Pastor Everaldo defende privatização da Petrobrás, em entrevista ao Jornal da Globo

4

O candidato à Presidência da República pastor Everaldo (PSC) participou da série de entrevistas gravadas pelo Jornal da Globo com os candidatos que têm menos de 3% das intenções de voto para o cargo.

Durante a entrevista, conduzida pelo repórter Tonico Ferreira, o principal assunto abordado pelo pastor foram as privatizações, tema constante em sua campanha. Ferreira perguntou ao candidato qual a justificativa para tanta ênfase nesse assunto, sobretudo em relação à sua afirmação de que, se eleito, privatizará a Petrobrás.

Pastor Everaldo explicou sua defesa pelo tema afirmando que, atualmente, a Petrobrás já tem a grande maioria de seus funcionários na iniciativa privada, e que a privatização da estatal irá permitir realocar recursos em áreas como segurança, saúde e educação.

– Hoje, a Petrobras, 3/4 dos seus funcionários, dos seus trabalhadores são da iniciativa privada. Quando nós privatizamos uma empresa, respeitando os contratos, ouvindo os funcionários, vamos pegar estes recursos e alocar para segurança, para educação e para saúde e evitar o foco de corrupção. Hoje, lamentavelmente, o que nós vemos é um ralo de corrupção vazando todo o dinheiro que o governo podia aplicar nessas áreas prioritárias – afirmou o candidato.


Ele reforçou ainda afirmando que para isso as agências reguladoras terão de ser fortalecidas com técnicos sem apadrinhamentos políticos, de forma que “haja uma fiscalização rigorosa sobre aquelas empresas que são privatizadas”.


4 COMENTÁRIOS

  1. A cultura do apadrinhamento do uso de estatais para encher os bolsos é enorme, vai dos correios a petrobras, sem falar nas estradas que o governo faz com dinheiro publico e repassa aos seus apadrinhados para explorar.

  2. Discordo totalmente do Pr. Everaldo. Devo dizer para os colegas do forum que os 3/4 dos funcionários terceirizados da Petrobras atuam em funções não estratégicas da empresa, como por exemplo, na manutenção de plataformas, serviços administrativos, limpeza, etc. As atividades estratégicas como gerenciamento, estudo e manipulação de dados geológicos e de engenharia, confidenciais, não ficam nas mãos de funcionários terceirizados. Assim, o argumento de que a petrobras já está privatizada é uma mentira. Se há corrrupção na Petrobras, e deve existir, porém numa proporção muito menor do que no senado, câmaras, judiciário e empresas privadas, então há meios para se investigar e punir, sem que para isso seja necessário privatizar. Isso é uma falácia Pr. Everaldo. Mas mesmo assim vou votar neste candidato visto que ele é contra o aborto e a causa LGBT, e sinceramente, prefiro para o Brasil um prejuizo financeiro/técnico/energético com a privatização do que ter instituido o assassinato de inocentes no aborto, sem falar na causa LGBT.

DEIXE UMA RESPOSTA