Pesquisa mostra que cristãos são mais influenciados pela cultura do que pela Bíblia, e preferem união informal e sexo antes do casamento

18

As mudanças culturais da sociedade influenciam diretamente o ponto de vista dos cristãos em relação a assuntos ligados à área sexual, e a maioria dos fiéis preferem ter acesso ao sexo antes do casamento, segundo levantamento realizado pelo Centro de Pesquisa da Família.

O estudo foi feito a partir de um relatório divulgado recentemente por um site de encontros, que revelou detalhes da postura dos cristãos em relação a relacionamentos, mostrando que a maioria rejeita as doutrinas que proíbem o sexo antes do casamento e é favorável às uniões informais.

Rachel Sussmann, psicoterapeuta e especialista em relacionamento, afirma que entre os cristãos, os casais são propensos a decidirem sobre essas questões sozinhos, mesmo que a escolha feita vá no sentido contrário com o que é pregado pelas igrejas.

Já Peter Sprigg, pesquisador sênior de estudos da política no Conselho de Pesquisa da Família, acredita que os cristãos se permitam influenciar mais pela cultura em voga do que pelos ensinamentos bíblicos, o que explicaria essa postura mais liberal.


O pesquisador afirma ainda que a preferência por uniões informais pode demonstrar uma intenção subconsciente de optar pelo divórcio, caso existam incompatibilidades no relacionamento. Sprigg afirmou que “o ato de apenas morar junto demonstra muito mais a falta de compromisso que [a intenção de buscar] o entendimento mútuo”.

Um ponto que se aplica a todos os casais, independentemente de serem cristãos ou não, é que há uma satisfação maior do marido quando os dois cônjuges exercem alguma atividade profissional. A psicoterapeuta Rachel Sussmann afirmou que os homens tendem a sentir-se pressionados quando a esposa não trabalha, enquanto que as mulheres sentem que ajudar a pagar as contas faz parte de suas obrigações. “[Isso os faz] sentirem que há uma entrega e maior preocupação com o outro”, afirmou Rachel, de acordo com informações do Christian Post.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


18 COMENTÁRIOS

  1. Mentiras e mentira pois Cristãos verdadeiros não cometem fornicação ou prostituição não coloquem sobre nossos ombros coisa que falsos crentes fazem o Sangue de Jesus Tem poder . OOOOOOOOOOOOOHHHHHHHHHHHH GLÓRIA.

    • e põe mentira nisso pode por condicunforça, lorota mais fauça que nota de trez reais, mentira dislavada, mais logo vai aparecer uns que se dizem cristão cagão concordando com esta pesquiza mais fauça que o inimigo de DEUS e dos homens, pra falar a verdade isto tem a mão suja dele no meio e claro que tem como sem duvidas

  2. sabe primeiro o que eu vou fazer sobre esta pesquiza isso, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk e mais kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, e evidente e rasoavel solitario, pois duvido que esta pesquisa furreca ou fulera e frebenta foi feita aos verdadeiros crentes, pois e claro que foi feita ao mundão, pois no mundão tem milhoes que se dizem cristão, não vou falar o nome das seitas, para não ter desgaste de escrita pois são tantas que vai dar calo no meu dedo, qualquer sujeito que perguntar na lata ele ja responde eu sou cristão ora, cristão cagão ate rima, como aqui neste sitio tem um bocado deles tambem não vou escrever se não vai emvermelhar meu dedo causa qui e tantos vixe mais acuma tem sior, tem um intão qui vai ser cristão assim la im cucuias sior, cururuis credo

    • Natrak, vc. falou muito bem, ao dizer que “tem milhões que se dizem cristãos”. Daí que eles falam a mesma coisa para o censo, e então aparece que no país tem 83% de cristãos. Não tem pesquisa mais furada que essa.

      • Pitagoras, mais e verdade mesmo, estas pesquiza coloca no rol de cristão varias e varias igrejas que não são nem de longe cristãs verdadeiras, tem delas que tem o nome ate sugestivo, mas de Deus verdadeiro não tem nada, vou te dar so um exemplo para voce entender um nome, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Ultimos Dias, o nome da placa e bem sugestivo concorda? mas na realidade são mormons e a doutrina mormom não foi não e e pelo andar da carruagem jamais sera uma denominação cristã verdadeira pois seus ensinos e estatutos estão mais por fora do verdadeiro e unico Evangelho do Senhor Jesus cristo do que casca de ovo, e assim são muitas e muitas denominações afora uma grandona que não preciso colocar o nome, então Pitagoras estas pesquisas são literalmente falças inclusive as do censo que e feita, porque levam em consideração o nome e não a doutrina, portanto voce tem rasão nesta sua afirmação, destes que se dizem cristão inclusive crentes se passar na peneira olha la se der 25 por cento de verdadeiros, eu sou um crente assembleiano e sei o que estou escrevendo, este nome assembleia de Deus mesmo o que tem de igrejolas não sei nem a quantidade mas qualidade como dizem os catolico vixe maria se passar um peneirado malha fuba sobra poucas, E pitagoras sou crente e portanto não sou inconsequente em concordar com mentiras e falcatruas A verdade seja dita eu dou o braço a torcer porque e verdade,

      • pois é, eles falam “90% são cristãos, logo 90% são contra o homossexualismo”.

        Detalhe: 70% desses cristãos são católicos.
        Quase todos esses católicos nunca assistiram uma única missa na vida, pisaram numa igreja há anos atrás no casamento de algum parente distante que eles nem conheciam, tomam anticoncepcional, frequentam centro espírita, riem das bobagens do Papa, não dão a mínima para o que o Vaticano diz ou deixa de dizer, mas foram batizados na Igreja Católica, logo são “católicos” e se declaram assim.

        Tanto é que 60% da população não tem nada contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo. A maioria não gosta da idéia, mas pra que ficar se intrometendo na vida dos outros?

      • Natrak e Fuzaro, seria ótimo se todos “cristãos” tivessem essa percepção da realidade que vcs têm. Com certeza muitos religiosos espertalhões pensariam duas vezes antes de romper o dique da asneira em suas pregações.

  3. O tiro saiu pala cloaca ops num e cloaca não so e culatra, a bão culatra o começo parece sujestivo mais deixando de lado a cloaca ops culatra o deputado tem toda razão quem saiu fortalecido foi como sem duvidas ele Marco Feliciano, e isto e muito bom, agora ca pra nois vou falar baixinho pra turma frescarine num iscuita, esses cara são burros uma medida qui serve ta doido sior vai ser jumentos assim la im cucuias

  4. Isso é mentira , até a pequisa não é verdadeira , logo aparece falso crente tentando justificar sua condição de fornicador !
    É lógico que tem quem faz isso antes do casamento , e não é pouco ! mas não é; e, nunca foi regra dentro da igreja evangelica !

  5. Gente,não sou evangélico,mas acredito que uma pessoa convertida de fato e de verdade,deve
    levar uma vida santa e ser diferente das outras pessoas.Santidade é pra poucos,mas creio que
    existe.Pra essa raça de crente que fica julgando os outros,não.Estes são hipócritas podres….

    • Você tem que entender que antes de se “converterem” já tinham uma cultura e costumes adquiridos da religião de onde vieram e usam a Bíblia apenas para questões falso moralistas do cristianismo da idade média (pré- reforma) Falta muito para que os “protestantes” do Brasil ou da América Latina se tornem realmente protestante em questões morais.

    • Este não é somente o pensamento retrógado dos “protestantes” do Brasil. Este é o pensamento da Idade Média da Igreja Católica e Ortodoxa que ainda se cultua no Brasil. O casamento não é sacramento para os protestantes. Só existem dois sacramentos para os protestantes, Comunhão e batismo. Aliás, os protestantes do Brasil saíram da Igreja Católica e implantaram esta cultura e fé nas igrejas ditas “protestantes”. Nunca seremos realmente protestantes.

  6. Oba!
    está chegando o carnaval.
    E o retiro das “crentinhas” da galera da assembléia de Deus, também.
    Todos anos alugam, aqui perto de casa.
    casa, com piscina(cada crentinha) com seus minis biquínis, de fazer inveja às participantes do BBB e novelas da globo.

    Sem contar que lá rola só farra, basta escutar os gritos estéricos das “meninas”kkkkk

    • Mude seu comentário, esta é a terceira vez que escreve a mesma coisa, deves ter copiado em algum lugar. Para isto tem um adjetivo legal para você” energúmeno”. Da próxima vez, mande alguém escrever alguma coisa diferente para você copiar.

  7. O casamento para os protestantes não é sacramento, portanto todos se sentem livres para pensarem como quiserem. Quem é verdadeiramente católico ou ortodoxo, tem que que casar virgem, pois trata-se de um sacramento. tem mais, o AMOR LIVRE nasceu nos países protestantes da Europa e por sinal os mais desenvolvidos do mundo. Os protestantes do Brasil carregam em si toda cultura defendida pela Igreja Católica na idade média ( ou seja os costumes de antes da reforma de Lutero).

DEIXE UMA RESPOSTA