Apesar de protestos, PSC prevê que Marco Feliciano triplicará quantidade de votos nas próximas eleições

33

Apesar dos protestos contrários, a permanência do pastor Marco Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados, tem se mostrado uma decisão acertada para o Partido Social Cristão.

O jornal Folha de S. Paulo noticiou neste domingo, 31 de março, que desde o início da polêmica, o número de filiações ao PSC aumentou, o que tem feito a direção do partido apoiar a postura do pastor em permanecer no cargo.

A cúpula do PSC estipula que Marco Feliciano possa triplicar o número de votos recebidos na última eleição, ajudando assim, a eleger outros candidatos do partido através do critério de quociente eleitoral, o mesmo que beneficiou o deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), eleito com 13 mil votos. Marco Feliciano, em 2010, obteve 211 mil votos em sua primeira candidatura a um cargo eletivo.

Porém, essa manutenção no cargo não deve ser tranquila, pois os protestos contra o pastor continuam acontecendo frequentemente.


Na última sexta-feira, 29 de março, Feliciano foi alvo de protestos em Passos (MG), no local onde foi realizado um evento organizado pela Assembleia de Deus e que o pastor seria o preletor da noite.

Ao subir no palco do ginásio, Feliciano comentou as manifestações contrárias a ele e pregou normalmente. Do lado de fora, um grupo de 50 manifestantes seguravam cartazes contra o pastor. Ao sair do evento, Marco Feliciano precisou ser escoltado pela Polícia Militar.

No sábado, 30 de março, um grupo de umbandistas montou um boneco e com uma imagem do pastor Marco Feliciano, e o malharam em frente ao Congresso Nacional. Durante o protesto, foram exibidos cartazes com críticas à “intolerância religiosa, racial e sexista”.

Críticas no meio cristão

O pastor Ricardo Gondim, da Igreja Betesda, se juntou ao grupo dos críticos a Marco Feliciano, e afirmou que a reação mais lúcida por parte do pastor da Assembleia de Deus Catedral do Avivamento seria a renúncia à presidência da CDHM.

“O Marco Feliciano se apresenta como representante não só do mundo evangélico, mas de todo o protestantismo. Na verdade, ele pouco representa das tendências protestantes. Foi eleito por um segmento muito alienado politicamente”, observou o pastor Gondim, em entrevista ao jornalista Roldão Arruda, do jornal O Estado de S. Paulo.

Para Gondim, Feliciano erra por ecoar uma linha teológica que já foi usada para justificar a escravidão: “Ele se antagonizou com o Brasil porque expressou pelo Twitter e, depois, num culto, opiniões sobre a questão dos negros. Disse que são descendentes da parte amaldiçoada dos filhos de Noé, os filhos de Cam. É interessante observar ele não criou nada ao fazer tais afirmações. Essa teologia é muito antiga, muito anterior a ele, persistindo até hoje em alguns poucos segmentos fundamentalistas. Ela tem origem entre os colonialistas, que dividiam o mundo em três áreas – o ocidente, o oriente e o sul. Nesta última teriam ficado os possíveis descendentes do personagem bíblico, os amaldiçoados. O Feliciano lucra em cima dessa teologia, fatura em cima dela, mas não acrescenta nem desenvolve nada. É apenas o porta-voz de um grupo que, no atual contexto religioso, ainda replica argumentos usados por países colonialistas para a dominação e exploração dos mais pobres, especialmente na África. Isso é muito triste”, lamentou Ricardo Gondim.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

33 COMENTÁRIOS

  1. Isto é óbvio. Cerca de 30% do eleitorado brasileiro tem perfil bastante conservador nos valores. Este eleitorado está órfão, pois nenhum grande ou médio partido (PT, PSDB, PMDB, DEM, PSOL, PDT, PTB) assume (como faz o Partido Popular espanhol ou o Partido Republicano nos EUA) a defesa da família tradicional e da legislação que criminaliza o aborto. A redução da maioridade penal e a luta contra a legalização das drogas também são pontos importantes desta agenda conservadora.

