Ratinho é condenado a pagar R$ 150 mil por conta de piadas feitas com igreja exclusiva para gays

67

O apresentador Carlos Massa, vulgo Ratinho, foi condenado juntamente com o SBT a indenizar uma igreja inclusiva em R$ 150 mil por conta de declarações feitas há mais de uma década em seu programa de TV.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve a condenação de primeira instância do Tribunal de Justiça de São Paulo em 2011.

O imbróglio começou quando, em 2003, Ratinho mostrou imagens de um culto da primeira “igreja gay” de São Paulo, a Igreja Acalanto – Ministério Outras Ovelhas, dirigida pelo pastor Victor Orellana.

Em rede nacional, Ratinho comentou as imagens feitas com uma câmera escondida dizendo que a denominação era frequentada por “viadinhos” e “viados”, e que não tinha uma filial, mas sim uma “viadal”.


O TJ-SP entendeu que os comentários “jocosos” do apresentador eram excessivos, e o desembargador Fábio Quadros disse que a ofensa não estava no uso da palavra “gay”, e sim no “escárnio, chacota” feitos pelo apresentador, que teria dado um “tratamento chulo e depreciativo sobre a fé professada pelo autor [o pastor Orellana]”.

De acordo com informações do jornalista Daniel Castro, o SBT recorreu da sentença ao STJ pedindo a redução do valor da indenização, porém o ministro Luís Felipe Salomão negou o recurso, afirmando que os R$ 150 mil definidos como valor indenizatório não podem ser considerados “exorbitantes” pois a ofensa foi proferida por um “famoso apresentador” em rede nacional de televisão.

Igrejas inclusivas

As chamadas “igrejas inclusivas” são conhecidas por pregar a homossexualidade como um comportamento aceitável diante de Deus, assim como o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Nessas igrejas, a “teologia inclusiva” adapta as doutrinas tradicionais ao comportamento dos frequentadores, apesar de pregarem que o sexo deva ser praticado apenas após a união formal.

A mais conhecida denominação inclusiva do Brasil é a Comunidade Cidade de Refúgio, dirigida pela pastora Lanna Holder e sua esposa, Rosania Rocha.

67 COMENTÁRIOS

    • Em uma sociedade livre, as pessoas têm o direito de basear suas convicções em qualquer tipo de raciocínio. Seja em Karl Marx, seja em Platão ou em Jesus Cristo. Não tenho problema com os homossexuais, e sim com o ativismo gay. É o grupo mais intolerante da pós-modernidade. Eles querem criminalizar a opinião.

    • A coisa mais triste que existe é a experiência de uma mulher que se faz inimiga de gays apenas porque não conhece arrumar um macho que a faça feliz, realizada. Observando gays felizes com outros homens, e se vendo a si próprias infelizes, desprezadas por machos, desferem contra os gays todo o ódio e ressentimento que as consomem. Triste, muito triste, e eu já vi isso.

      • A coisa mais triste que existe é a experiência de uma mulher que se faz inimiga de gays apenas porque não consegue arrumar um macho que a faça feliz, realizada. Observando gays felizes com outros homens, e se vendo a si própria infeliz, desprezada por machos, desferem contra os gays todo o ódio e ressentimento que a consome. Triste, muito triste, e eu já vi isso. O mesmo vale para homens frustrados porque não têm o amor de mulheres e manifestam seu ódio, sua frutração e ressentimento contra lésbicas.

        • Rapaz a cada vez vê leio “deixa o cara ou a mulher ou quem quer que seja fazendo o que quiser, deixa crer no que quer ” vejo o trabalho do diabo dando frutos.
          a gente não pode chingar, maltratar e etc , pois DEUS condena isso,
          Mais a pessoa apoiar sabendo que é errado essa pessoa prestará contas de sua alma e das outras que ela apóia no erro.

          • Andre, sua crença no “diabo”, um ser imaginário engendrado na mente de religiosos do antigo assim chamado paganismo, que viam o mundo de forma maniqueísta e que inventaram um opositor para Deus, como numa espécie de parlamento onde há Deus, a “situação”, e o “Diabo”, a oposição, sim, essa sua crença não deve pautar as leis e definir a conduta das pessoas, interferindo na liberdade de cada um fazer o que deseja desde que essa liberdade não interfira na liberdade do outro.

            Para seu governo, há outras religiões que não creem em “diabo”, pois para elas nada pode fazer oposição a Deus como o diabo dos cristão faz, desencaminhando pessoas e frustrando o propósito divino.

            Desta forma, Andre, se você quer acreditar no seu diabo, acredite, mas não faça de sua crença um cavalo de batalha com o qual atacar direitos civis e obstaculizar liberdades coletivas e individuais.

  1. Gays sofrem pressão para mudar de sexo e escapar da pena de morte no Irã
    12

    BBC Ali Hamedani
    Da BBC Persa
    06/11/201407h56
    Compartilhe35
    Imprimir Comunicar erro

    BBC
    Marie, 37, deixou o Irã há cinco meses. Ela cresceu como menino, Iman

    Marie, 37, deixou o Irã há cinco meses. Ela cresceu como menino, Iman

    O Irã é um dos poucos países em que atos homossexuais são punidos com a morte. Clérigos, no entanto, aceitam a ideia de que uma pessoa pode estar presa em um corpo do sexo errado. Gays podem ser forçados a se submeter a uma cirurgia de mudança de sexo – e, para evitar isso, muitos fogem do país.

    Criado no Irã, Donya manteve seu cabelo raspado ou curto e usava bonés em vez de lenços. Chegou a visitar um médico para tentar interromper sua menstruação.

    “Eu era muito jovem e realmente não me entendia”, diz. “Pensei que se pudesse parar minha menstruação, ficaria mais masculina.”

    Se policiais pedissem sua identidade e notassem que ela era mulher, diz, iriam censurar-lhe: “Por que você está assim? Vá mudar seu sexo”.

    BBC
    A lésbica Donya, 33, fugiu para o Canadá, onde vive com o filho

    Esta tornou-se sua ambição. “Eu estava sob tanta pressão que queria mudar meu sexo o mais rápido possível”, diz.

    Por sete anos, Donya submeteu-se a um tratamento hormonal que lhe engrossou a voz e lhe fez crescer pelos no rosto.

    Mas quando os médicos propuseram a cirurgia, ela conversou com amigos que haviam se submetido à operação e tinham enfrentado “muitos problemas”. Começou a se questionar se essa era a melhor opção para ela.

    “Eu não tinha acesso fácil à internet. Muitos sites são bloqueados. Comecei a pesquisar com a ajuda de alguns amigos que estavam na Suécia e na Noruega”, conta.

    “Comecei a me conhecer melhor… Eu aceitei que era lésbica e estava feliz com isso”.

    Mas viver no Irã como homem ou mulher abertamente gay é impossível. Donya, agora com 33 anos, fugiu para a Turquia com seu filho de um breve casamento, e depois para o Canadá, onde recebeu asilo.

    Não é uma política oficial do governo iraniano forçar homens ou mulheres homossexuais a mudarem de sexo, mas a pressão pode ser intensa.

    Em 1980, o fundador da República Islâmica, o aiatolá Khomeini, emitiu uma fatwa – uma legislação islâmica – permitindo a cirurgia de mudança de sexo. Aparentemente, após ser convencido em um encontro com uma mulher que disse estar presa no corpo de um homem.

    ‘Doentes’

    Shabnam – nome fictício – é psicóloga em uma clínica estatal do Irã e diz que alguns gays acabam sendo forçados a fazer a cirurgia. Médicos são orientados a dizer a homens e mulheres gays que eles estão “doentes” e precisam de tratamento. Pacientes gays são encaminhados a clérigos para que sua fé seja fortalecida.

    As autoridades “não sabem a diferença entre identidade e sexualidade”, explica Shabnam.

    Não há informações confiáveis sobre o número de operações de mudança de sexo realizadas no Irã. Khabaronline, uma agência de notícias alinhada com o governo, disse que os números subiram de 170 em 2006 para 370 em 2010. Mas um médico de um hospital iraniano disse à BBC que só ele realiza mais de 200 dessas operações todos os anos

    Em outros países, mudar a sexualidade de uma pessoa é um processo complexo, que envolve psicoterapia, tratamento hormonal e, algumas vezes, grandes operações – durando anos.

    Nem sempre é o caso no Irã.

    “Eles [as autoridades] mostram o quão fácil pode ser”, diz Shabnam. “Prometem te dar documentos legais e, mesmo antes da cirurgia, permissão para andar na rua vestindo o que quiser. Prometem te conceder um empréstimo para pagar a cirurgia”, exemplifica.

    Os defensores destas políticas oficiais salientam o lado positivo das medidas, argumentam que os transexuais iranianos recebem ajuda para ter uma vida decente e que gozam de mais liberdade do que em muitos outros países.

    Mas a preocupação é que a cirurgia de mudança de sexo esteja sendo oferecida para pessoas que não são transexuais – e sim homossexuais.

    “Está ocorrendo uma violação de direitos humanos”, acredita Shabnam. “O que me deixa triste é que as organizações que deveriam ter um propósito humanitário e terapêutico podem estejam do lado do governo ao invés de olhar para o ponto de vista das pessoas.”
    Ovelha negra

    Psicólogos sugeriram uma mudança de sexo para Soheil, um jovem gay iraniano de 21 anos. A família exerceu grande pressão para que ele concordasse com a operação.

    BBC
    Soheil, 21, foi pressionado pela família para fazer uma cirurgia de mudança de sexo

    “Meu pai veio me visitar em Teerã com dois parentes”, diz ele. “Eles fizeram uma reunião para decidir o que fazer sobre mim. Disseram: ‘Ou você muda seu sexo ou vamos te matar. Não deixaremos que você viva nessa família'”.

    Soheil foi mantido em casa, na cidade portuária de Bandar Abbas, sob vigilância da família. Um dia antes da operação, conseguiu escapar com a ajuda de amigos. Eles lhe deram um bilhete de avião e o jovem voou para a Turquia.

    O país, que não requer vistos de cidadãos iranianos, é muitas vezes o primeiro destino de quem foge. De lá, eles muitas vezes pedem asilo em um terceiro país da Europa ou América do Norte. A espera pode levar anos e, mesmo na Turquia, eles são alvo de preconceito e discriminação, especialmente em pequenas cidades socialmente conservadoras.

    Arsham Parsi, que cruzou a fronteira do Irã para a Turquia de trem em 2005, vive na cidade de Kayseri, na região central do país. Ele foi espancado e teve tratamento hospitalar para deslocamenteo de ombro negado simplesmente por ser gay. Depois disso, não saiu de casa por dois meses.

    Mais tarde, Parsi se mudou para o Canadá e criou um grupo de apoio para gays iraniano. Ele diz receber centenas de pedidos de ajuda por semana. Já auxiliou cerca de mil pessoas a deixar o Irã nos últimos dez anos.

    BBC
    Arsham Parsi hoje vive no Canadá e ajuda iranianos a deixar o país

    Alguns fogem para evitar a cirurgia de mudança de sexo, mas outros descobriram que ainda enfrentam preconceito apesar de se submeter ao tratamento. Parsi estima que 45% das pessoas que fizeram a cirurgia não são transexuais, mas gays.

    ‘O que é ser lésbica?’

    Eis um exemplo: recentemente, uma mulher o consultou com dúvidas sobre a cirurgia. Ele perguntou se ela era transexual ou lésbica. Ela não sabia responder, porque ninguém nunca havia lhe explicado o que era “ser lésbica”.

    Marie, de 37 anos, deixou o Irã há cinco meses. Ela cresceu como menino, Iman, mas estava confusa sobre sua sexualidade e foi declarada por um médico iraniano como sendo 98% do sexo feminino. Por isso, acreditou que precisaria mudar de sexo.

    A terapia hormonal parecia ter-lhe trazido mudanças positivas, como o crescimento dos seios. “Isso me fez sentir bem”, diz. “Eu me senti bonita.”

    Finalmente, Marie submeteu-se à operação – e veio a sensação de estar “fisicamente danificada”.

    Ela se casou com um homem, mas a relação terminou rapidamente. Assim como qualquer esperança de que a vida como mulher seria melhor.

    “Antes da cirurgia, as pessoas me viam e diziam: ‘Ele é tão feminino, ele é tão feminino'”, diz Marie.

    “Após a operação, sempre que eu queria me sentir como mulher, ou me comportar como mulher, todo mundo dizia: ‘Ela se parece com um homem, ela é viril’. [A cirurgia] não ajudou a reduzir os meus problemas. Pelo contrário.”

    Marie diz que, se “estivesse em uma sociedade livre, gostaria de saber se seria como sou agora e se eu teria mudado meu sexo”.

    “Não tenho certeza”, responde.

    “Estou cansada. Cansada de toda a minha vida. Cansada de tudo.”

      • Obrigado Sandro, pena que o fundamentalistas evangélicos, mesmo lendo não sentiram sequer uma ponta de consideração pela dor dessas pessoas, e o motivo?
        O coração de muitos fundamentalista é duro como, o amor ao próximo é algo que não existe no meio fundamentalistas, tanto que muitos falam em “extermínio” das minorias.
        Já amei tanto a igreja Cristã e hoje, as vezes tenho vontade chorar ao vêr, como a maldade tem se multiplicado no meio evangélico, e são poucos os cristãos, que se opunham a esses malafentos.

  2. Esse ratinho babaca gastou milhões para tentar eleger seu filho prefeito da Bela Curitiba, dinheiro que seu filho nem em três legislaturas conseguiria recuperar em salário.(como recuperaria?)
    Mas como o povo curitibano é culto, jamais teria um filhote de rato como prefeito.
    Este PSC é um lixo.

    • Esse é o mesmo que afirmava, alto e bom som, que o candidato à reeleição, o então prefeito Luciano Ducci, era, juntamente com as forças políticas que o apoiavam, dentre as quais o atual governador do Paraná, Beto Richa, “cuecas de seda”, ridicularização através da qual o ratinho pai tentava desqualificar o candidato da então situação. Pois bem, a eleição passou, ratinho júnior perdeu, mas, pasmem os leitores!, foi compor o governo das forças por ele e seu pai identificadas como sendo a dos “cuecas de seda”. De duas uma: ou as críticas de ratinho pai eram mentirosas e maldosas ou ele e seu filho passaram a vestir também “cuecas de seda”.

  3. Stardust ,tem de tudo ,tem até pessoas que se dizem cristã,vive criticando evangelico ,mas que escreveu que frequenta cultos em uma casa de amigo,amigo esse que tem ligação com denominação evangelica,assume ,vc é evangelico enrustido ,quanto ao Ratinho,justiça foi feita,pra ele aprender respeitar , eu sou contra a pratica homossexual,mas respeito eles,cada um viva sua vida de acordo com sua vontade

    • Samy

      Quem tem ligações com denominação evangélica é esse meu amigo, e não eu. E eu frequento o culto na casa dele porque ele procura fazer o máximo possivel em cima da palavra de Deus, sem denominacionalismo.

      Não sou da religião evangélica e já deixei claro a ele e todos meus amigos que são evangélicos que não tenho a menor pretensão de ser evangélico e o porque dessa minha decisão.

  4. Este site não deveria usar a palavra IGREJA para se referir a este pessoal. Como disse certa vez O Pastor Malafaia,disse: ” A Igreja é composta por pessoas salvas,em processo de santificação, que tem fé e aguardam a volta de Jesus”. Esse pessoal pode ser chamado de grupo,comunidade,ajuntamento,etc,etc,menos de Igreja.
    Sobre a multa que Ratinho levou. Vergonhoso mesmo é ver a Justiça praticando a injustiça.
    Queriam o que ? Que Ratinho elogiasse,aplaudisse,glorifica-se, honra-se este pessoal.
    Tem pessoas ou certos grupos que merece mesmo é a zombaria,escarnio,criticas,condenação. Mesmo. Justiça é dar a cada um o que merece. Chegará o dia que vão processar você se falar mal do ESTADO ISLÂMICO ! Olha ! A CENSURA GAY GENTE !

    • Intolerante Nill, pelo que me consta vivemos em um país democrático e onde há liberdade de culto e expressão. O termo igreja pode e deve ser usado pelas igrejas inclusivas e não é você, um ilustre desconhecido, ignorante, intolerante e de mente estreita, que dará ordens contrárias e definirá critérios a respeito de quem tem ou não o direito de se expressar desta ou daquela forma. Quanto a corretíssima decisão da Justiça, saiba que vivemos em um estado democrático de direito onde a Constituição é a norma, e não o seu livro religioso ou os dogmas da sua seita, e foi tomada por homens de grande saber e experiência nas lides judiciais, e não por pedantes ridículos como você que se acham mais entendidos em conhecimentos jurídicos que os doutos e sábios juízes da nação. Faça um favor a si e a nós: vá carpir um lote!

      • Pense assim antes de querer processar o Porta dos Fundos ou o Zorra Total , quando fazem quadros tirando um sarro de voces, OS EVANJEGUES.

        Voces são HIPÓCRITAS, acham que liberdade de expressão só serve pra voces .

        • Dennis, você publicou sua resposta no lugar errado. Mas entendi que não foi para mim. Aliás, hoje, em outra publicação, pensei que você havia me xingado e, por isso, mandei você carpir um lote. Me desculpe, cara. Vejo que você é dos nossos.

  5. Esse é o homem que enriqueceu explorando a miséria alheia, ridicularizando e expondo pessoas humildes e desesperadas por soluções que inadvertidamente iam buscar junto ao cínico piadista.

  6. primeiro: isso não é igreja é antro de aberração gay.
    segundo: o que o ratinho falou que é mentira. chamou de viado. ele tinha que ter falado a verdade são aberrações gays juntas que fedem de tanta dsts.
    terceiro: essas desgraças não podem ser chamadas de pastor. como são pastores se não respeitam a palavra de Deus. aberrações gays são o mal do mundo temos que combate-los e elimina-los.

    • Você sabia que poderia fazer seu discurso, colocar sua visão sem ofender de forma tão vil os gays? Veja a gravíssima afirmação que você fez ao dizer que os gays devem ser combatidos e ao ponto da eliminação. Cidadão, falo com conhecimento de causa: toma cuidado com as tuas palavras, pois a incitação à violência é crime e você poderá acabar respondendo na justiça!

    • É fácil falar em ‘eliminar’ alguém e se esconder por detrás de um nick. Onde está sua coragem, varão? Se você não for uma pessoa com alguma psicopatologia digna de tratamento médio, sua fala é uma clara incitação ao ódio! Ela testemunha um coração decadente, uma boca purulenta e uma mente violenta, nada muito cristão. Por fim, elá é digna de punição da justiça.

      • Ele inclusive disse que já bateu em gays. Se não estiver blefando, o caso é para abertura imediata – se é que ele já não esta respondendo – de processo criminal contra o pit bull de internet conhecido pelo pseudônimo delldellphone.

    • Te chamaram de varão ainda? Como é que um endominiado que escreve um texto com tanto satanismo merece ser chamado de varão? A vc seu infeliz, filho de Satanás só desejo que Deus te converta e te concerte pq palavras tão chulas nunca sairam da boca de um filho de Deus. E vá estudar seu jumento só assim saberia que por exemplo a maior população infectadas por AIDS são as mulheres.

    • delldellphone.
      E ai nazista, se é homem de verdade bota o teu CPF aqui.
      Mas como é um nazista covarde disfarçado de crente, é claro não terá coragem, pelo menos teu futuro caso não se arrependa será o lago de fogo, reservado para os bodes fundamentalistas.

  7. Stardust,cada um faz da sua vida o que acha melhor pra si,mas vc esta tentando se enganar,vc é evangelico enrustido,mas o que importa é que seguis a Cristo,concordo com muitos dos seus comentários,fique na paz de Cristog

      • luciano

        pode rir pq qdo eu li essa sandice eu tmbém dei muita risada… evangélico enrustido??? tem essa categoria de evangélico agora? e o pior… eu estou nessa categoria?

        Já temos evangélicos homossexuais, evangélicos traficantes e agora evangélicos enrustidos???

        Esses evangélicos sempre inventando moda…

  8. Papa convida pastores e teólogos evangélicos para falarem no Vaticano…
    Palestrantes evangélicos mais conhecidos são os pastores norte-americanos Rick Warren, da megaigreja Saddleback e Russel Moore, presidente da Comissão de Ética e Liberdade Religiosa da Convenção Batista do Sul dos Estados Unidos.

    • Também está escrito….
      “Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos, nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus.” (1 Coríntios 6:9-10)

  9. bom,esse povo que frequenta essas “igrejas”nâo respeitam nem a Biblia e agora querem ser respeitados!
    150 mil pro Ratinho nâo é nada,agora a salvaçâo desse povo é que me preocupa.

  10. Engraçado , acho que 95% dos comentários são de pessoas que se dizem Cristão e são esses comentários que mais tem ódio, escárnio, falta de amor, falta de humanidade. Foi o próprio Cristo que falou que quando estiverem 2 ou mqis reunidos no nome dele ele se faria presente. Oro por vcs q levantam o nome dEle com tanto ímpeto apenas para propagar o ódio, não encaro a homosexualidade como uma dádiva pq de fato ela não é, mais é um fato, e fatos são fatos, alguns tem espinhos na carne que vão ter que levar a vida toda. Deus me entende, me ama, sabe dos meus limites e se vc que se diz que é amigo íntimo dEle não sabe e não concorda com isso então vá orar pq ta precisando de intimidade com Ele.

  11. Vamos chamar o mauro, e pedir para ele entrar nesta mesma vara com pedido de indenização porque os gays usaram de imagens de católicos em passeata gay, vamos pedir a cantora para entra nesta mesma vara e pedir indenização por que gays encenaram sexo oral a o som de musica Cristã.

      • Dennis, vocês homossexuais exigem respeito né. Então saia daqui, esta página é evangélica e não inclusiva. Vocês nos chamam de evanjegues, falta de respeito total.
        É ridículo o modo de vocês em desrespeito as coisas divinas. Existem gays em todo país blasfemando contra o Senhor Jesus, e nós quietos sem falar nada.

        A Bíblia diz que a vingança dos justos pertence a Deus. Que Deus tenha misericórdia de vocês.

