Pastor que teve problemas mecânicos em estrada termina morto a tiros pela Polícia após abordagem

1

Um pastor foi morto a tiros pela Polícia depois que seu carro quebrou em uma rodovia e ele foi abordado pelos oficiais.

Terence Crutcher, 40 anos, faleceu no hospital, após ser socorrido. Ele – que era negro – estava desarmado. Os policiais da cidade de Tulsa, Oklahoma (EUA) que atenderam a ocorrência alegaram que o pastor estava se negando a obedecer os comandos para que a situação fosse esclarecida.

A tragédia começou quando seu carro quebrou no meio de uma rodovia, segundo a porta-voz da Polícia, Jeanne MacKenzie. Um dos oficiais viu o carro parado bloqueando o trânsito e pediu reforços. Quando os demais agentes chegaram, o pastor surgiu da lateral da estrada, que é margeada por um bosque.

MacKenzie afirmou que o tiro foi disparado por um dos oficiais porque ele se negou a concluir as orientações dadas: “Ele se recusou a seguir ordens dadas pelos oficiais. Eles continuaram a falar com ele, ele continuou a não ouvir e seguir os comandos”, relatou.


A irmã gêmea do pastor, Tiffany, concedeu uma entrevista e afirmou que a morte de seu irmão chocou a todos da família: “Um fato que eu sei é que meu irmão estava desarmado. Estou devastada”.

Segundo a Associated Press, a Polícia de Tulsa não divulgou os nomes e outros detalhes dos policiais envolvidos na ação, mas revelou que o responsável pelo tiro foi colocado em licença remunerada, o que é rotina em casos de tiroteios envolvendo policiais.

O Ministério Público do condado irá fazer uma investigação sobre o caso, segundo a porta-voz da Polícia, e determinar se o disparo foi justificado. “Cada situação é diferente. Os oficiais estão envolvidos em situações que exigem decisões rápidas, e oficiais que optam por usar a força o fazem com base na situação que eles estão enfrentando”, disse MacKenzie.

O chefe de Polícia de Tulsa, Chuck Jordan, afirmou que o caso será tratado com o máximo rigor: “Eu vou fazer esta promessa a você: vamos alcançar a justiça neste caso”. Ele reiterou que não foram encontradas armas no carro do pastor. Toda a ação foi filmada pelo helicóptero da Polícia e pelas câmeras das viaturas. As cenas são fortes:

Assine o Canal

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA