PRB, ligado à Igreja Universal, faz planos de eleger a maioria dos prefeitos do país em 2016

15

O Partido Republicano Brasileiro (PRB) elegeu 21 deputados federais este ano e a partir de 2015 terá mais do que o dobro de cadeiras na Câmara dos Deputados. Na atual legislatura, o número era de oito parlamentares.

O presidente do partido, Marcos Pereira, bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, comemorou o crescimento expressivo e afirmou que a legenda deixou de fazer parte do grupo dos “nanicos” da política.

“Deixamos o ‘nanismo partidário’ para nos tornarmos a 10ª força política no país, à frente de partidos tradicionais como PV, PDT, PPS e PCdoB. Elegemos ainda 32 deputados estaduais. A médio prazo temos como meta eleger o maior número de prefeitos e vereadores em 2016”, afirmou em entrevista ao portal iG.

Mais do que o número de vagas conquistadas, o PRB esteve sob olhares da mídia devido à votação expressiva de Celso Russomano, eleito deputado federal com o maior número de votos do país: mais de 1,5 milhão.


No Rio de Janeiro, o partido disputa o segundo turno da eleição para o Palácio da Guanabara, com o senador Marcelo Crivella (também bispo licenciado da Universal), contra a reeleição de Luiz Fernando Pezão (PMDB).

Sobre a eleição presidencial, Marcos Pereira destaca que o apoio ao novo governo – seja qual lado for o vencedor – será definido após o pleito. “Vamos aguardar o resultado da eleição presidencial para reunir a bancada de deputados eleita e discutir nosso posicionamento no Congresso Nacional. A certeza que tenho nesse momento é que o PRB passa de coadjuvante para protagonista nas discussões de interesse do Brasil. Vamos nos posicionar com firmeza”, destacou.

A respeito de disputar a presidência daqui a quatro anos, o bispo foi mais cauteloso: “Todo partido político tem interesse de lançar candidato à presidência da República. O tema da eleição de 2018 tem que ser discutido mais para frente. Nem terminamos a eleição de 2014. E entre 2014 e 2018 teremos 2016”, disse, dando pistas de que o PRB tem planos de fazer barulho nas eleições municipais.


15 COMENTÁRIOS

  1. Claro, claro, que vão ficar do lado do poder, se o Aécio ganhar, serão PSDB desde criancinhas….
    MAS…
    Se a Dilma ganhar, eles continuarão de braços dados com o PT.
    Hipocrisia, tudo a ver!

    • Eu estava decidido a nunca mais votar no PT, mas vou votar na Dilma e torcer para que ela ganhe para ver a cara do marqueteiro político Malafaia e dos seus asseclas.

      .

  2. o prb não é um partido com ligações com a iurd. O partido prb é da iurd (entenda-se edir macedo). o plano deles é ter o poder religioso, poder midiático, poder financeiro e poder politico, coisa bem diferente do que Cristo e os apóstolos ensinaram.

    O que o diabo ofereceu a Jesus e Cristo recusou, esses caras da iurd querem ter.

    • NÃO NÃO JESUS RECUSOU, FOI O NEGOCIO COM O DIABO.
      Pele mesmo JESUS na cruz do calvario conquistou tudo o que o diabo tinha oferecido a ele e mais as almas. POIS FOI ELE MESMO QUEM DISSE: TODO PODER E AUTORIDADE me foi dado.

  3. Até o padre Marcelo Rossi sabe que fé e politica não devem se misturar. É por isso que eu canto: Igreja velha, que saudade imensa… (Jair Pires). Maranata!

  4. É impressionante a magoa que esse cidadão chamado Stardust tem da iurd, vamos interceder para a iurd te dar uma chance de voltar. Kkkkkkkkkkkk esse ódio é amor.

  5. O PRB não trabalha em prol da coletividade, é apenas o despachante da camarilha universal, usa e abusa na divulgação de seus feitos no compêndio da organização chamado folha universal e dizem que com isto estão “evangelizando”. E com certeza quando a maioria do povo souber quem são e qual são suas pretensões, estes continuarão a serem os nanicos de sempre, fora PRB!

      • Crivela O Fora da Lei.

        O juiz Sérgio Ricardo anexou ao ofício dossiê do procurador da República do Distrito Federal, Luciano Sampaio Gomes Rolim, que informa que Crivella omitiu na declaração de bens à Justiça Eleitoral que continua sócio da TV Cabrália, da Bahia. Segundo o procurador, a participação de Crivella na sociedade fere o artigo 54 da Constituição, que determina que deputados e senadores não podem firmar ou manter contrato com empresa concessionária de serviço público. Também foi anexado ao inquérito ofício do Ministério das Comunicações que informa que Crivella continua sendo o maior cotista da TV Cabrália, com 46% das ações.

  6. Estar em décimo como o PRN ou em primeiro como o PT, para o povo nada diz. O que importa para o povo é a competência e o bom trabalho dos políticos, não essa corrupção e roubalheira que ocorre. Tudo indica que a pretensão desse partido é ter poder pelo poder, como diz a Marina.

DEIXE UMA RESPOSTA