Missões

Balada Gospel leva 4 mil pessoas ao Espaço Renascer, 80 aceitam a Jesus

Comentários (33)
  1. Valéria disse:

    Como é um evento da igreja Renascer,então já estou me preparando para os críticos que dirão que essas 80 pessoas que aceitaram Jesus no apelo feito no evento não dará em nada,pois é só isso que os criticos sabem fazer.PARABENS a Renascer pelo trabalho.

  2. Silas disse:

    Parabéns a Igreja Renascer, eu fui no evento e foi muito bom, vi jovens chorando no apelo…

    Houve muita musica mais você sentia um mover de Deus tremendoooooooo…Deus é grande, trabalha em diferentes formas e maneiras (está na bíblia).

    Só digo, parabéns a igreja Renascer por essa iniciativa, vamos chamar esses jovens tão discriminados dentro das igrejas

    Agora, vamos esperar a Marcha para Jesus com a banda Third Day dia 2 de novembro em Sampa.

  3. baruque disse:

    arretado! Parabéns pro pessoal e sucesso em Cristo!

  4. gal disse:

    valeria sua besta, espere antes de sair atacando as pessoas.

  5. ADEMAR disse:

    amigos, sabe como chama o evangelho desse porte? chama-se Evangelho facil; amados o evangelho de JESUS CRISTO DE NAZARÉ É UM EVALNGELHO DIFICIL so segue ele quem é valente, que nao aceita qualquer coisa, esse negocio de dança, curtir e que o crente pode ser feliz em baladas danças em shows gospel nao é verdade ;essas igrejas querem quantidade mas, Deus exije qualidade!amados lembre-se na época de noé tambem muitos diziam que podiam ser feliz nesse sentido, mas só 8 pessoas se salvaram ,isso chama-se qualidade; só eles fiseram a vontade de Deus por isso so eles foram salvos. Queridos nao se deixem enganar por evangelhos facil cheios de fábulas e cultos aos anjos so Deus e digno de ser adorado e Deus exije que seja adorado em espirito e em verdade um servo pode ser feliz mais do que aquele que ta no mundo ; fazendo oraçoes, jejum, consagraçao,leitura da palavra,fazendo um proposito de oração para o seu visinho ser salvo,amar seu inimigoe orar por ele,faça isso e vera como seu coração vai pular de alegria, nós precisamos e encher o coração de Espirito Santoe seremos felizes 24 horas por dia o verdadeiro servo é aquele que faz calos nos joelhos diante dos péis do nosso salvador Jesus cristo de nazaré- cuidado que tem muitos jesus, muitos cristos e muitos deuses por ai fasendo sucesso em nome do verdadeiro Jesus Cristo de Nazaré,satanas faz milagres, curas surpeendentes, e ate faz decer fogo do alto parecendo um anjo de luz e causando segueira até mesmo nos escolhidos; o verdadeiro servo do Senhor Jesus Cristo de Nazaré é feliz por natureza, é sempre sorridente tem praser em viver e tem alegria em servir o Deus EU SOU nao precisa de baladas,noitadas,danças sao crentes acomodados que se adaptam a isso; nosso Deus é um Deus organizado,descente, amoroso, sábio e poderoso basta vc entrar no seu quarto fechar a porta e orar em silencio e sinceridade e sua oração será ouvida,sai dela povo meu seu caminho espaçoso pode levar a perdiçao ao invez de salvaçao. É claro que a salvaçao é individual; cada um segue o caminho que lhe convier, mas nós temos a brigação de alertarmos os que de tal forma procedem. Deus seja louvado Ademar.

  6. Joel disse:

    É ISSO AI DANÇA PARA O SENHOR É ALGO MUITO MARAVILHOSO EU DANÇA PARA SATANNAS AGORA DANÇO PARA O SENHOA NÃO TO NEM AI PARA ASSES RELIGIOSOS GLORIA A DEUS ………

  7. JoSi disse:

    A Paz Amados,

    Eu fui no evento… foi uma bênção!
    Foi maravilhoso passar ao lado de pessoas que amam a Deus, sem bebidas, sem drogas, sem palavrão… Que Deus continue dando inspiração para esse tipo de evento dentro da igreja, para que as pessoas não convertidas vejam a liberdade que temos em Cristo e a diferença de louvar a Deus.

    É isso mesmo, somos Adoradores Extravagente… Glórificado Seja Deus!

  8. gabriela disse:

    independente de qual igreja seja shows desse tipo a verdade eh a seguinte: as pessoas q se “converteram” na verdade´passaram por uma emoção, uma falsa ilusao do mundo cristão q na verdade nem sempre termina em festa.
    Esse mundo reqr renuncia,nem sempre iremos fazer o q queremos..enfim a realidade eh bem outra.

  9. Carlos disse:

    PARABÉNS IGREJA RENASCER.

    Muitos jovens aceitam a Jesus através dos eventos dessa igreja.

    Ninguém aqui pode dizer se é certo ou errado, muitos aceitam a Jesus e deixam aquela vida errada. Vamos parar de ser crentinho sem escrupulos, que só criticam.

  10. Saulo disse:

    O Importante é que são vidas salvas que “confessaram” o Senhor Jesus Como Salvador!!!
    Isso é que importa, pra quê estamos nessa terra?
    Glória a Deus.

    Se Foram 80 eu estou muito Alegre imagine os anjos que fizeram “festas no céu”…
    Por falar em festa como seria as festa dos anjos no céu?
    Acho que tem até inveja de nós aqui da terra…

    O Povo Besta, Deixem de criticar e vão ganhar gente pra Cristo.
    Esse me parece que só sabem Criticar!

    Graça e Paz

  11. Valéria disse:

    As palavras amistosas da gal já dizem tudo, esse é o tipo de pessoas que criticam e não contribuem nada para o evangelho!Te falta é Deus!

  12. Eduardo Rios disse:

    Salmos
    107:43 Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as benignidades do SENHOR.

    Ezequiel
    34:17 ¶ E quanto a vós, ó ovelhas minhas, assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu julgarei entre ovelhas e ovelhas, entre carneiros e bodes.

    2 Crônicas
    19:6 E disse aos juízes: Vede o que fazeis; porque não julgais da parte do homem, senão da parte do SENHOR, e ele está convosco quando julgardes.

    Mateus
    7:2 Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós.

    João
    12:47 E se alguém ouvir as minhas palavras, e não crer, eu não o julgo; porque eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo.

  13. Maely disse:

    glórias a Deus por que essas 80 almas que se renderam, não concordo com esta forma de evangelismo, vcs estão fazendo uma coisa boa de forma errada, como Davi, que queria trazer a arca mas em um lugar que não deveria ser carregada, mesmo assim a arca veio ao povo, isto sendo de uma maneira errônea, o fato de 80 almas terem se convertido ao evangelho, não significa que Deus estava nesse “show” mas como a palavra d’Ele tem um efeito mesmo sendo cultivada de uma forma indelicada. afinal, somos luz,o mundo tem que ver essa diferença entre o crente e o ímpio, somos o sal da terra, temos que ser diferente.
    Eu creio na verdade que, se a palavra de Deus fosse pregada naquele lugar de uma maneira correta, de 4.000 pessoas não ia apenas 80 pessoas se converterem.

  14. Elizeu Almeida disse:

    É isso aí Renascer…

    enquanto muitos criticam, vocês trabalham!

    Deus recompense!!!

    Elizeu Almeida.

  15. Zameq disse:

    Eu fui e foi muito bom, pois antes eu ai e me drogava a noite inteira e numca sabia como era a musica de fato. agora sou de Cristo pois foi Jesus que me salvou.
    Já fui em umas 60 races de varios Djs e essa foi a primeira que eu ouvi tudo dançei cantei e voltei para casa totalmente san.

    Gloria A Deus Pai o Filho e ao ESpirito Santo Esse eventos não pode parar Para salvar vidas como eu era….

    Isso vc numca vai ler na primeira pagina do Jornal

  16. Tiago disse:

    Vamo pular, vamo pular, (repita quantas vezes quiser)
    “então dance, dance, dance como Israel. Conquiste, conq…

  17. Karla Crstina disse:

    Só pessoas maldosas e sem Deus no coraçao é que (nao fazem nada) e ainda criticam os que fazem!

  18. nina disse:

    gentemmmm…o q importa é o coraçao das pessoas;DEUS conhece os seus escolhidos…vamos adorar a DEUS verdadeiramente;com temor e tremor…adoro louvar para JESUS…é isso ai meus amados…a pazzzzzzzzzzzz…..

  19. Levi Chaves disse:

    Eu gostaria que muitos arraiais espalhados no nosso país começasse a ter a visão da Renascer que podemos atrair o mundo sem sermos iguais ao mundo.
    Quanto as criticas sempre vai ter os do contras sempre(Por exemplo: Na década de 70, existiu uma banda de Rock evangélica chamada Exodos que acabou devido ao preconceito por ela ser uma banda de Rock).
    E vocês que criticaram, quantas pessoas vocês já ganharam pra Jesus hein?
    Abraço e fiquem na Paz!!!!!

  20. Paulo disse:

    Reflitam nessa parte de excelente artigo sobre a liturgia na Igreja:
    Os dias em que vivemos são dias maus para a Igreja. Estamos, de forma generalizada, correndo a passos largos no culto que desagrada a Deus e satisfaz o coração do homem. As emoções e o pragmatismo teatral e administrativo tomaram conta das igrejas. A comunhão dos santos nos dias de hoje, mais do que nunca está transformada num grande “buffet” gospel .

    As igrejas são, na sua maioria, salões festivos, convidativos, iluminados, ornamentados, enfim, os esforços criativos das lideranças evangélicas para atrair as pessoas aos templos são imensuráveis. O entusiasmo, o fanatismo e o marketing mundano imperam. A ordem do dia é inovar, enquanto o preceito bíblico é ser fiel às Escrituras.O Sola Scriptura está cada vez mais diluído em coquetéis pragmáticos e mundanos na grande festa de babel das igrejas modernas. Os oficiais eclesiásticos quando deveriam ser os guardiões da Palavra se transformaram em efeminados recepcionistas do grande “buffet” gospel .

    Os ministros quando deveriam defender a verdade e alimentar o rebanho focalizam suas forças em ministérios chamados “levíticos”, tornando-se ótimos anfitriões de “talk-show” (convenhamos, eles sabem animar a festa!).

    O que dizer dos jovens e adolescentes? Amantes das luzes, da fumaça, do barulho, das festas, do exibicionismo e do entusiasmo, não sabem discernir verdades de heresias, fidelidade doutrinária de apostasia, ovelhas de lobos. Fala-se muito em adoração, mas será adoração em espírito e em verdade?

    Como não poderia deixar de ser, o cardápio do grande bufê gospel não poderia ser outro: carne. A carnalidade impera no lugar dos elementos fundamentais do culto público e solene. Heber Campos diz que “a perda da reverência e do santo temor é patente nos movimentos modernos de liturgia. Muitos adoradores não têm em sua adoração o senso de santa reverência por aquele a quem adoram”. Podemos concluir dizendo que as inovações litúrgicas são tão cheias de irreverência e criatividade que perdem em solenidade até para as reuniões seculares. Os adoradores profanos e blasfemos estão tratando Deus como se Ele fosse um mero mortal como eles. Precisamos urgentemente reformar a liturgia do culto público, precisamos resgatar com coragem princípios que verdadeiramente regulem o culto ao Santo Deus, a fim de que não sejamos consumidos pelo Fogo Consumidor.

  21. petrafan disse:

    notícias como esta são um prato cheio para choverem aplausos e parabenizações à Renascer.
    mas Jesus já falava disso. a Bíblia diz que a Palavra não volta vazia – e que muitos que falam em nome de Jesus, serão afastados no final.
    esses auto-elogios são a coisa mais farisaica da igreja de hoje. gente que aponta números para se autojustificar.

  22. Valéria disse:

    petrafan a Renascer não pediu para essa matéria ser publicada,mas isso partiu desse próprio site.Vocês são engraçados se aparece alguma coisa errada,vocês apontam como um “fruto podre”,mas se aparece algo positivo,dizem que queremos aparecer,que é coisa de fariseu…VAI ENTENDER…

  23. petrafan disse:

    valéria, você certamente é mais inteligente do que aparenta, então acho que você vai entender agora:
    não estou me referindo ao fato de a notícia ter sido publicada. estou falando que, a cada notícia publicada, os renascerzistas começam a corrente de auto-parabenização, de auto-justificação, de auto-promoção.
    é fato notório que a grande maioria dos renascerzistas, pelo menos na mídia de um modo geral (internet, televisão, rádio, jornais e revistas) gasta um bom tempo para promoverem o nome de sua própria igreja. e aproveitam para recitar números e estatísticas. era isso que os fariseus faziam. pisavam na bola direto (cadê o pedido de perdão do casal?) e para se justificar diziam que faziam isso e aquilo.

  24. Carlos Roberto disse:

    PREFIRO NÃO SER GOSPEL
    Li há pouco tempo um artigo sobre uma reunião do mundo “gospel” onde empresários do ramo defendiam as suas idéias sobre a conquista do mercado musical. Segundo o artigo, a reunião durou uma hora e meia, mas depois de dez minutos a vontade do autor da matéria era sair correndo, enojado com o que estava ouvindo. Falou-se de tudo em termos de “negócios gospel”. Como atingir o mercado, como produzir produtos mais atraentes, como vender o público “gospel” para as empresas seculares, como oferecer vantagens aos pastores para que eles permitissem que os produtos fossem vendidos nas igrejas, como montar shows e espetáculos, e vai por aí afora.
    Em momento algum, afirmou ele, ouvi algo sobre: como vamos causar um impacto com o evangelho no Brasil e no mundo; quantos novos missionários vamos sustentar com o lucro do negócio “gospel”; o que vamos fazer para ajudar as igrejas a buscarem um avivamento; como vamos tornar Jesus conhecido. A reunião foi frustrante para aquele cidadão que pensava ser o “gospel” algo mais profundo, alguma coisa que de fato fosse mudar os conceitos de cristianismo neste nosso tempo.
    Quando não éramos o mercado “gospel”, comprávamos Bíblias para ler e estudar, e não para colecionar. Comprávamos CDs pela profundidade das letras e espiritualidade dos cantores, e não pela fama dos artistas. Abríamos novas igrejas para alcançar os que não conheciam a JESUS, e não por causa de uma nova “visão” que causou divisão. Cada pastor estudava a Bíblia e ouvia o Espírito Santo para pregar a cada semana, e não simplesmente reproduzia a mensagem pronta recebida do seu “bispo ou apóstolo”.
    No tempo em que não éramos “gospel”, pastor ainda era respeitado e podia comprar no crediário. Não tínhamos bancada evangélica na política, que segundo a imprensa, só gera escândalos. Não precisávamos de prêmios para artistas e escritores de sucesso ou para igrejas que se tornaram famosas. Não tínhamos concorrência entre artistas na busca de um troféu de “Disco de Ouro” por vendagem de discos; não tínhamos a proliferação de “Rádios Piratas” usadas para a divulgação do gênero gospel e suas atividades.
    No tempo em que não éramos “gospel”, o “show” ainda se chamava “louvorzão”, não cobrava ingresso e não precisava de camarote vip para os artistas. Não se gastava fortunas para a montagem de palcos para a realização de espetáculos. Não se usava maquiadores, pois nem havia camarins. Não precisava reservar hotel “cinco estrelas” para as estrelas do palco. Não se usava jogo de luz, porque a luz que brilhava era a do verdadeiro louvor. Entrevistas e autógrafos sequer eram mencionados pelos que participavam das atividades relacionadas a vida cristã. Os adoradores não precisavam de seguranças, pois estavam seguros no Mestre, não tinham uma agenda de “shows”. Não havia Hip-Hop; Street Dance; Grupos de Teatro; Pagode; Samba; Rap; Funk. Como diz um amigo meu: “e pensar que tudo começou com um jumentinho! Lá em Jerusalém”. Conseguimos transformar Jesus em “gospel”, “fashion” e “pós-moderno”, mas ainda não conseguimos traduzir a Bíblia para todas as línguas em que ela não existe, nem reverter a corrupção neste país, nem causar um impacto transformador na sociedade. Naquele tempo o objetivo único era a adoração e o testemunho da graça e do amor de Deus. Hoje o jumentinho foi esquecido e em muitos casos foi trocado por uma tal “Eguinha Pocotó”. Isto sem nenhum exagero.
    Hoje os resultados da indústria “gospel” mostram gráficos cada vez mais animadores para os empresários. Qualquer um, em qualquer lugar e usando a religião como instrumento de propaganda passou a ser “Cantor Gospel”. O mercado da fé ampliou suas fronteiras sem observar o principio basilar do cristianismo que é a ética cristã. O que se vê hoje é a lei do vale tudo em nome de Deus, mesmo que para isto o nome Dele seja explorado no comércio da fé. No entanto, no tempo em que não éramos “gospel”, os resultados para o Reino eram mais consistentes. Nesta era “gospel” nos orgulhamos de ter milhares de igrejas e milhões de crentes, mas não nos envergonhamos da “corrupção gospel”. No passado éramos adoradores, hoje somos consumidores de todo o tipo do que se intitula música no meio evangélico. Levamos para dentro de nossas igrejas qualquer coisa que faça o povão entrar em transe e se soltar nas nossas reuniões. A inspiração Divina pouco importa, o que manda é não deixar o espetáculo parar.
    Orgulhamo-nos por alcançar os mais longínquos lugares e de estarmos no rádio e na TV, mas não nos envergonhamos por termos diminuído o número de missionários no Brasil e no mundo. Orgulhamo-nos de sermos governantes nos mais diversos níveis da política ou de estarmos mais próximos aos dirigentes de nossa nação para orar com eles, mas não nos envergonhamos de que um avivamento ainda não aconteceu em nossa pátria por falta de oração e quebrantamento da nossa parte. Alguém pode dizer que tudo isto é saudosismo. Éramos cristãos, hoje somos meros freqüentadores de casas de espetáculos onde quem determina o roteiro e as regras do show é o mundo com as mais absurdas ofertas de sucesso. Aliá, o sucesso é a cachaça que embriaga os que freqüentam o mundo gospel onde não faltam orgulho, vaidade, exibicionismo como conseqüências da ingestão da tal bebida.
    Eu me considero um futurista, sem qualquer dificuldade para quebrar os tradicionalismos do passado. No entanto, eu penso e analiso gerações. E quando faço isto e tiro conclusões, eu vejo que a igreja evangélica brasileira se tornou grande e obesa como um elefante, mas sem agilidade para provocar transformações. Os transatlânticos estão ancorados em todas as esquinas com espetáculos que enchem os olhos, mas não o coração e a alma. Aliás, nem dentro de suas paredes ela consegue provocar mudanças. Assim, mudam-se sim a roupa, a moda, os ritmos, a forma de culto, os aparatos, mas vidas não. Ela corre o risco de girar em torno de si mesma com grande possibilidade de perder de vez o equilíbrio espiritual que já anda cambaleando. Muitas estão embriagadas como disse acima pela aguardente derivada do sucesso e produzidas nos campos agrícolas do inferno.
    Enquanto esta igreja moderna e cheia de vícios mundanos não acordar para um quebrantamento do Espírito, vamos nos encantar com nosso gigantismo, mas não seremos efetivos em nosso impacto, mal conseguiremos amedrontar o inimigo. Enquanto não voltarmos às raízes do cristianismo abandonando práticas impostas pelo inimigo nos veremos perdidos no oceano das incertezas e de um evangelho de formas, mas sem qualquer conteúdo.
    Eu prefiro não ser “gospel” no sentido em que esta palavra é usada hoje, mas sou de JESUS, creio num avivamento da igreja brasileira e sonho com o dia em que o Brasil será usado por Deus para um impacto missionário global. Sonho com vidas transformadas para o mundo e não com vidas conformadas com este mundo; sonho com igrejas impactantes e não com grupos religiosos sendo subservientes ao senhor das trevas, Satanás.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms1casa@hotmail.com

