Renovação Carismática se espelha no movimento neopentecostal para reduzir perdas de fiéis do catolicismo, dizem especialistas

81

Nas últimas décadas, o movimento neopentecostal impulsionou o crescimento do número de fiéis evangélicos no Brasil, atraindo pessoas que antes se identificavam como católicas.

A Igreja Católica tem traçado inúmeras estratégias de retenção de fiéis, a fim de reduzir a perda do rebanho para os setores evangélicos, que são variados. Uma das linhas usadas – e talvez a mais bem sucedida até agora – é a difusão da chamada Renovação Carismática.

O catolicismo carismático, formado essencialmente por padres cantores, missas animadas, e ênfase em Deus e Jesus em suas pregações, é visto por especialistas como um esforço para se parecer com as denominações neopentecostais, que possuem a receita que impulsionou o crescimento evangélico.

“Desde os anos 1990 é registrada no Brasil uma crise na Igreja católica, com templos vazios e a Teologia da Libertação em retrocesso. Os grupos carismáticos convocam a Igreja a uma renovação para trazer de volta os fiéis e dar fôlego à instituição através de uma popularização baseada no modelo pentecostal”, afirmou Magali Cunha, professora da Faculdade de Teologia e pós-graduação da Universidade Metodista de São Paulo, em entrevista à agência de notícias AFP.


Porém, embora adotada como estratégia de atração ao catolicismo, a Renovação Carismática é vista por seus defensores na Igreja Católica como algo que pretende não apenas reduzir as perdas, mas modificar a ênfase da denominação: “Dizer que a renovação carismática é uma resposta ou uma estratégia de contenção de fiéis é uma leitura muito limitada. Também não é uma versão católica do pentecostalismo, é um fenômeno maior, mais amplo, próprio da Igreja Católica”, analisou o chefe do Departamento de Ciências da Religião da Universidade Católica de São Paulo, Edin Abumansur.

Mesmo creditando ao movimento uma importância maior do que uma simples cópia do modelo neopentecostal, Abumansur acredita que a Renovação Carismática tem sido o arrimo da Igreja Católica no Brasil: “Sem este tipo de espiritualidade a Igreja Católica teria perdido muito mais fiéis em comparação com os que já perdeu”, resume.

Uma organização chamada Renovação Carismática do Brasil, responsável por reunir os principais articulistas do movimento dentro da Igreja Católica, afirma que no Brasil há um milhão de fiéis adeptos ao modelo, e outros nove milhões que mantém uma certa proximidade, sempre participado de retiros espirituais ou encontros. “Se há técnicas que resolvem, os carismáticos dizem ‘vamos testar elas também’, como os grandes eventos públicos potencializados pelos meios de comunicação”, observa a professora Magali Cunha.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


81 COMENTÁRIOS

  1. Definitivamente, dancinhas, canções e palmas trarão muita alegria aos lares, e alimentos também! Porque não se envolvem com projetos de eliminação da fome, a começar com os estados castigados pela seca? Pobres não dão resultados, nem dízimos!

    • elias
      só para te conhecer melhor se puder responda ok. voce é ateu? e é gay? sem o risco de ser homofóbico mas apenas para saber tuas opções e saber comoi responder sem ser ofensivo..pois aqui temos muitos ateus e na sua maioria gay.. se puder responder eu agradeço

      • Se nem sabes detectar quem é gay ou sapatinha em tua igreja, como queres saber isto na net? kkkkk Basta saber que tua crença é derivada dos lixos Calvino e Lutero (este verdadeiro pai do anti-semitismo e do nazismo). Basta ter vergonha de ser evangélico!!!!!!!

        • desculpe elias não sabia que tratar deste assunto te irritaria tanto, sei que não tenho nada com isto, tomar posição não envergonha ninguém, se voce é gay e dai ninguém tem nada com isto, e só perguntei para te tratar com o devido respeito ok.

          • Devido respeito que dedicas a gays! kkkkk Bom te deixar confuso. Geralmente quando comento no site, publico no meu facebook (Elias e Liliane) que não tem nada fake. Meu nome é Elias Espíndola tenho 43 anos sou casado com a Liliane e tenho dois filhos (Lucas e Jéssica), moro em Joinville (SC). Não tenho nenhuma necessidade de inventar nick name falso.

  2. A Igreja Católica tem traçado inúmeras estratégias de retenção de fiéis, a fim de reduzir a perda do rebanho para os setores evangélicos… Toma ai na fuça Silas Malafaia… vcs vivem brigando pastor X partor, como a revista forbes comentou a briga de vcs é por quantidade de crente (GRANA)… kd vcs porque não criticam O MOVIMENTO CARISMÁTICO… bando de mercenários LADRÕES TRANSVESTIDO DE PASTOR.

    • Valdemar,

      Não, a grana fica na Canção Nova, pois todo os dias pedem dinheiro pra manter a tv, todavia já construíram um galpão que é um dos maiores do Brasil, somado a isso, os livros, os cds, que vocês criticam.

      O dinheiro fica com padre marcelo que já construiu outra igreja somente com os recursos das vendas de cd, de santinhos, dízimos e ofertas, tudo ao som das músicas de autoria de evangélicos que eles não divulgam se não o povo católico rejeita, afinal feita pelos das seitas protestantes.

      Pode renovar a pergunta, Valdemar, quem está enganando quem? Quem está com o dinheiro? Quem é que tem um bispo no pé dele o tempo todo?

      Pode dizer quem é que comprou um mercedes bens com dinheiro de cd com músicas feitas por evangélicas, aliás o primeiro a fazer isso no país?

      Qual é a igreja que está levando para suas solenidades todos os hinos das igrejas protestantes? Uma dica, os carismáticos de Padre Marcelo, os da Canção Nova e os da Século XXI.

      Pode repetir a pergunta? Quem está enganando quem? Pergunte também ao papa, pois ele anda dizendo que a cúpula do vaticano está ficando com o dinheiro das taxas de casamento, de batismo, de dízimos e ofertas…

      Pode repetir a pergunta e a insinuação? Aliás, o dinheiro está indo todo pra pagar indenizações de pedófilos. Pode repetir a pergunta?

    • Valdemar,

      Não, a grana fica na Canção Nova, pois todo os dias pedem dinheiro pra manter a tv, todavia já construíram um galpão que é um dos maiores do Brasil, somado a isso, os livros, os cds, que vocês criticam.

      O dinheiro fica com padre marcelo que já construiu outra igreja somente com os recursos das vendas de cd, de santinhos, dízimos e ofertas, tudo ao som das músicas de autoria de evangélicos que eles não divulgam se não o povo católico rejeita, afinal feita pelos das seitas protestantes.

      Pode renovar a pergunta, Valdemar, quem está enganando quem? Quem está com o dinheiro? Quem é que tem um bispo no pé dele o tempo todo?

      Pode dizer quem é que comprou um mercedes bens com dinheiro de cd com músicas feitas por evangélicas, aliás o primeiro a fazer isso no país?

      Qual é a igreja que está levando para suas solenidades todos os hinos das igrejas protestantes? Uma dica, os carismáticos de Padre Marcelo, os da Canção Nova e os da Século XXI.

      Pode repetir a pergunta? Quem está enganando quem? Pergunte também ao papa, pois ele anda dizendo que a cúpula do vaticano está ficando com o dinheiro das taxas de casamento, de batismo, de dízimos e ofertas…

      Pode repetir a pergunta e a insinuação? Aliás, o dinheiro está indo todo pra pagar indenizações de pedófilos. Pode repetir a pergunta?

      Valdemar,

      Não, a grana fica na Canção Nova, pois todo os dias pedem dinheiro pra manter a tv, todavia já construíram um galpão que é um dos maiores do Brasil, somado a isso, os livros, os cds, que vocês criticam.

      O dinheiro fica com padre marcelo que já construiu outra igreja somente com os recursos das vendas de cd, de santinhos, dízimos e ofertas, tudo ao som das músicas de autoria de evangélicos que eles não divulgam se não o povo católico rejeita, afinal feita pelos das seitas protestantes.

      Pode renovar a pergunta, Valdemar, quem está enganando quem? Quem está com o dinheiro? Quem é que tem um bispo no pé dele o tempo todo?

      Pode dizer quem é que comprou um mercedes bens com dinheiro de cd com músicas feitas por evangélicas, aliás o primeiro a fazer isso no país?

      Qual é a igreja que está levando para suas solenidades todos os hinos das igrejas protestantes? Uma dica, os carismáticos de Padre Marcelo, os da Canção Nova e os da Século XXI.

      Pode repetir a pergunta? Quem está enganando quem? Pergunte também ao papa, pois ele anda dizendo que a cúpula do vaticano está ficando com o dinheiro das taxas de casamento, de batismo, de dízimos e ofertas…

      Pode repetir a pergunta e a insinuação? Aliás, o dinheiro está indo todo pra pagar indenizações de pedófilos. Pode repetir a pergunta?

      VOU TER QUE PROCURAR O JUDICIÁRIO?

      • As mesmas leviANDADES DE SEMPRE. Se a Canção Nova usa o dinheiro pra construir uma grande igreja [e melhor do que usar pra comprar jatinhos e casas de luxo para os padres.
        Nem 2% dos padres e religiosos catolicos são acusados de atos de pedofilia e vc a todo momento fica falando que o dinheiro catolico é usado pra isto. Ja tem tanto caso de abusos sexuais entre pastores e não creio que todo o dinheiro evangelico é usado pra isto.

        Em nenhum momento o papa denunciou como irregular a cobrança de taxas eclesiasticas. E leve em conta que a Igreja Catolica pede que paguemos o dizimo de acordo com nossas posssibilidades financeiras. Eu mesmo sou “dizimista” mas não pago exatos 10% de meu salario.

        Nas apresentações de PE Marcelo em tv ,na hora em que começa a cantar aparecem os creditos com o nome de cada autor da musica(que recebe direitinho os rayaltes de seus direitos autorais, portanto vcs não perdem grana nehuma), e nos catolicos não rejeitamos todos os evangelicos. Rejeitamos somente aqueles que a seu exemplo nos acusa de todos os males do mundo.

        • Concordo,

          Estão todos errados, então, pois tua igreja é titular de imóveis caríssimos em Paris, escândalo que tua igreja está a apurar, o coitado do Francisco sozinho contra a cambada toda que surrupia tua igreja.

          Tua igreja dona de uns carros que o próprio Francisco, o santo, rejeitou em andar neles, e nem residir no apto suntuoso dos papas, cuja fortuna pra manutenção desde 1500 dava pra comprar uns mil aviões de Silas e de Edir, e de Valdomiro.

          Coitado do São Francisco, ter que devolver ou vender ações de empresas que fabricam e comercializam armas, somente Deus para ajudar o seu líder. Esta rezando por ele? Precisa, meu caro, pois do que vejo em apocalipse, ele o o benemérito vão sofrer atentado daqui a três anos, leia quanto às duas testemunhas apocalípticas.

          • Levi,

            a Igreja sempre recebeu doações de pessoas como bens duráveis etc e que não tinham herdeiros, é um processo natural e acontece com qualquer segmento religioso, inclusive o seu.

            Um dos gestores que trabalhou na industria de armas atualmente nos presta serviço, não se perca nos seus achismos.

            Quanto as ações, mais um achismo, segue a nota completa da ACI digital

            w-w-w-.acidigital.com/noticia.php?id=23985

        • Concordo,

          Estão todos errados, então, pois tua igreja é titular de imóveis caríssimos em Paris, escândalo que tua igreja está a apurar, o coitado do Francisco sozinho contra a cambada toda que surrupia tua igreja.

          Tua igreja dona de uns carros que o próprio Francisco, o santo, rejeitou em andar neles, e nem residir no apto suntuoso dos papas, cuja fortuna pra manutenção desde 1500 dava pra comprar uns mil aviões de Silas e de Edir, e de Valdomiro.

          Coitado do São Francisco, ter que devolver ou vender ações de empresas que fabricam e comercializam armas, somente Deus para ajudar o seu líder. Esta rezando por ele? Precisa, meu caro, pois do que vejo em apocalipse, ele o o benemérito vão sofrer atentado daqui a três anos, leia quanto às duas testemunhas apocalípticas.

          Cadê o que escrevi? Só fazem proteger a igreja católica aqui? Discriminação com as outras?

    • Não, a grana fica na Canção Nova, pois todo os dias pedem dinheiro pra manter a tv, todavia já construíram um galpão que é um dos maiores do Brasil, somado a isso, os livros, os cds, que vocês criticam.

      O dinheiro fica com padre marcelo que já construiu outra igreja somente com os recursos das vendas de cd, de santinhos, dízimos e ofertas, tudo ao som das músicas de autoria de evangélicos que eles não divulgam se não o povo católico rejeita, afinal feita pelos das seitas protestantes.

      Pode renovar a pergunta, JGMX, quem está enganando quem? Quem está com o dinheiro? Quem é que tem um bispo no pé dele o tempo todo?

      Pode dizer quem é que comprou um mercedes bens com dinheiro de cd com músicas feitas por evangélicas, aliás o primeiro a fazer isso no país?

      Qual é a igreja que está levando para suas solenidades todos os hinos das igrejas protestantes? Uma dica, os carismáticos de Padre Marcelo, os da Canção Nova e os da Século XXI.

      Pode repetir a pergunta? Quem está enganando quem?

    • JGMX.

      Diga aí ao seu povo pra liberar o que escrevi abaixo.

      É muito feio o que vocês fazem. Se estou faltando com a verdade, ou difamando alguém digam, processem-me, mas não tirar a minha palavra.

      Sobre o que você falou, que ouça abaixo:

      Não, a grana fica na Canção Nova, pois todo os dias pedem dinheiro pra manter a tv, todavia já construíram um galpão que é um dos maiores do Brasil, somado a isso, os livros, os cds, que vocês criticam.

      O dinheiro fica com padre marcelo que já construiu outra igreja somente com os recursos das vendas de cd, de santinhos, dízimos e ofertas, tudo ao som das músicas de autoria de evangélicos que eles não divulgam se não o povo católico rejeita, afinal feita pelos das seitas protestantes.

      Pode renovar a pergunta, JGMX, quem está enganando quem? Quem está com o dinheiro? Quem é que tem um bispo no pé dele o tempo todo?

      Pode dizer quem é que comprou um mercedes bens com dinheiro de cd com músicas feitas por evangélicas, aliás o primeiro a fazer isso no país?

      Qual é a igreja que está levando para suas solenidades todos os hinos das igrejas protestantes? Uma dica, os carismáticos de Padre Marcelo, os da Canção Nova e os da Século XXI.

      Pode repetir a pergunta? Quem está enganando quem?

      • levi e suas teorias levianas.

        o que vc tem tanto contra a católica , a ponto de defender edir macedo???

        esse levi deve ter sido vitima de abuso por algum padre na infancia, só pode!

        • A PROVA DE QUE A IURD E A RECORD SÃO EMPRESAS DO MESMO GRUPO:

          ” O fato de a Record receber a injeção de cerca de 300 milhões de reais anuais da Igreja Universal a título de venda desse espaço é visto pela concorrente como uma vantagem indevida. A Universal paga 140.000 reais por hora em uma faixa de horário em que a Globo não arrecada mais do que 40.000 reais, mesmo obtendo uma audiência quatro vezes maior do que a concorrente. A título de comparação, a igreja de Edir Macedo paga apenas 55.000 reais por hora para a RedeTV! na compra de horário no começo da tarde naquela emissora. Não mais do que 5% do faturamento das TVs abertas vem do espaço comercial vendido durante a programação da madrugada. Chama a atenção do mercado o fato de na Record, ao contrário do que ocorre nas demais emissoras, a madrugada produzir 30% do faturamento.”

          fonte: revista veja

          agora veja a entrevista concedida na época ( em outubro de 2007 ) do “bispo” gonçalves, representante de edir macedo na record:

          Bispo licenciado da Igreja Universal, o carioca Honorilton Gonçalves, 47 anos, é vice-presidente da Record e responsável por sua parte artística. Mas o cargo não descreve com exatidão sua importância na emissora. Gonçalves é a voz de Edir Macedo na Record – aquele que implementa as idéias do bispo no campo da televisão. Temido pelos artistas, ele cultiva a fama de inacessível. Deu a seguinte entrevista a VEJA:

          O SENHOR ACREDITA REALMENTE QUE UM DIA A RECORD PODE EMPARELHAR COM A GLOBO NO IBOPE?

          Não vamos só emparelhar. Vamos passar a Globo. Esse dia não está longe. A Globo tem medo.

          COMO O SENHOR AVALIA O MOMENTO ATUAL DO SBT?

          Não estamos preocupados com o SBT. É um tema que a gente nem discute nas reuniões.

          A RECORD PERTENCE AO LÍDER DA IGREJA UNIVERSAL, TEM BISPOS EM SEU COMANDO E BENEFICIA-SE DA LOCAÇÃO DE HORÁRIOS NA MADRUGADA PARA A IGREJA. MAS TEM SE ESFORÇADO PARA DESVINCULAR SUA IMAGEM DA IGREJA. POR QUÊ?

          A Universal é um cliente como todos os demais. Nunca houve a identificação entre a igreja e a TV a que as pessoas se referem. Acredito que a sabedoria do senhor Edir Macedo em separar suas atividades de empresário das de líder religioso deixa muita gente irada, talvez até com certa frustração.

          RECENTEMENTE, A RECORD ASSUMIU PUBLICAMENTE A POSIÇÃO PRÓ-ABORTO – QUE COINCIDE COM A VISÃO DA UNIVERSAL SOBRE O TEMA. POR QUE ADOTAR ESSA POSIÇÃO?

          Foi uma orientação direta do senhor Edir Macedo, que nos pediu que conscientizássemos a sociedade da importância de a mulher poder decidir sobre o seu próprio destino.

          O SENHOR CONFIRMA QUE A UNIVERSAL INJETA AO MENOS 300 MILHÕES DE REAIS POR ANO NA RECORD?

          A Record não divulga o investimento dos seus clientes. Os valores da Universal são condizentes com as práticas de mercado. Por diversas vezes, a igreja procurou a Rede Globo e o SBT para colocar sua programação nas madrugadas dessas emissoras. Elas recusaram a proposta, dizendo que não faz parte de sua política de comercialização. Na Record não existe essa barreira.

          AS NOVELAS SÃO, NO MOMENTO, AS MENINAS-DOS-OLHOS DA RECORD. VALE TANTO A PENA INVESTIR NELAS?

          Por meio de pesquisas, descobrimos que não há nada como as novelas para atrair o público. E então decidimos fazer isso da melhor forma possível.

          A RECORD ADOTOU A TÁTICA DE IMITAR O PADRÃO DE NOVELAS DA GLOBO. ATÉ QUE PONTO ELAS SÃO UMA REFERÊNCIA?

          Não são. Tentamos fazer novelas com a receita de que as pessoas gostam. Se a Globo também faz isso, talvez ela é que esteja imitando a gente.

          ANTES DA RECORD, VÁRIAS EMISSORAS TENTARAM, EM VÃO, CRIAR INDÚSTRIAS PRÓPRIAS DE NOVELAS. POR QUE SE DEVE ACREDITAR QUE COM A RECORD SERÁ DIFERENTE?

          Porque investimos em infra-estrutura. Nossa estratégia é de longo prazo. Estamos nos preparando com instalações, equipamentos e profissionais.

          COMO O SENHOR AVALIA A PROGRAMAÇÃO EVANGÉLICA DAS MADRUGADAS DA RECORD?

          Ela atende a seu propósito, que é mostrar que a Igreja Universal tem a mente aberta. Está preparada para discutir qualquer assunto: aborto, planejamento familiar, adoção de crianças por homossexuais.

          EM QUE MEDIDA O BISPO EDIR MACEDO SE ENVOLVE NA ADMINISTRAÇÃO DA RECORD?

          Todo dono espera resultado. É o que ele cobra”

          FONTE: revista veja – outubro/2007

          estamos em 2013, e nada se cumpriu… a record tá demitindo toda semana, jornalistas saindo, gugu saindo e outros a caminho… a iurd não quis que a record se ajoelhasse perante o Todo Poderoso ( Deus ), então a record terá de se ajoelhar perante a poderosa ( globo )

          PELA ENTREVISTA SE VÊ QUE O BRAÇO DIREITO DE EDIR MACEDO NA RECORD ESTAVA MENTINDO… A RELAÇÃO IURD-RECORD EXISTE E É CLARA, E NADA DO QUE ELE DISSE EM OUTUBRO DE 2007 SE CUMPRIU… REALMENTE UM FALSO PROFETA… DÁ PRA ACREDITAR NUM HOMEM QUE FOI FLAGRADO EM VIDEO AMEAÇANDO ABAIXAR AS CALÇAS???

          http://youtu.be/6iTjFCbXTUg

    • Levi

      a Canção Nova não vende o seu espaço a mídia convencional, sobrevive unicamente de seus associados e fiéis. Já contribui diversas vêzes com valores não fixados. A luta para mantê-la de pé é grande e penosa.

      Uma grande obra que sobrevive dos que voluntariamente percebem que o fruto da doação não é em vão.

      • JGMX,

        Não vai retrucar o ilustre católico que falou:

        Uma grande obra que sobrevive dos que voluntariamente percebem que o fruto da doação não é em vão.

        Pergunte a ele se o doar para padres é correto?

        Engraçado, doar a Valdomiro, a Silas, a Edir é pilantragem, é roubalheira, à católica, não?

        Rapaz, fica estranho você se preocupar apenas com as doações dirigidas aos protestantes, por isso que tenho como firme cada vez mais a convicção que católico és.

          • Sim, está nos regramentos, mas arregimentam, sim.

            Não deveria em face de uma determinação da igreja, afinal deve ser transferido pra ela, mas que desobedecem, isso fazem sim.

            Bota a mão no fogo que não arregimentam?

            Pergunto por amor a você, pois vai queimar mãos, pés e tudo, meu caro.

      • Levi,

        é doar para a coletividade, inclusive para os religiosos que lá se alimentam, se vestem, se locomovem, que não se recusam a oferecer os sacramentos, que ensinam inclusive na faculdade da CN, para as vocações leigas, muitos ainda jovens e finalmente para os sem esperança que batem na porta pedindo refúgio.

        A sua Igreja e os seus pastores vivem de brisa ou todos trabalham 8, 10 horas por dia para no final de semana atendê-los ?

  3. bem esperar que eles fiquem quietos em letargia, não seria comum a uma seita de desde os primórdios persegue os verdadeiros Cristãos, logo aqté demoraram pois estavam muito confiantes que o país seria sempre aquela coisa nasce em lar católico é católico, agora a realidade é outra, a mesma coisa nasce em lar evangelico, mas nem sempre estes seguem seus pais…éo livre arbitrio

    • Verdade Clamando…eu mesma nasci de uma familia completamente catolica …muitos primos coroinhas…um tio quase padre que depois se casou e tornou-se carismatico…digamos que eu fui a ovelha negra da familia ou a luz na escuridao rsrs…depende do modo que se ve ne…tds frequentavam as missas… eu desde criança nunca gostei daquelas imagens …me dava medo …eu tinha mais ou menos uns 7 anos e tinha uma igrejinha evangelica feita de madeira bem simplesinha ao lado da minha casa e eu ia com minha vizinha…eu gostava muito de la…minha familia em uniao com meus tios decidiram que tinhamos que nos mudar pra outro bairro so pra mim nao ir mais naquela igreja…eles diziam que era uma vergonha ter um crente na familia …realmente nao fui em igreja mais em nenhuma ate chegar na IURD aos 19 anos…hj a maioria dos meus familiares tambem sao evangelicos…mais hj existe respeito entre nos…entao como vc disse nascer em lar catolico ou evangelico nao quer dizer nada……………………qualquer coisa estamos ai…

      • sabe lorena vendo voce contar tua história, me lembrou, muito da minha pois quando me converti, meu pai me mandou embora de casa pois la naquela casa só católicos apostolicos romanos,, ou isto ou rua, então sabe com 13 para 14 ja era de tomar posição escolhi ficar com CRISTO 2 anos depois ele me pediu perdão e para voltar para casa claro que não voltei agora com quinze eu é que me mandava dediquei minha juventude para a obra do meu senhor, fique com DEUS maninha uma otima semana para nós

          • ALEX FUI A LUTA ARRUMEI UM TR4ABALHO, POIS NA MINHA ÉPOCA NÃO E COMO HOJE, ALUGUEI UM QUARTO DE PENSÃO, A VIDA É ASSIM QUEM VAI A LUTA, SÓ PROSPERA, CONFESSO QUE NÃO FOI FACIL DEIXAR UM LAR ONDE O PAI TEM GRANA, SE TEM MORDOMIAS, MAS DEIXAR A JESUS NUNCA

  4. João Paulo II, disse: “A Renovação Carismática Católica tem ajudado muitos cristãos a redescobrirem a presença e o poder do Espírito Santo em suas vidas, na vida da Igreja e do mundo; e esta redescoberta tem levantado neles uma fé em Cristo cheia de alegria, um grande amor pela Igreja e uma generosa dedicação a sua missão evangelizadora”.

    As comunidades nascidas da RCC, como o Shalom, a Canção Nova, Obra de Maria, Pantokrator, … e tantas outras que já são cerca de 500 só no Brasil, são uma poderosíssima força de evangelização no Brasil e no mundo, com seus filhos capacitando-se cada vez mais na teologia e em outras ciências. Não é à toa que no Pentecostes de 1998 o Papa se referiu a elas como sendo “a resposta do Espírito Santo para o novo milênio”.

    A Renovação Carismática Católica completou 46 anos. Ela começou nos Estados Unidos e se espalhou rapidamente por todo o mundo católico como um novo Pentecostes trazendo uma bela renovação para a Igreja. Tudo começou quando em 18 de fevereiro de 1967, trinta estudantes e professores da universidade de Duquesne (Pensilvânia, Estados Unidos), fizeram um retiro espiritual para aprofundar na força do Espírito dentro da Igreja primitiva, lendo e meditando os Atos dos Apóstolos.

    Já em 1973 o Papa Paulo VI recebia no Vaticano, com o falecido cardeal Leo Joseph Suenens, os lideres da RCC no mundo. Paulo VI os acolheu com alegria.

    Podemos dizer que o Papa João XXIII foi precursor da RCC. Ao abrir o Concilio Vaticano II, em 1963. No pontificado de João Paulo II a RCC foi reconhecida pelo “Conselho Pontifício para os Leigos”, e hoje envolve mais de 120 milhões de católicos em todo o mundo. Ela tem um organismo internacional; existe o escritório dos «Serviços Internacionais da Renovação Carismática Católica» (ICRSS, por suas siglas em inglês), com sede no Vaticano.

    Finalizando….A Renovação Carismática não é um movimento uniforme; mas, como dizia o cardeal Suenens e diz o padre Raniero Cantalamessa, “é uma corrente de graça para toda a Igreja católica.” Ela não é um simples movimento a mais da Igreja; é a própria Igreja em movimento pelo poder do Espírito Santo. Todos os cristãos de todos os movimentos precisam ser renovados no Espírito Santo; e esta é a missão da RCC.

    Lamento que a teóloga não tenha se aprofundado nos documentos e nas intenções da Igreja.

    Aproveito a oportunidade e deixou uma pergunta aos nossos irmãos evangélicos. Como era o movimento pentencostal no Brasil e nas américas em 1967 ?

    Paz e Bem

    • Tem que perguntar aos da Renovação Carismática da tua igreja.

      Ora, ora, ora, se vocês imitam os pentecostais das igrejas evangélicas, aí vem com essa hipocrisia?

      São os evangélicos que estão imitando vocês?

      Se o movimento carismático é tido como lepra pra os tradicionais, tanto que os carismáticos são discriminados justo por imitar os evangélicos, aí vem o senhor com essa pergunta de espertalhão de filme de segunda categoria.

    • Tem que perguntar aos da Renovação Carismática da tua igreja.

      Ora, ora, ora, se vocês imitam os pentecostais das igrejas evangélicas, aí vem com essa hipocrisia?

      São os evangélicos que estão imitando vocês?

      Se o movimento carismático é tido como lepra pra os tradicionais, tanto que os carismáticos são discriminados justo por imitar os evangélicos, aí vem o senhor com essa pergunta de espertalhão de filme de segunda categoria.

      Terei que procurar o judiciário?

    • Caro Levi, são os fatos. O movimento pentencostal no Brasil, assim como nas américas, era inexpressivo naquela década, sem trocadilhos e desprovido de ironias. portanto meu caro, a máxima de que a RCC copiou algo é uma falácia.

      Nós católicos estamos acostumados a essas práticas, mas sinceramente, o belo movimento evangélico não precisa se valer desses recursos.

      Precisamos olhar para frente ! O inimigo é outro e trabalha com astúcia e rapidez

      • É você tem legitimidade pra falar, pois transitava livremente dentro das igrejas evangélicas do Brasil e de outros países, parabéns pela conclusão quanto a inexpressividade relatada por você.

        Meu caro, somente aqui no Brasil, as pentecostais eram: Assembléia de Deus, Missão Evangélica, Igreja de Cristo, as batistas e presbiterianas renovadas, Brasil Para Cristo, Deus é Amor…

        Com respeito à verdade, meu caro, não mais repita isso, sendo obrigatório se calar quando não se sabe das coisas, principalmente quando se alogia a si próprio em detrimento dos outros.

        Padre Marcelo até hoje é discriminado pelos demais padres, aí vem você querendo botar panos quentes, inclusive já vi católicos escandalizados por ter criticado a canção nova achando que era evangélicos, mas mesmo sabendo que não eram, taxaram esses católicos das mais diversas coisas, menos de santo. Não é só, ainda dizem que é a intervenção das protestantes na católica.

        • Novamente…em 2000 os evangélicos eram 15,4% da população. Em 2010, chegaram a 22,2%. Ou seja, foram de 26 milhões para 42 milhões de pessoas, um aumento de 61%. Para Cláudio Crespo, pesquisador do IBGE, foi um crescimento bastante expressivo nas diversas regiões do País e presente em todas as camadas da sociedade.

          Quantos eram na década de 60 ?

          Levi, não me faça repetir o óbvio !

          • Cara pálida,

            Você tratou de um assunto por primeiro, agora vai pra outro? Tá deixando de tomar de forma correta as drágeas de tarja preta?

            Ora, você falou de pentecostais, que são evangélicos que creem no movimento espiritual onde se fala línguas diversas, e não de evangélicos, que são a união destes e dos não pentecostais.

            Por favor, meu caro, mais lealdade no debate das idéias, e se tiver dúvidas volte e releia o que motivou a discussão, como seja, você dando a entender que os evangélicos seguiram o movimento pentecostal da igreja católica, quando em verdade foi o inverso, com vistas a ter no catolicismo mais uma modalidade de culto.

            Ora, se não basta tomar pra si as práticas e doutrinas do judaísmo, agora querem também com o pentecostalismo ressurgido nas evangélicas. Muita petulância, daqui a pouco vão reivindicar a construção do mundo. SOBERBA, SOBERBA, SOBERBA.

        • Se Marcelo Rossi é criticado então dê nome aos bois…a última divergência foi com o Fábio de Melo, ambos carismáticos, e não passou de uma simples comparação.

          Quantos eram os evangélicos na década de 60 ? Ano em que foi criado o movimento carismático.

          • Quer dizer que os evangélicos cresceram na esteira do movimento carismático católico?

            Ora, se assim é, então está resolvido.

            Parem com o movimento carismático católico que diminuirá a migração de católicos para o protestantismo.

            Pronto, você já tem a solução. Procure o papa e dê essa solução, afinal o que mais se fala é a preocupação da católica com o crescimento dos evangélicos na américa latina, mas você já sabe como resolver.

            Como é que ficam os escândalos católicos, como é que ficam as pregações levada a termo pelos evangélicos, como é que fica as mídias com mensagens pro protestantismo? Como é que fica….

  5. A RENOVAÇAO CARISMATICA E UM GRANDE ENGANO QUE SATANAS USA PARA ENGANAR OS CEGOS, A PRINCIPAL DOUTRINA DELES E A ADORAÇAO DE MARIA E SEUS SANTOS . INFELISMENTE TEM MUITOS CEGOS GUIANDO OUTROS CEGOS . EU JA FUI CATOLICO MAS QUANDO ACEITEI A CRISTO COMO MMEU UNICO E FIEL SALVADOR TUDO MUDOU A VENDA QUE ESTAVA NOS MEUS OLHOS SUMIUUUUUUUUUUUUUUU

  6. Mauro 1912

    Tem que perguntar aos da Renovação Carismática da tua igreja.

    Ora, ora, ora, se vocês imitam os pentecostais das igrejas evangélicas, aí vem com essa hipocrisia?

    São os evangélicos que estão imitando vocês?

    Se o movimento carismático é tido como lepra pra os tradicionais, tanto que os carismáticos são discriminados justo por imitar os evangélicos, aí vem o senhor com essa pergunta de espertalhão de filme de segunda categoria.

    • Levi,

      convivemos em plena harmonia, na minha paróquia temos as dua celebrações e ambas são frequentadadas por todos..tradicionais, ultra conservadores e carismáticos. Conheço quase todas as dioceses do país e não há qualquer tratamento mais ácido, a não ser na sua mente. Existem pouquíssimas discordâncias, mas todos se submetem ao Concilium Vaticano II. A Igreja é UNA meu caro.

      • mas adoram e veneram maria .
        os carismáticos ainda cometem um dos pecados mais abomináveis-

        IDOLATRIA-

        então sendo assim são a mesma coisa.

        não importa se são bons, DEUS não quer um povo bom ou mais ou menos ,
        ele quer um povo santo e compromissado somente com ele.

      • Existem alguns exageiros, talvez por desconhecimento tendo em vista a pluralidade da capacidade de discernir do povo brasileiro, não podemos de forma alguma condenar os iletrados, o que não descaracteriza Maria por ser a maior e mais fiel discípula de Cristo, um modelo de vida cristã para nós católicos.

      • É você é mesmo de 1912.

        Vista-se como um do povo e indague sem saber, se concordam com as missas semelhantes aos cultos evangélicos? Hinos evangélicos na homilia?

        Mauro, saia do buraco, ou seja, faça igual aos chilenos que foram soterrados há dois anos numa mina, mais saíram, esforçaram-se. Esforce-se que vai descobrir a verdade, não perguntando no púlpito da igreja.

  7. Na verdade anda tudo em busca de números e não de pessoas. O importante é o numero, porque hoje as pessoas são números. Em vez de copiar uns aos outros, porque não se regressa às origens simples do evangelho e se deixam dessas modernices espalhafatosas e dessas aberrações?

  8. Ao Jonas Barros Lima —ho–gente boa tenha santa paciência você quer mostrar que jesus apoiaria e perdoaria os homens afeminados –com certeza deus perdoa a qualquer ser humano não importa o que ele tenha feito ou praticado–o único pecado que deus não perdoa de forma alguma e blasfemar contra seu SANTO ESPIRITO–este pecado quem o cometer com certeza já esta condenado– MUITO BEM –vou te dizer –deus trabalhou com varias dispensações ate que chegou na dispensação da graça -em todas as dispensações deus estabeleceu regras para que o homem cumprissem dentro daquela dispensação –a dispensação da graça começou no momento em que jesus cristo nasceu –a parte dai estamos nela na dispensação da graça a regra que deus estabeleceu nesta dispensação e –QUEREIS SER PERDOADO E QUERIS SER SALVO — ENTAO –VOCE TEM que reconhecer e crer na morte expiatória do senhor jesus -reconhecer jesus como seu único e suficiente salvador descer as aguas e ser batizado para então andar e viver em novidade de vida –quando você e mergulhado nas aguas você morre para o mundo e nasce para CRISTO— bom agora sobre o homossexualismo você pega sua bíblia e abra no livro de romanos capitulo 1 versículos 18 a 32 leia com bastante atenção que você com certeza vai entender — ok que jesus cristo nosso senhor te abençoe

  9. Ao -MAURO–ho gente boa —quem foi quem te desse que Maria foi a maior discípula de jesus cristo –por essa sua afirmação ‘. da bem para ver e entender que vossa pessoa não tem conhecimento bíblico –esta maria que vocês católico tanto venera a qual foi a mae de jesus na carne ou seja jesus humano ou seja jesus homem –veio a se converter tanto ela como os irmãos e irmãs [ NA CARNE –de jesus depois que jesus RESUSCITOU dos mortos–ela maria para os crentes em cristo jesus e como sem duvidas UMA IRMA EM CRISTO JESUS A QUAL ESTA-NO PARAISO AGUARDANDO O JUIZO FINAL ASSIM COMO TANTOS QUANTOS LA ESTAO— nenhum crente de sobre a face da terra tira o mérito de maria –agora chama-la de mae de deus tenha santa paciência ==onde esta escrito na SANTA E GLORIOZA PALAVRA DE DEUS QUE ELE DEUS TEM MAE==o segundo–maior ser humano na terra abaixo somente de jesus cristo foi o apostolo Paulo o apostolo Paulo foi e continua sendo o maior homem e o maior discípulo de jesus cristo na terra ninguém se iguala ou igualou com ele –foi o maior ajudador de jesus cristo na terra –foi o único ser humano a ser rebatado ate o terceiro ceu e estar na presença de jesus cristo–[ segunda cartas aos coríntios capitulo 12 versículos 1a 6 LEIA para não ter duvidas único homem a ser visitado por jesus que na terra depois da ressureição –DA PARA VOCE O QUERES MAIS– Agora esta tal de renovação carismática isso e balela continua do mesmo jeito esta subordinada ao chefe da capital mundial da idolatria do mesmo jeito esta subordinada -e pratica as mesmas abominações as quais DEUS-abomina –culto aos mortos –mariolatrismo-idolatrismo–sempre subordinada a grande meretriz apocalíptica e como sem duvidas a rainha mundial da idolatria –ficar ouvindo o que o papa falou -a o padre falou -a concilio vaticano não sei o que falou todas as reformas nunca foram voltadas para o verdadeiro evangelho do senhor jesus –sempre repito sempre foram reformas puramente humanas e sempre para o idolatrismo –podem fazer o que quiserem enquanto não se voltarem verdadeiramente para jesus cristo vivo –vao continuar o que são poia–A CHAVE DA SALVAÇAO E COMO SEM DUVIDA A CONVERSAO POIS SEM A CONVERSAO A PESSOA DO SENHOR JESUS CRISTO –NENHUMA VIRTUDE E NENHUMA RELIGIAO TEM BASE SOLIDA E NEM ESPERANÇA DE TER PERMANENCIA REAL E ETERNA –o nosso comportar o nosso viver na terra e no presente terão consequências eternas seja bom ou mal cada um no seu lugar no dia do julgamento– que deus abençoe

  10. Se algum Padre tiver a oportunidade de ler o meu comentário, vai a minha dica, só teria um jeito de evitar a demanda dos católicos para as igrejas evangélicas, pelo menos duas condições: 1) a igreja romana pregar Jesus Cristo sem idolatria; 2) se a liderança católica conseguisse recolher todas as bíblias do mundo para que ninguém tomasse conhecimento da palavra de Deus, como em ambos os casos é quase impossível, o Padre deixe de ser vigário e venha ser Pastor, nas igrejas evangélicas, o Pastor obedece a Deus pela bíblia, pregando Jesus como único Salvador de acordo com a palavra de Deus, se o Padre quiser se casar, aqui não tem celibato, alias, veja o que está escrito na bíblia, “Esta é uma palavra fiel: se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja.
    Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar;
    Não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento;
    Que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia
    (Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?”
    1 Timóteo 3:1-5

    • Acho eu que nenhum padre vai te responder porque eles gastam seu tempo evangelizando e não criticando outras religiões meu caro…

      Eu não sou padre, então posso perder tempo aqui kkkk

      se vc acha que adorar a Deus e ter Jesus Cristo como unico e verdadeiro salvador é seguir uma seita protestante, faça bom proveito… OS CATÓLICOS seguem suas vidas normalmente, indiferente a sua opnião, Adorando um unico deus, tendo Jesus Cristo como unico salvador e admirando aos santos que professaram até as ultimas consequencias o amor de Deus.

      quem acredita que venerar uma imagem, tendo-a como uma mera lembrança de alguém que levou a palavra de Deus as ultimas consequencias, deixando exemplos sublimes do amor a palavra de Deus é Adoração, NÃO MERECE SER CHAMADO DE CRISTÃO, vez que não sabe o que realmente é adorar a Deus, confunde com veneração, e Deus não tem que ser venerado mas sim ADORADO.

      Quem, vendo alguém venerando uma imagem, como mera lembrança de alguém que professou o amor de Deus as ultimas consequencias, SUPÕE que este está ADORANDO a imagem, está tentando se igualar a Deus, pois somente este é capaz de enxergar os corações dos homens… a SUPOSIÇÃO de sentimentos, é uma das armas do diabo, que, como não é capaz de ver os verdadeiros sentimentos humanos, supoe, e assim, usa essa suposição para atacar suas vítimas… E AINDA USA HUMANOS FRACOS NA FÉ PARA FAZEREM ESSE TRABALHO PARA ELE… parabéns ao Sr. Manoel, que acha que Católicos Idolatram imagens….

      • * deus – sei que é com D maiusculo… mas na pressa, saiu minusculo…

        faço a correção:

        … Adorando um unico Deus, tendo Jesus Cristo como unico salvador e admirando aos santos que professaram até as ultimas consequencias o amor de Deus….

        • Claro que não idolatra imagens, em verdade idolatra homens.

          Já que idolatram homens que amam a Deus às últimas consequências, envie aí o meu nome para ser santificado, quero imagens bem grandes em minha lembrança e respeito, pois apesar dos tropeços que a vida oferece, ninguém é mais santo que eu.

          Paga alguma coisa pra tua igreja me venerar, o São Levi?

          Mas tem um problema. Como os santos somente são os da igreja católica, então eu e mais seis bilhões do mundo não seremos santos católicos. Pôxa vida, santidade só quem é católico, portanto isso não cheira a bairrismo, a discriminação não?

          Somente podem ser santos os que professam o catolicismo, e de preferência os que exerceram cargos eclesiásticos e administrativos, ora isso não tem um certo que de rasgar sedas, elogiar os da própria instituição?

          Diferente de Cristo, pois achou perfeição não em Pedro e nem noutro discípulo seu, mas sim em João Batista, num centurião romano e numa mulher estrangeira, a ponto de dar testemunho público da fé, do respeito, da retidão e da ética deles.

          Pode dizer quantos fora da igreja foram reconhecidos e quem?

          Se fez antes, agora não mais reconhece?

          Conforme a população do mundo, minimamente era pra ser cinco não católicos para um católico. Se quiser ser realmente como Cristo, teria que ser o dobro como Ele fez ao reconhecer dois estrangeiros, aí entenda de outros credos, e um que tinha Deus como o único e verdadeiro, portanto, dez santos não católicos para um católico.

          Teve um indianozinho, um tal Gandhi, que comprovadamente foi um santo, a igreja já santificou uma católica que lá residiu depois dele, Teresa de Calcutá, mas não o reconheceu ainda?

          Então seus santos são forçados, não passaram pelo verdadeiro alforge de Deus, trata-se apenas de uma forma de autopromoção dos da igreja e da própria igreja, então desprezáveis por ausência de obediência aos requisitos básicos predeterminados por Cristo.

      • Reinaldo sempre me deparo com essa frase “Acho eu que nenhum padre vai te responder porque eles gastam seu tempo evangelizando…”
        Permita-me uma pergunta: -‘Evangelizando o que…?
        Eu não sei?
        As missas sempre o mesmo ‘repeteco’, está tudo decorado tanto pelos padres como os participantes!
        As cartas de Paulo, as epístolas dos apóstolos são totalmente ignoradas, salvo algumas parábolas de Jesus contidas nos quatros evangelhos!
        Todos os dogmas e rituais católico romano não se acham nas Sagradas Escrituras…
        Consultam-se e louvam os mortos, usam-os como intercessores…
        É pregado que Jesus salva, até aí tudo bem, por isso são conhecidos como católicos-cristãos, mas Maria está sempre na frente…
        Temos muito mais a conferir, mas por hora basta!
        Então pergunto novamente:- O que vocês católicos romano evangelizam?
        Ajude-me aí Reinaldo, para que pelo menos eu dê um voto a mais de confiança para a sua doutrina!

        • Não sou o reinaldo mas percebo que da missa o senhor não conhece nem a metade. Em missas temos 3 leituras: uma do AT, ou do NT(geralmente trecho de alguma epistola e a principal é de algum dos 4 evangelhos

          Nos não consultamos ou invocamos os mortos. Eles não vem até aqui bater um papo conosco numa mesa espirita(ALIAS, ENTRE NUM SITE ESPIRITA E VERÁ A ACUSAÇÃO DE QUE OS BISPOS CATOLICOS MENTIRAM E ALTERARAM A BIBLIA PRA ESCONDER DOS FIEIS A “VERDADE” DA REEENCARNAÇÃO).

          Vc acha mesmo que Maria passa a frente de Cristo, logo no inicio da missa temos esta oração que mostra bem a ordem das coisas: ]
          Glória a Deus nas alturas
          e paz na terra aos homens por Ele amados.

          Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso:
          nós Vos louvamos,
          nós Vos bendizemos,
          nós Vos adoramos,
          nós Vos glorificamos,
          nós Vos damos graças,
          por vossa imensa glória,
          Rei Celeste, Deus Pai Onipotente.

          Senhor Jesus Cristo, Filho Unigénito,
          Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai:
          Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós;
          Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica;
          Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós.

          Só Vós sois o Santo;
          só Vós, o Senhor;
          só Vós, o Altíssimo, Jesus Cristo;
          com o Espírito Santo na glória de Deus Pai.

          Amém.

          E recomendo tambem que busque a oração do credo que rezamso logo depois da homilia do padre.

          Se vc acha memos que nada temos em comum, logo percebo que o senhor não acredita nisto:

          Crença no Juizo Final
          Na imortalidade da alma
          Nos vares eticos de honra aos pais e mais velhos, piedade, honestidade, fidelidade conjugal e santidade do matrimonio
          Necessidade do batismo pra remissão do pecado original e ser chamado Filho de Deus
          Crença na SS Trindade

          e outros tantos. Se nada temos em comum então vc nãop aceita nada disto que citei acima.

          • Muito bem Leandro. Por estes seus esclarecimento creio que um católico romano possa achar a salvação em Cristo Jesus, desde que o fiel católico romano ‘anule ou não participe’ dos demais ensinamentos e práticas (dogmas) da igreja de Roma que contradiz com as Santas Escrituras (tenho uma lista enorme, inclusive com as datas que as mesmas foram estabelecidas pelos concílios através dos séculos)!
            Se assim não for, estaremos acendendo uma vela para Deus e outra para o Diabo!
            Um abraço Leandro, na Paz de Jesus, o Cristo de Deus!

          • Ja conheço esta lista(ela é bem antiga pode acreditar), mas se procurar bem no google catolico digite cada data com o respectivo dogma e verá que as coisas foram bem antes do que a lista afirma so vou dar um exemplo :

            Ano 608: Começo do papado

            “Depois da ressurreição, diz o Senhor: ‘Apascenta as minhas ovelhas’. Assim o Senhor edifica sobre Pedro a Igreja e lhe confia as suas ovelhas para apascentá-las. Se bem que dê igual poder a todos os Apóstolos, constitui uma só cátedra e dispõe, por sua autoridade, a origem e o motivo da unidade. Por certo os demais Apóstolos eram como Pedro, mas o primado é dado a Pedro e a unidade da Igreja e da cátedra é assim demonstrada. Todos são pastores mas, como se vê, um só é o rebanho apascentado pelo consenso unânime de todos os Apóstolos. Julga conservar a fé aquele que não conserva esta unidade recomendada por Paulo? Confia estar na Igreja aquele que abandona a cátedra de Pedro sobre a qual está fundada a Igreja?” (Cipriano, +258, Sobre a Unidade da Igreja cap. 4)

            Percebe que há uma grande diferença entre os anos de 258 e 608.Mas continuemos:

            “Já que seria demasiado longo enumerar os sucessores dos Apóstolos em todas as comunidades, nos ocuparemos somente com uma destas: a maior e a mais antiga, conhecida por todos, fundada e constituída pelos dois gloriosíssimos apóstolos Pedro e Paulo. Mostraremos que a tradição apostólica que ela guarda e a fé que ela comunicou aos homens chegaram até nós através da sucessão regular dos bispos, confundindo assim todos aqueles que querem procurar a verdade onde ela não pode ser encontrada. Com esta comunidade, de fato, dada a sua autoridade superior, é necessário que esteja de acordo toda comunidade, isto é, os fiéis do mundo inteiro; nela sempre foi conservada a tradição dos apóstolos” (Ireneu de Lião, +202, Contra as Heresias III,3,2).

            “Ora, sob [o episcopado de] Clemente, grave divergência surgiu entre os irmãos de Corinto. A Igreja de Roma enviou aos coríntios importante carta, exortando-os à paz e procurando reavivar-lhes a fé, assim como a tradição que, há pouco tempo, ela havia recebido dos apóstolos.” (História Eclesiástica Livro IV, 6,3. Eusébio de Cesaréia, + ou – 317 d.C).

            No dia em que TODOS OS CRISTÃOS REALMENTE SE DEDICAREM A CONHECER A HERMENEUTICA E A EXEGESE BIBLICA TAL COMO A interpretavam os apostolos, os martires e seus sucessores diretos ai vc vai ver uma grande mudança na Historia do Cristianismo.
            Mas acho isto quase impossivel no atual estado do mundo.Na ICAR temos modernistas como Boff, frei Beto ou Fabio de Melo fazendo a teologia da liertação ou da modernização(que antigamente era conhecido como apostasia, mas agora….). Bom pelo menos os papas excomungram o Leonardo Boff.

            Nas evangelicas( e nunca direi que são todas as evangelicas, GRAÇAS A DEUS) temos os evangelho inclusivo( homossexualismo liberado), A TEOLOGIA DA prosperidade, o sabatismo judaizante, a novidade de que so se pode chamar Jesus de YESCHUA, ou seja se vc fala o nome Jesus estará adorando um Deus “romanista” e do papa, e por ai vai.

            Sempre indico a quem quer conhcer a antiguidade cristã o site : central de obras do Cristianismo primitivo.

      • reinaldo, JESUS disse a Nicodemos em joâo 3, necessário é nascer de novo, se arrependa dos seus pecados e vc entenderá[efésios 5-14]. naõ existe outra forma meu amado de ter as revelações do ESPIRITO SANTO se naô houver um novo nascimento, a paz do SR JESUS[naôde maria].

      • OK. Mas se os “verdadeiros católicos” tem Jesus Cristo como alvo me responda:
        01 – Porque 99% das igrejas católicas tem nome de Maria e não de Jesus Cristo?

        02 – Porque o terço – que não é bíblico, tem mais orações à Maria do que a Deus ou para Jesus?

        03 – Porque as procissões – que é repreendida na Bíblia, são 99% às Marias e não à Cristo?

        04 – Porque existe o santuário da Aparecida e não há um para Cristo? (Veja que tamanho e investimento no santuário, supera a da maior catedral do Brasil).

        • Que estatistica o senhor pode apontar onde 99% das paroquias tem o nome de Maria. Eu mesmo frequnto uma que recebe o nome de paroquia do Santo Sepulcro em homenagem aquela de Jerusalem.

          Um quartel do exercito brasileiro tem o nome de Regimento Sampaio, ou de General Pitaluga. A tropa pertence aos referidos ou a ñação brasileira???

          É o evangelho de Maria que se ensina nelas???
          A eucaristia consagrada é de Maria ou de Pedro? Não é a de Cristo.

          Sobre o terço ainda uso a metafora militar, vc tem 30 soldados e 1 tenente. Na hierarquia quem vale mais? Os 30 recrutas ou o oficial?
          Sobre as procissões as mais importntes estão na Pascoa e no Corpus Christi que são em homenagem a Nosso Senhor.

          • Leandro… Eu queria entender porque os protestantes falam tanto que deveriamos deixar os dogmas e tradições da Igreja, se foram exatamente esses dogmas e tradições que trouxeram o Cristianismo até os dias de hoje… não fosse os dogmas e tradições da Igreja Católica o Cristianismo não teria sequer uma biblia para evangelizar…

          • É uma questão de criação e desconhecimento Reinaldo. Veja, eu sempre foi ensinado(não na minha casa, mas no senso comum dos amigos e do famoso “ouvi falar”). A ver com desconfiança e preconceito mulçumanos, budistas e praticantes das religiões afro.

            O tempo passou e tive por formação profissional que estudar o que de fat o pensavam todos estes que te citei acima. TODOS AS MINHAS PREVENÇOES CONTRA ELES MORRERAM, NÃO DE FATO NÃO.
            Mas depois que estudei melhor suas crenças pude ver que não são necessariamente cegos ou sequer malignos obrigatoriamente.

            O sistema budista, por exemplo, nem chega ser um sist religioso em sua origem. Mesmo porque Buda ensina que se houve um Deus criador ele tambem não foi imortal e ao atingir seu nirvana deixou de existir. Bem como todas as almas que um dia atingiram a iluminação total acordo com crenças budistas.

            Mas é inegavel que 500 anos antes do advento de nosso Salvador ele ja a ensinava a piedade, a pratica do bem e amar o proximo como a si mesmo.

            Eu sempre fu catolico, porem, certa vez decidi pesquisar se todas estas acusações são veridicas contra a IG Catolica. A surpresa positiva foi enorme, ja que quando aceitei a tarefa tinha quase certeza que deixaria de ser catolico.
            Nem sei como explicar sem ferir a sensibilidade de pessoas que creceram escutando o Slogan: SOLA Biblia que, antes dos fins da ID Media, nenhum grupo, nenhum apostolo, ou martir, nenhum estudioso do Cristianismo sequer cogitaria usar este termo ou slogan.

            Sobretudo nos 4 secs inicias de nossa fé.Ate porque não havia canon definido e mesmo os judeus so tiveram o seu definido em 90 DC.

          • Respondendo para o Reinaldo:
            Ledo engano Reinaldo! É fato que da igreja primitiva, surgiu á igreja católica (Século III). Após desta é que apareceram os primeiros protestantes, devido ás heresias que os bispos romanos introduziam na igreja!
            Entre os primeiros protestantes dos séculos III, podemos recordar dos novacianos, paterinos, montanistas, cátaros, paulicianos, arnoldistas, valdenses…
            Séculos antes de Martin Luther e John Calvino, temos, Jan Huss, John Wycliff, Savanarola, e muitos outros, sem contar os que foram queimados na fogueira da Santa Inquisição (mas estes são menos antigos)!
            Para seu melhor entendimento Reinaldo, estes dados não são fornecido por religiosos protestantes, mas estão relatados nas melhores enciclopédias seculares!

          • Vagner.. respeito sua opnião também amigo.. mas vc está misturando os fatos históricos e tentando fazer parecer que Universidades sérias ensinam heresias não comprovadas historicamente…

            Aconteceu que tão logo a Igreja de Cristo (tocada pelos apóstolos) começou a propagar-se, começaram a aparecer os hereges, seguindo doutrinas diversas daquela que tinha sido recebida dos Apóstolos, mas tomando o nome de cristãos, pois também criam em Cristo e d’Ele se diziam discípulos. Era preciso, portanto, um novo nome para designar a verdadeira Igreja, distinguindo-a dos hereges. E desde tempos antiqüíssimos, desde os tempos dos Apóstolos, a Igreja começou a ser designada como IGREJA CATÓLICA, isto é, UNIVERSAL, a Igreja que está espalhada por toda a parte, para diferençá-la dos hereges, pertencentes às igrejinhas isoladas que existiam aqui e acolá – AI ESTÃO SEUS PRIMEIROS PROTESTANTES… se concorda com que eles pregavam meu caro, rasgue sua biblia então pois ela não vai lhe servir de nada.

            70 a 107 d.C.
            1. Já Santo Inácio de Antioquia, que foi contemporâneo dos Apóstolos, pois nasceu mais ou menos no ano 35 da era cristã e, segundo Eusébio de Cesaréia no seu Chrónicon, foi bispo de Antioquia, entre os anos 70 e 107, já Santo Inácio nos fala abertamente da Igreja Católica, na sua Epístola aos Esmirnenses: “Onde comparecer o Bispo, aí esteja a multidão, do mesmo modo que, onde estiver Jesus Cristo, aí está a IGREJA CATÓLICA” (Epístola aos Esmirnenses c 8, 2).

          • E como disse sugiro Wagner sugiro que vc estude mais antes de falar que cataros e gente como os mantanistas foram precursores da Reforma.

            Os cataros negavam a divindade de Cristo, aceitavam o sexo anal, defendiam que Javé no AT era um deus materialista e maligno(ou seja, Moises,, Davi e outros serviram ao Diabo)

            Os montanistas não aceitavam perdoar por motivo e penitencia nenhuma os cristãos que renegaram a Fe em Cristo nos momentos de perseguição. Mesmo quando eles tornavam a pedir reingresso na Igreja apos arrepender-se.

            Recomendo um livro como “Os Templarios” de Piers Paul Read e, no caso dos cataros, ate a wikipedia possui de artigo de qualidade razoavel sobre suas crenças. Mas tem muita coisa util sobre estes por ai.

            Savanarola era padre e somente pediu renovação moral, nunca pos em duvida a dotrina catolica. E se olhar toda a vida e pensamento de Huss e Witcliff verá que este ultimo por exemplo aceitava muitas coisas que hoje nos catolicos defendemos.

          • Meu Deus!!! Assim é demais, só está faltando você dizer que os protestantes retiraram do Novo Testamento essa tal “Epístola aos Esmirnenses”! – Oportunidade dada, oportunidade perdida… Fui!

          • Olá Leandro,

            “…Eu mesmo frequnto uma que recebe o nome de paroquia do Santo Sepulcro em homenagem aquela de Jerusalem. …”
            Você está na 1% das igrejas citadas.

            “Um quartel do exercito brasileiro tem o nome de Regimento Sampaio, ou de General Pitaluga. A tropa pertence aos referidos ou a ñação brasileira??? ”

            Positivo e operante. Quem é o Senhor dos Exércitos? respondo:
            Então ele disse: Ouve, pois, a palavra do SENHOR: Vi ao SENHOR assentado sobre o seu trono, e todo o exército do céu estava junto a ele, à sua mão direita e à sua esquerda. (1 Reis 22:19) Então todo o poder,toda a honra e toda a Glória ao Senhor dos Senhores e reis dos Reis.

            “É o evangelho de Maria que se ensina nelas???
            A eucaristia consagrada é de Maria ou de Pedro? Não é a de Cristo.”
            Positivo e operante. Mas chegue para os irmãos católicos e diga que Maria, nem São “X” faz milagres, que não adianta acender vela para estes pois é Deus quem faz alguma coisa. Com certeza muitos irão deixar de falar com você. Por quê? Porque foram “doutrinados” a isto, perder o foco.

            “Sobre o terço ainda uso a metafora militar, vc tem 30 soldados e 1 tenente. Na hierarquia quem vale mais? Os 30 recrutas ou o oficial?”
            Positivo e INOPERANTE. O Oficial é de maior valia e este é Cristo. Os soldados são subordinados ao tenente em todas as situações. Então eu posso ter 500 soldados, mas o tenente vale mais. Por isso, é dele a glória de qualquer feito. Veja por exemplo o Gen. Duque de Caxias na guerra do Paraguai,onde foi de encontro ao exército Paraguaio desembanhando a sua espada e gritando: “Sigam-me os que forem brasileiros”. A glória foi dele, mas quantos soldados estavam por lá e não são lembrados? É simples, todos como Maria são apenas servos.

            “Sobre as procissões as mais importntes estão na Pascoa e no Corpus Christi que são em homenagem a Nosso Senhor.”
            NEGATIVO E INOPERANTE! Veja que você escreveu que tem “duas mais importantes”, mas quantas procissões há no calendário da igreja católica? Dica, todos os santos possuem procissões em suas igrejas matriz.

            Então meu querido “soldado”, seus argumentos não o fizeram concluir a missão de refutar as minhas perguntas. Peço que se apresente a uma igreja evangélica protestante séria o mais urgente possível para receber a armadura da salvação de Jesus Cristo.

            Att: Um servo e Deus.

          • Ah e sobre a pergunta que te fiz sobre que ESTATISTICA CONFIAVEL o senhor pode citar sobre 99% das paroquias receberem seu nome em homenagem a Maria. Vc simplesmente não respondeu e ainda tentou desqualificar meu argumento com a FALACIA DE QUE ESTOU NUMA DAS POUCAS QUE NÃO RECEBE TAL NOME.

            Veja estatisticas são numeros verifcaveis e comprovados. Ex: na arquidiocese do RJ temos aprox 250 paroquias. Se a sua afirmativa fosse verdadeira então 1% de 250 daria 2,5. O que podemos arredondar para 3.
            Muito simples provar que o senhor Lucas Filho ou peca por falso testemunho ou peca por falar o que acha que sabe sem de fato o saber.
            Eis ai uns poucos nomes de paroquias do RJ :
            Menino Jesus, S Jorge, Divino Salvador, Santo Sepulcro, Divino Espirito Santo, S Luiz Gonzaga. So ai temos 6 mais que o dobro do necessario para mostrar que o senhor profere uma leviandade.

            Inadvertidamente ou não o senhor usa um recurso de retorica muito comum em politica.O mesmo consite em alegar: “Olha o meu discurso fala somente a verdade e o discurso de quem me contradiz so tem argumentos falsos e inconsistentes”.

            Sendo que quem avaliar acima logo vê que para um cristão o senhor não respeita o mandamento de evitar o falso testemunho.

            Repito pra vc o que disse para o Wagner. Falta estudar passado e antiguidade do Cristianismo. Bastar ler tudo que foi deixado de exegese e interpretação biblica entre 33 e 312 DC. Quem já leu tudo que nos legaram os martires e episcopos sucessores dos apostolos sabe que o Cristianismo primitivo tem muito mais em comum com a IG Catolica do que com estas ideias luterano- calvinistas surgidas no Sec XVI.

            Mas isto vcs não tem coragem de estudar e admitir pois preferem seguir ou a Igreja que veio de Witenberg ou a Ig que veio da Suiça.

  11. Esta notícia é verídica, e vou além das católicas carismáticas, pois sou vizinho de uma igreja católica romana tradicional, e á muitos, esta está plagiando não somente as neo pentecostais como estão cantando hinos das igrejas cristãs protestantes tradicionais! Muitas vezes adicionam ‘Maria’ entre umas ou outras palavras do hino! Também são cantadas nas missas músicas de autoria de Erasmo e Roberto Carlos! Um absurdo! Se algum leitor não acreditar pode me chamar de louco ou mentiroso, mas que somos testemunha viva desta minha postagem, podes crer que somos…!

  12. Tudo bem Leandro! Você comentou o princípio da história cristã, que não deixa de ser um fato verídico, não vamos entrar em detalhes doutrinários, pois até mesmo entre as ‘evangélicas’ há uma quantidade enorme de divergências concernente às interpretações das doutrinas paulinas. Mas cuidam-se que Jesus é honrado como único intercessor e salvador e a bíblia é pregada na íntegra! Porém, a lista em que me refiro é a das heresias, ou seja, os utensílios utilizados nas missas como crucifixo, galhetas, roupagem, missal, hóstia, teca, âmbula, ostensório, lecionário, manustérgio, entre muitos não citados na bíblia (curioso que a própria bíblia não entra na lista). Sabemos que tais utensílios são de origens pagã fenícias, gregas e também romanas. Sem falar em dogmas como
    Uso das velas, Culto dos santos, Instituição da missa, Culto à virgem Maria (Século IV) – Doutrina do Purgatório, Extrema unção, Bispo Universal, o Papado (SéculoVI), Adoração das imagens e relíquias (século VIII), Rosário, Indulgências, Hóstia, o mais grave: Proibição da leitura da bíblia para os leigos, (Século XII), Reza da Ave Maria, as Novenas, lembrem que na numerologia bíblica o número nove está associado com mortes e maledicências… (Século XIII), A Bíblia é equiparada com a tradição (contos dos antigos santos católicos), Introduzido os livros apócrifos (estes foram introduzidos no Antigo Testamento, livros estes que pertence aos judeus, coisa que nem eles que são os autores concordam). (Século XV), Os dogmas de Maria, Condenação da política de separação da Igreja do Estado e dogma da infalibilidade papal (século XVIII).
    Mas quem sou eu para consertar o mundo, é ou não é, meu caro Leandro, todavia, para encerrar, não estou preparado para ser um adorador católico romano por não enxergar base bíblica em seus rituais!
    Com meus respeito a sua pessoa e a sua crença, despeço-me com um verso bíblico (mas não é só para ler e enfeitar a estante, é para exercitar, por em prática):
    “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho” (Salmos 119:105).

    • Como disse senhor não posso confiar nesta velhissima lista pois ela contem uma serie de datas erradas. Seria o mesmo que um Testemunha de Jeova afirmar que somente no ano de 325 DC, os cristãos passaram a crer na SS Trindade.

      Sobre a lista a todos recomendo entrar no site google catolico e digitar cada uma destes dogmas. Verá uma serie de respostas em varios sites e textos antigos(basta ver entre os anos 33 e 312 dC) e dos sites os dois melhores são o veritatis e o associação cultural S Luis de Montfort(no conteudo antigo que somente se acessa pelo google catolico).

      • Certo ou errado em relação às datas Leandro, o problema é que a lista está atualizada e sendo utilizada até o dia de hoje, basta assistir uma missa ou ler o catecismo da Igreja católica par certificar-se do fato!
        Veja bem, as indulgências das missas de ‘sétimo dia’ são pagas com dinheiro, as indulgências das confissões auriculares são paga com as rezas estabelecida pelos padres, em vários estabelecimentos comerciais sê vê cartazes anunciando festas em ‘louvor’ a uma variedade de santos católicos!
        Comentando este texto acima, podemos afirmar com propriedade que para os católicos, Jesus subiu ao Gólgota em vão e de nada vale a sua ‘Graça’!
        Creio que a igreja católica deverá passar por uma rígida reforma, retirando tudo o que foi infiltrados pelos concílios e as doutrinas que não tem bases bíblicas! Deveras uma reforma muito mais severa do que a do século XV pelo padre Martin Luther!
        Mas como eu já disse, quem sou eu para consertar o mundo!
        Contudo, posso ajudar as almas católicas romana a observarem melhor as suas doutrinas; pois sê pelas palavras, pregações e orações muitos corações foram compungido pelo ‘Espírito Santo’ , creio que muitos outros também serão!
        Esteja contigo Leandro a paz e a luz Daquele que excede todo o nosso entendimento!

  13. “No capítulo 13 de Apocalipse(versos:1-10), descreve-se a besta “semelhante ao “leopardo,” à qual o dragão deu “o seu poder, o seu trono, e grande poderio”. Este símbolo, como a maioria dos protestantes tem crido, representa o papado, que se sucedeu no poder, trono e poderio uma vez mantidos pelo antigo Império Romano. Declara-se quanto à besta semelhante à leopardo: “Foi-lhe dada uma boca para proferir grandes coisas e blasfêmias…E abriu a sua boca para em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do Seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu. E foi-lhe permitido fazer guerra aos cristãos que seguem a Bíblia, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação.” Esta profecia, que é idêntica à descrição da ponta pequena de Daniel capítulo 7, refere-se inquestionavelmente à Igreja Católica Apostólica Romana Medieval Arcaica Tirana a mesma que não muda….”

    • Assim como não te chamei de mentiroso, não me venha por tal rotulo:as procissoes mais importantes são sim de Corpus Chirsti e da Semana Santa. TODAS EM HONRA A CRISTO E SE ALGUEM DISSER COISA DIFERENTE OU FALA MENTIRA OU FALA AQUILO QUE ESPECULA SEM CONHECER.

      Vc alega que a dotrina catolica ensina que os santos e Maria tem podere proprios e independentes de Jesus Cristo. QUEM DISSE TAL COISA A VC É UM MENTIROSO OU TAMBEM OUTRO QUE FALA O QUE NÃO SABE. vEJA O CATECISMO CATOLICO:

      Apresento aqui alguns parágrafos da Lumen Gentium, documento oficial da Igreja redigido no Concílio Vaticano II, que é freqüentemente citado pelos evangélicos quando tratam do título “Rainha do Céu”. Penso que a Lumen Gentium claramente afirma a autoridade de Jesus sobre o céu e a terra:
      60. “Um só é nosso Mediador segundo as palavras do Apóstolo: ‘Há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo, homem; ele também se entregou para resgatar a todos’ (1Timóteo 2,5-6). Porém a missão maternal de Maria diante dos homens de nenhuma forma obscurece nem diminui esta mediação única de Cristo; pelo contrário, melhor demonstra seu poder. Porque todo o influxo salvífico da bem-aventurada Virgem em favor dos homens não nasce de nenhuma lei mas sim do divino beneplácito, provém da superabundância dos méritos de Cristo, se apóia em sua mediação, dela depende totalmente e da mesma retira todo o seu poder e, longe de impedi-la, fomenta a união imediata dos crentes em Cristo”.
      62. “…Porque nenhuma criatura pode se comparar jamais com o Verbo Encarnado, nosso Redentor; porém, assim como o sacerdócio de Cristo é participado de diversas maneiras, tanto pelos ministros como pelo povo fiel, e assim como a bondade única de Deus se difunde realmente de formas distintas nas criaturas, assim também a mediação do Redentor não exclui, mas suscita em suas criaturas uma múltipla cooperação que participa da única fonte. A Igreja não duvida em professar esta missão subordinada de Maria, a experimenta continuamente e a recomenda ao coração dos fiéis para que, apoiados nesta proteção maternal, se unam mais intimamente ao Mediador e Salvador”.
      67. “…Assim mesmo, exorta encarecidamente aos teólogos e aos pregadores da Palavra divina, que se abstenham com cuidado, tanto de todo falso exagero, como também de uma excessiva estreiteza de espírito, ao considerar a singular digninade da Mãe de Deus(3). Cultivando o estudo das Sagradas Escrituras, dos Santos Padres e doutores e das liturgias da Igreja, sob a direção do Magistério, ilustrem retamente os dons e privilégios da Santíssima Virgem, que sempre se referem a Cristo, origem de toda verdade, santidade e piedade”.
      Como se pode ler(pra quem lê sem má intenção e preconceito),Onde esta dito que Maria é a salvadora ai no texto.Onde se insinua que Ela é que leva ao PAI SEM PASSAR POR SEU SANTISSIMO FILHO.Onde se declara que ela tenha poderes de atender algum pedido de fiel sem autorização de Seu Filho e ou poder próprio dela.Vejo muita gente reclamar do que acham que nos fazemos e não naquilo que de fato acreditamos .

    • Sobre esta “armadura” que so encontro numa igreja evangelica, parece que tem mais furos que um queijo suiço. Pois cada dia mais se entra pelas igrejas evangelicas: a benção ao aborto, aos casais homo, a macumba evangelica, a crença de que Deus é nosso ofiicce boy

      Ja que vc gosta de estudar te deixo um artigo de SCott Hann, ex evangelico, que enxergou de fato os erros da arvore má do protestantismo. É longo mais explica muita coisa que visto o senhor acha que sabe mais não sabe.

      Aí São Paulo começa a citar um por um dos grandes santos da família de Deus do Antigo Testamento começando com o primeiro mártir, Abel, que tinha oferecido um sacrifício aceito por Deus. E depois Henoc e Noé e Abraão, Isac, Jacó e Sara. Depois continua a falar de Abraão, Isac e Jacó, e todo o sofrimento que eles passaram por que a esperança deles não estava na Jerusalém terrena, mas na Jerusalém celeste; não na terra prometida terrena, mas na celeste.

      Então no versículo 23 ele fala sobre Moises e tudo o que ele renunciou para ganhar esta herança gloriosa no céu; e da mesma forma, Israel. E depois Raab, a prostituta de Jericó: até mesmo a fé dela é exaltada. Depois Gedeão, Barac, Sansão, Jefté, Davi, Samuel e os profetas que pela fé conquistaram reinos, receberam promessas, deteram as bocas de leões e acabaram com fogueiras devastadoras, escaparam da espada, tiraram fortaleza da fraqueza, tornaram-se poderosos na guerra, fizeram os exércitos inimigos fugir. Todos os grandes feitos são relembrados não só para passar pela história mas principalmente, como você verá, para inspirar uma fé, esperança e amor maiores em nós.

      No versiculo 36: “Outros ainda sofreram a provação dos escárnios, experimentaram o açoite, as correntes e as prisões. Foram lapidados, foram serrados e morreram assassinados com golpes de espada. Levaram vida errante, vestidos com peles de carneiro ou pêlos de cabras; oprimidos e maltratados, sofreram privações. Eles, de quem o mundo não era digno, erravam pelos desertos e pelas montanhas, pelas grutas e cavernas da terra. E não obstante, todos eles, se bem que pela fé tenham recebido um bom testemunho, apesar disso não obtiveram a realização da promessa. Pois Deus previa para nós algo de melhor, para que sem nós não chegassem à plena realização.”

      Assim, de certa maneira, o advento de Cristo e da economia da Nova Aliança trouxeram uma benção e glória para estes santos do Antigo Testamento maior do que a que eles receberam quando morreram. Algo novo foi inaugurado quando Cristo ressuscitou, quando ele subiu aos céus e quando subiu ao trono. Ele abriu um novo panorama, uma nova porta, a porta de entrada para o céu, para que seus irmãos viessem pra casa. Nós veremos mais adiante como foi colacado neste reino glorioso no céu tronos e neles estão sentados este grandes santos, bem como os santos da Nova Aliança. E eles são sacerdotes, eles testemunham para servir a Cristo e para rezar em nosso favor.

      Mas observe que o autor de Hebreus relembra tudo isto para nos inspirar a seguir o exemplo deles. Isto vai ser uma consideração fundamental para entender a base lógica bíblica para a veneração dos santos. Exemplos heróicos inspiram virtudes heróicas. Vejamos Hebreus 12: “Portanto” (um dos mais básicos princípios interpretativos de estudos biblicos, sempre que aparecer a palavra, “portanto”, pergunte a si mesmo o que vem a seguir pois basicamente há um resumo de tudo o que foi dito anteriormente e encerra com uma conclusão prática, especialmente na carta aos Hebreus.) “Portanto, também nós, com tal nuvem de testemunhas ao nosso redor, rejeitando todo fardo e pecado que nos envolve, corramos com perseverança para o certame que nos é proposto, com os olhos fixos naquele que é o autor e realizador da fé, Jesus, que, em vez da alegria que lhe foi proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e se assentou à direita do trono de Deus. Considerai, pois, aquele que suportou tal contradição por parte dos pecadores, para não vos deixardes fatigar pelo desanimo. Vós ainda não resististes até o sangue em vosso combate contra o pecado. Vós esquecestes a exortação que vos foi dirigida como a filhos?”

      E ele continua a falar sobre a disciplina de Nosso Senhor e a castidade e sofrimento que é próprio aos filhos de Deus para amadurecer e crescer. Então no versículo 12: “Por isso, reerguei as mãos enfraquecidas e os joelhos tropegos; endireitai os caminhos para os vossos pés, a fim de que não se extravie o que é manco, mas antes seja curado.”

      Todo o quadro em Hebreus 12 é uma grande corrida e quem está na multidão? Todos os santos. E o que eles compõem? Versiculo 1, “uma nuvem de testemunhas”. O que se quer dizer com nuvem? Bem, se você fizer um pouquinho de estudo de fundo biblico, esta nuvem é a mesma nuvem que se pode rastrear de volta ao Antigo Testamento. É a a nuvem de glória em que Moisés subiu no Monte Sinai. É a mesma nuvem que cobriu Jesus quando ele ascendeu aos céus diante dos olhos dos discípulos. Esta nuvem de uma certa forma é uma manifestação portátil daquilo que é como estar “movido pelo Espírito” como João no livro do Apocalipse: “No dia do Senhor fui movido pelo Espírito”, e esta nuvem de glória agora está repleta de nossos irmãos e irmãs mais velhos. E eles constituem uma nuvem de testemunhas, não é apenas uma nuvem que vai e vem conforme sopra o vento. É uma nuvem que é uma multidão com o objetivo de nos animar.

      Quando o time1 joga em casa, as chances são maiores dele ganhar o jogo. Por quê? Porque os seus torcedores estão lá. Você pode dizer que é porque eles conhecem melhor o campo. Pode ser. Mas existe sempre um limite psicológico incrível especialmente em jogos de campeonato.

      Sempre se tem uma chance a mais quando se joga em casa. E aqui nós jogamos em casa e tem uma enorme nuvem de testemunhas, todos os nossos familiares mais velhos estão torcendo por nós, nos animando. Você pode ver nas mãos e nos pés destas pessoas que levantam as mãos, que nos animam e nos olham, feridas e cicatrizes, em seus rostos e em suas costas. Você sabe que eles participaram do jogo e estão nos chamando para fazer o mesmo.

      E o maior e mais barulhento animador de todos é o próprio Jesus, o pioneiro e o aperfeiçoador de nossa fé, o primogênito entre muitos irmãos e irmãs, conforme nos conta Romanos 8. Todo um estádio está repleto com nossa família. E inspira ardor e coragem, vigor e sacrificio. E sabe o que mais? O autor de Hebreus jamais considera por um segundo sequer argumentar isto. Ele crê e ele pensa que devemos crer também, mas que devemos meditar a respeito e nos inspirarmos.

      Agora se os santos não sabem o que nós estamos fazendo, e nós não temos idéia do que eles estão fazendo, ou seja, se não temos nenhum contato, nenhuma comunicação, este tipo de descrição é apenas uma metáfora simplesmente fraca e estranha. Mas não é este o caso. Esta é a realidade espiritual compreendida com os olhos da fé, os olhos que estão abertos para as verdades espirituais desta grande declaração do Credo: “Creio na comunhão dos Santos”.

      Agora não é só porque todos nós acreditamos na mesma coisa que temos este sentimento bom e real mas sobrenatural de que todos estamos unidos por este laço de confissão doutrinária e culto litúrgico. É muito mais do que isso. É mais do que somente ser um companheirismo de pessoas que pensam da mesma forma. Nós dizemos, “Eu creio no Espirito Santo”, e é por isso que cremos na santa Igreja Católica, porque sem o Espirito Santo, nós só seríamos mais uma organização humana. Mas o Espirito Santo – ensina a Igreja – é a alma da Igreja. O Corpo Mistico de Cristo é animado e obtém vida sobrenatural do Espírito Santo. Assim dizemos, “Eu creio no Espirito Santo, na santa Igreja Católica – e o quê mais? – na comunhão dos Santos”.

      Agora como é que se pode ter comunhão com pessoas com as quais não se tem nenhuma comunicação? Como se pode possivelmente estar em comunhão com pessoas com as quais não partilhamos nada em comum juntos em termos de experiência diária? Eu não estou dizenho que Nosso Senhor nos tenha dito para termos conversações diárias. Certo, algumas pessoas são dotadas de revelações místicas. Mas sempre que alguém disser: “Bem, você está se comunicando com os mortos e isto é pecado julgado pelo Antigo e pelo Novo Testamento porque isto é divinização, isto é feitiçaria ou sei lá o quê”, você responde: “Eles não estão mortos. Eles estão mais vivos do que nós. Benditos aqueles que morreram no Senhor”. Por quê? Porque suas obras os acompanham ao céu. Os santos do Antigo Testamento tiveram que esperar pelo Messias, mas esta espera já passou. Aqueles santos martirizados estão com Nosso Senhor e com uma multidão, e eles torcem por nós. Nós não precisamos só olhar com fé, mas ouvir com fé.

      A veneração dos santos não transgride a situação de Cristo nosso único mediador

      Quero dizer mais uma coisa antes de continuar: eu quero que vocês saibam que os santos não são uma rota alternativa para se chegar até Deus. Se você pensa que sim, então pare de rezar para os santos até que você tenha sua vida espiritual reajustada de volta ao curso normal, porque você não é um bom católico. O fato é que existe um único mediador entre Deus e o homem, que é o homem Jesus Cristo. Paulo não poderia ter deixado isto mais claro em Timoteo. Ele diz: “Há um só mediador entre Deus e os homens, um homem, Cristo Jesus”.

      Vejamos o que diz Timoteo. 1 Tim 2, 5: “Há um só Deus, e um só mediador entre Deus e os homens, um homem, Cristo Jesus, que se deu em resgate por todos”. Agora que conclusões podemos tirar disto? Podemos concluir falsamente que porque nós temos um mediador, logo estamos enfraquecendo o trabalho de Cristo ao pedirmos para os santos intercederem a nosso favor? Não, claro que não. Esqueça o fato de que os santos são cristãos que estão no céu, nós temos ciência do fato de que os cristãos da terra são constantemente chamados de santos no Novo Testamento. Isto é o que nós somos. Isto é o que nós devemos nos tornar, e se continuarmos em frente e nos mantermos firmes na fé, isto é o que seremos por toda eternidade. Mas somos santos se estivermos em Cristo.

      Agora, católicos ou não, se alguém vos pedir para rezar por eles, para interceder por eles à Deus, vocês sairão por aí dizendo: “Como se atreve a debilitar a única mediação de Jesus Cristo, o único Sumo Sacerdote?”. Claro que não. Por quê? Porque o que diz Paulo nos primeiros quatro versiculos anteriores a 1Tim 2, 5?: “Eu recomendo, pois antes de tudo, que se façam pedidos, orações, súplicas e ações de graças, por todos os homens”. Só através de Jesus? Claro que não. Por nós, “pelos reis e todos os que detêm a autoridade, a fim de que levemos uma vida calma e serena, com toda piedade e dignidade. Eis o que é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador, que quer que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade. Pois há um só Deus, e um só mediador entre Deus e os homens”.

      Eu costumava citar este texto fora do contexto e usava-o para minar a veneração devida aos santos que está enraizada em duas coisas: pedir-lhes por intercessão e súplica, e ser inspirado a seguir o exemplo deles. Nós podemos adicionar uma terceira que é, honrá-los. Nós os glorificamos quando nós os veneramos. E por quê? Porque nós ficamos entediados após dez ou quinze horas honrando a Cristo? Não. É precisamente porque nós honramos a Cristo. É precisamente porque nós imitamos Cristo. Nós imitamos Cristo, então se O vemos honrando aqueles que morreram pela verdade, aqueles que professaram a fé com muito sofrimento, nós fazemos aquilo que Cristo faz e glorificamos aqueles que Ele glorifica. Aqueles que Ele bendiz, nós bendizemos.

      É bem simples. Só quando inconscientemente reduzimos a fé cristã a um relacionamento individualista – Jesus e eu – é que começa a se tornar uma coisa tipicamente americana auto-centrada. Quero dizer, encaremos: a familia americana não é um grande exemplo de laços fortes de comunicação atualmente. E tem sido assim por séculos. Você sabia que Daniel Boone era um dos piores pais? … Grandes heróis americanos, fortes individualistas, não eram grandes homens de família. Você devia ouvir o que a mulher de John Adams tem a dizer – uma feminista radical… Ela não estava mais preocupada com o matrimônio, com a família, o lar e a América. Ela estava preocupada com os direitos do indivíduo que ela pudesse exercer e que outros pudessem exercer e, caso contrário, que eles pudessem conseguir a força. Este é o jeito americano.

      Como se costumava dizer no século 18: “Não servimos a nenhum governante”; nenhum rei, e reis eram sempre figuras paternas. Eu não estou argumentando a favor de monarquia política e política natural porque o pecado humano é o que é. Mas nós temos uma monarquia sobrenatural, um reino celeste, uma figura paterna distante do pecado que concede sua vida e graça pura aos nossos irmãos e irmãs mais velhos, seus filhos. E este reino é o Reino do Céu. E isto nos inspira de uma forma muito maior a servir a nosso Soberano e a servir ao seu gabinete de ministros e príncipes e princesas que ele nos outorga.

      Você percebe como é difícil para os americanos pensar e agir deste modo?2 Quando tudo em nossa cultura segue na direção contrária? A quem nos curvamos em nossa sociedade? Ninguém. E mesmo quando dizemos: “Your Honor” (=Vossa Excelência) para um juiz ou “Your Excellency” (=Vossa Eminência) para um arcebispo, parece uma coisa não natural, nos arrepiamos, não arrepiamos? Não é americano. “Quem você pensa que é?”

      Mas o fato é que numa família, não é a pessoa tanto quanto o ofício que nós veneramos e honramos. E é isto que fazemos quando nós veneramos os santos. Nós estamos imitando Cristo que os honra. Por nossa vez, nós queremos imitar os santos no serviço à Cristo.

      “We Are Family” (=Somos uma família) – constumava cantar o grupo Sister Sledge muitos anos atrás (final dos anos 70). Nós somos a família de Deus. Nenhum pai vai se sentir traído ou ignorado ou rejeitado quando os irmãos e irmãs se amam e inspiram uns aos outros no sacrifício e serviço corajoso pelo nome da família. É até mesmo bobo quando se coloca desta forma, mas que outros termos bastariam para o que a Santíssima Trintada, a Família Divina, têem feito por toda a história? É a única forma que faz sentido. É a única forma que engloba toda a Biblia. É a única razão pela qual Paulo em 1Tim 2, 5 considera um mediador e ainda diz o que diz em 1Tim 2, 1-4: “Pois, porque há um só mediador, nós podemos fazer orações, súplicas e pedidos com uma confiança maior, por todos os homens”, até mesmo para os reis, para os ricos e prósperos, e para os corruptos. Por quê? Porque só há um mediador, o Homem-Deus, Jesus Cristo.

      Poderíamos enlouquecer fazendo orações como jamais tínhamos feito antes. Por quê? Porque só há um mediador. Será que isto significa que não haja outros intercessores, outros a quem fazer súplicas? Não! Claro que não. Só há um mediador e porque nosso mediador é o mais fabuloso que nós podemos imaginar, nós temos agora a capacidade de interceder como sacerdotes no Sacerdote, como filhos no Filho, como pastores no único Pastor. Nós obtemos vida Dele. “Já não sou eu que vivo, mas é Cristo que vive em mim. Longe de Cristo nada posso fazer”. Mas comigo, diz Jesus, você pode tudo. “Para Deus tudo é possivel”.

      Apoio bíblico para o fato de que Deus ouve os clamores dos santos

      Precisamos ajustar nosso pensamento. Isto não é novo. Desde o Genesis, existe um tipo de alusão misteriosa ao fato de que Deus está em contato com as necessidades dos mártires. Em Gen 4, 10, Deus diz a Caim: “Ouço o sangue de seu irmão, do solo, clamar para mim!” Agora, você acha que se você saisse no campo e encontrasse o lugar onde todo aquele sangue foi derramado, colocasse seus ouvidos no chão, você ouviria uma voz? Não, eu acho que não. Não, isso é um dispositivo literário. O sangue de Abel é a alma de Abel que tinha acabado de morrer. Ela não estaria clamando por coisa alguma a não ser que Abel tenha sido justificado por Deus de alguma maneira. De alguma maneira que nós desconhemos, pode ser o seio de Abraão, como nós vemos em Lucas 16, 23.

      Deus ouve, a qualquer preço, o clamor daqueles santos martirizados desde o princípio. O sangue é a vida, a vida é a alma e a alma clama por vingança e Deus responde. É por isso que Hebreus 12, 24 refere-se a isto comparando o sangue de Abel clamando por vingança ao sangue jorrado de Jesus que fala mais eloquentemente do que o de Abel. Agora, falaria o sangue de Jesus conosco? Bem, de certa forma, não. Não é o sangue, mas a vida da alma representada pelo sangue que está falando “misericordia, misericordia, misericordia” em nosso favor. Não vingança, mas perdão, porque Cristo não foi morto por um irmão no meio do campo contra a sua vontade. Cristo entregou Sua própria vida como resgate de todos. Assim, o Seu sangue fala da mesma forma que o sangue de Abel, mas ele fala de uma maneira maior e mais eloqüente.

      Agora eu gostaria de sugerir que o tipo de pregação que encontramos em Lucas 16 não teria vindo dos lábios de Jesus se este ponto de vista não fosse comum. Vejamos Lucas 16, 19-31. Ali, é claro, nós encontramos a famosa estória de Lázaro e o homem rico. Ela nos diz que Lázaro era bastante pobre, e que os cães lambiam suas feridas quando ele se sentava na porta do rico; ao morrer foi carregado ao seio de Abraão. O outro homem, o rico, foi carregado em meio a tormentos, à mansão dos mortos. Ele exclamou: “Pai Abraão, tem piedade de mim”. Isto não é exatamente o clamor da alma desprezível, condenável, endemoniada cuja maldade e pecado são só aperfeiçoados. “Tem piedade de mim, Pai”: ele sabe que pertence àquele lugar, mas agora ele não pede por justiça, mas por misericórdia. Ele não está dizendo: “Me tira daqui, este não é o meu lugar. Me tira daqui. Eu tenho que voltar. Eu mereço uma segunda chance”.

      Ele diz: “Manda que Lázaro molhe a ponta do dedo para me refrescar a língua, pois sou torturado nesta chama”. É por isso que eu sugiro que isto pode muito bem se referir, não ao fogo do inferno e ao tormento eterno, mas ao fogo do purgatório da alma que por negligência das obras corporais de misericórdia termina no curso de verão por um longo tempo3. Ele exclama: “Pai Abraão, tem piedade de mim”. E Abraão responde: “Filho”; ele não diz: “seu condenado maldito”, “filho de Satanás”, “verme desprezível”, “sua víbora”. Não, “Filho”, é o que Abraão responde. “Lembra-te de que recebestes teus bens durante tua vida”. E o homem não diz: “O que você quer dizer com, ‘lembra-te’?”. Quando a alma morre, ela não se lembra de nada. Ela não se lembra de ninguém. Mas ele se lembra do que Abraão estava falando; ele se lembra.

      E continuando no versículo 27: “Pai, eu te suplico, envia então Lázaro até à casa de meu pai”. Ele se lembra da casa de seu pai! “… pois tenho cinco irmãos”. Ele não somente se lembra que tem cinco irmãos; ele está bastante preocupado com eles. Ele está intercedendo em favor dos cinco irmãos, “para que (Lázaro) leve a eles seu testemunho, para que não venham eles também para este lugar de tormento”. Ele não diz: “Abraão, você pode dar uma amostra aos meus irmãos do meu destino torturante aqui nas chamas?” Ele diz: “Você ressuscitará Lázaro. Você o mandará de volta dos mortos?” Que pequeno favor a se pedir da parte de Lázaro! Certamente seria uma justificação para o pobre homem, não seria?

      Mas Abraão diz: “Eles têm Moisés e os Profetas; que os ouçam”. E ele responde: “Não, pai Abraão, mas se alguém dentre os mortos for procurá-los, eles se arrependerão”. E Abraão responde: “Se não escutam nem a Moisés nem aos Profetas, mesmo que alguém ressuscite dos mortos, não se convencerão”. Fim da estória. Agora, você pode dizer: “Então, eles podem fazer orações no purgatório, mas elas não são atendidas”. Mas observe uma coisa. Jesus ressuscitou um homem chamado Lázaro depois de quatro dias. Esta pode ser uma parábola, mas Jesus não disse “Deixe-me contar-lhes uma parábola”. Não existe nenhuma evidência de que seja uma parábola. Você pode não querer acreditar, mas em nenhum lugar, em nenhuma parábola de Jesus ele dá nome aos personagens.

      Aqui Ele dá nome ao homem e Ele dá a ele o nome de um de Seus melhores amigos, Seu único amigo que ele ressuscitou dos mortos. Um homem que estava doente – que coincidência! Talvez sim, talvez não. Mas eu gostaria de sugerir que, se um homem em tormento pode se comunicar de acordo com suas próprias necessidades, quanto pode Lázaro ajudar? Em outras palavras, aqui nós temos uma situação onde o homem pode comunicar-se e interceder por aqueles que ele quer ajudar.

      Agora, se um homem nas chamas pode fazer isso, o quanto podemos presumir que Lázaro tem uma lembrança clara de sua amada família na terra e que ele provavelmente tem uma percepção clara das suas necessidades? E com um amor perfeito, ele teria uma capacidade maior de interceder por estas necessidades. Talvez você negue isto, mas que passagem da Escritura você mostra para negar isto? Eu não consegui encontrar nenhuma quando eu pensava assim também.

      Os católicos precisam ter uma percepção balanceada sobre o que significa a veneração dos santos

      Continuando… Antes de olhar em algumas passagens, deixe-me perguntar, e pense a respeito disto quando você estiver conversando com não-católicos: porque eu devo confessar e me desculpar por todas as vezes que meus irmãos e irmãs não-católicos, apesar de separados, mas irmãos e irmãs pelo batismo, eu tenho que me desculpar porque eles ficam sabendo de muitos católicos que fazem coisas estranhas, como um ex-católico cuja mãe tem uma imagem de Maria em tamanho natural que ela veste e desveste todo dia. Ela não tem nenhuma vida de oração. Ela nunca lê a Bíblia, mas ela constantemente veste e desveste sua imagem.

      Agora, eu não vou fazer nenhum julgamento final sobre este comportamento, mas vou dizer que se isto é tudo o que você tem, está desforme. E com frequência católicos não só não tem uma percepção equilibrada do que é a veneração dos santos com relação a Cristo como eles têem pouca capacidade de articular o que eles realmente estão fazendo caso tenham um percepção equilibrada. Por que eles de fato fazem isto?

      Diga a um não-católico: “Você tem família? Você os ama? Você carrega as fotos deles na sua carteira? Estas imagens são ídolos?” – “Bem,” – eles podem dizer – “eles não são estátuas. Eles não são pinturas. Eu não as beijo”. Bom, mas, fotografia é uma tecnologia moderna que faz com seja mais fácil e móvel, você sabe, de tal maneira que se pode ter na carteira as imagens de uma família; mas o meu ponto é que ninguém cultua a foto. Explique desta maneira. Você não adora a foto. Você nem mesmo a glorifica. Percebe? Nós não glorificamos estátuas. Nós não veneramos pinturas ou ícones. Nós glorificamos e veneramos as pessoas reais que estão representadas pelas estátuas, pinturas e ícones.

      Bem, mas eles estão mortos! Não, eles estão mortos em Cristo e portanto estão vivos e são benditos. Apocalipse 14 nos conta que eles são benditos se eles morrem em Cristo. Jesus prometeu a Pedro as chaves do Reino que tem poder sobre os portões do Inferno. Assim, a Igreja pode exercer esta jurisdição não somente em liberando as almas pelos méritos que Cristo derrama em seu Corpo Místico mas também reconhecendo e pronunciando oficialmente o fato de que estas almas morreram em Cristo e que podem ser veneradas, e que elas são beatificadas porque são abençoadas por Cristo.

      Católicos não adoram estátuas e pinturas e ícones. A estátua é somente um pedaço de gesso ou mármore, se for realmente boa. Elas são apenas dispositivos artísticos, úteis para nos relembrar da pessoa, o acontecimento, a ocasião representada; para nos conectar em comunhão, para nos inspirar pelo seus exemplos. Assim sendo, a Escritura ensina que não há comunhão entre os santos que estão em Cristo no céu e os santos que estão em Cristo aqui na terra? Ou melhor, a doce comunhão mística que nós temos com aqueles que descansam é uma comunhão real? Claro que é. A Escritura ensina que depois da morte os santos perdem toda a memória da vida terrena, das relações e necessidades terrenas, ensina que eles perdem o interesse e a preocupação? Que eles estão tão em êxtase e focalizados em Cristo que eles nem mesmo se enxergam? A Escritura não ensina isso. A Escritura não ensina que eles perdem toda a capacidade de fazer orações, de interceder e de suplicar por nós.

      Arqueólogos têm evidências sobre a Veneração dos Santos no Primeiro Século

      A Escritura nos mostra que os santos se recordam de suas vidas aqui na terra e fazem orações por aqueles com os quais eles viveram? Os santos nos cercam como membros de uma família numa multidão como vimos em Hebreus 12. Eu vou apenas mencionar o fato de que inscrições nas catacumbas do primeiro século encontradas por arqueólogos neste século, que datam desde o tempo da segunda e terceira geração depois de Cristo e dos apóstolos, dão um testemunho claro deste costume antigo de venerar e pedir a intercessão dos santos. Uma inscrição diz “Pedro e Paulo, rogai por Victor”. Uma outra: “Pedro e Paulo, lembrai-vos de Zozamon”. Existem várias outras iguais a estas. Elas não são estranhas. Elas não são esquisitas. Elas são típicas.

      A Escritura mostra que os Santos se lembram de suas vidas na terra e fazem orações por aqueles com os quais eles viveram

      Observe no livro do Apocalipse que existem três classes de santos que são destacados como tendo um papel especial no rito celestial. Primeiro de todos, os mártires com vestes brancas. Segundo, as virgens e terceiro, os confessores. Por exemplo, em Apocalipse 6, 11, começando no versículo 9: “Quando abriu o quinto selo, vi sob o altar as vidas dos que tinham sido imolados por causa da Palavra de Deus e do testemunho que dela tinham prestado. E eles clamaram em alta voz: ‘Até quando, ó Senhor santo e verdadeiro, tardarás a fazer justiça, vingando nosso sangue contra os habitantes da terra?'”. Eles estão pedindo por justiça. Eles têm comunhão com Deus. Eles estão defendendo a causa do Corpo Místico de Cristo.

      “A cada um deles foi dada, então, uma veste branca e foi-lhes dito, também, que repousassem por mais um pouco de tempo, até que se completasse o número dos seus companheiros e irmãos, que iriam ser mortos como eles”. Em outras palavras, foi lhes dito sobre o que estava acontecendo, na terra. Não só sobre o que estava acontecendo naquele momento, mas o que iria acontecer no futuro. Isto é, vocês serão justificados em pouco tempo mas mais martírios precisam primeiro acontecer. Pelo menos eles tem algum tipo de consciência geral de que existe um pequeno período de tempo no qual mais mártires serão reunidos e então no fim desde pequeno período de tempo, a justificação virá. Eles têm conhecimento. Eles têm preocupação. Eles têm a capacidade de interceder e eles também têm um conhecimento maior do que o povo na terra e este conhecimento vem de Deus. Por quê? Porque eles são benditos. Apocalipse 22, 14 nos conta isso.

      No final do Apocalipse esta beatitude é pronunciado sobre eles: “Felizes os que lavam suas vestes”. O que quer dizer “lavam suas vestes”? Em outras palavras, eles tiveram tempo para ir até a lavanderia antes que Deus os chamasse? Claro que não. “Felizes os que lavam suas vestes”, se refere a Apocalipse 7, 13. Eu sei que eu estou fazendo vocês folhearem a Bíblia pra frente e pra trás. Mas os cristãos não-católicos realmente conhecem a Bíblia deles. Nós temos que aprender a nossa.

      Apocalipse 7, 13: “Um dos Anciãos tomou a palavra e disse-me: ‘Estes que estão trajados com vestes brancas, quem são e de onde vieram?’ Eu lhe respondi: ‘Meu Senhor, és tu quem o sabe!’ Ele, então, me explicou: ‘Estes são os que vêm da grande tribulação: lavaram suas vestes e alvejaram-nas no sangue do Cordeiro. É por isso que estão diante do trono de Deus, servindo-o dia e noite em seu templo”. Por isso, nós sabemos que existe um serviço litúrgico no templo celestial. O nosso é apenas uma reflexão pálida que mal se compara com o serviço litúrgico que acontece lá e este pessoal todo serve dia e noite no templo celestial.

      Mas eles não têm permissão para fazer orações por nós, certo? Dá um tempo! Deus vai ficar zangado? Vai ficar ofendido? Claro que eles fazem orações por nós! Como é que eles servem? Veja no capítulo 8, 3: “Outro Anjo veio postar-se junto ao altar, com um turíbulo de ouro. Deram-lhe uma grande quantidade de incenso para que o oferecesse com as orações de todos os santos, sobre o altar de outro que está diante do trono”.

      Os santos de quem se fala aqui devem ser interpretados contextualmente como sendo os santos que foram martirizados e que agora servem no céu. Agora, nós podemos ter uma aplicação secundária que incluiria, é claro, também os santos terrestres; mas contextualmente aqui se fala dos anjos celestes. E o que eles estão fazendo? Rezando. E estas orações são oferecidas com incenso pelo anjo no altar de Deus, no altar de ouro que está diante do trono, que estava bem em frente ao Santo dos Santos no templo terrestre como no templo celeste. “E da mão do Anjo, a fumaça do incenso com as orações dos santos subiu diante de Deus”.

      E o que acontece? Deus em resposta às orações dos santos age. Ele chama os sacerdotes celestes para que peguem suas trombetas e se preparem para tocar. Isto desencadeia as sete trombetas que por sua vez desencadeiam todo tipo de ativitidade terrestre que justifica os santos e vinga seu sangue e derruba os orgulhos e presunçosos diante de Deus. Você percebe o poder do serviço litúrgico? As pessoas dizem: “Bem, é preciso se envolver”. Eu digo: “Exatamente, precisamos nos envolver. Precisamos fazer realmente as coisas que mudariam as injustiças da terra a começar com um bom serviço litúrgico”. Porque se você ler o Apocalipse e entender a mensagem, você vai ver que existe uma coisa acima de todas as outras que muda as más coisas. E é adorando a Deus com todo o seu coração, mente, alma e força.

      Isto libera todas as coisas que o povo na terra necessita de Deus em resposta às orações dos santos. Não se discute. Não se debate. Não é demonstrado logicamente. É assumido e descrito graficamente. E o que nós rezamos? “Seja feita a vossa vontade assim na terra como no céu”. Nosso serviço litúrgico é uma imitação do serviço celete. Nossa intercessão é uma imitação da intercessão deles. Mas como podemos fazer isso se não temos nenhuma idéia do que eles estão fazendo e eles não têm nenhuma idéia do que nós estamos fazendo? Isto não é comunhão e isto também não é o que o Apocalipse descreve.

      Volte um pouquinho na Bíblia. Você pode ver isso no Apocalipse 5, 8: “…os vinte e quatro Anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, cada um com uma cítara e taças de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos, cantando um cântico novo”. Eles não só tocam instrumentos, mas eles cantam cânticos e eles dão louvores ao Cordeiro. Depois eles fazem orações para as pessoas que estão em necessidade. E o que faz Cristo depois de suas orações? Ele por acaso diz: “Hei pessoal, as minhas orações não são o suficiente? O fato de eu ser o Sumo Sacerdote não é o suficiente para todas as necessidades do meu povo na terra como no céu? Acabem logo com isso e relaxem”?

      Não, ele não disse isso. O que ele faz? Versículo 10: “Deles fizeste, para nosso Deus, uma Realeza e Sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra”. O reinado deles se estende do céu para a terra. Cristo fez deles um reino de sacerdotes. Em outras palavras, o que Deus ofereceu no Monte Sinai, Exodo 19, 6 e que eles se recusaram e que depois Deus continuamente oferece através de Davi e Salomão, e eles recusam; Deus oferece através de Jesus e dos Apóstolos e Jesus aceita e estabelece, portanto, uma nova aliança baseada nesta aceitação. E através de seu poder, ele faz o que Adão, Noé, Abraão, Moisés e Davi juntos multiplicado por 100, jamais puderam fazer – um reino de sacerdotes, se recebermos na fé e cooperarmos com esta graça.

      Nós somos um reino de sacerdotes. Isto enfraquece nosso Rei? Isto tira a autoridade sacerdotal de Jesus? Não. Isto manifesta-a. Como luz pura batendo num prisma mostra a beleza intrínsica oculta desta luz conforme os raios são refratados, você vê o que existe o tempo todo na luz mas não podia ver antes que fosse refratada no prisma. Esta é a beleza de Cristo, refratado pelos seus santos e suas orações de intercessão. E eles cantam a canção sobre o Cordeiro e ele falam sobre como ele recebeu o poder e a riqueza e a sabedoria e a força e a honra e a glória e o louvor. Mas o que faz Cristo com tudo isso? Ele se volta e dá isto à nós.

      Eles têm tronos e coroas e o que eles fazem? Eles prostam suas coroas. Cristo as pega e as devolve a eles e diz: “Sentem-se nos tronos. Vocês são meus sacerdotes. Vocês são meus reis…” Pode-se ver isto no capítulo 4, 4: “vinte e quatro tonos, e neles assentavam-se vinte e quatro Anciãos, vestidos de branco e com coroas de ouro sobre a cabeça”. Por que isso? Por que Cristo não é o suficiente? Não. Por que Cristo está longe? Claro que não. Pelo contrário, é porque estes santos confiam que a graça de Cristo é suficiente, a mesma graça que eles agora possuem como santos martirizados glorificados no céu.

      Apocalipse 14, 13 diz tudo: “Ouvi então uma voz do céu, dizendo: ‘Escreve: felizes os mortos, os que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, que descansem de suas fadigas, pois suas obras os acompanham.'”. Agora, nós não adoramos os santos benditos que foram martirizados e elevados e glorificados no céu. Nós não os adoramos. Na verdade, Apocalipse 19, 10 nos diz para não os adorarmos – onde o anjo aparece para João e João se prostra e o que ele diz? “Caí então a seus pés para adorá-lo, mas ele me disse: ‘Não! Não o faças! Sou servo como tu e como teus irmãos que têm o testemunho de Jesus.'” Preste atenção, ouça: “É a Deus que deves adorar!” Este é o único que adoramos. E então o que fazemos? Porque nós adoramos a Deus e porque nós tentamos imitá-Lo, nós louvamos aqueles que Ele louvou. Nós honramos aqueles que Ele honra. É assim que funciona a aliança. Esta foi sempre a forma da aliança, como veremos.

      Três Classes de Santos

      Por todo o Apocalipse existem três classes de santos: os mártires, as virgens e os confessores, que são consistentemente mostrados como exemplo para nós. Por exemplo, Apocalipse 14, 4. No versículo 1 deste capítulo nos é dito sobre o número 144.000. As doze tribos de Israel todas doam 12.000 santos. Que tipo de santos? Nos é dito que eles cantam um cântico novo diante do trono do Cordeiro. É um cântico que ninguém podia aprender a não ser os 144.000 que foram resgatados da terra. Eu acho que deve ter sido um cântico judaico. Só os Judeus das 12 tribos de Israel é que podem cantar.

      “Estes são os que não se contaminaram com mulheres pois são castos”, diz a minha bíblia não-católica e nas notas de rodapé diz, “Grego: virgens”. Então por que não traduzir usando “virgens”? O que são eles? Nós ousamos não dizer esta palavra muito alto, com muita frequência em nossa sociedade. Por quê? O intercurso sexual é errado? De forma alguma. É o que consuma a aliança matrimonial. É o que faz o sacramento legalmente indissolúvel. É o que traz uma nova vida, e nos tornamos co-criadores com Deus pela graça de Cristo. O intercurso é mal? Não, é bom. O casamento é mal? Não, é sagrado. É um sacramento na Igreja Católica. Ele confere a graça de Cristo ex opere operato.

      Mas Deus reserva bençãos especiais para aqueles que renunciam bens terrenos que são muito bons por bens celestiais ainda melhores. 1 Corintios 7, 32: São Paulo diz, “Eu quisera que estivésseis isentos de preocupações. Quem não tem esposa, cuida das coisas do Senhor e do modo de agradar ao Senhor. Quem tem esposa, cuida das coisas do mundo e do modo de agradar à esposa, e fica dividido. Da mesma forma, a mulher não casada e a virgem cuidam das coisas do Senhor, a fim de serem santas de corpo e de espírito. Mas a mulher casada cuida das coisas do mundo; procura como agradar ao marido”. Todas as pessoas casadas digam: “Amém”.

      Isto significa que não podemos servir o Senhor? Claro que não. Nós podemos servir o Senhor mas nós também temos que cuidar das coisas do mundo, temporárias e passageiras. Tudo bem. Deus usará estas coisas como meios de graça. Mas elas não são permanentes e nossas famílias aqui não são permanentes porque elas estão ligadas pelos laços da carne e sangue de Adão que terão que morrer e ressuscitar em Cristo e serem membros da família da Nova Aliança.

      Isto significa que a familia é algo ruim? Não, é sagrada. Nós devemos ser sacerdotes em nossa igreja doméstica. Pais, abençoem seus filhos à noite antes deles dormirem. Cantem canções na mesa de jantar. Façam orações, eu desafio vocês a fazerem orações espontâneas de vez em quando. Isto não é um monopolio protestante. Nós podemos fazer orações tiradas de nosso coração de filhos de Deus e devemos fazê-las.

      Mas São Paulo, o inspirado apostolo sem erros, está comunicando aqui o que Deus quer comunicar porque o Espírito Santo é o autor principal até mesmo destas palavras. “Digo-vos isto em vosso próprio interesse, não para vos armar cilada”. Nos é permitido o casamento e ele é glorioso. “Mas para que façais o que é mais nobre e possais permanecer junto ao Senhor sem distração”. E depois no versículo 38: “Portanto, procede bem aquele que casa a sua virgem; e aquele que não a casa, procede melhor ainda”.

      Um bom amigo meu, ex-católico e agora anti-católico me disse: “Bem, Paulo não quer dizer para a vida toda”. Eu disse: “Ok, me mostra onde é que este caso se aplica”. Nós olhamos e procuramos e olhamos de novo em vão. Então eu disse: “Sabe, quando se olha novamente em Apocalipse 14, 4, aqueles 144.000 virgens não eram virgens temporários. Deus faz de nós todos virgens temporários e faz de alguns virgens permanentes, mas no casamento todos nós devemos ser virgens, certo?” Não, isto não é o que a Biblia está dizendo. Nós colocamos palavras na boca de Cristo e na boca de São Paulo? Estas pessoas morreram virgens. Agora se alguém dissesse. “Bem, na Israel antiga não havia nenhuma tradição costumeira que exaltasse a virgindade”. É muito triste dizer que entre os Fariseus isto é verdadeiro. Não havia tal costume. Mas você teria que pelo menos negar o que é obvio e evidente nos Manuscritos do Mar Morto e na comunidade dos Essênios de Qumram, porque eles louvavam a virgindade. Agora, se você for casado, você também pode ser um membro santo da comunidade. Flavius Josephus e Philo e outros Judeus, apesar de não serem Essênios; eles podem ter sido Fariseus, Saduceus, Zelotas; ainda assim, todos os outros grupos de Judeus sabiam que os Essênios eram os mais justos e santos.

      Eram eles que louvavam a virgindade. Isto não é novidade. Maria se refere implicitamente a esta promessa de virgindade, quando ela diz: “Como é que vai ser isso, se eu eu não conheço homem algum?” O anjo poderia ter dito simplesmente: “Em alguns meses quando você se casar, vocês farão amor e vocês terão um filho”. Quero dizer, ela não conhecia fatos básicos de anatomia e biologia? Como sempre disseram os primeiros Pais da Igreja, implícito naquele texto, o único sentido para ela não estar dizendo algo insensato, é ela, como os Essênios, estar entrando no casamento com um reconhecimento total da glória e santidade do matrimônio e do amor matrimonial, amor físico e sexual, mas com uma benção superior ainda maior se Deus conferisse a graça de viver virginalmente no casamento.

      E é sobre isto que São Paulo fala em Corintios 7 quando ele diz: “Se seu ardor por sua noiva é muito grande” – literalmente a tradução seria “se seu ardor pela sua virgem”. Algumas traduções dizem que é filha, outras que é noiva, será que é a irmã ou o quê, afinal? Bem, São Paulo estava dizendo algo que ele supõe que os cristãos de Corinto entendem claramente. E desde o começo as pessoas imitavam Maria e José, e até antes de Maria e José este costume era encontrado no judaismo entre os mais santos. Deve ser uma pílula dura de engolir para os americanos porque nós gostamos de fazer sexo de todas as maneiras diferentes possíveis. Esta é a melhor maneira de vender livros e filmes e o que quer que seja. Além do que sexo não é ruim mas é bom.

      Sexo no matrimônio é sagrado. É o meio pelo qual a vida natural é co-criada com Deus. Mas existe algo ainda maior. Nós temos que fazer orações por nossos padres e religiosos, irmãos e irmãs. Eu não estou certo de que tenha existido uma cultura que tenha tão seriamente colocado-os à prova e em tentação. Nós temos que fazer orações para que eles, também, possam de alguma forma se unir aos 144.000 e nós também nos juntaremos a eles, porque junto com os 144.000, existem aqueles que lavaram suas vestes no sangue do Cordeiro, uma grande multidão que nenhum homem pode contar. E eles cantam e adoram o Cordeiro. Eles são sacerdotes e reis. Deus não mostra parcialidade. São Paulo diz a Timoteo: “Se com Cristo sofres, com Ele reinarás”. Se sofreres. E são estes que vemos reinando com Cristo no Livro no Apocalipse.

      É por isso que na Ladainha de Loretto, por exemplo, temos Nossa Senhora com que títulos? Rainha dos mártires, Rainha das virgens e Rainha dos confessores e depois, Rainha dos santos, rogai por nós. Isto é tirado do Apocalipse. Nós também podemos ver em Apocalipse 20, 4-6, a mesma idéia. “Feliz e santo aquele que foi martirizado. Eles estão sentados nos tronos celestes”. O que mais? “Vi então tronos, e aos que neles se sentaram foi dado o poder de julgar”.

      Jesus Cristo é o verdadeiro juiz. Ele está sentado no grande trono branco que é descrito em Apocalipse 20, 11. Mas então Ele tem tronos auxiliares. Por quê? Porque Ele dá a eles o poder de julgar. São Paulo diz aos Corintios: “Não sabeis que julgaremos os anjos?” Eles estão sentado nos tronos com o poder divino de julgar confiado a eles. Eles executam o julgamento de Cristo para Sua glória; por Cristo, em Cristo e com Cristo.

      Então deixem que eles julguem. Deixem que eles passem a sentença. Deixem que eles descubram que coisas precisam de julgamento. Deixem que eles saibam. Façam orações a eles e peçam pela intercessão deles no único mediador porque eles são os sacerdotes de Deus e de Cristo que nos é dito neste texto no versículo 6: “Eles serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e com ele reinarão”. Amém. Obrigado Jesus. Por quê? Porque o sacerdócio de Cristo não é o suficiente? Não, porque Cristo é um doador generoso e Ele dá uma participação a todos nós que cooperamos com esta graça.

      Sugestões para conversas com não-católicos

      Eu devo-lhes dizer que sempre que conversarem com não-católicos ou até mesmo alguns católicos confusos ou ex-católicos, vocês têm que alicerçar isto em Cristo. Vocês têm que colocar as raízes disso tudo em Cristo. É a vida Dele, é a graça Dele, é a santificacão Dele e na Sua beatitude que participamos. A razão pela qual os mortos são benditos em 14, 13, a razão pela qual os martires são benditos em 22, 14 é porque eles estão em Cristo; mas eles são benditos.

      Quando Cristo vos abençoa, garantido o resto, você está abençoado! E é por isso que Nossa Senhora pode dizer em Lucas 1, 48: “Doravante as gerações todas me chamarão de bem-aventurada”. Nós só estamos demonstrando que ela está certa e que tudo o que fazemos é nos juntar aos anjos porque, o que disseram os anjos? “Ave, cheia de graça, bendita és tu entre as mulheres”. E quando clamamos a mãe de Deus, é praticamente o que Isabel diz: “A mãe do meu Senhor me visita”.

      Então por que o rosário é tão ofensivo? A primeira parte nada mais é do que a Escritura: “Ave-Maria, cheia de graça. O Senhor é convosco. Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto de vosso ventre, Jesus. Santa Maria,” (porque Cristo a fez santa) “Mãe de Deus,” (Isabel declarou que ela era mãe do Senhor,) “rogai por nós, pecadores,” (o que estamos confessando? Estamos confessando nossa própria corrupção; quero dizer, a doutrina do pecado) “Rogai por nós, pecadores,” (agora porque somos fracos e dependentes) “e na hora de nossa morte,”
      (quando formos para a presença de Deus). Veja toda a boa teologia que existe aí.

      Nós temos a doutrina do pecado. Temos a doutrina da salvação. Temos a doutrina da graça. Temos até mesmo a escatologia, a “hora de nossa morte”. Quero dizer, raramente se encontra um parágrafo num livro de teologia que tenha tanta doutrina e passagens corretas. E tudo o que estamos fazendo é ecoar o anjo e tudo o que ele estava fazendo era ecoar Jesus porque tudo o que ele é, é um mensageiro de Deus, com a mensagem de Deus.

      Nós bendizemos Deus que é bendito acima de todos e depois bendizemos aqueles que ele bendiz porque esta é a natureza da aliança. Sempre foi. Genesis 27,29 fala sobre a benção de Israel: “Que os povos te sirvam, que nações se prostrem diante de ti! Sê um senhor para teus irmãos, que se prostrem diante de ti os filhos de tua mãe! Maldito seja quem te amaldiçoar! Bendito seja quem te abençoar!” – esta foi a benção de Isaac sobre Israel.

      É isto que fazemos ao venerar os santos. Nós bendizemos aqueles que Deus abençoou. “Bendito seja quem te abençoar”. É esta a natureza da aliança nos Tempos Antigos e as bençãos não enfraquecem a Nova Aliança. Pelo contrário. Assim, se você é abençoado quando abençoa aqueles que Deus abençoou no passado, quanto mais você será quando bendizer aqueles que Deus abençoou em Cristo? É por fim a benção de Cristo.

      Nós não fazemos orações para os santos ao invés de para Cristo. Nós rezamos através dos santos à Deus em Cristo. Mas você pode dizer isso de várias maneiras ou você pode ter significados secundários que podem estar corretos, mas por fim, os santos não atendem nossas orações. Eles ecoam nossas orações com profundidade, discernimento e amor maiores. “A oração fervorosa do justo tem grande poder!” Isto não é encontrado somente no Novo Testamento, mas é basicamente testemunhado por toda a Escritura. Não só os justos da terra mas os justos em geral, onde quer que estejam. Eles podem fazer orações e elas tem grande poder.

      A palavra alemã para benção é “segnum”. Ela é na verdade derivada do latim “signare”, que quer dizer “fazer o sinal da cruz”. A cruz é a fonte de todas as bençãos. Nós não tiramos o mérito da cruz quando bendizemos os santos que Cristo abençoa. Nós sustentamos a cruz. Nós exemplificamos a cruz. Exemplificamos a obra de Cristo. 2 Timoteo 2, 11-12: “Se com ele morremos, com ele viveremos. Se com ele sofremos, com ele reinaremos”.

      Nós imitamos Cristo. É este o chamado do cristão. Nós honramos aqueles que Cristo honra e da mesma forma. Este é a primeira e talvez a razão mais fundamental mas em segundo lugar, nós desejamos seguir o exemplo heróico deles ao imitarem Cristo. Eu sei, pois tenho visto muitas famílias onde se o primeiro filho é bom, os outros podem seguir seu exemplo. Eu sei por experiência própria que se o primeiro filho extravia, as chances são muito maiores de que os outros se extraviem, como aconteceu comigo. Graças a Deus, ele nos alcança não importa onde estamos ou quem somos ou o que fazemos, mas o fato é que os exemplos, especialmente os exemplos heróicos ajudam bastante.

      Tudo o que fazemos é celebrar a obra de Cristo, as obras-primas de Cristo, especialmente quando se trata da Santíssima Virgem Maria. Adore a Deus e somente a Deus, mas venere, honre, bendiga aqueles que ele honra e aqueles que ele bendiz. Só estamos imitando Cristo e estamos somente nos ajudando e ajudando a outros a seguirem o exemplo heróico de Sua virtude e de Seu sacrifício.

      Conclusão

      Antes que eu termine, eu quero tirar uma espécie de tangente final. Talvez eu devesse tê-la feito ontem, mas eu falei bastante sobre Maria tanto hoje de manhã como ontem. Eu focalizei em Nossa Senhora ontem, então você pode pensar que eu não devesse focalizar nela nesta manhã, mas eu gosto de focalizar nela todo dia. Em particular existe uma questão que já surgiu, pelo menos implicitamente. Nós falamos sobre ela e a Igreja ensina a dulia, a veneração e a honra aos santos, mas para aquela que é a Rainha de todos os santos, devemos a hiperdulia, que não é a mesma coisa que latria, que é adoração.

      Eles são finitos. Eles são criaturas. Eles estariam perdidos e mortos no pecado se não fosse pela graça de Cristo. Só Deus é infinito, eterno. Só Ele possui auto-existência. Eles têm existência. Ele é a própria existência. Jamais nos esqueçamos disto. Ajudemos outros perceberem a que jamais nos esquecemos disto e que deixamos esta distinção bem clara. E façamos de nossa adoração a Deus o melhor possível para que nossa dulia seja distinta de nossa latria.

      Mas e sobre a virgindade perpétua de Maria? Nós falamos sobre Maria e hiperdulia. Falamos sobre a virtude da virgindade. Por que existe a doutrina da virgindade perpétua? Por que isto é definido “de fide” (=de fé) como algo que os católicos devem crer estar de acordo com a Igreja? Bem, por uma razão porque é verdade. Segundo, porque a Igreja sempre aceitou isto e a Igreja sempre ensinou isto. O Credo de Santo Epifanio, em 374, afirma: “Maria, sempre virgem”. O Segundo Concílio de Constantinopla em 553 bem como o Concílio de Latrão em 649, também afirma: “Maria, sempre virgem”. Santo Agostinho sempre insistiu nisso. Junto com Santo Agostinho, S, Jerônimo escreveu um livro sobre a Virgindade Perpétua da Santissima Virgem Maria em resposta a Helvidio, que em 380 foi a primeira pessoa nos registros verdadeiramente a negar a virgindade perpétua de Maria e a sugerir que os irmãos de Jesus eram irmãos de sangue e filhos de Maria.

      S. Jeronimo nem mesmo queria escrever o livro. Ele achava Helvidio bastante esquisito. Ele disse, “isto é uma novidade maldosa e uma afronta ousada para a fé de todo o mundo”. Lutero acreditava nela. Calvino afirmou-a e Zwinglio, todos eles, falaram de “Maria, sempre virgem” em seus escritos. Bem, então como é que se lida com as passagens bíblicas?

      Façamos isto apenas brevemente. A irmandade de Cristo é provavelmente o maior obstáculo. Mateus 1, 25: “Mas não a conheceu até o dia em que ela deu à luz um filho”. Eu já disse que a palavra “até” pode ser conjuntiva. O que eu quero dizer é que “até” nem sempre significa algo como: “Ela era virgem até depois de dar a luz um filho e depois ela deixou de ser virgem”. Nem sempre significa isso. Por exemplo, 2Samuel 6, 23: “E Micol, filha de Saul, não teve filhos até o dia de sua morte”; obviamente não significa que ela teve gêmeos após o funeral. Deuteronomio 34, 6 fala sobre o enterro de Moisés, que aparentemente foi Deus quem fez: “e até hoje ninguém sabe onde é a sua sepultura”. Isso não significa que quando o Deuteronômio foi escrito, eles a encontraram. Eles nuncam a acharam.

      Assim, a tradução de Knox de Mateus 1, 25 é que ele não a conheceu em nenhum tempo antes dela dar a luz ao primogênito. Bom, e sobre a palavra “primogenito”? Isto não sugere que houve um segundo e um terceiro? Não, claro que não, e todo mundo que conhece o Antigo Testamento percebe isto porque primogenito em Exodo 13, 2 e Exodo 34 é na verdade um termo técnico para a criança que “inaugura o ventre materno”. O primogenito é consagrado automaticamente ao Senhor. Mesmo se você tiver muitos outros, aquele primogênito é consagrado e é especial.

      Bom, mas você pode dizer: “Não é natural ela não ter tido relações com José”. Bem, não se ela fez uma promessa sagrada que aparentemente era um costume da época, até mesmo se fosse raro. Mas vamos continuar. “Muito bem, não é natural ser casada e não ter relações com seu parceiro, mas também não é natural conceber a segunda pessoa da Divindade em seu ventre e ter seu útero transformado no tabernáculo último e cósmico da salvação para todos os filhos de Deus. Para ser posto a parte para o propósito mais sagrado imaginável em toda a história da humanidade”.

      Quero dizer, nós não usamos a nossa melhor porcelana para fazer pic-nic no fundo do quintal, usamos? Portanto, se Deus usou este recipiente para o propósito mais sagrado imaginável ao homem, José deve ter tido um senso de decência sobre outros usos que não deixam de ser sagrados em si mesmos, da mesma forma que copos e pratos de plástico não são profanos, mas as coisas têm o seu lugar próprio. Não é natural dar a luz à Segunda Pessoa da Trindade, ensinar a andar, a falar e a rezar, o Deus que te criou. Não seria inatural, eu penso, se você se achar nesta situação, não seria improvável devotar-se tão completamente ao serviço de Deus nesta oportunidade tão absolutamente única, espetacular e estranha.

      Não se trata somente de uma família normal. A Sagrada Família é um exemplo, mas não é uma família típica porque nem todas as pessoas têm por um filho ou um irmão o Logos eterno. Isto é único. Assim, o casamento deles também era único.

      E sobre aqueles que eram chamados especificamente de irmãos de Jesus? Pegue por exemplo, Tiago. Tiago, nos é dito ser o irmão de Jesus. Mas espere um pouco, se você estudar a cena da cruz, você pode entender o que isto significa. Mateus 27, 56 fala de Maria ao pé da cruz que é a mãe de Tiago e de José. Marcos 15, 40, descreve Maria como a mãe de Tiago o Menor. E depois em João 19, 25 lemos sobre Maria, mãe de Jesus e no próximo parágrafo, “Maria mulher de Cleofas”.

      Fica óbvio quando se correlaciona estes três textos, Mateus 27, 56; Marcos 15, 40 e João 19, 25, que Maria, a mulher de Cleofas, diferente de Maria, a mãe de Jesus, é a mãe de Tiago. Mas só depois de ter correlacionado estes três textos. Alguém pode dizer: “Mas espere aí. Mateus 10, 3 descreve Tiago como filho de Alfeu”, mas a grande maioria dos estudiosos diz que provavelmente Cleofas é o nome grego para o mesmo homem que é chamado de Alfeu, porque era bem típico ter um nome aramaico, como Alfeu, e ao mesmo tempo tomar um nome grego para as pessoas de origem grega em sua comunidade, como por exemplo Cleofas. Como Saulo, o fariseu; Saulo é o seu nome judeu. Deus não disse, “Eu vou mudar seu nome para Paulo”; este já era seu nome romano legal. Isto era comum naquela época.

      Eu gostaria de sugerir que considerássemos João 19 no pé da cruz. Se Jesus tivesse outros irmãos, irmãos mais velhos, como em João 7 – um monte de pessoas sustenta o fato de que ele parece ter irmãos mais velhos – então a quem você acha que ele confiaria sua mãe? A João, o discipulo amado? E se você fizer um estudo mais aprofundado a este respeito, você irá descobrir que Tiago e João eram primos de Jesus, então o que Jesus estava fazendo era confiar sua mãe a um de seus primos, o discípulo amado. Pelo menos é isto o que incontáveis estudiosos têm sustentado. O que seria bastante natural se você não tivesse nenhum irmão de sangue mas tivesse primos. E na língua hebraica não existe palavra para primo. A palavra que é usada é irmão, não só para primos mas para sobrinhos também.

      Temos exemplos em abundância. Genesis 14, 14: Lot é chamado de irmão de Abraão. Tecnicamente Abraão era tio de Lot. Genesis 29, 15 fala sobre Tio Labão como sendo irmão de Jacó. Na verdade, eu acho que o oposto, Jacó é irmão de Labão. É um relacionamento de sobrinho mas em hebraico não existe palavra que represente primo. Assim, o Antigo Testamento Grego não está traduzindo o “primo” de Genesis 14, 14, mas está transliterando-o para “adelphos” ou irmão, mesmo o tradutor sabendo que se está falando sobre um primo ou um sobrinho. E o que parece acontecer no Novo Testamento é algo semelhante. Ou seja, este costume foi transferido para os livros do Novo Testamento.

      “Adelphos” é usado com frequencia para denotar aqueles que podemos provar serem primos, e não “anepsios” que não é usado com frequencia porque não estava de acordo com o costume hebraico. Nós podemos continuar olhando para outros exemplos e outras provas. Mas deixe-me dizer novamente que quando esta nova descoberta, quando esta doutrina novinha de que Jesus tinha irmãos e irmãs foi introduzida por Helvidio em 380, quase quatro séculos depois de Cristo, tudo o que S. Jerônimo podia dizer é que isto é uma novidade maldosa e uma afronta ousada para a fé de todo o mundo.

      Nós, irmãos e irmãs, temos um péssimo caso de amnésia. Nós esquecemos aquilo que precisamos lembrar. E não só precisamos lembrar disto, precisamos viver e amar, partilhar e aumentar o nosso conhecimento a este respeito. Afinal, você pode dizer: “Eu não tenho tempo. Não tenho energia”, mas veja bem, nós temos 60, 70, 80 anos, alguns 30, 40, 50. Que melhor maneira de usar nosso tempo do que usá-lo para conhecer a Santíssima Trindade e tudo o que Cristo tem feito para nos salvar e para fazer de nós sua família? Você consegue pensar em coisas melhores para fazer com o seu tempo? Eu não.

      Temos que nos preparar para uma eternidade junto de Deus. Temos que aprender a amar a adoração. Temos que aprender a amar os santos. Temos que praticá-la para que quando cheguemos lá, isto não seja tão novo e estranho. O que será estranho e novo é contemplar a glória de Cristo em suas faces, mas os laços fraternais serão fortalecidos por esta vida nos preparando para aquela reunião grandiosa, para aquele grande retorno. Porque o céu é o nosso lar. A Santíssima Trindade é a primeira família e todos os santos são nossos irmãos e irmãs.

      Assim, nós imitamos Cristo. Nos mantemos firmes na antiga fé da Igreja ao venerarmos os santos, especialmente a Santissima Virgem Maria.

      ——————————————————————————–

      1Aqui Scott Hahn faz uma comparação com o baseball que eu vou tentar simplicar para o futebol…
      2Aqui o autor descreve uma situação relativa ao povo americano.
      3Aqui ele faz uma alegoria ao exame de época, quando não se passa no exame final.

  14. Olá Leandro,

    É lógico que tem muito mais igrejas pelo Brasil, então Rio de Janeiro é uma pequena amostra, mas não vamos nos deter a estatísticas.

    Leu o estudo que lhe indiquei sobre Maria? Leia com calma assim como estou fazendo com os seus comentários.

      • Já havia lhe enviado, mas vamos novamente:
        ht tp://ww w.calameo. com /books/0012099444605f5e0ed8e
        ou
        revistaevangelico .blogspot . com- acesse a pg revista o estudo estáno final da página.

  15. Irmãos sou evangélico vcs ficam se debatendo para tomar a razão tanto católicos como evangélicos, e cada vez mais se afastando de Cristo! Existe idolatria de todos os lados, Há idolatria a Pastores, ao Papa, aos cantores evangélicos, aos artefatos de bençãos que se vendem, as campanhas de prosperidade, aos óleos ungidos em montes, aos Santos, aos terços, aos santinhos etc. Não adianta correr existe isso de todos os dois lados. Enquanto vcs estão se debatendo Satanás está dando risada de tudo isso. Procurem é ter mansidão de Cristo e se respeitarem quando falarem uns com os outros. Pratiquem outros valores ao invés da arrogância e soberba de cada um querer ser melhor e mais entendido da Palavra do que o outro. Amor, mansidão, domínio próprio, paz, temperança, bondade, vcs estão cada vez mais longe disto.

  16. A maioria dos protestantes não viveu a fé católica e hoje afirmam sua fé como se tivessem sido bons católicos. Com relação a santos e Maria: Não os adoramos e Deus sabe quantas vezes ainda precisaremos falar disso. Agora, veneramos Maria sim, porque me desculpem, mas fui ensinada a respeitar as mães e principalmente a mãe do meu Senhor. Maria foi um sacrário vivo, Maria disse um sim absoluto, se vocês acham que isso é ser uma mulher normal, comum ou até usam termos pejorativos pra falar dela, revejam seus conceitos. Quanto aos santos, são extremamente necessários. Sabemos que Cristo é o modelo, Cristo é a perfeição. Os santos apenas nos lembram que é possível viver a santidade, mesmo com todas as nossas falhas, mesmo com todas as nossas misérias e imperfeições, foram gente como nós e que conseguiram ter essa profunda intimidade com Cristo.

    Vivam sua fé e deixem a nossa. Não se sintam dignos ou Deus pra julgar quem vai pro inferno ou não, porque isso não cabe a nós. Sejam caridosos, amáveis, buscai as coisas do Alto.

DEIXE UMA RESPOSTA