Migração de judeus em retorno a Israel é cumprimento de profecias, dizem especialistas

4

Ao longo dos últimos anos tem se intensificado o movimento de retorno a Israel de judeus que estavam espalhados por diversas nações do planeta. Desde 1948, quando o Estado israelense foi reconhecido – e o número de judeus no território era de apenas 800 mil – o aumento da população é de cerca de 5,2 milhões, um crescimento de 650% aproximadamente.

Esse movimento, para muitos estudiosos, representa o cumprimento de uma profecia do Velho Testamento, quando diferentes profetas – Isaías, Jeremias e Ezequiel – anteciparam esse movimento.

De acordo com a emissora Christian Broadcasting Network (CBN), o mundo assiste em tempo real, todos os dias, o desdobramento da profecia bíblica. Outro site cristão, The Blaze, destacou que o movimento de retorno a Israel é potencializado pelo trabalho de projetos dedicados a isso, como o “Operation Exodus” (“operação êxodo”, em tradução livre), que ajuda judeus norte-americanos a se planejarem para a volta a Israel.

A presidente do projeto, Debra Minotti, acredita que seu trabalho é biblicamente embasado: “Por várias vezes, é dito em Isaías: ‘Vou levantar um estandarte para as nações’, ou seja, para os gentios. Eles devem trazer seus filhos e filhas de volta. Eu só posso dar glória a Deus, porque esta é a Sua obra”, pontua.


Desde 2014, o projeto registrou um aumento de 79% nos pedidos de ajuda burocrática na migração a Israel. O próprio governo israelense informa que, apenas no ano passado, 27 mil pessoas de ascendência judaica foram atendidas pelas políticas públicas estabelecidas pela chamada “Lei do Retorno”.

Há, no entanto, interpretações diferentes para as profecias do Velho Testamento. Muitos cristãos acreditam que elas se referem à recriação do Estado de Israel, e teria se cumprido em 1948.

Confira os versículos que sintetizam as profecias:

Isaías 11:11,12

Naquele dia o Senhor estenderá o braço pela segunda vez para reivindicar o remanescente do seu povo que for deixado na Assíria, no Egito, em Patros, na Etiópia, em Elão, em Sinear, em Hamate e nas ilhas do mar. Ele erguerá uma bandeira para as nações a fim de reunir os exilados de Israel; ajuntará o povo disperso de Judá desde os quatro cantos da terra.

Jeremias 31:38-40

“Estão chegando os dias”, declara o Senhor, “em que esta cidade será reconstruída para o Senhor, desde a torre de Hananeel até à porta da Esquina. A corda de medir será estendida diretamente até a colina de Garebe, indo na direção de Goa. Todo o vale, onde cadáveres e cinzas são jogados, e todos os terraços que dão para o vale do Cedrom a leste, até a esquina da porta dos Cavalos, serão consagrados ao Senhor. A cidade nunca mais será arrasada ou destruída”.

Ezequiel 11:17

Portanto, diga: “Assim diz o Soberano Senhor: Eu os ajuntarei dentre as nações e os trarei de volta das terras para onde vocês foram espalhados, e lhes devolverei a terra de Israel”.

4 COMENTÁRIOS

  1. Muitos foram os que tentaram destruir Israel e o seu povo, ha daqueles que levantar a mao contra a obra do Criador. Ele é e sempre sera Vencedor pos ele é eterno. Isaias 45,9 Ai daquele que peleja contra o seu Criador, daquele que não passa de um mísero caco entre os muitos cacos espalhados pelo chão. Porventura o barro pode reclamar ao oleiro: ‘Que é isto que estás modelando?’ Será que a obra que fazes pode protestar: ‘Tens experiência? Mostra as tuas mãos!’

DEIXE UMA RESPOSTA