Será construída em Berlim a primeira “igreja-mesquita-sinagoga” do mundo, para unir religiões

15

Começou essa semana a arrecadação de fundos para um projeto ousado que está sendo projetado em Berlim, na Alemanha, para a construção de um templo que unirá as três grandes religiões monoteístas: cristianismo, islamismo e judaísmo.

O prédio, que está sendo chamado de “The House of One” (A Casa de Um, em tradução livre), será um edifício de tijolo com uma torre alta e quadrada no centro, com um pátio onde ficarão as casas de culto das três religiões: a sinagoga, a igreja e a mesquita.

A construção está sendo idealizada por representantes das três religiões, e a arrecadação de fundos será feita online, onde qualquer pessoa pode doar através da compra simbólica de tijolos que custam, cada um, 10 euros (cerca de R$30). O início das obras está previsto para quando a arrecadação atingir 10 milhões de euros (cerca de R$ 30 milhões), valor que os idealizadores acreditam que será arrecadado até 2015.

Segundo a BBC, a ideia da construção da “igreja-mesquita-sinagoga” partiu dos cristãos. O pastor protestante Gregor Hohberg, explica que a Casa será construída no local onde ficava a Igreja de St Petri, primeira igreja de Berlim, que data do século 12 e foi duramente atingida no final da Segunda Guerra Mundial.


– Sob o mesmo teto: uma sinagoga, uma mesquita e uma igreja. Queremos usar esses espaços para nossas próprias tradições e orações. E juntos queremos usar a área central como um espaço de diálogo e de discussão e também para aqueles não tem fé – explicou Hohberg.

– Berlim é uma cidade onde pessoas de todo o mundo se reúnem e nós queremos dar um bom exemplo de união – completou.

O rabino Tovia Ben Chorin, um dos idealizadores do projeto, destacou a importância histórica da escolha da capital alemã para a construção do projeto. O prédio será erguido na região de Petriplatz, no coração de Berlim.

– Do meu ponto de vista judaico, a cidade que planejou o sofrimento dos judeus agora é a cidade que está construindo um centro para as três religiões monoteístas que moldaram a cultura europeia – afirmou Chorin.

O imã Kadir Sanci, líder muçulmano envolvido no projeto, afirma que A Casa de Um é “um sinal para o mundo de que a grande maioria dos muçulmanos é pacífica e não violenta”. Ele afirma ainda que a “igreja-mesquita-sinagoga” será um lugar onde diferentes culturas poderão aprender umas com as outras.

Religiosos responsáveis pelo projeto
Religiosos responsáveis pelo projeto

Semelhança arquitetônica

O arquiteto Wilfried Kuehn, responsável pelo projeto, explica que cada uma das três áreas da construção terá o mesmo tamanho, mas um formato diferente para atender cada uma das religiões.

– Cada um dos espaços foi projetado de acordo com as necessidades do culto religioso, com as particularidades de cada fé. Por exemplo, há dois andares na mesquita e na sinagoga, mas apenas um na igreja. Haverá um órgão na igreja. Teremos um lugar onde se possa lavar os pés na mesquita – detalhou Kuehn.

– O que é interessante é que, quando você volta um tempão atrás, observa-se que eles compartilham uma série de tipologias arquitetônicas. Eles não são tão diferentes. Não é necessário, por exemplo, que uma mesquita tenha um minarete; essa é apenas uma possibilidade, não uma necessidade. E uma igreja não precisa ter uma torre. Eu estou falando de voltar às origens, quando essas três religiões estavam perto e compartilhavam arquitetonicamente de muitas coisas – completou o arquiteto, ressaltando ter ficado surpreso com a semelhança entre os locais de culto das três religiões.


15 COMENTÁRIOS

      • Mais uma razão, meu caro, que haja paz, que haja ecumenismo, que se construa o templo, que se faça tudo, pois nossa razão é esperar numa volta de Cristo, de modo jamais visto.

          • Marcos,

            Segundo minha vontade e convicta expectativa, já era para a gente se encontrar nos céus há minimamente 15 anos, não escondendo de minha grande vontade se tivesse sido na mudança para o ano 2000.

            o que é que nós estamos fazendo aqui?

            Nunca se viu tanta tristeza, solidão, incompreensão desgraça, desvalores, destituição das estruturas sociais, empresariais, políticas, jurídicas, religiosas… O que é que presta?

  1. Maldito ecumenismo, pura apostasia o Meu DEUS nao dividiria sua gloria com o falso deus ala, e tenho certeza q para a gente se respeitar nao é necessario misturar as coisas. Como ja foi previsto no Apocalipse …o Deus Triuno Santissimo YHWH vem.

  2. Deus nao tem por objetivo unir religioes mas sim pessoas. Quem se interessa em conhecer a Biblia sabe que estes acontecimentos apenas apontam para a certeza da volta de Jesus.