        • Karina, se “A Bíblia diz que a vingança dos justos pertence a Deus”, então o que a faz exercer juízo e condenar o Dennis ao silêncio? E não, este espaço não é só para evangélicos, mas para informações que interessam a todos, e também um espaço virtual para debate de ideias e liberdade de expressão. E, por último, não chame de divinas coisas que são humanas e têm o cheiro pútrido da simonia e do farisaismo mais descarado e sórdido que já existiu, e de cujos líderes e muitos seguidores, Jesus declarou o seguinte: “Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens. (Mt. 5:8-9)

        • deixa de ser hipócrita e mentirosa Karina, voces chamam os gays de aidéticos, de lixos, de aberrações e agora quer se fazer de vitima ??

          quer respeito, aprenda a respeitar

    • Então, José Carvalho, esta agora preocupado em salvar a honra do que vocês, evangélicos fundamentalistas, chamam de idolatria? Quer dizer que uma meia dúzia de caras resolvem utilizar imagens de santos católicos em gosto duvidoso e o caso deve ir para a justiça, mas evangélicos chamando católicos de idólatras – gravíssima ofensa aos católicos! -, tratando com escárnio o costume católico de venerar imagens, invadindo igrejas e quebrando imagens, chutando santas, e outras diatribes que vocês fazem em relação às imagens católicas, aí pode né, Caifás? Ficam aí dando uma de amiguinhos dos católicos, de defensores das imagens de santos, instigando os católicos a comprarem uma briga desnecessária com os gays – o que eles já decidiram que não farão – mas, por trás, todos sabemos, vivem a escarnecer, zombar, humilhar, xingar católicos que veneram imagens sacras. Vá ser cínico descarado assim no inferno, seu fariseu hipócrita! Você e todos quantos comungam com seu discursinho venal!

  12. O Ratinho é a cara desses fundamentalistas, vil, covarde, enriquece ridicularizando pessoas em seu nojento e pobre programa, parecido com Hitler.
    E é o único apresentador de TV que apoio o fundamentalismo evangélico visto que seu filhote o Ratinho Junior é do PSC, o partidinho sem proposta sérias que só pensa no c. alheio.

  13. E ainda dizem que isso aqui é uma democracia…. podem fazer piada com DEUS, as igrejas, com tudo….. só nao pode fazer piada com mulher, só se for loira, com negro nao pode, com homossexual é a morte………….. lamentavel…….

  14. Em uma sociedade livre, as pessoas têm o direito de basear suas convicções qualquer tipo de raciocínio. Seja em Karl Marx, seja em Platão ou em Jesus Cristo. Não tenho problema com os homossexuais, e sim com o ativismo gay. É o grupo mais intolerante da pós-modernidade. Eles querem criminalizar a opinião.

  15. O que fico mais indignada, com que os gays fizeram com os santo da igreja católica, não vi nenhum juiz se manifestar. aí qualquer coisinha que se fala em relação a esse pessoal já é homofobia. eles podem fazer críticas, xingar, desrespeitar, chamar os outros de lunáticos, fanáticos. agora quando os outros tem opinião ao contrário o que os gays pensam parece na mídia. Esse pessoal é muito chorão!!! aff

    • Maria, muitos evangélicos neste site pouco estão aí com os escárnios que a ICAR recebe, infelizmente o orgulho as vezes bate mais alto. Se defender a ICAR é pelo simples fato de julgo imparcial onde deixam a religião de lado para tratar de justiça no lado legislativo onde há ofensa de credo, ou simplesmente por não gostar de gay.

    • QUE SANTOS SAO É APENAS MADERA OU BARRO VELHO QUE TBM IRAO PERECER SEU ADORADORES DE IMAGEM OU ESCULTURA SERA QUE A BIBLIA NAO É CLARA???? EXODO 20:4 Não farás para ti IMAGEMcde ESCULTURA, nem alguma SEMELHANÇA do que HÁ EM CIMA DO NOS CÉUS, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.

  16. Jesus quando voltar vai queimar o pecado inclusive quem estiver agarrado ao pecado afeminados nao entrarao no reino dos ceus sera que a biblia nao é clara???? Mas vós mesmos fazeis a injustiça e fazeis o dano, e isto aos irmãos.
    ¶ Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus?
    Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus

    1 Coríntios 6:8-10

DEIXE UMA RESPOSTA