Pastor lembra protestos de Paulo contra Roma e incentiva fiéis a irem às ruas por “justiça”

5

As manifestações do próximo domingo, 13 de março, serão endossadas por muitos evangélicos, muitos dos quais atendendo às convocações feitas por diversos líderes eclesiásticos. Diante de tal cenário, o pastor Renato Vargens aproveitou para lembrar que o cristão deve manter sua conduta irrepreensível durante os protestos.

O direito à manifestação política é garantido pela Constituição Federal a todos os brasileiros, e o pastor destacou que a Bíblia também abre espaço para os cristãos exercerem sua cidadania de forma livre, crítica e pacífica.

“Antes que mais uma vez alguém diga que o Novo Testamento não apoia manifestações civis pedindo justiça, vale a pena relembrar que em pelo menos duas ocasiões o apóstolo Paulo quando se viu injustiçado apelou para seus direitos como cidadão romano (Atos 16:37; 25:12). O que nos leva a entender que o cristão está perfeitamente correto em se utilizar dos mecanismos legítimos de seu país para buscar justiça e verdade. Quanto àqueles que dizem que no tempo de Paulo não existia manifestações contra o Império Romano, vale a pena ressaltar que Roma não era uma democracia, muito pelo contrário, Roma era regida por uma monarquia absolutista, o que significava dizer que opor-se às ordens do imperador poderia representar a morte de todos os divergentes, o que não é o nosso caso”, destacou Vargens.

Dentro desse contexto, o pastor sugeriu que algumas precauções sejam tomadas por quem separar algumas horas de seu domingo para se posicionar a respeito da situação do país.


“Gostaria de oferecer algumas dicas preciosas àqueles que pretendem participar nas ruas do movimento pró impeachment: vá as ruas como cidadão e comporte-se como um cristão protestando pacificamente; Enquanto estiver nas ruas separe momentos para orar intercedendo pelo país; ee tiver com outros irmãos em Cristo, separe momentos para juntos intercederem pela nação; caso receba alguma provocação, não responda, nem tampouco revide com palavras; comporte-se como um cristão tomando cuidado com as palavras, evitando assim expressões que vilipendiam o nome de Cristo. Que Deus abençoe o Brasil!”, concluiu.


5 COMENTÁRIOS

  1. kkkkkkkkkkkkkk

    Claudio

    Essa cicciolina que vc citou ai, foi uma atriz pornô e deputada, ela foi entrevistada pelo Datena na década de 1990, o grande lance dessa velha puta, era mostra os seios ……………..

  2. Antes de mais nada também acredito que o atual governo deva deixar a presidência da República, entre outras coisas, pelas recorrentes denúncias que estamos assistindo e pela moralidade da política nacional, nestes termos, tudo combinando. O que não posso concordar é que em todas as suas atitudes alguns pastores, teólogos de sí mesmos e de suas causas, queiram encontrar, contra tudo e todos, passagens bíblicas que embassem suas convicçoes. No tocante ao apóstolo Paulo, tinha ele a revelação do plano de Deus e de seu destino, entregues por irmãos usados por Deus e que por isso mesmo, valendo-se de um direito seu que o mesmo colocou a serviço do Reino, apelou para Cesar. Tal fato lhe garantiu a chegada a Roma, alvo da pregação do evangelho da Graça naquele momento, mesmo ele sabendo (ou não) que o seu fim último ali seria a morte. Em que ponto esse sacrifício de Paulo converge com o aval bíblico para que o povo de Deus tome essa ou aquela atitude de cunho político, partidário ou não? Querem exercer a cidadania? Que o façam de livre e espontânea vontade e assumindo os risco e louros, mas querer criar uma falsa doutrina bíblica que ampare essa tese, sobretudo em se tratando da figura do apostolo Paulo que de político nao tinha nada, muito pelo contrário, mas se assemelhava a uma pessoa politicamente incorreta no seu tempo, isso pra mim é heresia, indução do povo a falsa doutrina e usar a santa Palavra de Deus em vão. Para isso devemos dar um basta. Sinto muito pela infeliz ponderação do articulador deste artigo.

  3. Manifestação de Paulo nas ruas???

    A presunção destes inúteis autopromovidos a lideres ultrapassa o limite da razão e invade o território do ridículo.

    Paulo se manifesto em um tribunal e não ficou gritando na rua.

    Antes, rejeitamos as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com astúcia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade. 2 Coríntios 4:2

    Agora digo uma coisa a aqueles que querem ir as ruas participar de mais uma manifestação sem poder.

    VOCÊS ESTÃO SENDO USADOS E MANIPULADOS:

    USADOS PARA A PROMOÇÃO PESSOAL DESTES FALSOS MINISTROS DO EVANGELHO.

    MANIPULADOS PARA QUE NAS ELEIÇÕES VOTEM NOS CANDIDATOS QUE ESTES MERCENÁRIOS APOIAM.

    ESTE GOVERNO CORRUPTO E INCOMPETENTE LIGADO A ESTE MALDITO PARTIDO VAI JÁ FOI JULGADO E SENTENCIADO POR UM PODER MAIOR QUE A CORRUPTO E INEFICIENTE JUSTIÇA DO HOMEM PODE OFERECER,

    AI DAQUELES QUE TENTAREM SE VANGLORIAREM POR ALGO QUE NÃO FIZERAM.

    .Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo. Hebreus 10:31

  4. manifestar é coisa do diabo reivindicar cobrar aquilo que é de direito, é pleito para cidadão e também para cristãos, exercer cidadania é exigir que quem não cumpriu o que votou seja impedido de continuar a corromper e roubar saúde segurança e educação.

  5. Engracado na hora de votar, não votaram certo. votaram numa impia, num michel que todo mundo sabe quem ele é , não lutaram pra eleger a serva de Deus. não convocou a igreja pra voatr certo.pois bem, agora convocam pra ir pras ruas? vamos entrar é no jejum neste dia, vamos entrar com o dia de arrependimento e buscar a santidade pra que Deus tenha piedade de seu povo da nossa nacao, até porque ninguem sabe o que se passa nos coracoes do homem e Deus vai limpar esta nacao da corrupcao vamos orar.

DEIXE UMA RESPOSTA