Policiais oram ajoelhados pedindo paz antes de turno; Cidade enfrenta onda de violência e protestos

0

A cidade de Charlotte, na Carolina do Norte (EUA) vive dias de violência devido aos protestos populares contra as mortes de pessoas negras por policiais, durante confrontos ou abordagens.

No entanto, uma imagem fortíssima percorreu as redes sociais na última semana: um batalhão de policiais, prestes a assumir o turno de patrulha, se ajoelhou e orou junto antes de entrarem em suas viaturas.

A oração, de acordo informações do jornalista e apresentador Ryan Elijah, tinha um pedido de paz na cidade. Os protestos em Charlotte começaram após serem registradas mortes de homens negros por policiais brancos, como nos casos de Keith Scott, de 43 anos (na própria cidade), e do pastor Terence Crutcher, 40 anos, em Tulsa, Oklahoma.

Elijah, que é cristão, comentou o momento em seu perfil no Twitter: “Imagem poderosa de soldados da Carolina do Norte orando antes de saírem às ruas de Charlotte”, escreveu.


Violência

Na esteira dos acontecimentos, houve outro embate com morte de um homem negro na última terça-feira, 27 de setembro. A rede CNN noticiou que a polícia de El Cajon, cidade a nordeste de San Diego, Califórnia, foi chamada para conter um homem que estava se comportando de “forma irregular” atrás de um restaurante no Shopping Center Broadway Village, disse o tenente Rob Ransweiler.violencia - el cajon - california - policiais

Ao chegarem ao local, os policiais abordaram o homem, que puxou um objeto do bolso e o empunhou como se fosse uma arma, apontando na direção dos policiais (foto ao lado), que atiraram contra ele.

A irmã da vítima, não identificada, protestou aos prantos: “Oh, meu Deus, você matou meu irmão. Eu os chamei para virem e ajudarem, não matá-lo”, lamentou.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA