Pastor e esposa adotam bebês abandonados encontrados em pilha de lixo próximo a igreja

2

Um casal com três filhos, de 8, 13 e 15 anos, imaginou que sua tarefa com crianças pequenas havia sido concluída. No entanto, dois bebês encontrados em uma área de descarte de lixo os fizeram mudar de ideia.

O casal da história é líder de uma igreja evangélica chamada Refuge Church, na cidade de New Port Richey, na Flórida (EUA). O pastor Ronnie Stewart e sua esposa, Krystal, tomaram a decisão após os bebês serem encontrados usando nada além de fraldas.

Segundo informações do Christian Post, o pastor afirmou que, quando iniciou os trabalhos da denominação na cidade, queria que o local se tornasse um refúgio para pessoas em dificuldades e/ou vulnerabilidade social na área compreendida pela cidade vizinha de Tampa, grande centro da região.

Desde então, a denominação tem se dedicado a ser um dos maiores centros de doação de alimentos na região, atendendo entre 200 e 300 pessoas duas vezes por semana. O ministério social da igreja, chamado Metropolitan Ministries, se tornou uma organização reconhecida na cidade, por se dedicar ao trabalho social, com doação de roupas e alimentos, além de abrigo para famílias e crianças carentes.


Um voluntário do ministério foi quem encontrou os dois bebês, de acordo com a emissora de TV Fox. Mark Purcell, chefe de cozinha do Metropolitan Ministries, estava saindo do escritório quando viu as duas crianças – com idades entre 6 meses e 1 ano e meio – sobre os sacos de lixo, com a mãe ainda por perto. Na conversa com a mulher, descobriu-se que ela, o pai e as crianças estavam desabrigados, vivendo em uma barraca em uma floresta próxima.

O pastor revelou que essa família foi uma das atendidas pelas refeições oferecidas pelo ministério social no templo da Refuge Church, e disse que em um dia de reforma, viu a família abrigada sob o toldo da porta.

“Nós normalmente não íamos para a igreja às sextas-feiras, mas eu estive trabalhando nas telhas da igreja, durante todo o dia. A família estava como que acampada sob o toldo, às portas da frente do escritório. Um dos meninos simplesmente começou a colocar seu rosto no vidro das portas e ele estava olhando para mim, como se pedisse que eu os deixasse entrar e eu perguntei-lhes se gostariam de entrar, enquanto eu trabalhava naquela reforma”, relatou.

Dias depois desse episódio, quando os bebês foram encontrados sobre a pilha de sacos de lixo, os membros da igreja ficaram atordoados com a situação: “Muitas preocupações surgiram entre as pessoas na congregação. Nós ficamos com aqueles bebês naquela noite, porque uma grande tempestade estava por vir. Nós dissemos aos pais que queríamos encontrá-los na igreja no dia seguinte. Nós fizemos isso e dissemos: ‘Se vocês precisarem de nós mais uma vez, nos avisem. Nós estamos mais do que dispostos a abrir a nossa casa’”, afirmou o pastor.

A esposa do pastor Ronnie deu um banho nos meninos, que estavam sujos, e os vestiu. “No dia seguinte, [os pais] estavam lá para receberem a refeição doada pelo ministério. Trouxemos os dois garotos no sábado de manhã e a família ficou conosco na igreja, durante o dia. Oramos com eles e realmente tentamos falar com eles sobre cada opção existente”, pontuou. “Aquela noite servimos outra refeição às 17 horas. Nós estávamos no caminho para fora da instalação, quando eles nos pediram para levar os meninos para casa, por causa da possibilidade de mais tempestades vindo. Sem hesitação, concordamos com eles. De qualquer forma, era outra noite que os garotos estariam fora da rua”, acrescentou o pastor.

Nessa circunstância, ele e sua esposa passaram a estudar as possibilidades de ajudar a família, e chegaram à conclusão de que precisavam ficar com os bebês: “Fomos no dia seguinte para o culto de domingo e esperávamos que eles viessem à igreja e nós levaríamos os meninos conosco. Além dos garotos, nós levamos um monte de roupas, alimentos e remédios para as duas crianças. Após o culto, eu fui ver meus filhos e minha esposa, e eu estava a caminho do meu carro, quando família veio até mim e me disse: ‘Pastor, você pode vir até aqui?’”, contou Ronnie, relatando como foi que a família resolveu abordá-lo sobre a custódia das crianças até que eles se reestabelecessem.

Os dias foram passando, e Ronnie e Krystal chegaram à conclusão definitiva que a melhor opção para a vida dos meninos era que eles os adotassem. No último mês de fevereiro, os pais biológicos procuraram o casal e pediram que eles assumissem legalmente a criação dos bebês.

O pastor e sua esposa não sabiam como fariam para quitar as despesas do processo legal de adoção, mas não hesitaram: “Nós simplesmente continuamos orando e sabendo que Deus supre todas as nossas necessidades. Nós apenas continuamos acreditando nisso”.

A solução encontrada foi criar uma página na plataforma de arrecadação online GoFundMe, e dentro de 24 horas, a meta de US$ 10 mil foi alcançada, e em uma semana, o valor chegou a US$ 18 mil.

“Nós nem sequer sabíamos o que era o GoFundMe. Nós o verificamos periodicamente, apenas para ver o que era e agora vemos as doações de 500 e 1.000 dólares e até mesmo de 5 dólares, que são tão importantes quanto, além das mensagens de pessoas que não puderam doar, mas estão orando por nós”, testemunhou o pastor.

Agora, o casal vai manter a página na plataforma aberta, para que outras pessoas que souberem da situação e quiserem ajudar, possam fazê-lo: “Eu estava pensando em fechar a página no GoFundMe, porque nós atingimos o nosso objetivo, mas alguém me deu uma boa sugestão, de que, como teremos que criá-los para o resto de suas vidas, devemos manter a página aberta para dar a alguém uma oportunidade de nos ajudar”, concluiu.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA