Atentados à bomba de radicais islâmicos iraquianos matam 37 cristãos no Natal

2

Dois ataques à bomba marcaram o dia de Natal no Iraque, onde 37 cristãos foram mortos por insurgentes.

Em ações separadas, os militantes muçulmanos iraquianos explodiram as bombas com o objetivo de atingir exclusivamente os cristãos, considerados infiéis pelos radicais islâmicos.

O primeiro ataque aconteceu numa feira livre de Athorien, quando uma bomba foi acionada na seção cristã da feira, matando 11 pessoas e deixando outras 21 feridas.

A segunda explosão aconteceu por meio de um carro-bomba, que explodiu ao lado de uma igreja durante a celebração de Natal e matou 37 fiéis, segundo informações da Polícia de Bagdá.


De acordo com o portal iG, os grupos radicais islâmicos do Iraque ainda não reivindicaram a autoria dos atentados, mas os últimos ataques têm sido perpretados por integrantes da Al-Qaeda.

Somente neste mês, 426 pessoas já morreram em decorrência da intolerância no Iraque. Em 2013, a soma de pessoas vítimas dos atentados terroristas chega a 8 mil, de acordo com a Organização das Nações Unidas.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


2 COMENTÁRIOS

  1. A perseguicao nao e no idade pro cristao,Jesus ja disse que aquele que perder a vida por amor a Ele ai sim encontra rica a vida,.Pois o crente pode fe char os olhos no sono mas jamais morreremos,Jesus disse que seria como o fe har e Abrir os olhos e estariamos no Paraiso,.Mas AI,do filho do diabo,!,pois quando eles fechar os olhos estarao dia te do pai deles no fogo do inferno ,pois Jesus disse…, a quem obedece is sois filhos!

  2. Lamentável, é por isso que esse mundo muçulmano está em frangalhos, não se ergue, não evolui, não influência a cultura, o mundo girou, mas o oriente médio parou no tempo. Haja morte pra acalmar esses selvagens, enquanto se matarem sempre serão um povo tolo e pequeno.

DEIXE UMA RESPOSTA