sorrir.

    Cansa de quem não gosta do que você escreve, quem condena as palavras que você não mede, mas na hora do pedido de amizade: pede.

    Cansa de quem é velho aos vinte, de quem não vira amigo do pedinte, e que vai ler o que você posta- e vai dar print.

    Cansa de quem vive de aparência, de quem não tem resquícios de adolescência e se orgulha do seu nível de decência.

    Cansa de quem não quer se expor, não se arrisca a morrer de amor, mas inveja, secretamente, toda essa falta de pudor.

    Ai, sério, cansei.

    Deixo apenas um grande beijo pro recalque, desejando que toda invejinha malvada se transforme em vontade de viver.

    Vamos viver, recalcados!

    Juntem-se a nós, vocês verão que a vida é bem melhor quando você investe na arte de sambar na cara da sociedade, ao invés de ficar na plateia analisando que está fora do ritmo, quem está com as coxas flácidas e quem borrou a maquiagem.

    Venham pra pista, recalcados!

    Porque nós podemos ter mil e um defeitos, mas temos o tesouro de não ver ninguém como afronta ou concorrência. Vamos receber vocês muito bem. Vocês verão que a vida desrecalcada é uma verdadeira delícia.

    *

    *

    *

    Siga nosso perfil no instagram: @blogruthmanus —-> https://instagram.com/blogruthmanus/

    Curta nossa página no facebook: https://www.facebook.com/blogruthmanus

  15. Recalque.

    Há quem diga que quem criou o conceito foi Valeska Popozuda. Outros atribuem a Sigmund Freud. Talvez seja Clarice Lispector, talvez seja Voltaire, talvez seja Tati Quebra Barraco.

    Não vem ao caso.

    O que sei é que o conceito moderno de recalque é simplesmente genial e indispensável. Porque tem dias que a gente simplesmente se cansa dessas pessoas de vida chata, cuja maior diversão é julgar a conduta alheia, observada de longe com olhinhos cinzentos.

    Tem dias que a gente cansa do recalque com o beijo gay da novela. Com o beijo gay do amigo de infância. Com o beijo hétero da amiga que está piriguetando feliz da vida. Com o beijinho no ombro da musa.

    Cansa do recalque de quem não tem culhões para fazer o que tem vontade e fica condenando a vida alheia. De quem tem uma vida quadrada e desinteressante, que culmina nessa tristeza de ter como passatempo favorito a censura da alegria alheia.

    Cansa daquela gente que não interage nas redes sociais, mas está lá, todo dia, amarguinha, julgando a foto da prima, o post do vizinho, os likes do ex namorado da madrasta do jardineiro do prédio. Um misto entre fantasma e fiscal de trânsito.

    Cansa, simplesmente caaaaansa do recalque.

    Cansa de quem não se joga no sambão, de quem não desce até o chão, mas faz questão de demonstrar reprovação.

    Cansa de quem não fica suado, não se arrisca a ser engraçado, mas faz adora demonstrar o quanto está chocado.

    Cansa de quem não usa descolorante, não suporta refrigerante e confunde ser insosso com ser elegante.

    Cansa de quem não se posiciona em relação a nada, quem acha um horror a discussão política inflamada, mas adora falar que o país é uma palhaçada.

    Cansa de quem não chora de rir, não larga tudo quando quer ir e leva uma vida que precisa de projeto para sorrir.

    Cansa de quem não gosta do que você escreve, quem condena as palavras que você não mede, mas na hora do pedido de amizade: pede.

    Cansa de quem é velho aos vinte, de quem não vira amigo do pedinte, e que vai ler o que você posta- e vai dar print.

    Cansa de quem vive de aparência, de quem não tem resquícios de adolescência e se orgulha do seu nível de decência.

    Cansa de quem não quer se expor, não se arrisca a morrer de amor, mas inveja, secretamente, toda essa falta de pudor.

    Ai, sério, cansei.

    Deixo apenas um grande beijo pro recalque, desejando que toda invejinha malvada se transforme em vontade de viver.

    Vamos viver, recalcados!

    Juntem-se a nós, vocês verão que a vida é bem melhor quando você investe na arte de sambar na cara da sociedade, ao invés de ficar na plateia analisando que está fora do ritmo, quem está com as coxas flácidas e quem borrou a maquiagem.

    Venham pra pista, recalcados!

    Porque nós podemos ter mil e um defeitos, mas temos o tesouro de não ver ninguém como afronta ou concorrência. Vamos receber vocês muito bem. Vocês verão que a vida desrecalcada é uma verdadeira delícia.

    *

    *

    *

    : @blogruthmanus —-> https://instagram.com/blogruthmanus/

    página no facebook: https://www.facebook.com/

  16. Recalque.

    Há quem diga que quem criou o conceito foi Valeska Popozuda. Outros atribuem a Sigmund Freud. Talvez seja Clarice Lispector, talvez seja Voltaire, talvez seja Tati Quebra Barraco.

    Não vem ao caso.

    O que sei é que o conceito moderno de recalque é simplesmente genial e indispensável. Porque tem dias que a gente simplesmente se cansa dessas pessoas de vida chata, cuja maior diversão é julgar a conduta alheia, observada de longe com olhinhos cinzentos.

    Tem dias que a gente cansa do recalque com o beijo gay da novela. Com o beijo gay do amigo de infância. Com o beijo hétero da amiga que está piriguetando feliz da vida. Com o beijinho no ombro da musa.

    Cansa do recalque de quem não tem culhões para fazer o que tem vontade e fica condenando a vida alheia. De quem tem uma vida quadrada e desinteressante, que culmina nessa tristeza de ter como passatempo favorito a censura da alegria alheia.

    Cansa daquela gente que não interage nas redes sociais, mas está lá, todo dia, amarguinha, julgando a foto da prima, o post do vizinho, os likes do ex namorado da madrasta do jardineiro do prédio. Um misto entre fantasma e fiscal de trânsito.

    Cansa, simplesmente caaaaansa do recalque.

    Cansa de quem não se joga no sambão, de quem não desce até o chão, mas faz questão de demonstrar reprovação.

    Cansa de quem não fica suado, não se arrisca a ser engraçado, mas faz adora demonstrar o quanto está chocado.

    Cansa de quem não usa descolorante, não suporta refrigerante e confunde ser insosso com ser elegante.

    Cansa de quem não se posiciona em relação a nada, quem acha um horror a discussão política inflamada, mas adora falar que o país é uma palhaçada.

    Cansa de quem não chora de rir, não larga tudo quando quer ir e leva uma vida que precisa de projeto para sorrir.

    Cansa de quem não gosta do que você escreve, quem condena as palavras que você não mede, mas na hora do pedido de amizade: pede.

    Cansa de quem é velho aos vinte, de quem não vira amigo do pedinte, e que vai ler o que você posta- e vai dar print.

    Cansa de quem vive de aparência, de quem não tem resquícios de adolescência e se orgulha do seu nível de decência.

    Cansa de quem não quer se expor, não se arrisca a morrer de amor, mas inveja, secretamente, toda essa falta de pudor.

    Ai, sério, cansei.

    Deixo apenas um grande beijo pro recalque, desejando que toda invejinha malvada se transforme em vontade de viver.

    Vamos viver, recalcados!

    Juntem-se a nós, vocês verão que a vida é bem melhor quando você investe na arte de sambar na cara da sociedade, ao invés de ficar na plateia analisando que está fora do ritmo, quem está com as coxas flácidas e quem borrou a maquiagem.

    Venham pra pista, recalcados!

    Porque nós podemos ter mil e um defeitos, mas temos o tesouro de não ver ninguém como afronta ou concorrência. Vamos receber vocês muito bem. Vocês verão que a vida desrecalcada é uma verdadeira delícia.

    *

    *

    *

    Do estadão

  17. E por isso que MUITOS VAO SER CHAMADOS E POUCOS ESCOLHIDOS. A besta do Apocalispe já esta nativa enganado os cristões para aceitar essa pratica. Essas pessoas que apoia essa pratica vao ter que aceitar incesto entre mae e filha e pai e filho sem falar nada pois já que bíblia não vale para homossexualismo também não vai valer para incesto ou incesto gay. A bíblia e um manual pra gente ver nossos erros e corrigi-los. Eu sou pecado e procuro sempre corrigir meus erros e não repeti-los pq quero viver dentro da palavra de Deus. Sei que difícil viver dentro da palavra, mas gente como cristão sempre tem que lutar contra o banquete do diabo. Lembra Jesus te ama e não que ver vc no erro. Vcs cristões que vive no homossexualismo ou vícios ou qualquer pecado procure corrigi perante a Deus, pois Deus ama pecador mas abomina o pecado. Lembrado Jesus te ama, e quer seu bem. Essas pessoas que fala que homossexualismo não e pecado e pq mas fácil fica dentro pecado do que lutar contra o pecado, ae ruma jeito de falar que não e pecado pegando textos isolados da bíblia pra falar que não e pecado. Pense se essa pratica fosse licita pra que Deus colocou Eva para Adao ele então colocaria Adao e mais um do mesmo sexo. O homem sempre quer ir de contra com a palavra de Deus pra qualquer pecado. A nossa carne e fraca e Pecadora e sempre temos que lutar com muita oração e jejum para não que fique no mesmo erros. Fica na paz de Cristo.
    obs Não condeno Homem pois não cabe a mim mas a Deus. Mas posso alertar a ele sobre pecado que esta cometendo. E perdoe pelos erros ortográficos vou procurar corrigi-los…rs

  18. mim converti na igreja presbiteriana do brasil em minha cidade ja faz 19 anos, era catolico praticante, e vi na igreja catolica que frequentava erros de imoralidades enormes, desde fornicação, adulterio, homosexualismo…etc…, depois que tive um encontro pessoal com Cristo tudo mudou, recebi meu chamado para IPB e sei que se meu Senhor permitir estarei ali ate o dia em que ela deixe de cumprir com as sagradas escrituras. a presbiteriana dos estados unidos esta pecando e muito em permitir que este tipo de coisas cheguem no templo para agradar a homem, esquecem do verdadeiro sentido para que a igreja foi formada, para adoração e glorificação do nome de DEUS. mas fico feliz pois DEUS não abita em templos ou igrejas feitos por mão humanas, o nosso SENHOR JESUS CRISTO voltara e levara seu povo escolhido independente de rotulos nos templo.( quanto ao humosexualismo imagine se todo homem fossem gay e todas as mulheres lesbicas: o mundo evelheceria e seu fim era a morte de toda humanidade). JESUS CRISTO vai voltar eu creio nisso e muitas coisas vão rolar ate la. espero que seja preve mais estou esperando no meu DEUS pois nada acontece sem que ele permita, nem igrejas,nem homosexuais, nem mesmo o propio diabo pode fazer nada sem que ELE permita…o amor de muitos esfriara. e se levantaram pai contra filho e filhos conta pai. e apostataram da fé….

  19. Infelizmente essa se apostatou da FÈ, pois Jesus veio livrar o homem do pecado e, não aceitar o msm. A biblia claramente abomina o homossexualismo. Mas tbm ta escrito muitos chamados e poucos escolhidos, ou seja muitos evangelicos, mas poucos salvos. O inimigo esta preparando a chegada do seu reino e o verdadeiro a amor que é a abediencia a Deus esta sendo trocado pelo amor do inimigo que é aceitar aquilo que Deus abomina.

  20. GRAÇA E PAZ AOS QUE TEM PAZ. Caros irmãos e srs., as Sagradas Escrituras não trazem confusão. O que a Palavra de Deus determina como pecado isso é pecado. Essa determinação não partiu dos homens, não parte do papa, do pastor, do presbítero, ou seja lá quem for. O autor da Bíblia é Deus; os profetas registraram em seus livros as palavras sagradas que receberem de Deus. Eles não inventaram isso. Esses homens fiéis à Deus receberam a revelação de Deus (porque é necessário que creiamos que Deus revelou sua vontade, do contrário, é vão o nosso debate e estaremos jogando conversa fora, estaremos lançando conversa ao vento). Como dizia, esses homens receberam de Deus a sua revelação infalível e inerrante para proclamarem a vontade de Deus em relação aos homens e mulheres perdidos. Essa revelação de Deus nas escrituras não são fruto de achismos, de opiniões particulares, de livres pensamentos, de métodos ou falácias humanas. Não são invencionices humanas. Elas são as Palavras de Deus. O Apóstolo paulo instrui a Timóteo nos seguintes moldes:

    “Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido, e que desde a infância sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela que há em Cristo Jesus. Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente preparado para toda boa obra (2Tm 3.14-17).

    Parafraseando as palavras do apóstolo Paulo, Paulo não só incentiva a Timóteo a permanecer firme naquilo e de que foi inteirado (que tomou conhecimento), que ele aprendeu, como o exorta a assim proceder (v 14a). Mas, o que foi que Timóteo aprendeu de Paulo? Timóteo aprendeu que nos últimos dias sobreviriam tempos penosos (2Tm 3.1); aprendeu que os homens seriam amantes de si mesmos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios, sem afeição natural, implacáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus (2Tm 3.2-4). Timóteo aprendeu de Paulo que estes homens teriam a aparência de piedade, negariam o poder de Deus (2Tm 3.5). Paulo exorta a Timóteo a se afastar desses. O mal que estes homens causavam na igreja era o proselitismo, o cativeiro de mulheres néscias (tolas, loucas), carregadas de pecados, levadas às várias concupiscências (anseios pelos prazeres sensuais, desejos sexuais exagerados, lascívia e ganância por propriedades materiais), sempre aprendendo, mas nunca podendo chegar ao conhecimento da verdade (2Tm 3.6,7). No ensino paulino, Timóteo foi instruído que estes homens possuiriam estas características e que seus comportamentos seriam identificados e comparados aos comportamentos de Janes e Jambres que resistiram a Moisés no deserto. Paulo conclui a Timóteo que estes homens resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto a fé, que não iriam a diante e que a sua insensatez (loucura) seria manifesta (revelada) a todos, assim como o foram Janes e Jambres (2Tm 3.8,9). Paulo sabia que Timóteo havia observado na sua vida de apóstolo e servo de Deus a sua doutrina (ensino), seu procedimento, sua intenção, sua fé, sua longanimidade (paciência em suportar as fraquezas alheias, aceitar de modo firme e corajoso as adversidades a favor de outrem; generosidade; bondade), amor e perseverança (2Tm 3.10). Timóteo estava ciente que o Apóstolo Paulo havia passado por aflições e perseguições em muitas cidades e como Deus o livrou de todas (2Tm 3.11). Por fim Paulo lembra a Timóteo que todos os que querem viver piamente em Cristo (piamente: vida devotada e piedosa em certeza ou em convicção) padecerão perseguições. Entretanto todos aqueles que são impostores irão de mal a pior, enganando e sendo enganados (2Tm 3.12,13). Foram exatamente estas verdades que Paulo instruiu a Timóteo. Seu ensino consistiu em três pontos: a permanência no aprendizado, a permanência na inteiração e testemunho pessoal que recebeu (“de quem tens aprendido” – 2Tm 3.14). Como podemos entender esse contexto nos dias de hoje? Infelizmente, muitas pessoas hoje pervertem as verdades de Cristo querendo transformá-las em mentiras, usam o seus rótulos de “cristãos” quando na verdade são horríveis hereges que se levantam com o intuito nefasto de perverter o Evangelho genuíno de Cristo. É nesse contexto que se enquadram os defensores do movimento gay no meio chamado cristão, e daqueles que se dizem igrejas e na verdade aceitam o pecado no seu ceio. O mesmo apóstolo que instruiu a Timóteo sobre essas coias e que de maneira bastante contundente afirmou com todas as letras que toda a Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a instrução em justiça para que o homem seja perfeito e perfeitamente preparado para toda a boa obra (2Tm 3.16,17) é o mesmo que apóstolo que recebeu de Cristo a revelação de Deus para combater essas práticas perversas, malévolas, carnais, egocêntricas, hediondas entre elas a chamada relação “homoafetiva”, conforme o texto sagrada que segue:

    “18 A ira de Deus se revela do céu contra toda impiedade e perversão dos homens que detêm a verdade pela injustiça;
    19 porquanto o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou.
    20 Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis;
    21 porquanto, tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, se tornaram nulos em seus próprios raciocínios, obscurecendo-se-lhes o coração insensato.
    22 Inculcando-se por sábios, tornaram-se loucos
    23 e mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, bem como de aves, quadrúpedes e répteis.
    24 Por isso, Deus entregou tais homens à imundícia, pelas concupiscências de seu próprio coração, para desonrarem o seu corpo entre si;
    25 pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador, o qual é bendito eternamente. Amém!
    26 Por causa disso, os entregou Deus a paixões infames; porque até as mulheres mudaram o modo natural de suas relações íntimas por outro, contrário à natureza;
    27 semelhantemente, os homens também, deixando o contato natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua sensualidade, cometendo torpeza, homens com homens, e recebendo, em si mesmos, a merecida punição do seu erro.
    28 E, por haverem desprezado o conhecimento de Deus, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem coisas inconvenientes,
    29 cheios de toda injustiça, malícia, avareza e maldade; possuídos de inveja, homicídio, contenda, dolo e malignidade; sendo difamadores,
    30 caluniadores, aborrecidos de Deus, insolentes, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais,
    31 insensatos, pérfidos, sem afeição natural e sem misericórdia.
    32 Ora, conhecendo eles a sentença de Deus, de que são passíveis de morte os que tais coisas praticam, não somente as fazem, mas também aprovam os que assim procedem.

    Que ensino Paulo está nos trazendo aqui? Como o apóstolo lidou com as problemáticas da igreja de seu tempo, incluindo a união homoafetiva? Voltemos às Escrituras:

    1) Paulo revela aqui que do céu é revelada a ira de Deus. Essa ira se revela contra toda a impiedade e injustiça dos homens que detêm a verdade pela injustiça. Notem neste texto que Paulo considera injustiça a inverdade. Injustiça aqui neste contexto não é somente a ausência da justiça de um modo apenas linear, da equidade, mas é também a oposição do que é reto, é oposição daquilo que pertence à ordem natural das coisas (Rm 1.18).
    2) Paulo nos ensina que o que de Deus se pode conhecer, “neles se manifesta, porque Deus lho manifestou” (Rm 1.19). Isso significa que nenhuma pessoa é indesculpável diante de Deus porque Deus se deu a conhecer, isto é, ele se revelou aos homens. Essa revelação de Deus se deu por meio dos seus atributos (qualidades características) invisíveis que podem ser divididos humanamente falando em duas partes: atributos naturais (onipresença, onipotência, onisciência,imutabilidade, eternidade vida, espiritualidade) e atributos morais (veracidade, fidelidade, conselho e santidade). Os homens são ainda indesculpáveis porque estes atributos invisíveis de Deus revelam o seu eterno poder como testificam da sua divindade (deidade) e são vistos claramente desde a criação do mundo, sendo percebidos pelas coisas criadas (Rm 1.20). Isso significa dizer que toda a ordem natural das coisa revelam a existência de Deus. que a própria natureza revela a existência de um Deus soberano que a criou e a estabeleceu, por isso, todos os homens (humanidade) são inescusáveis.
    3) Paulo ensina também à igreja de Roma que ninguém está longe do alcance do conhecimento de Deus, isto é, ninguém pode alegar desconhecimento da verdade de sua existência. Por outro lado, os homens tendo conhecido a Deus , não o glorificaram como Deus, nem lhe agradeceram (não lhe deram graças. Rm 1.21a). A razão pela qual os homens não deram a devida glória a Deus e se tornaram ingratos para com o Criador revela que eles cometeram três gravíssimos erros: primeiro – os homens especularam, isto é, formaram sua própria pressuposição. Eles supuseram acerca de Deus e de sua existência sem comprovação, sem a devida fundamentação empírica que se baseia, geralmente no raciocínio abstrato. Para nós cristãos, de acordo com a Palavra de Deus, faltou-lhes a fé como parte mistica essencial do conhecimento de Deus. segundo: diante de suas especulações se desvaneceram, isto é, se encheram de orgulho, de vaidade, e diante disto dissiparam-se de Deus. Terceiro: a consequência dos dois erros anteriormente citados culminou num terceiro: seus corações se obscureceram, isto é, se tornaram irracionais, perderam a luz da razão, tornaram-se menos inteligíveis (Cf. Rm 1.21).
    4) Paulo aprofunda a drástica condição em que a humanidade se encontra, a maneira agravada com que todos estão por natureza confinados, fadados à loucura: adotaram como bandeira a prepotência de duas maneiras: primeira: se fizeram sábios aos próprios olhos (Rm 1.22a); segunda: mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis (Rm 1.22b). Isso significa que os homens perverteram a revelação natural de Deus construindo para si ídolos, imagens, e falsos deuses pagãos. Evidentemente Paulo estava se referindo aos seus contemporâneos cujas vidas estavam entregues à prática idolátrica. Por outro lado, nos tempos modernos e atuais temos visto que este comportamento permanece disfarçado sob o estigma de religiosidade, desvirtuando a fé verdadeira em arranjos cultuais descabidos na igreja de Cristo.
    5) Paulo revela ainda uma surpreendente verdade: uma vez que os homens não deram glória à Deus, não o honraram, se envaideceram e obscureceram o coração insensato, mudaram a glória de Deus em coisas corruptíveis e se fizeram sábios aos próprios olhos (Rm 1.21-23), Deus os entregou nas concupiscências de seus corações, à imundícia, para serem desonrados os seus corpos entre si (Rm 1.24). O calamitoso e drástico quadro em que a humanidade se encontra é de total depravação no raciocínio lógico do apóstolo. Mas, o que significa “Deus os entregar nas concupiscências? Concupiscência significa: “anseio pelos prazeres sensuais”, desejo sexual exagerado ou desenfreado”, “aspirações por satisfação sexual”, “ganância por propriedades materiais”. Agostinho entendeu esta palavra como “desejo libertino”, “lascívia carnal”. Visto que os homens não glorificaram a Deus, Deus os entregou às suas paixões infames (Rm 1.26a) de seus próprios corações, entregou-os à imundícia (sentido de sujeira, estado ou característica de imundo, pode ser entendido como profanação) para que sejam os seus corpos desonrados entre si (Rm 1.24).
    6) Paulo demonstra que com tais atitudes os homens trocaram a verdade de Deus pela mentira e serviram e adoraram à criatura antes que ao Criador (Rm 1.25). Mais uma vez Paulo enfatiza que a injustiça é a perversão da verdade de Deus. Essa perversão produz a idolatria e o culto antropocêntrico.
    7) Pela segunda vez Paulo afirma que Deus entregou os réprobos às paixões infames. As paixões infames mencionadas pelo apóstolo em seu ensino doutrinal é o uso antinatural das relações sexuais (uma vez que o apóstolo fala de concupiscências carnais, está se referindo à conduta lasciva), isto é, a substituição da coabitação entre homem e mulher por pessoas do mesmo sexo (do mesmo gênero). Aqui fica claro que não se trata apenas de uma legislação judaica, ou simplesmente de uma herança hebraica cultural observada pela sociedade judaica da época de Paulo. Antes, trata-se de uma lei universal cujos homens e mulheres devem cumprir por natureza e pela ordem natural das coisas (Rm 1.26,27) Paulo deixa de modo muito claro que homens deixaram o seu uso natural da mulher para se inflamarem em suas sensualidades uns para com os outros, varão com varão (Rm 1.27). Paulo chama isso de “torpeza” e “erro”, e associa a punição dada por Deus aos que assim procedem (recompensa) (Rm 1.27).
    8) Paulo deixa claro que estes homens e mulheres perversos rejeitam: a) o conhecimento de Deus; b) Deus os entrega ao sentimento depravado; c) uma vez entregues à depravação estes fazem coisas inconvenientes (Rm 1.28). Desta forma os impios assumem sentimentos depravados, como injustiça, malícia, cobiça, maldade, inveja, homicídio, contenda, dolo, malignidade (Rm 1.29). Seus comportamentos ´refletem em murmuração (maledicência), são detratores (difamadores), aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais, néscios (loucos), infiéis nos contratos, sem afeição natural (isto é sem sentimento carinhoso, estima, pelo sexo oposto), sem misericórdia (Rm 1.29-31).
    9) Por fim, Paulo nos ensina que ninguém pode desconhecer os decretos de Deus e isso inclui estes pervertidos (Rm 1.32a). Por essa razão são dignos de morte os que tais coisas praticam, não somente as fazem, mas também aprovam os que as praticam (Rm 1,32).

    Conclusão: Deus abomina o pecado, e toda a sorte de pecado mas ama o pecador. Ele quer que que nos arrependamos dos nosso pecados. Deus odeia o pecado, entre eles o sodomismo e o homosexualismo. Essa é a posição da Palavra de Deus. se alguém discorda das Palavras de Deus, que discorde. quem for limpo, limpe-se mais ainda e quem for sujo, suje-se mais ainda (Ap 22.11).

DEIXE UMA RESPOSTA