  25. Carlos Roberto disse:

    QUERO MINHA IGREJA DE VOLTA…
    SE FOR POSSÍVEL!!!

    “Aborreço e desprezo as vossas festas, e as vossas assembléias solenes não me dão nenhum prazer”
    Amós 5:21

    Dizem que “quem vive de passado é museu”, uma forma simplória de criticar aqueles que se prendem a coisas antigas como algum ponto de referência na vida. Neste caso, sem cerimônia alguma, eu me incluo neste conceito, mas com um adendo, para mim “recordar é viver…”. Sei que por esta razão para muitos sou ultrapassado, careta, um quadradão. Prefiro ser quadrado a ser redondo e rolar pelas vielas da vida religiosa indo de um lado para o outro sem ter muita noção do que fazem. Registro apenas que as Escrituras Sagradas existem há algumas centenas de anos, portanto…

    Bem, vamos lá. A história da religião mostra que há alguns anos atrás, não muitos, as igrejas evangélicas eram lugares cheios de pessoas que conheciam a Bíblia de capa a capa, que se portavam reverentemente durante o culto e não raro, as pessoas do mundo admiravam os evangélicos por sua fé e esperança, mesmo nos momentos mais difíceis. Basta retrocedermos um pouco e veremos que os cultos eram cheios de hinos profundamente inspiradores refletindo as “doutrinas fundamentais” da fé cristã. O ofertório era uma demonstração de zelo e gratidão e quando o Pastor subia ao púlpito, todos atentamente recebiam a edificação através de uma pregação “Biblicamente” fundamentada. A mensagem da Palavra era o centro do culto. Esses eram os “crentes” de antigamente.

