Pastores são presos e torturados sem motivo na sexta-feira da paixão: “Diga ao seu Deus para vir salvá-los”, disseram policiais

10

Um grupo de pastores evangélicos e suas famílias foram presos de forma ilegal e torturados por policiais da cidade de Santa Fe de la Vera Cruz, na Argentina, na última sexta-feira santa.

Os evangélicos foram submetidos a torturas e espancamento pelos policiais, que humilhavam os fiéis: “Diga ao seu Deus para vir salvá-los”, diziam. A Argentina é um país de maioria católica, e a prática religiosa está em alta com a eleição do cardeal Jorge Mario Bergoglio ao pontificado à frente da Igreja Católica.

Após os momentos de terror, os evangélicos prestaram queixa contra os policiais, mostrando os hematomas em diferentes partes do corpo. Um deles tinha um dente quebrado e um bebê tinha marca de um tiro de bala de borracha.

O princípio da prisão ilegal seguida de tortura foi uma discussão na vizinhança do local onde os evangélicos estavam. Um dos pastores tomou a iniciativa de intervir na situação para acalmar os ânimos, mas o grupo de policiais que atenderam a ocorrência achou que ele fazia parte do tumulto, e o algemou.


Segundo informações do Protestante Digital, um dos policiais passou a agredir um dos pastores no momento da prisão, quebrando um de seus dentes. Enquanto isso, outros policiais entraram à força na casa, disparando balas de borracha – uma das balas acertou um bebê na cabeça – e levaram outros dois membros da família que também são pastores.

Os quatro membros da família foram presos antes que pudessem se identificar como pastores. Na delegacia, quando tentaram explicar a situação, foram insultados e novamente agredidos. “Hoje é sexta-feira santa, informe o seu Deus para vir e salvá-los”, disseram os policiais, enquanto continuavam a espancá-lo.

Após serem libertados mediante o pagamento de fiança de 2 mil pesos, os pastores foram à sede da Administração Interna, e denunciaram os policiais à Secretaria de Direitos Humanos da província de Santa Fe.

Assine o Canal

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

10 COMENTÁRIOS

  1. Mas alegrai-vos no fato de serdes participantes das aflições de Cristo, para que também na revelação da sua glória vos regozijeis e alegreis. 1 Pedro 4:13

  2. Mateus 5:11-12

    11 Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.
    12 Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós.

    • Vamos lá, uma hora eu consigo.

      “Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós POR MINHA CAUSA.”

      Ninguém está perseguindo ninguém POR CAUSA de Cristo, muito pelo contrário, lutamos pela defesa do evangelho puro e simples sem modismos e heresias destituído de qualquer pragmatismo.

      Mais um texto fora do seu contexto, os perseguidos são os mortos porque professam a Cristo como senhor e salvador e não os que fazem “transferência de unção” ou marcam a volta de Jesus em um Sábado de 2007.

      Fico imaginando a igreja de Corinto com esse argumento para Paulo – “estamos sendo perseguidos por causa de Cristo” NÃO, Paulo os exortava por estarem utilizando os dons de maneira totalmente EQUIVOCADA.

      Vamos ESTUDAR a Palavra de Deus e não transformá-la em mantra a ser repetida sem nenhuma fundamentação de seu contexto.

  3. Esse policiais demoniado e usado pelo diabo..de fez de prende os impio..fica predendo os justos..cuidado policias..porque Deus é amor ..mas tambe é fogo consumidou..veja oque que Deus fes -saulo o peseguidor.

  4. Pena que o artigo não identifica a denominação dos tais pastores, mas se forem de uma dessas denominações; IURD, IMPD, IIGD, ADVEC, MIR, IPDA, RENASCER, ADBRÁS,…e assemelhadas, não precisaria nem estar envolvido em confusão, mesmo de boca fechada, já eram merecedores de tratamento especial (cassetete), pois os tais, são propagadores do outro evangelho que Paulo alertou (Gl. 1:8 e 9). São mercadejadores, que usam a Bíblia para extorquir pessoas, os quais o Código Penal tipifica em seu Artigo de número 171.

    • Wanderlei,

      Foi Paulo que recomendou cassetete para essa turma, porque Cristo disse que nós não fizéssemos nada, deixasse que talvez um dia se convertessem ou no dia final, Deus daria conforme as ações deles, não sugeriu a ninguém fazer justiça com as mãos.

      E se fossem os argentinos fazerem isso, como seja, aplicar a justiça com as mãos aos mercadores da fé, eles iam passar a vida toda batendo, pois lá quem manda é a católica, a que prega um evangelho mais destoante da bíblia, bem assim é a igreja mais rica do mundo, a instituição que possui patrimônio superior a qualquer outra.

      Explique agora. Sua justiça se resume a bater e espancar? Cristo espancou alguém?, Exceto para provocar mais a ainda a ira dos religiosos, portanto fazerem o que tinham de fazer, juntarem-se ao povo italiano e matar Ele covardemente e á noite para evitar uma carnificina. Ou seja, se fez de bruto para não repercutir sua morte às pessoas simples e humildes,

      • O Levi vc continua invocado com o Apóstolo Paulo. Né? rsrsrs…Não Levi! Essa foi uma recomendação minha, mas essa turma que vivo combatendo, bem que merece umas chibatadas no lombo, como Jesus fez no Templo, e vc entende que Ele agiu da forma que agiu, por um motivo totalmente alheio ao real, que foi simplesmente zelo pela verdade, mas como já disse cansei de explicar a Bíblia a vc.
        E vejo que vc não entende nem quando estou apenas ironizando, para testar o grau de cristandade dos iurdianos, pois eles estão muito perdidos, até abraços para satanás estão enviando. Não é mesmo lulalelé?
        Acho que ele vai dizer que apenas ironizou ao me chamar de satanás, e o abraço que me mandou, foi sincero.
        Quanto a vc Levi, vai tomar aquele remédio tarja preta, que já passou do horário, e vc esta delirando.

  5. Quanta perseguição, se eles não fossem pastores duvido que iriam bater neles, mesmo que tivessem causado a briga… e os verdadeiros causadores de brigas? Não apanharam? E acho que os pastores foram perseguidos pela fé, senão não iriam dizer “Diga ao seu Deus para vir salvá-los”.
    Mas se os católicos fossem de Deus, não iriam fazer coisas dessas.

  6. O artigo certamente não está associando essa atitude absurda dos policiais como se os mesmos fossem cristãos católicos, diferente de alguns oportunistas nas palavras postadas conforme podemos observar abaixo. Mesmo sendo um país de maioria católica quase todos aqui sabem qual a política da Sra Cristina kirchner para com os cristãos, que vai desde o aborto indiscriminado a liberação das drogas, passando pelo feminismo militante. Obviamente seguindo o protocolo a ser adotado em toda a América do Sul. Em linhas gerais a implantação do marxismo cultural.

    Cristinar quer de Francisco a transferência da popularidade que perdeu por sua frieza, comportamento anti democrático e total ausência de Deus. Ao longo de sua gestão tentou de todas formas transferir a sua indiferença e seu laicismo radical aos servidores públicos e a toda estrutura política na Argentina.

    Vai sair do poder sem deixar um herdeiro para o bem da população abandonada daquele belo país.

    A palavra do policial ateu nos remete ao caráter zombador de um dos ladrões condenados em meio ao sofrimento de Cristo durante a crucificação. Um Cristão convicto jamais cometeria tal erro.

  7. Não existe excitação ao ódio ????

    “Os evangélicos foram submetidos a torturas e espancamento pelos policiais, que humilhavam os fiéis: “Diga ao seu Deus para vir salvá-los”, diziam. A Argentina é um país de maioria católica, e a prática religiosa está em alta “

DEIXE UMA RESPOSTA