Associação de ateus pede prisão de polêmico pastor neopentecostal acusado de charlatanismo

2

Um pastor neopentecostal do Quênia é a figura central de uma polêmica no país por conta de suas ministrações extravagantes. Victor Kanyari é acusado de charlatanismo e vem sendo chamado pela imprensa local de “predador da oração”.

A polêmica se tornou tão intensa que um grupo de ateus pediu às autoridades que investigassem o pastor Kanyari e o levasse a julgamento por supostamente se aproveitar da simplicidade dos fiéis.

“Os ateus no Quênia gostariam que o governo do país prendesse rapidamente o bispo Victor Kanyari por tirar vantagem dos crentes quenianos e, eventualmente, extorquir dinheiro deles em nome de Deus. O que o bispo Kanyari vem fazendo é fraude, e é inaceitável”, disse Harrison Mumia, presidente da associação Ateus no Quênia em um comunicado.

De acordo com informações do site queniano The Star, Harrison Mumia reafirmou a crença da associação de que Deus não existe, mas ressaltou que os ateus também acham que é “lamentável que alguém use a religião de forma fraudulenta para extorquir dinheiro dos quenianos vulneráveis”.


Mumia também defendeu a proposta do governo que quer proibir a mídia de veicular programas que divulgam curandeiros “milagrosos”, de modo a interromper a criação de uma sociedade de crentes obcecados por “milagres”.

A associação Ateus no Quênia é um grupo de pessoas que não acreditam em qualquer forma de religião, cuja missão é desafiar e confrontar a fé religiosa.

Assista no vídeo abaixo ao documentário “Prayers Predators” (em inglês), que mostra cenas de cultos promovidos pelas denominações neopentecostais no Quênia e acusa o pastor Victor Kanyari de charlatanismo:

Assine o Canal

2 COMENTÁRIOS

  1. A Paz! Boa noite para todos. É isso aí, se não vai para frente o que acontece? Fica estacionado, se ficar estacionado o que acontece, volta para o estado anterior onde era tudo trevas e não havia movimento nenhum que provocasse luz. Os pastores estacionaram no conhecimento da espiritualidade e o que foi que aconteceu? As mulheres vieram lá de fora, da varanda dos templos e agora estão sentadas nos púlpito das igrejas. Estão erradas? Não, fizeram a parte delas, imitaram os homens. E, os homens que tinham a função de imitar Deus estacionaram no conhecimento. Agora estamos vendo a manifestação do falso profeta, que é aquele que não sabe nada e pensa que sabe tudo. A carne é fraca, mas o pecado não é vitamina.

DEIXE UMA RESPOSTA