Pastor diz que filmes como 50 tons de cinza criam aberrações e diz que ‘sexo é bom quando acontece da forma criada por Deus

Conhecido como o pastor do cantor Justin Bieber, Carl Lentz disse que maioria dos livros sobre sexualidade induzem a disfunções sexuais nas pessoas. Ele recomenda o livro de um amigo e afirma que o sexo não deve ser um "fardo" em nossas vidas

0

Conhecido como o pastor da igreja de Justin Bieber, Carl Lentz é o responsável pela filial da mega Igreja Hillsong, em Nova York. No dia 28 de fevereiro o Pastor Lentz fez uma publicação em sua página no Facebook que chamou atenção da mídia devido ao seu alerta. Ele disse que que cristãos não devem se ocupar com materiais, especificamente livros e filmes como “50 Tons de Cinza” que “criam aberrações” e deturpam o propósito de Deus para a relação sexual humana.

Na publicação, ele afirma que sua meta é ler um livro por semana, mas faz questão de frisar que não se trata de qualquer livro, mas sim de algo que edifica a sua alma: “Vou fazer o meu melhor para obter a palavra sobre livros que eu sinto que podem impactar vidas. Levi Lusko é um verdadeiro amigo para mim, mas mesmo se eu não o conhecesse, tentaria fazer com que esse livro chegasse às mãos de muitos”, disse ele em referência ao livro do também pastor Levi Lusko, que trata sobre as forças do amor, do sexo e do romance.

Se referindo a livros que falam sobre relacionamentos amorosos, ele faz uma comparação com o livro de Levi Lusko, chamado “Swipe Right” (Ataque Direto), dizendo que “a maioria dos livros sobre relacionamentos são superficiais, na melhor das hipóteses e, na pior, eles promovem pensamentos que criam ainda mais disfunções”.

“O sexo não deve ser algo que destrói a sua vida e os relacionamentos não devem criar ainda mais fardos em nossas vidas. O sexo é bom quando está no lugar para o qual Deus o criou. As pessoas são boas quando estão nos lugares para os quais Deus as criou. Este livro é ótimo”, acrescentou o pastor Lentz.


A declaração do Pastor Carl Lentz vem numa hora muito pertinente com o lançamento do novo filme “50 Tons mais Escuros”, de uma série onde a compulsão sexual é retratada como algo desejável, embora seja considerada uma desordem comportamental. Sobre isso, publicamos aqui o alerta de um famoso pastor, líder de um ministério voltado para pessoas em dificuldade na área sexual.

O pastor Lentz recomenda o livro “Ataque Direto” como forma de aprofundar o debate sobre pessoas que utilizam o sexo como forma de alienar seus sentimentos e verdadeiras necessidades psicológicas, incluindo a pornografia.

“Se você está cansado de namorar e se relacionar como de costume, cansado de ser solteiro, entorpecido por causa de pornografia e sexo casual ou quer saber sobre como pode melhorar seu casamento, este livro é para você”, diz um trecho na apresentação da obra.

Finalmente, o alerta do pastor Lentz soa como um grito no deserto em uma internet repleta de conteúdos distorcidos sobre a sexualidade e os interesses humanos retratados em materiais como livros e filmes.

Ao convocar os cristãos para se aterem a Bíblia como referência para o que Deus planejou para a sexualidade e a importância de procurar conteúdos que edificam, Lentz fala da passagem de Filipenses 4:8, como está escrito:

“Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.”.

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA