Filial da Igreja Universal servia para disfarçar cassino fechado pela Polícia; Seis pessoas foram presas

10

Uma filial da Igreja Universal do Reino de Deus servia de camuflagem para um cassino clandestino funcionar em Santa Izabel, no nordeste do Pará. A Polícia Civil descobriu a atividade irregular e fechou o local na última quinta-feira, 31 de julho.

Os policiais revelaram ao G1 que a descoberta do cassino se deu através de uma denúncia anônima, e que o espaço para apostas funcionava em cima do templo da Universal. No entanto, o delegado Daniel Castro frisou que os membros da denominação não tinham relação com o cassino.

A estratégia da quadrilha que tocava o cassino em cima da filial da Igreja Universal era aproveitar o grande fluxo de fiéis para disfarçar a ida dos apostadores ao local.

A entrada no cassino custava R$ 50,00, e os responsáveis pelo local cobravam R$ 5,00 por ficha de aposta. De acordo com as informações obtidas pela Polícia durante as investigações, os criminosos só permitiam a entrada de clientes de confiança, que se deslocavam de cidades vizinhas, como a capital Belém, por exemplo, para participar da jogatina.


Foram apreendidos, além do material para os jogos de azar, bebidas alcoólicas, que eram usadas como estimulantes para os apostadores. Na ação policial, seis pessoas foram presas, sendo três apostadores e três funcionários do cassino. Um menor de idade foi apreendido e enviado para as autoridades responsáveis.

No Brasil, a exploração dos jogos de azar é considerada contravenção penal, passível de prisão que pode variar de três meses a um ano, além de multa e apreensão de móveis e objetos de decoração do local, de acordo com o Código Civil.

Os criminosos responsáveis pelo cassino ainda não foram encontrados pela Polícia Civil do Pará.


10 COMENTÁRIOS

  1. Se essa igreja tinha alguma coisa com o cassino, não posso afirmar. Mas, por outro lado, posso garantir que a malandragem corria solta em cima e embaixo.

  2. Que publicação tendenciosa. Maldosa.
    o cassino funcionava em cima
    e não tinha relação com a igreja
    falta maturidade e responsabilidade para ilustrar matérias como essa. onde o correto seria dizer Polícia fecha casino clandestino que funcionava em cima do templo da igreja universal. Essa que a igreja servia para disfarçar ficou tendenciosa

  3. Galera, vamos raciocinar…

    Se o cassino funcionou no andar de cima na filial da Universal…como é que não tem ligação com a Igreja? Então, os fiéis é quem invadiram o andar de cima e fizeram o cassino?

    ….vocês estão sendo inocentes demais!!

  4. Título completa fora da matéria. Aí no meio está “No entanto, o delegado Daniel Castro frisou que os membros da denominação não tinham relação com o cassino.” Imaginem o erro em que induz a manchete da notícia? FILIAL DA IGREJA UNIVERSAL DISFARÇADA FUNCIONAVA COMO CASSINO CLANDESTINO. Isso é mentira, não façam isso.

  5. Isso aí chama-se sala de poker e não cassino, uma sala de poker é um lugar onde os praticantes de um esporte da mente reconhecido nacionalmente pelo ministério dos esportes encontram-se para praticar, a informação de que a igreja escondia o mesmo é caluniosa pois a sala de poker já funcionava antes da inauguração da igreja no prédio abaixo. Poker é um jogo de habilidade, um esporte da mente.

DEIXE UMA RESPOSTA