    Fui á igreja outro dia, sentado nos últimos bancos, me dei ao capricho de “sonhar” já que o que estava acontecendo não me atraía nem pelos olhos, nem pelo coração, muito menos pela espiritualidade. O culto começou com um “período de louvor(?)” com um barulho infernal. Cânticos eram entoados e o povo se movia, batia palmas, gritava no ritmo frenético dos instrumentos, era uma algazarra geral. Havia uma jovem extrovertida que “ministrava” a coreografia e orientava o povo a como proceder durante cada musica executada. Era dia de “batismos”, mas nem parecia tamanha a bagunça e a falta de reverência, a festa solene transformou-se ritual, no mínimo, estranho. Mas, mesmo assim sonhei… Sei que foi utópico, longe de qualquer possibilidade de vê-lo realizado, mas valeu como alerta e como lembrança dos bons tempos daquela igreja.

    Vi aquela igreja onde a BIBLIA foi um dia o centro de tudo! Onde o Pastor “pregava” e não dava aula de “psicologia”; Onde o “pecado” era tratado como tal e não como um simples “desvio de conduta”. Uma igreja onde “louvor” era celebrar a Deus e não um “espetáculo” tecnológico barulhento; Onde o templo era “local de culto” e não uma casa de “shows”; Onde o pregador usava exclusivamente a “BÍBLIA” no púlpito e não um “Notbook”; Onde a reverência era “regra” e não exceção; Onde ouvia-se a “voz de Deus” e não a do povo; Onde era real o “mover do Espírito” e não de pessoas; Onde o “pecado” era combatido e não incentivado sutilmente; Onde havia “adoradores” e não atores ou artistas camuflados; Onde as pessoas iam vestidas para “cultuar” e não para um piquenique; Onde “Jesus” era marca no coração e não uma “tatuagem” na pele; Onde quem tinha “adereços” era a vida e não o corpo; Onde tinha “Embaixadores do Rei, Mensageiras do Rei; União de Jovens” e não um encontro festivo; Onde o povo “lia a Bíblia” e não o que era projetado no telão; Onde as pessoas não eram “filmadas” para serem mostradas para o mundo, mas eram levadas a uma “radiografia” mostrando para cada um os problemas da alma; Onde “batismo” era um momento de reflexão e respeito, não uma festa movida a apitos, buzinas, foguetes e histeria; Uma igreja que “recebia” visitantes e não era ”formada” por eles; Uma igreja que era uma “fonte de água viva” e não uma “cisterna rota”; Onde o “retiro” era espiritual e não uma “festa country”; Onde “Pastor” era um homem de Deus e não um “administrador de negócios”; Onde os crentes “iam à praça” pregar e não “tinham o nome na praça”; Sonhei com uma igreja que “crescia” e não inchava; Com uma igreja que fechava as portas para o Diabo e não colocava “tapetes vermelhos” para recebê-lo. Sonhei… Sonhei em lágrimas ao ouvir o hino “Manso e Suave” com o Pastor fazendo o apelo, num silêncio profundo, para que pecadores se rendessem aos pés de Jesus. Pensei, se isto for sonho, então vou sonhando…

    Subitamente uma “salva de palmas”, “apitos” e “assobios” interrompeu o meu sonho e me despertou. Que susto! Por um momento não me dei conta de onde eu estava tamanha a desordem naquele local de culto. Para minha tristeza eu acordei… Mas sonhei e sonhar não custa nada! Coincidentemente era dia de “batismos” e o povo comemorava, como se fosse num campo de futebol, a chegada de mais um grupo. A propósito havia muita gente vestida a caráter para de fato ir a um estádio, curiosamente eram os que mais faziam barulho. Depois do culto, veio o “foguetório”, tudo em nome do Evangelho. Era a igreja do século XXI e as suas novidades na forma moderna de cultuar. Eu me perguntei, foi um sonho ou seria um pesadelo? Seria um conto de fadas do passado? Lembrei da Bíblia e dos batismos citados por ela e não consegui ligar uma coisa a outra. Alguém se esqueceu de “lembrar” ao povo que eles estavam dentro de uma igreja, que ali era um templo e não um estádio!

    “Celebrai com jubilo ao Senhor… Servi ao Senhor com alegria…”, não significa que devemos fazer algazarra ou nos postarmos com irreverência, pelo contrário, “jubilo” e “alegria” devem ser expressos num sentimento de contrição, respeito e de “ADORAÇÃO” a Deus.

    Hoje as igrejas mudaram muito. E como mudaram! Os evangélicos são vistos como mais uma “tribo urbana”, assim como os surfistas ou os hippies, que tem musica própria, gírias e slogans próprios. O momento de destaque no culto já não é mais a meditação na Palavra de Deus, proclamada por um Pastor bem preparado teologicamente, mas sim o momento de “louvor” produzido pelas mais novas tecnologias do mercado. Não se pede mais nada a Deus, decretam coisas para ele fazer da maneira mais arrogante possível. Descaracterizaram o culto, sob a desculpa de “quebrar a religiosidade” dando a ele todas as características de “show”.

    Basta! Quero minha igreja de volta! Quero sim, e com cara de igreja não como “casa de espetáculos”. Quero os cultos reverentes, o povo sedento por aprender a Palavra de Deus, o sentimento de contrição e submissão diante do Deus Soberano e Criador de todas as coisas. Quero de volta o tempo em que os cultos racionais eram “regra” e não “exceção”. Quero de volta a centralidade da Bíblia e não a busca de “revelações dos últimos dias”. Quero de volta o tempo que ser Pastor era ser um religioso consagrado e não um empresário eclesiástico.

    Como disse, prefiro continuar “quadrado”, pois tenho muitas duvidas sobre esta igreja liberal de hoje lotada de “crentes redondos”. Assim, depois de sonhar, desculpem, mas eu quero a minha igreja de volta!

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  26. Elizeu Almeida disse:

    …e agente vai louvando, agente vai cantando…agente vai louvando a Deus…

    Glória Deus! eu faço parte desse mover!!!

  27. Cris disse:

    “Fiz-me, acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade?”Gl 4.16

    Irmãos, amigos e a quem mais possa interessar, alguns depoimentos acima, repudiando tais atitudes, não é na maioria, pra criticar ou julgar, mas pra esclarecer o que dizem as Escrituras! Não podemos deixar de usar este espaço pra denunciarmos os muitos abusos do dia-a-dia, em nome de Cristo! Há muita gente falando de Jesus! Que Jesus? Deve ser Gezuz. Conhecemos a árvore é pelos frutos. Deus não quer quantidade, mas qualidade. O diabo que é imitador de Deus, mas tem pessoas que estão imitando as coisas do diabo, como esse tal termo “balada”. Onde se criou isso? No mundo, mundanismo total.Sabe aquela passagem Bíblica que muitos são chamados e poucos escolhidos? Pois é! Seguir a Cristo é muito além do que ir pra estes movimentos gospels, é tomar sua cruz e seguir a Cristo (Mt 10.38). Ou seja, largar tudo. Como conseguimos? Ouvindo a Palavra, pois a liberdade vem do Evangelho, nu e cru, sem subterfúgios. Não vou ser radical pra dizer que nenhuma alma que por lá passou, não se salvou, mas, quero frizar que a libertação vem pela Mensagem do Evangelho.

  28. João disse:

    NÃO QUERENDO CRITICAR OU JULGAR, MAS “BALADA” GOSPEL!!!
    HAHAHAHAHAHAHAHAHA, VÃO SE CONVERTER!!!!!