    Se o PSC aproveitar esta exposição na mídia para ratificar no imaginário popular a imagem de um partido realmente conservador, defensor dos princípios cristãos, acredito que não só Marco Feliciano terá mais votos como também todos os candidatos do partido. Há um eleitorado numeroso que não se sente representado pelos grandes partidos. É o momento também para o PSC aprimorar o discurso econômico da legenda e recrutar quadros qualificados (sem abrir mão dos princípios).

      • Onde estão estas declarações racistas? onde você viu? onde escutou? ou igual a papagaio, repete o que ouve. gostaria que me fornecesse a revista ou Site, onde viu ou ouviu estas tais declarações. pois quero emitir minhas opiniões sobre estas tais declarações e até agora não encontrei. Se não me fornecer a fonte, vou te chamar de papagaio, ou irei achar que é um gayzão irritado.

  2. É TRISTE CONSTATAR QUE EM PLENO SECULO XXI, AINDA EXISTEM PESSOAS QUE APÓIAM AS DECLARAÇÕES RACISTAS E EXCLUDENTES DESTE PA$TOR-POLÍTICO. –

    • Onde estão estas declarações racistas? onde você viu? onde escutou? ou igual a papagaio, repete o que ouve. gostaria que me fornecesse a revista ou Site, onde viu ou ouviu estas tais declarações. pois quero emitir minhas opiniões sobre estas tais declarações e até agora não encontrei. Se não me fornecer a fonte, vou te chamar de papagaio, ou irei achar que é um gayzão irritado.

  3. É TRISTE CONSTATAR QUE EM PLENO SECULO XXI, AINDA EXISTEM PESSOAS QUE APÓIAM AS DECLARAÇÕES RACISTAS E EXCLUDENTES DESTE PA$TOR-POLÍTICO. –

  4. ESTUDO BÍBLICO:

    O Antigo Testamento Não Governa o Nosso Serviço Hoje

    O Antigo Testamento, que é aproximadamente 75% da nossa Bíblia, inclui muitas informações importantes. Ele nos oferece o conforto de saber da fidelidade de Deus em cumprir as suas promessas (Romanos 15:4). O Velho Testamento nos instrui, também, por meio de exemplos negativos (1 Coríntios 10:5-11) e positivos (Tiago 5:16-18; Hebreus 11). Ele revela aspectos importantes do caráter de Deus e da vontade geral dele para com os homens.

    Mas, quando se trata da legislação de Deus para nos guiar no nosso serviço ao Senhor hoje, devemos buscar estas orientações no Novo Testamento, a aliança revelada por Jesus Cristo para governar todos os homens. Para saber como adorar a Deus, como receber a salvação e como a igreja deve agir, precisamos do Novo Testamento. O Antigo Testamento não governa o nosso serviço a Deus nos dias atuais.

    Vamos considerar o ensinamento bíblico sobre as duas alianças e, depois, alguns assuntos específicos de contraste entre elas.

    O Antigo Testamento Não Nos Governa Hoje

    Deus apareceu no monte Sinai e revelou uma lei de grande importância. Ele falou por meio de Moisés sobre diversos aspectos da conduta do povo de Israel. Aquela lei foi dada especificamente ao povo de Israel, e nunca foi dada como uma lei geral para governar os gentios (as outras nações). Deus disse: “Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, então, sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos; porque a terra é minha; vós me sereis reino de sacerdotes e nação santa. São estas as palavras que falarás aos filhos de Israel” (Êxodo 19:5-6). A maioria das pessoas hoje é descendente de outros povos, e não descendentes físicos de Israel. A lei dada no Sinai não foi dada a nós (gentios).

    Mesmo para os judeus, a lei foi cumprida e não está mais em vigor. Paulo disse que a lei servia como aio ou tutor, com uma função temporária: “De maneira que a lei nos serviu de aio para nos conduzir a Cristo, a fim de que fôssemos justificados por fé. Mas, tendo vindo a fé, já não permanecemos subordinados ao aio” (Gálatas 3:24-25). O livro de Hebreus mostra que Jesus é o Mediador de uma Nova Aliança, superior ao Antigo Testamento (Hebreus 8:6-9; 10:9b-10).

    Paulo, sendo judeu, disse: “Agora, porém, libertados da lei, estamos mortos para aquilo a que estávamos sujeitos, de modo que servimos em novidade de espírito e não na caducidade da letra” (Romanos 7:6). O contexto de Romanos 7 esclarece outro fato. Alguns ensinam hoje uma distinção artificial entre a lei moral e a lei cerimonial. Dizem que a lei moral inclui os dez mandamentos e permanece em vigor, enquanto algumas ordenanças cerimoniais da lei não se aplicam mais. Mas Paulo claramente se referiu a lei toda, incluindo nos seus comentários os dez mandamentos. O exemplo que ele cita quando fala da lei é um dos dez mandamentos: “Não cobiçarás” (Romanos 7:7; cf. Êxodo 20:17). Não vivemos hoje subordinados à lei do Antigo Testamento – nem às ordenanças sobre sacrifícios, nem aos dez mandamentos.

    Isto significa que é permitido matar, adulterar, cobiçar, mentir, etc.? Não! A Nova Aliança claramente proíbe tais comportamentos, e devemos ser obedientes ao evangelho de Jesus Cristo. Podemos ilustrar este ponto pensando nas várias constituições do Brasil. Era crime matar antes de 1988, e continua sendo crime matar hoje. Mas, se alguém matar hoje, será julgado pela constituição atual, não pelas anteriores. Da mesma forma, quem mata ou adultera hoje será condenado pela palavra de Cristo na Nova Aliança (João 12:48), e não pelas palavras reveladas a Moisés no monte Sinai.

    Diferenças: O Sábado

    Deus ordenou que os israelitas guardassem o sábado (Êxodo 20:8-11). Ele falou claramente que foi uma aliança especial com o povo de Israel: “Tu, pois, falarás aos filhos de Israel e lhes dirás: Certamente, guardareis os meus sábados; pois é sinal entre mim e vós nas vossas gerações…. Portanto, guardareis o sábado, porque é santo para vós outros…. Pelo que os filhos de Israel guardarão o sábado…. Entre mim e os filhos de Israel é sinal para sempre….” (Êxodo 31:13-17). Deus não deu esta ordem aos gentios em outras terras, e não a repetiu como parte da Nova Aliança. Pelo contrário, Paulo disse: “Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou sábados, porque tudo isso tem sido sombra das coisas que haviam de vir; porém o corpo é de Cristo” (Colossenses 2:16-17). Quando chegamos à luz de Cristo, deixamos a sombra para trás!

    Diferenças: A Adoração

    Quando comparamos o Antigo e o Novo Testamentos, observamos muitas diferenças em relação à adoração. Devemos lembrar que a adoração é dada pelo homem a Deus, e deve ser feita para agradar ao Senhor. A adoração não é para agradar a nós. Neste ponto, muitas igrejas erram, fazendo seus cultos de adoração para emocionar e agradar às pessoas. Devemos estudar as Escrituras para saber o que Deus pediu na adoração, assim lhe oferecendo a devida honra e glória.

    Sacrifícios de animais faziam parte do Antigo Testamento, mas não pertencem ao serviço dos cristãos hoje. O Novo Testamento mostra que estes sacrifícios eram ineficazes (Hebreus 10:4) e que foram oferecidos segundo a lei dada aos israelitas (Hebreus 10:8). É o sacrifício de Jesus, e não o sangue de animais, que nos purifica do pecado (Hebreus 10:11-12).

    Incenso foi oferecido no Antigo Testamento (Êxodo 30:1,37), mas não faz parte do louvor dos cristãos no Novo. Podemos usar este fato para observar um princípio importante sobre como usar as Escrituras. Para saber o que Deus quer, precisamos da permissão (autorização) dele. Não precisamos de uma proibição específica para saber que determinada prática não faz parte do nosso serviço ao Senhor. Deus é o chefe da casa (1 Timóteo 3:15) e ele tem direito de determinar o que pode ser feito na casa dele (a igreja). Não devemos ultrapassar o que ele revelou (1 Coríntios 4:6). Se agir sem a permissão dele, estaríamos mudando (removendo) a lei de Cristo (considere as implicações de Hebreus 7:11-14). Se ultrapassar a doutrina de Cristo, perde a comunhão com Deus (2 João 9). Obviamente, todos os servos que amam ao Senhor vão procurar fazer somente o que ele autoriza (Colossenses 3:17). Na Nova Aliança, ele não autorizou a prática de oferecer incenso na adoração, então não devemos adotar tal prática.

    Instrumentos musicais foram usados no louvor do Antigo Testamento, mas Deus não deu permissão no Novo Testamento para usá-los na adoração. Este ponto pode ser difícil para muitas pessoas, porque as tendências da maioria das igrejas, especialmente nos séculos recentes, tem sido a adoção de instrumentos musicais como parte fundamental do louvor. Mas os cristãos verdadeiros não se preocupam em seguir tendências humanas, nem em agradar às multidões; procuram agradar a Deus. No Novo Testamento, Deus pediu adoração do coração com a voz, não de instrumentos feitos por mãos humanas (Efésios 5:19; Colossenses 3:16). Alguns podem até tentar justificar os instrumentos musicais por causa de citações simbólicas no Apocalipse, mas este mesmo argumento traria para o nosso louvor o incenso, tronos, coroas, altares, roupas especiais, etc. O simbolismo do Apocalipse não descreve o louvor da igreja na terra.

    Havia uma classe separada de sacerdotes no Antigo Testamento, mas não no Novo. Deus deu aos levitas as suas responsabilidades exclusivas, proibindo que outros servissem no santuário (Números 18:22-23a). Mas no Novo Testamento, todos os discípulos de Cristo são sacerdotes (1 Pedro 2:5). Não devemos reverenciar alguns acima de outros, como os judeus faziam (Mateus 23:6-12).

    Diferenças: O Dízimo

    Os israelitas, no Antigo Testamento, receberam várias instruções sobre o dízimo. A Lei falava da responsabilidade geral de dar o dízimo (Levítico 27:30; Deuteronômio 14:22). Deus ordenou que levassem os dízimos ao lugar por ele escolhido (Deuteronômio 12:6) e ele os deu aos levitas (Números 18:21,24). No final do Antigo Testamento, Deus ainda cobrava os dízimos do povo (Malaquias 3:10). Enquanto a Lei continuava em vigor, antes de sua morte, Jesus falou que as pessoas deviam continuar sendo fiéis nos dízimos (Mateus 23:23).

    Mas na Nova Aliança, que entrou em vigor após a morte do Testador (Hebreus 9:15-16), o princípio das ofertas é diferente. Cristãos devem dar com alegria e liberalidade, conforme a sua prosperidade (1 Coríntios 16:1-2; 2 Coríntios 9:6-7,12-13). O princípio atrás das ofertas hoje não é a cobrança de uma porcentagem específica (dízimo significa 10%), mas a decisão de se entregar a Cristo (2 Coríntios 8:3-5).

    Hoje, muitas igrejas pregam a obrigação do dízimo, mas o Novo Testamento claramente diz que a cobrança do dízimo era mandamento da Lei: “Ora, os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm mandamento de recolher, de acordo com a lei, os dízimos do povo” (Hebreus 7:5). Não temos mais o sacerdócio levítico e não vivemos subordinados à Lei do Antigo Testamento. Por isso, não devemos pregar a obrigação de dar o dízimo.

    Conclusão

    Aqueles que querem servir a Cristo precisam resistir às tendências de voltar ao Antigo Testamento como a base do nosso serviço hoje. “Mas, tendo vindo a fé, já não permanecemos subordinados ao aio. Pois todos vós sois filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus” (Gálatas 3:25-26). “De Cristo vos desligastes, vós que procurais justificar-vos na lei; da graça decaístes” (Gálatas 5:4). Vamos andar no Espírito, conforme a revelação da Nova Aliança!

    fonte: estudosdabiblia.net

  5. Atentem ” e viu Cam, o pai de Canaã, a nudez de seu pai e fê-lo saber a ambos seus irmãos fora…..e despertou Noé do seu vinho e soube o que seu filho menor lhe fizera. E disse; MALDITO seja Canaã; servo dos servos seja aos seus irmãos” Gn 10.22….25 Sou neto de negra e minha bisavó e tataravó tem história de escravidão. A escravidão não foi uma experiencia histórica só dos negros, mas na nossa formação escolar , a história refere-se aos negros que vieram da África e ajuidaram a construir o Brasil. Esta página negra de escravidão existiu. A história de nossos primeiros pais, Adão e Eva, também sobre eles foi imposto um castigo, para lembrar-nos sobre as conseguencias terríveis do pecado. AS boas-novas, não importa a situação que estejamos, Deus proporcionou umm caminho para purificar nossa consciencia culpada, para livrar-nos do pecado e nos restaurar à comunhão com Ele e vivermos como cidadões do reino de Deus e socialmente livre de qualquer preconceito racial. A análise teologica sobre Cam, onde ´Noé ficou sabendo do desrespeito do seu filho, que deu motivo a maldição sobre Canãa, descendentes de Cam, os quais habitaram na Árabia Meridional, no Egito Meredional, na orla oriental do mar Mediterraneo e na costa setentrional da África. A maldição prescrevia que os descendentes de Canãa( OS QUAIS NÃO ERAM NEGROS) seriam oprimidos e controlados por outras nações. Que os historiadores corfirmem a realidade deste pronunciamento bíblico! Mas na Bíblia é bem claro que os descendentes de Canãa que se voltassem para Deus receberia, também a benção. de Sem, mas quaisquer descendentes de Sem e Jafé que se desviassem de Deus teriam a maldição de Canãa

  6. ÉTICA?

    No meio evangélico moderno as coisas mudam numa velocidade assustadora conforme os “INTERESSES” do cidadão, da igreja, das denominações e não do Reino de Deus. No ano de 2005, em plena ascensão como pregador, para mim “ENGANADOR”, Marco Feliciano era um dos convidados para ministrar no 21º congresso Gideões Missionários da Última Hora que era realizado na cidade de Camboriú em Santa Catarina pela Assembleia de Deus. Neste congresso, em umas de suas ministrações ele, Markito Feliciano soltou a pérola “NUNCA ME REBAIXAREI A SER UM POLÍTICO”. Naquela época, a começar pela Assembléia de Deus, os evangélicos já namoravam a política e acasalavam com os políticos com as desculpas mais pífias, mais esdrúxulas.

    Ética é a parte da filosofia dedicada aos estudos dos “VALORES MORAIS” e “PRINCÍPIOS IDEAIS” do comportamento humano. A palavra “ÉTICA” é derivada do grego ἠθικός, e significa aquilo que pertence ao caráter.

    O grande e insuperável problema que se coloca na sociedade evangélica brasileira contemporânea é o do como formar cristãos para o respeito á “PALAVRA DE DEUS” sem que eles andem de mãos dadas com os valores deste mundo. Este nó parece ser difícil de desatar, mas foi o próprio cristianismo, com o seu relaxamento, que o fez e agora está diante de um enorme paradoxo, viver sob o julgo da PROMISCUIDADE RELIGIOSA ou voltar-se para a Bíblia e pagar o preço que for preciso para resgatar a credibilidade do Evangelho.

    Falar de “ÉTICA” no meio evangélico é falar de respeito à “BÍBLIA”, é tê-la como regra de fé e de princípios cristãos, é romper com qualquer situação que vá contrariar aquilo que ela ensina ao homem. Ética religiosa NÃO É UMA PALAVRA BEM VISTA, O que vale para as lideranças hoje é: “OS FINS JUSTIFICAM OS MEIOS”. No caso da “ÉTICA ESPIRITUAL”, ela é mais abrangente, pois ela trata de coisas pertinentes à alma, ao coração e a vida eterna do cidadão.

    Ai eu fico aqui me perguntando, onde está a “ÉTICA” deste cidadão ao romper com a sua palavra? É este sujeito merecedor de alguma confiança? Para os meus princípios a resposta é um sonoro “NÃO”. É interessante que não encontramos Paulo ou seja lá qual Discípulo for participando da “VIDA POLITICA” daquele tempo e muito menos assumindo a presidência de alguma comissão no Império Romano. Qual seria a razão? O compromisso com os valores do Reino falavam mais alto, que não é o caso hoje no meio das lideranças. Os interesses prevalecem. Para todos, sem exceção.

    Como se diz que “JABUTI NÃO SOBE EM ÁRVORE”, este tal Markito Feliciano está lá em Brasília porque evangélicos de fachada o conduziram para lá, do contrário, se levassem em conta a integridade religiosa dele e o seu compromisso com a Palavra de Deus, ele jamais chegaria a lugar algum. E ai, por falta de credibilidade na pregação e no testemunho, os crentes abraçaram a causa do tal pregador achando que ele é merecedor de toda a confiança. Misericórdia!!! Que o Senhor nos proteja desta gentalha!!! Veja o que Paulo diz: “PORQUE HÁ MUITOS DESORDENADOS, FALADORES, VÃOS ENGANADORES, AOS QUAIS CONVÉM TAPAR A BOCA, HOMENS QUE TRANSTORNAM CASAS INTEIRAS, ENSINANDO O QUE NÃO CONVÉM, POR TORPE GANÂNCIA” – Tito 1:10 e 11.

    A minha oração é para que Deus possa levantar homens segundo o seu coração, homens fiéis a Ele e não a partidos, fiéis as Escrituras e não aos manuais de conduta de siglas partidárias. Homens que honrem pelo menos as calças que vestem e tenha a hombridade e o caráter de não usarem o Evangelho como fachada para a realização de seus sonhos pessoais ou de sua entidade religiosa. É entidade sim, pois a igreja de Cristo só tem um sonho e um ideal, conduzir o homem aos pés da cruz de Cristo. Que levem a efeito o que diz o texto: “TU, POIS, MEU FILHO, FORTIFICA-TE NA GRAÇA QUE HÁ EM CRISTO JESUS. E O QUE DE MIM, ENTRE MUITAS TESTEMUNHAS, OUVISTE, CONFIA-O A HOMENS FIÉIS, QUE SEJAM IDÔNEOS PARA TAMBÉM ENSINAREM OS OUTROS. SOFRE, POIS, COMIGO, AS AFLIÇÕES, COMO BOM SOLDADO DE JESUS CRISTO. NINGUÉM QUE MILITA SE EMBARAÇA COM NEGÓCIOS DESTA VIDA, A FIM DE AGRADAR ÀQUELE QUE O ALISTOU PARA A GUERRA. E, SE ALGUÉM TAMBÉM MILITA, NÃO É COROADO SE NÃO MILITAR LEGITIMAMENTE. O LAVRADOR QUE TRABALHA DEVE SER O PRIMEIRO A GOZAR DOS FRUTOS. CONSIDERA O QUE DIGO, PORQUE O SENHOR TE DARÁ ENTENDIMENTO EM TUDO” – II Timóteo 2: 1 a 7.

    Muito cuidado, os PILATOS EVANGÉLICOS estão soltos por gritando aos quatro cantos: “Que quereis que eu vos faça?”. A massa está eufórica e respondendo, CRUCIFICA-O, CRUCIFICA-O!!! Nós não admitimos que Ele, Jesus, reine sobre nós. Queremos viver para as nossas paixões e para os nossos ideais sem a interferência Dele.

    Você já parou para refletir, na posição profissional de seu líder espiritual, qual o seu padrão ético? Qual o seu projeto de vida? Qual a sua verdadeira identidade? Qual e como será o seu caminho a percorrer? Seja na vida pessoal ou espiritual, temos que desenhar a história que queremos deixar por onde passamos. História essa que deverá ser escrita com letras garrafais, na qual deve prevalecer a integridade ética tanto MORAL quanto ESPIRITUAL. Sabe para quê? Para que no final da vida, você possa olhar para trás com satisfação e orgulho, reconhecendo que o que foi feito valeu à pena, deu fruto, floresceu.

    Carlos

      • Só Pastor, ou padres, bispos, por ai vemos o quão brasileiros não totalmente inequívocos ao irem para as urnas. Você diz que o cidadão politico é ” safado, corrupto e sem moral” se esta é tua visão de políticos, e vota, nota-se seu nível cultural, É por isto que encontramos o pais neste caos. pessoas votando por votar, votam em, palhaço, em jogador de bola, exBBB, ator de novela e por ai vai, e depois querem exigir o que? Esta na hora de crescer Alex, continuam a votar em qualquer um, e depois pintam a cara e vão fazer protesto. Mas muitos usam aquele nariz vermelho quando chegam as urnas!

  7. Não voto em crentes. Sou cristão e acho errado pastores se meterem em politica. Eles não estão interessados em defender os direitos dos crentes estão interessados como todos em $$$$ dinheiro, grana, conta bancaria recheada.

    • Caro, Alex, você deve ser deste muitos brasileiros que votam por votar. Como diz ser cristão e votar em candidatos que são a favor ” aborto, casamento gay, etc. Primeiramente você deveria convertesse ao cristianismo , ai conseguiria distinguir, que precisamos de representantes cristão no meio politico para que não passem estas leis diabólicas criadas por pessoas que não professam o Amor de Cristo. Se continuares a pensar que todos estão lá por $$$, es um pobre infeliz, não tendo discernimento nenhum espiritualmente. Se continuares a votar em não cristão, estará dando um força muito grande para que o nosso inimigo implante seus objetivos. Conheça Jesus e cresce na graça Dele. não seja apenas um religioso.

    • Concordo que as lideranças não devam concorrer a cargos eletivos, mas nós fiéis não existe qualquer impedimento, pelo contrário, a visão do homem público é somente servir ao povo da maneira justa e solidária.

      Que nós leigos e fiéis cristãos sejamos postulantes as funções eletivas para mudarmos o ranço de corrupção no meio público.

    • Alex, vc é do tempo das cavernas ou se faz de desentendido, se Marcos Feliciano estar lá é porquer é permisão de Deus. Deus fez a rainha Ester ser representante do povo dele através do rei Assuero para livrar o seu povo das mãos dos inimigos, será q ela deixou de fazer isto por causa do luxo do palácio ou porque existia pessoas como vc preocupado com dinheiro. Deixe de ser avarento, só pensa em dinheiro, ou vc não gosta de dinheiro seu farizeu? sso é inveja? Eu prefiro abençõar um crente com o meu voto do q um jean gay da vida. Faz vergonha ter crentes da sua qualidade, dando um testemunho desse. Vota no impio q vc vai findar fazendo casamento gay na sua congregação. CUIDADO IRMÃO NÃO JUGUE P NÃO SER JUGADO, jesus estar voltando!!! O meu voto é Para Marcos Feliciano.

  8. PASTOR FELICIANO, DEUS TE DIZ:
    Conheço as tuas obras; eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar; tendo pouca força, guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome.
    Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo.
    Apocalipse 3:8-9

  9. PASTOR FELICIANO, DEUS TE DIZ:
    Conheço as tuas obras; eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar; tendo pouca força, guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome.
    Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo.
    Apocalipse 3:8-9

  10. Ricardo Gondim é que representa pouquíssimos cristãos, quase nenhum. Quantos cristãos não creem na volta de Jesus? Pois é, são esses que Gondim representa. kkk

  11. Goldin, não mexa com o Ungido do SENHOR senão você prestará conta, você fica plantando discordia entre o povo Evangélico, acho que você precisa ler mais a Biblia, ou então realmente se converter ao Senhor Jesus Cristo. pois a sua pessoa fica falando mal do servo do SENHOR que isso vai orar vai.

  12. O SENHOR está no seu santo templo, o trono do SENHOR está nos céus; os seus olhos estão atentos, e as suas pálpebras provam os filhos dos homens.
    O SENHOR prova o justo; porém ao ímpio e ao que ama a violência odeia a sua alma.
    Sobre os ímpios fará chover laços, fogo, enxofre e vento tempestuoso; isto será a porção do seu copo.
    Porque o SENHOR é justo, e ama a justiça; o seu rosto olha para os retos.

  13. É impressionante como o Sr. Marco está incentivando, instigando o ódio contra as minorias que deveria defender. Suas declarações deseguilibradas, rasas, vão na contramão dos direitos humanos. Temos vários documentos legais como a Declaração Univesal dos Direitos dos Homem que diz toda pessoa tem o direito de querer formar família. Isso inclui homossexuais também. Assim já concluiu com sabedoria a cúpula do Poder Judiciário do nosso país (STF). Tudo em sintonia com os direitos fundamentais elencados em nossa Constituição Cidadã que, promulgada em 1988, recebeu este nome devido à Ditadura Militar que ceifou vários direitos do povo. Ao demonizar os LGBT e o restante da Comissão de Direitos Humanos o pseudo-político demosntra desequilíbrio e simpatia ao regime nazista. O líder do nazismo exterminou homossxuais, negros, judeus, ateus, ciganos. Fez tudo em nome de Deus e da família.

    Feliciano você não tente me representar. Você só representa o líder do nazismo.

  14. se Deus permitir o pastor Feliciano sera sim presidente ou governador,o brasil precisa de homens e mulheres tementes ao senhor no governo pois assim o brasil deixaria a hipocrisia e a ignoracia
    só DEUS pode mudar o brasil que vai de mal a pior

    • agora se ve quem realmente segui a cristo,muitos pastores se escondendo ficando com seu próprio inter se,como este tal Godim,pastor Feliciano tem se mostrado fiel em sua crença, não importando o que vem sobre ele,mais Deus e fiel e da honra aos seus filhos que segui a sua palavra, aqueles que não tem parte com Deus e defende seus princípios, ja estão nas trevas.

  15. a ala gay,são os maiores cabos eleitoral que o pr.marcos feliciano,tem esse nem prescisa se preocupar-se com certas coisas,sem perceber esses protestos que são feitos serve de escada e estão pondo esse homem numa posição muito boa.

  16. Estamos vivênciando no Brasil uma batalha dos homossexuais tentando de todos as formas impedir a liberdade de expressão dos heteros e cristãos sobre o homosexualismo.
    A Bíblia é imutavél sobre a posição de Deus quanto a união de pessoas do mesmo sexo.
    Deus repudia tal ato . Como esta escrito na palavra de Deus “o mundo jás no maligno”, mas os servos do Sr. Jesus ainda estão na terra para lutar contra todas as artimanhas do maligno,em o nome de Jesus.
    Continue firme Pastor Feliciano.Resistir ao diabo e ele fugirá de vós.

DEIXE UMA RESPOSTA