Ativistas ateus investem em campanha publicitária para desdenhar do Natal e sugerem: “Deixe a igreja”

1

O Natal é, dentre as datas festivas do cristianismo, a mais significativa por simbolizar o nascimento do Salvador. Mesmo que a data tenha se tornado um feriado comercial, há muito do significado original presente na cultura. E por isso, ativistas ateus estão investindo em propaganda para incentivar as pessoas a não irem às igrejas no período.

A entidade chamada American Atheists espalhou outdoors por diversas cidades dos Estados Unidos com mensagens que desencorajam os jovens a irem às igrejas, celebrar o nascimento de Jesus Cristo.

Segundo informações do Gospel Herald, um dos anúncios (foto) faz paródia com o slogan da campanha eleitoral de Donald Trump e, sarcasticamente, diz: “Faça o Natal grande outra vez. Deixe a igreja”.

Em outro outdoor, duas pessoas conversam por SMS e uma delas diz que não vai à igreja no Natal porque “não acredita mais” na Bíblia. Os principais estados que receberam a campanha dos ateus são Carolina do Sul, Louisiana, Geórgia, Virgínia e Colorado, a maioria deles integrantes do chamado “cinturão bíblico”, região do país onde o cristianismo exerce grande influência na cultura e sociedade.


O objetivo da campanha, de acordo com os ativistas ateus, é mostrar a ascensão do grupo de pessoas que não têm fé: “É importante que as pessoas saibam que a religião não tem nada a ver com ser uma boa pessoa, e que ser aberto e honesto sobre o que você acredita — e não acredita — é o melhor presente que você pode dar”, disse David Silverman, presidente da entidade.

No ano passado, a estratégia usada pelos ativistas foi semelhante: os outdoors traziam a frase “vá em frente e deixe a igreja! Apenas seja uma boa pessoa”, ao lado de uma foto do Papai Noel. Em 2014, os anúncios classificavam a narrativa sobre o nascimento do Menino Jesus como “conto de fadas”.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA