Destaque

Peça de teatro com “travesti” representando virgem Maria causa indignação em católicos

Comments (4)
  1. Anny disse:

    Por mais que Francisco tente mudar alguma coisa,não terá muito sucesso!!O Vaticano é igual o congresso brasileiro! mudam-se os noivos,mais as noivas são as mesmas!

  2. leandro disse:

    A manchete me parece mais sensacionalista que exata. De fato temos um homem travestido de Mulher, no entanto, não se despreende do texto que seja um travesti costumaz ou homossexual querendo chocar o público externo.

    Sobre o conservadorismo dos espanhois me parece outro ponto extremamente discutivel do texto. Assim como muitos protestantes, seja no Brasil e no mundo, não consideram os católicos cristãos sinceros. Temos catolicos lá na Espanha e demais partes do mundo que acham que os evangélicos é que não são seguidores de Cristo.

    Muitos cardeiais espanhois votaram em Francisco e boa parte do clero e dos leigos da Esapnha apoiam o novo papa. Não creio que a maioria dos suditos do rei Juan Carlos se oponha ou rejeite Francisco.

    Sobre as tão propaladas reformas “profundas” que muitos alegam que ele fará nas Verdades de Fé Católica o que temos de concreto?
    Fim do celibato clerical obrigatorio?
    Se vier não altera nenhuma doutrina profunda, afinal a ICAR sempre reconheceu que é regra de disciplina eclesiastica e não um ordenamento inapelavel ditado por Cristo Jesus ou algum de seus apostolos.

  3. DIVALDO disse:

    POR MIM PODE ATÉ COLOCA UM JUMENTO NO LUGAR PRA MIM NÃO SIGNIFICA NADA ,EM QUESTÃO DE SR QUEM MOREU POR MIM FOI JESUS CRISTO NÃO DONA MARIA,RESPEITO MARIA MÃE DE JESUS COMO MULHER E NÃO COMO DEUSA,MOREU JA ERA CABO NÃO PODE FAZER NADA POR NINGUÉM E CABO…

    1. Bíblia disse:

      Caro Divaldo!
      Se vc não respeita sua mãe, como respeitará a mãe do Sr. Jesus! Vc pode colocar um Jumento ou um traveco para representar sua mãe, mais nós católicos respeitamos e acreditamos na santidade de Maria a mãe do Sr. Jesus certo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *