Atriz cristã Candace Cameron Bure, protagonista de Fuller House, testemunha cura de bulimia

0

A atriz cristã Candace Cameron Bure testemunhou sua cura da bulimia, um distúrbio alimentar, e afirmou que sua melhora foi resultado de uma intervenção divina.

Candace (foto) é protagonista do seriado Fuller House, da Netflix, uma continuação do antigo Três é Demais (Full House, no título original), sucesso dos anos 1990 que catapultou à fama ela própria e as irmãs gêmeas Mary Kate e Ashley Olsen.

Em entrevista à revista People, Candace Cameron Bure – que é irmã do ator Kirk Cameron, protagonista da trilogia “Deixados Para Trás” – contou que seus problemas alimentares começaram quando ela precisou deixar seu trabalho e se dedicar à família.

“Com a mudança de ter trabalhado desde que eu tinha cinco anos de idade para me tornar uma esposa e logo me tornar mãe, vivendo em uma cidade onde eu não tinha família e amigos à minha volta… eu meio que perdi o senso de quem eu era”, afirmou, dizendo que a mudança a jogou “para fora da curva”.


Casada com Valeri Bure, um ex-jogador de hóquei, Cameron precisava adequar à agenda do marido, que jogava 41 dos 82 jogos de seu time durante uma temporada, e ficava sozinha em casa. “Eu me senti solitária muitas noites, sem saber o que fazer comigo mesma”, lembrou a atriz. “Mas havia uma ‘amiga’ que sempre esteve lá, que era tão prontamente disponível a qualquer hora eu quisesse. Essa amiga para mim foi a comida”, acrescentou.

O conforto que os alimentos ofereciam soavam “uma boa ideia” a ela, mas logo o sentimento de culpa surgiu, forçando-a a vomitar tudo o que comia: “Tornou-se uma relação muito destrutiva e foi algo que realmente me pegou desprevenida. E, mesmo sem saber, aquilo logo chegou a um ponto onde pude sentir essa perda de controle”, relatou.

A primeira reação de Candace foi esconder seu distúrbio, por sentir-se envergonhada. No entanto, a certa altura seu pai descobriu o problema e a convenceu de que o caso precisava de ajuda especializada.

Durante o tratamento, a atriz passou por maus bocados, com recaídas. Porém, se apegou à fé, e com o apoio da família e amigos, superou o distúrbio. “O problema nunca esteve relacionado ao meu peso. Foi uma questão emocional”, pontuou. “Eu nunca me senti mais confiante. A cada ano que se passa, sinto-me cada vez melhor e mais confiante com relação ao meu corpo e a mulher que eu sou”, concluiu a atriz.


SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA