Com saída do pastor Marco Feliciano, bancada evangélica tenta manter presidência da Comissão de Direitos Humanos

5

O mandato do pastor Marco Feliciano à frente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) na Câmara dos Deputados gerou interesse dos parlamentares da bancada evangélica, e a meta é que um de seus integrantes assuma quando Feliciano deixar o posto oficialmente.

Uma reunião para definir quais partidos assumirão a presidência das pastas em 2014 está marcada para o dia 03 de fevereiro, e a proposta da bancada evangélica é influenciar a direção das legendas a indicar deputados evangélicos para a CDHM.

De acordo com informações do portal Terra, a ideia da bancada é aproveitar os holofotes gerados pela passagem de Feliciano pela CDHM e tentar conseguir a mesma visibilidade do pastor assembleiano.

Feliciano assumiu a presidência da CDHM sob fortíssima pressão, e foi hostilizado por ativistas gays e outros manifestantes a deixar o posto. Resistente, o pastor se manteve no cargo com uma jogada política: ofereceu deixar o comando da pasta se os deputados João Paulo Cunha e José Genoíno (PT-SP) renunciassem a seus postos na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), uma vez que haviam sido condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo do mensalão.


Como 2014 é ano de eleições, a bancada evangélica espera que a divulgação das pautas da CDHM seja a mesma deste ano, e assim, possa atrair votos para seus integrantes. Um dos mais cotados para assumir a presidência da comissão é o deputado Marcos Rogério (PDT-RO), que é um dos aliados de Marco Feliciano.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

5 COMENTÁRIOS

  1. esta é a tecla que venho batendo a tempos tiago chagas, feliciano faz muito tempo, que chama os crentes de cachorro, chamou também alguém ai do site não lembro quem de burro, quando indagado por ter votado junto com o pt no salario minimo de fome, fez homenagem a satanica xuxa na camara federal, pegou carona na prisão do pastor em cadeia muçulmana para se livrar das gafes cometidas no panico, não viu não ouviu ou falou nada, quando passou a união estavel dos gays com direito a adoção, o assassinato de indefesos, primeiro os anencefalos e depois dos normais, deixou passar batido a inclusão dos gays na mesma lei do racismo, não deu o nome quando passaram a lista para acabar com o privilégio do 14 e 15 salarios, se vendeu sempre disse isto como cortina de fumaça, para jose genuino e joão entrarem pelas portas da frente na camara federal , realmente, é bom ver que tem mais gente ou Cristão que não se deixa enganar

  2. Eu sou evangélico…mas não tenho o o ideal de ter supremacia evangélica no nosso pais, e lendo todas a essas postagens lembro de algumas coisas que não foi lembrado…quando falamos na extinta pl 122 (graças a Deus) vemos um ataque voraz da minoria gay, com manifestações e palavras de ataque aos evangélicos, isso implica em hostilização dos espaços de culto que é protegido por uma lei universal, eu quanto evangélico não posso fazer bagunça no culto afro e nem alguem dessas religiões pode fazer isso no meu espaço de culto…pois eles foram lá e fizeram…e ai minha pergunta quem passou por cima da lei? Nós evangélicos ou a LGBT? Tem um dos maiores congressos do mundo chamado GMUH, que reune aproximadamente 90 a 150 mil pessoas, nao se vê um BO…enquanto na passeata gay se tem pessoas nuas e vendendo objetos sexuais em plena luz do dia…pergunto denovo que está contra a constituição?

    • Queriam que liberasse o aborto…quando foi ser votado um projeto para pessoas deficientes eles invadiram a câmara e fizeram o maior carnaval la dentro, e foi tanto que o expediente teve que ser parado…A GLOBO está do lado da LGBT é só olhar a novelas, e mais do que isso, os evangélicos fizeram duas manifestações, uma delas em plena quarta-feira dia de trabalho reuniu mais de 70 mil pessoas, e passou um tirinha de menos de um minuto no jornal JN…a Bíblia não é homofóbica, mas ela aponta o que é certo e errado, não existe ponto de vista na Bíblia, se vc a segue e faz o que ela dia…vai pro céu…se não para o inferno, é simples, mas em momento nenhum ela força vc a fazer essa escolha.

  3. E quanto ao comentário de que ele se “escondeu atrás” dos condenados…ele simplesmente usou a arma que lhe salvaria, afinal ele não cometeu nenhum crime, somente disse que era contra esse projeto, outra coisa, em todas as reportagens falavam no “Pr. Marcos Feliciano” e não “Dep” pq não falam no “Oxala Fulano de tal” ou “Pai de santo…” e fasso mais uma pergunta, o que o Feliciano fez de tão errado para que fosse tão hostilizado e odiado por alguns? Repito, uma vez o Mota falou que o Feliciano não o representava e tambem não representava 90% da população brasileira, ele representa mais de 200 mil votos .

DEIXE UMA RESPOSTA