Restaurante causa polêmica ao anunciar promoção de hambúrguer com imagem de Jesus fumando maconha na Páscoa

6

Um restaurante fast food resolveu fazer uma promoção de Páscoa e arrumou uma tremenda polêmica ao mostrar Jesus comendo hambúrguer e fumando maconha nos anúncios. “Quando Eu voltar, tudo que vou querer é um hambúrguer dos deuses”, dizia o Jesus da imagem.

A promoção consistia em ganhar um hambúrguer gratuitamente na compra do principal lanche do restaurante, no melhor estilo leve dois, pague um.

A ideia, simples e comum no mercado varejista, se tornou assunto da imprensa por conta da imagem forte do símbolo que para muitos cristãos representa o Filho de Deus, comendo e fumando.

O anúncio ainda usou referências da cultura pop norte-americana, como o termo 420 – que é usado como alusão ao consumo da cannabis – para se referir à data do domingo de páscoa deste ano: em inglês, o formato de data para descrever o dia 20 de abril é justamente 4/20.


Segundo o WND, essa não é a primeira vez que o restaurante usa a imagem de Jesus segurando o sanduíche para promover o desconto de Páscoa. “Isto não é sobre Jesus, é sobre o hambúrguer dos deuses, o hambúrguer real que temos”, disse o proprietário do restaurante, John Schmidt.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

6 COMENTÁRIOS

  1. Na gíria dos maconheiros no Brasil se referem a maconha como erva de Deus. Agora estão se referindo o hambúrguer como de Deus. Se tudo é de Deus, então cuide da sua alma para que seja de Deus também, que é muito mais importante que essas porcarias de maconha e hambúrguer.

  2. certamente são ateus os donos, mas da mesma maneira que entraram contra restaurante por promover a jesus e foi aceita na promotoria também deve ser ou entrar judicialmente

  3. Se discute a relação da imagem, se esse Jesus branco, palaciano, de olhos claros e atitudes cheio de trejeitos religiosos realmente pode representar o Cristo histórico/bíblico.
    O que tenho que acrescentar é: e daí? Em vez de ficarem de digladiando se é ou não é, os cristão deveriam aprender o princípio da oração sacerdotal: que sejamos um, assim como Cristo e o Pai é um.
    Foi uma atitude ofensiva a desse estabelecimento, denotando uma sociedade cada mais individualizada e menos reverente, pelo menos à expressão de fé alheia, seja ela qual for.
    Se essa imagem representa Cristo, claro que sim, assim como todas as outras. Todas as imagens nunca representará fielmente nem Deus nem Cristo, mesmo se tivéssemos uma foto dele. Mas tal imagem, quer queira quer não, está associada a Ele.
    Que não podemos adorar imagem?!… Ora… então não faça imagens! Mas se tu está tanto se importando com as imagens que os outros adoram, logo essa imagem tem mais representatividade religiosa pra ti do que muitas vezes pra aquele outro.
    Sou protestante e não sigo imagem, a não ser a imagem mental de uma possibilidade de Deus, de Cristo e sua vontade.

    • acho interessante as pessoas postarem comentários dizendo: “isso não merece comentário”, ou, “nem vou comentar”… rsrsrs… que contraditório!!!

  4. Tem sempre quem prefira perder até mesmo os próprios amigos a perder piadas… Essa estratégia de marketing do restaurante com certeza não vai aumentar a freguesia.

DEIXE UMA RESPOSTA