Projeto Compaixão: Ministério Paixão, Fogo e Glória oferece inclusão social em comunidade carente

0

O Projeto Compaixão é uma iniciativa do Ministério Paixão, Fogo e Glória (PFG) voltado a ações de inclusão social, acompanhamento e evangelismo.

O PFG é liderando pelo pastor e cantor David Quinlan e por sua esposa, Bebel Quinlan, e foi fundado há mais de dez anos, de acordo com informações da assessoria de imprensa.

O foco do Projeto Compaixão é oferecer suporte para a formação física, emocional e espiritual de crianças, adolescentes, jovens e adultos da região da Serra, em Belo Horizonte.

As ações do projeto oferecem oportunidade de inclusão social aos beneficiados, além de aproximá-los da mensagem do Evangelho.


No site do projeto, há uma nota explicando o surgimento dessa iniciativa: “Deus há muito tempo colocou no coração do casal David e Bebel Quinlan o desejo de realizar um trabalho na área social. Aliás, este era o sonho da Bebel mesmo antes de iniciar o Ministério Paixão Fogo e Glória. Com o passar do tempo o sonho permaneceu inabalável, esperando o momento de nascer. Foi então que, em 2006, Deus abriu as portas e nos abençoou com todos os recursos necessários para o início ao trabalho”.

O PFG pretende apresentar as ações do Projeto Compaixão durante a próxima edição da Expocristã, que será realizada em agosto deste ano.

Para saber mais sobre o Projeto Compaixão, acesse pfg.com.br/projeto-compaixao e confira as necessidades cotidianas da iniciativa e formas de contribuição.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Ciente de seu papel junto à sociedade, o Gospel+ disponibilizou um espaço voltado para divulgação de projetos sociais focados em ajudar ao próximo.

Acreditamos que a transformação da sociedade acontece não só através da palavra, mas também de ações efetivas e eficazes, com demonstração de amor ao próximo.

Se você conhece ou desenvolve um projeto social que precise de divulgação, entre em contato conosco através do endereço redegmais.com.br/contato e nos conte! Informe as áreas de atuação, formas de colaboração, meios de contato e visitas, para que possamos colaborar e servir ao Pai, servindo seus filhos.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA