Pastor orienta cristãos a escolherem Deus acima do “perigoso” dinheiro: “Ele pode matar”

4

A maioria dos cristãos evangélicos vê a idolatria apenas como a devoção a imagens, mas se esquece que outras coisas podem terminar sendo objeto de adoração e assim, tornando-se a causa de um pecado.

O pastor John Piper publicou um novo vídeo em seu site chamando a atenção para a idolatria ao dinheiro, e destacou que os cristãos não podem servir a Deus e ao dinheiro ao mesmo tempo.

Reiterando a mensagem de Jesus, Piper afirmou que os cristãos devem ser desapegados de suas riquezas, ajudando os que precisam.

Temas relacionados ao dinheiro, como a teologia da prosperidade, são recorrentes do ministério do pastor, que é reitor da faculdade e seminário teológico Bethlehem.

Para Piper, “o dinheiro é perigoso”, e pode dizer muito sobre nosso caráter: “Se você o tem e apenas depende dele, isso irá matá-lo. Se você não tem e isso o embriagar, ele irá matá-lo. O dinheiro pode nos matar, porque revela nossos corações”, afirma o pastor no vídeo, que faz parte de uma série chamada “O Que Jesus Exige do Mundo” e vem sendo publicada no portal do ministério Desiring God.

Citando Lucas 12:21, que descreve os apegados ao dinheiro como tolos “que guardam tesouros para si mesmos e não são ricos para com Deus”, Piper contextualiza seu argumento sobre o desapego ao dinheiro ordenado pela Bíblia: “Eu acho que isso significa ter Deus como sua riqueza. Se você está procurando como ser rico, o foco é em Deus. Ele é a sua grande recompensa. Ele é a sua riqueza”, diz o pastor, acrescentando: “Ou você está fazendo de Deus o seu tesouro em tudo, ou você está fazendo de tudo para ganhar dinheiro”.

Recentemente, em outro vídeo, Piper afirmou que um cristão deve ter Deus como seu “tesouro supremo”, e não apenas como seu redentor.

4 COMENTÁRIOS

  1. O dinheiro é perigoso?
    Tudo bem, eu gosto de viver perigosamente.
    Mandem para mim todo o perigoso dinheiro, assim ficarão seguros.
    Podem reparar, sempre que alguém condena o dinheiro, é o dinheiro DOS OUTROS…
    E outra: perigoso não é o dinheiro, é a pessoa quando o utiliza mal.

    • Este é o argumento de pessoas como o Edir Macedo, que querem continuar juntando dinheiro mas precisam arrumar uma desculpa pra não contrariar totalmente a Bíblia. Só que, se vc está em uma igreja que prega a teologia da prosperidade vc já ama o dinheiro e tudo o que ele compra. Quem pensa assim já ama o dinheiro mesmo quando fala que ama a Deus acima dele e precisa ficar em um processo de desculpas que abone o comportamento e não o faça se sentir culpado. Quem acredita em comentários como o seu já está amando, e muito, o dinheiro.

  2. Este é o argumento de pessoas como o Edir Macedo, que querem continuar juntando dinheiro mas precisam arrumar uma desculpa pra não contrariar totalmente a Bíblia. Só que, se vc está em uma igreja que prega a teologia da prosperidade vc já ama o dinheiro e tudo o que ele compra. Quem pensa assim já ama o dinheiro mesmo quando fala que ama a Deus acima dele e precisa ficar em um processo de desculpas que abone o comportamento e não o faça se sentir culpado. Quem acredita em comentários como o seu já está amando, e muito, o dinheiro.

DEIXE UMA RESPOSTA