  3. Mesmo Deus não sendo lembrado suas profecias se cumprem,
    mesmo os homens vivendo e indo em prol de seus próprios sonhos, Deus se mostra a
    única Verdade e o pleno sentido de tudo, seja num passado distante, ou mesmo no presente cultuado
    como moderno, da boca dos seus profetas nunca saio a mentira oriunda do Céu, e do trono de Deus,
    mesmo que venhamos a acreditar, que somos deuses em ascensão rumo ao despenhadeiro do profundo ego… a Bíblia
    é a revelação do futuro imediato, e a muito falada por aqueles que tem nela motivas de estigma, disputas de poder, ou mesmo
    de zombaria, ela se cumprirá, suas profecias se cumprem, e de Deus ninguém poderá acusar de negligência, por nós promovida,
    seja novas religiões, ou seitas, com uma mascara de união Humanista, a paz só vêm do sacrifício de Cristo por todos na cruz, e Nele não
    há ocultação da verdade, sendo Ele a Verdade a Vida e o Caminho, nem escolhidos de uma eleição privilegiada, mas um chamado para
    a obediência, e confiança firmada na sua fé, que quem adere não mais terá motivos de angustias, porque ao contrário de Filosofias
    vagas e mortas…dos altos Céus está o horizonte da vida eterna e da comunhão, sem lembranças de nosso outrora viver com pecados, e acréscimos de auto -salvação, cega e louca.
    Em Cristo brota a fonte de toda Santidade, cuidado, e Salvação, que sem orgulho no coração ele disse muito claro aos homens, Nosso Senhor, a Salvação dos homens, vêm da nação Judaica, é de Promessa Judaica, é a herança que ninguém em sã consciência deverá ter por vã.

  4. Mesmo Deus não sendo lembrado suas profecias se cumprem,
    mesmo os homens vivendo e indo em prol de seus próprios sonhos, Deus se mostra a
    única Verdade e o pleno sentido de tudo, seja num passado distante, ou mesmo no presente cultuado
    como moderno, da boca dos seus profetas nunca saio a mentira oriunda do Céu, e do trono de Deus,
    mesmo que venhamos a acreditar, que somos deuses em ascensão rumo ao despenhadeiro do profundo ego… a Bíblia
    é a revelação do futuro imediato, e a muito falada por aqueles que tem nela motivos de estigma, disputas de poder, ou mesmo
    de zombaria, ela se cumprirá, suas profecias se cumprem, e de Deus ninguém poderá acusar de negligência, por nós promovida,
    seja novas religiões, ou seitas, com uma mascara de união Humanista, a paz só vêm do sacrifício de Cristo por todos na cruz, e Nele não
    há ocultação da verdade, sendo Ele a Verdade a Vida e o Caminho, nem escolhidos de uma eleição privilegiada, mas um chamado para
    a obediência, e confiança firmada na sua fé, que quem adere não mais terá motivos de angustias, porque ao contrário de Filosofias
    vagas e mortas…dos altos Céus está o horizonte da vida eterna e da comunhão, sem lembranças de nosso outrora viver com pecados, e acréscimos de auto -salvação, cega e louca.
    Em Cristo brota a fonte de toda Santidade, cuidado, e Salvação, que sem orgulho no coração ele disse muito claro aos homens, Nosso Senhor, a Salvação dos homens, vêm da nação Judaica, é de Promessa Judaica, é a herança que ninguém em sã consciência deverá ter por vã.

  5. A religião é morte

    Jerusalém talvez seja o lugar mais religioso do planeta, porque ali convivem as maiores religiões da Terra. Existem muitos lugares de peregrinação no mundo, mas nenhum como Jerusalém. Apesar disso é uma cidade que respira ódio e segregação. Em nenhum outro lugar vemos com tanta clareza como a religião é contra Deus e Seu propósito. Cristo rejeitou a religião completamente e disse que Ele é o caminho, a verdade e a vida. Só podemos conhece-lo no caminho (indo), na verdade (sendo) e na vida (existindo).

    O cristianismo não foi criado por Cristo, mas por Constantino no quarto século. O cristianismo de hoje é apenas mais uma das muitas religiões. Religião portanto, não é forma. Religião é tudo aquilo em que existe negócios com Deus. Nós pensamos que religião é forma e rito. Mas não é. Pode ser, mas não necessariamente. A religião é conteúdo, não forma; embora toda religião assuma uma fôrma ou forma. Não somos religião. Quem olha de fora, vê religião nas formas do lugar e do culto.

    Entretanto, este é um lugar sem barganhas com Deus. Ou seja: a cara é religiosa, mas o espírito não é; pois o que define religião é o conteúdo.
    Na religião:

    Guardam-se tradições e valores que possuem uma origem boa.
    Foram religiosos que compilaram e preservaram a Bíblia.
    Deus também ensinou rituais no Velho Testamento e parece claro um tipo de ritual em Apocalipse.

    Mas na religião nota-se que:

    Todo religioso é sectário e preconceituoso.
    Todo religioso pensa que Deus é patrimônio de sua religião.

    Todo religioso possui justiça própria, pois supõe agradar a Deus com performances exteriores e, por isso, faz trocas e negócios com Deus.
    A religião eleva o ego do homem, fazendo-o pensar que é melhor que os demais. Em Mateus 15, o Senhor faz uma menção de Isaías para mostrar a morte da religião:

    O Senhor disse: Visto que este povo se aproxima de mim e com a sua boca e com os seus lábios me honra, mas o seu coração está longe de mim, e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, que maquinalmente aprendeu. (Is 29.13)

    Características da religião:

    1. A religião é algo completamente exterior

    O Senhor não está interessado em coisas exteriores. Ele olha primeiro para o nosso coração. Se o nosso coração está longe do Senhor, de que adianta um louvor exterior?

    2. Honra a Deus com os lábios, mas o coração está longe

    As três religiões ali em Jerusalém são puramente rituais e repetitivas. Não há preocupação em relacionar-se com Deus, mas em cumprir rituais complicados e vazios.

    3. É uma coleção de mandamentos humanos

    Sabemos que toda tradição é estabelecida em algum momento por alguém que desejava reafirmar alguma verdade, o problema é que com o passar do tempo a finalidade se perde e fica apenas o conteúdo exterior vazio.
    Jesus condenou claramente a tradição dos fariseus, porque eram tantas as regras que eles haviam acrescentado que o espírito da lei e da vontade de Deus se perdeu e ficou apenas o fardo para as pessoas.
    Existem no meio evangélico muitas tradições que não foram estabelecidas pela Palavra de Deus. E não precisamos respeitá-las.

    4. É uma vida mecânica e maquinal

    4O problema da espiritualidade exterior é que ela é maquinal, ou seja, nem sequer é fruto de reflexão, mas é puramente mecânica.

    5. É um ritual vazio

    Hipócritas! Bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens. (Mt 15.7-9)
    O Senhor Jesus disse em Mateus (15.9) que a adoração deles é vã. Isso nos mostra que existe um tipo de adoração que é vã e inútil. Uma espiritualidade exterior produz contradições e hipocrisias do tipo: o órgão é sagrado e a guitarra é profana. Deus olha o coração e não o instrumento exterior.
    A religião produz um crente que vive uma vida dividida: o culto é sagrado, mas o trabalho não. Ele entra e sai da presença de Deus sem entender que carrega Deus consigo. O programa e a ordem estão acima das pessoas e suas necessidades. No Velho Testamento aconteceu algo interessante. Davi levou a arca da aliança para Jerusalém e armou uma tenda de adoração para ela, enquanto o tabernáculo continuou em Siló com os mesmos rituais, mas sem a arca da aliança que simboliza a presença de Deus.

    • Caríssimo, vc está um pouco equivocado, o cristianismo é citado na Bíblia já no seculo primeiro, pois os seguidores de Jesus passaram a ser chamados de cristãos por seu perseguidores. O que constantino fez foi legalizar o CATOLICISMO, ele nada fez além de tornar legal um movimento religioso que já existia.

  6. R$ 30,00 o tijolo? Esses caras fizeram estágio com o Valdemiro, o Edir, o Malafaia e os Hernandez, só pode… Os três grandes cânceres da humanidade se unindo pra… ostentar, ao invés de usarem o dinheiro para combater a fome e a miséria.

  7. Pois bem,

    Tive essa ideia PRIMEIRO, bem ANTES, anos atrás de construir uma Igreja Mesquita (somente para orações dos muçulmanos, onde ouviriam a Palavra de Deus) a construção seria no modelo de uma Mesquita, porém igreja,

    Mas para isso precisaria de GRANA, CASH, DIMDIM, MONEY, CASCALHO.

    Como não tive nem para começar a comprar um metro de área nem tinha o terreno, podem utilizar a ideia e fazerem a primeira Mesquita-Igreja.

    Valeu,
    Sejam bem sucedidos no empreendimento.

    Ray

  8. Mais fácil o Anti Aristo ta na igreja evangélica do que nessa ai, estaço com medo de acabarem com o dizimo kkkkkkkkkkk

    Eu apoio a união, pois religião só traz brigar e guerra.

    e se vim a Sharia lei islâmica pro Brasil melhor ainda, quem sabe o povo brasileiro para de andar pelado e fu@3r no baile funk no meio da rua kkk

DEIXE UMA RESPOSTA