Protagonista de “Jesus Cristo Superstar” afirma que está “pagando pecados” como Jesus

5

Interpretando Jesus no musical “Jesus Cristo Superstar”, o ator Igor Rickli, de 30 anos, comentou recentemente sobre como está sendo a mudança de personagens, depois de interpretar o vilão Alberto na novela “Flor do Caribe”, exibida ano passado na Rede Globo. Segundo o ator, ele está “pagando os pecados” de seu personagem anterior como Jesus.

– Brinco que estou pagando com Jesus todos os pecados do Alberto na novela. É muito louco viver isso como ator porque é uma transição muito brusca entre os personagens. Me preparei para a peça com muita leitura, muita conversa com líderes espirituais de várias doutrinas e muita, muita aula de canto – afirmou Rickli, em entrevista o G1.

– Sempre tive vontade de viver esse personagem e, quando soube que começariam os testes, corri para garantir. A concorrência foi forte, mas me dediquei muito para isso. Vi todos os vídeos das várias montagens de ‘JCS’ inúmeras vezes – completou.

Igor Rickli comentou também sobre a polêmica gerada entre alguns religiosos com a estreia da peça, por a considerarem ofensiva ao cristianismo por ter cenas sensuais.


– Não acho que esteja sexual, de forma alguma. Nos anúncios, estou sem camisa, mas não vejo de forma sexual. Afinal, é só um corpo. Isso é mais um tabu na cabeça de algumas pessoas.

Baseado no espetáculo da Broadway de Andrew Lloyd Webber e Tim Rice, o musical é dirigido por Jorge Takla, e traz em seu enredo Jesus Cristo (Rickli), Judas Iscariotes (Alírio Netto) e Maria Madalena (Negra Li) em embates políticos, religiosos e pessoais, e trata da última semana de vida de Jesus, desde sua chegada em Jerusalém até o dia em que é crucificado.

Por Dan Martins, para o Gospel+


5 COMENTÁRIOS

  1. Tá muito sensual sim amigo. Respeite a pessoa de Jesus.
    Ele não andava assim com o peito de fora, mas vcs querem assim fazer para o ultrajar, colocando certa sensualidade. Mas a culpa não é desse ator, pois ele é somente um imbecil que está recebendo dinheiro para fazer isso. Na realidade o roteirista e diretor (e mais outros donos do filme) é que em consenso querem dar este viés sensual a Jesus nesse filme. Eu sinceramente não esperava algo menos agressivo.

    • Também não era branquinho e de olhos azuis e isso ninguém contesta. Na verdade se encaixa bem no nosso esteriótipo de beleza pensar que Jesus era branco e bonito.

      • Na verdade, esse estereótipo é uma imagem bem europeizada da figura de Cristo, oriunda da Renascença. Teve uma época que eles tentaram reproduzir uma suposta feição de Jesus,que eu achei mais verossímil.como um rosto mais árabe.Mas isso é o de menos,evidente.O que interessa é a mensagem que ele nos deixou e a razão de sua vinda a este mundo, que é livrar a humanidade da condenação eternal. Essa imagem aí realmente ta muito exagerada…Jesus nao andava exibindo o peitoral.

  2. Esta peça é maravilhosa. Muitos “religiosos” criticam se achando pessoas do Oriente médio, não sabendo que estão no Brasil. O povo critica mas, nunca virão a peça, alias, muitas vezes nunca viram peça alguma na vida e muito menos uma ópera rock musical. Ela é uma visão ficticia de Jesus. E, que vi posso dizer, até evangeliza e nos comove a vida e dor de Jesus muito mais que esse bando de igrejinha medíocre por aí.

    No mínimo conheçam… Pois o conhecimento liberta.

    E sucesso a peça.

DEIXE UMA RESPOSTA