Home » Internacional, Mundo Cristão

Igreja da Natividade pode se tornar Patrimônio Mundial da Humanidade

Notícias Gospel em seu email

Receba Notícias Gospel em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Igreja da Natividade pode se tornar Patrimônio Mundial da Humanidade

A Igreja da Palestina da Natividade, é Belém, é defendida por muitos como sendo o local onde Jesus Cristo nasceu. Local de peregrinação, a igreja pode agora se tornar Patrimônio Mundial da Humanidade, um título dado lugares e monumentos que têm “valor universal excepcional” para toda a humanidade.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

A proposta para a concessão do título à igreja será votada na próxima semana pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. O pedido para que a Igreja da Natividade seja reconhecida como Patrimônio Mundial da Humanidade foi apresentado pela delegação palestina na UNESCO.

- Não existe outro local no mundo que tenha maior valor religioso para mais de 2 bilhões de cristãos, e este local é onde Jesus nasceu – afirmam os proponentes do pedido.

O pedido será votado pela UNESCO em sua 36ª sessão que está acontecendo entre os dias 25 de junho e 06 de julho em São Petersburgo, Rússia onde 33 pedidos semelhantes serão analisados. Porém é anunciado que o pedido relativo à Igreja da Natividade será o destaque da reunião.

A Igreja da Natividade é uma das igrejas mais antigas em operação no mundo e é considerada sagrada por muitos cristãos. A primeira basílica foi construída em 327 pelo imperador Constantino. A estrutura foi destruída em um incêndio e a basílica atual foi reconstruída em 565 pelo imperador Justiniano I. A estrela de prata no chão da igreja marca o local onde se acredita que Jesus tenha nascido.

Segundo o The Christian Post a proposta será analisada por um comitê de 22 especialistas e inclui ainda a rota de peregrinação em Belém que leva os peregrinos cristãos de Jerusalém para a igreja. Se aprovada, a igreja entrará na lista de 936 locais em 153 países considerados como Patrimônio Mundial e poderá trazer benefícios econômicos para o território palestino em termos financeiros, que ajudará na restauração e melhorias para poder atrair mais turistas para o local.



PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

Seja o primeiro a comentar

  1. Antônio Magalhães Aragão Netto disse:

    E´MELHOR largar a Maçonaria urgente

    

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 431,406 comentários no Notícias Gospel.