  29. vinicius disse:

    essas pessoas que criticam com certesa nonca se moverão ou tirarão o rabo da frente da tv ou do cmpotador para ganhar uma alma para jesus

  30. junio disse:

    meu filho,que termos sao estes que vc usa em vinicius?e como JESUS falou, pelas tuas palavras justificado seras pelas tuas palavras condenados seras,logo se ver a diferença dos comentarios li todos e vejo os irmaos que explanam a verdade defendendo com sabedoria o evangelho de CRISTO, enquanto os que defendem ” a balada” das suas bocas saem so palavras de gozaçao dos irmaos;ç como haaaahahaha ou eu quero e dançar,meus irmaos deixam eles com as “baladas deles” e tudo que eles tem.mas jesus mesmo disse:vos tendes por pai o diabo, porque ele e mentiroso e pai da mentira, vos quereis fazer a vontade do vosso pai,estes sao os apostata da fe,criaram comichoes em seu ouvidos e nao supórtam a verdadeira doutrina e vao apos doutrinas de demonios,espera e verao o grande e terrivel dia do senhor8 Então voltareis e vereis a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus, e o que não o serve.
    ai vai meus amados um texto da biblia,que eu nem sei se eles conhecem no vocabulario deles so tem balada,haaaaaah,dança o evangelho deles nao e o de JESUS toma tua e siga-me,JESUS sofreu com cruz,mas o diabo quer facilitar,olha,escutem aporta que leva para a perdiçao e larga viu,a que leva para o ceu e estreita e de renuncia dfa carne,pra os querem satisfazer a carne ai vai este texto,II TESSALONICENSES 02:
    1 ORA, irmãos, rogamo-vos, pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, e pela nossa reunião com ele,
    2 não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto.
    3 Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição,
    4 O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus.
    5 Não vos lembrais de que estas coisas vos dizia quando ainda estava convosco?
    6 E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado.
    7 Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado;
    8 E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda;
    9 A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira,
    10 E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem.
    11 E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira;
    12 Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade.
    13 Mas devemos sempre dar graças a Deus por vós, irmãos amados do SENHOR, por vos ter Deus elegido desde o princípio para a salvação, em santificação do Espírito, e fé da verdade;
    14 Para o que pelo nosso evangelho vos chamou, para alcançardes a glória de nosso SENHOR Jesus Cristo.
    15 Então, irmãos, estai firmes e retende as tradições que vos foram ensinadas, seja por palavra, seja por epístola nossa.
    16 E o próprio nosso Senhor Jesus Cristo e nosso Deus e Pai, que nos amou, e em graça nos deu uma eterna consolação e boa esperança,
    17 Console os vossos corações, e vos confirme em toda a boa palavra e obra.CUIDADO,NAO BRINQUEM COM O EVANGELHO DE JESUS,VAO PAGAR O PREÇO.

  31. joao disse:

    vao se converter ao verdadeiro evangelho raça de viboras,quem vos fascinou para fugir da ira vindoura,

  32. Gisele disse:

    A nossa querida Cris citou ai ” como esse tal termo “balada”. Onde se criou isso? No mundo, mundanismo total.”

    Queria, então não pode haver guitarra , bateria e nenhuma tecnologia para as igrejas, pois tudo veio do mundo. Muito menos usar a escala do filosofo grego Pitagoras.

    Por causa dessa visão IGNORANTE as pessoas tem repulsa de igrejas evangélicas . Por se acharem superiores, serem fanaticos e bitolados.

    Sou católica e fui no evento. Achei lindo ,surpreendente e de certa maneira o preconceito que tinha pelos evangélicos perdi por causa do evento dessa igreja.

    Quem afasta as pessoas que não conhecem Jesus não é o Diabo é a propria igreja com suas doutrinas e regras religiosas.

    Falam que são de Jesus , mas vivem o evangelho da Lei, e não o Evangelho da graça . Esse evento não pregou Renascer, igreja católica ou qualquer denominação. A palavra falou de Jesus e do amor dele e quanto as pessoas precisam dele.

    A palavra falou para pessoas que nunca quiseram estar na igreja, por causa da religiosidade de tantos que não entram e nem deixam os outros entrarem.

  33. JPN disse:

    Balada gospel, ficaram até as seis da manhã, dançando, muito bom.
    Será que essa gente toda, teria a mesma animação, para ficar apenas duas horas, ouvindo uma verdadeira mensagem da palavra de Deus ?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

As principais notícias gospel do Brasil e do mundo no portal pioneiro; Saiba tudo aqui sobre música gospel, evangélicos na política, ações missionárias e evangelísticas, projetos sociais, programas de TV, divulgação de eventos e muito mais.

No ar desde 2006, o canal de notícias gospel do portal Gospel+ é pioneiro no Brasil, sempre prezando pela qualidade da informação, com responsabilidade e respeito pelo leitor.

ANÚNCIO
ANÚNCIO
ANÚNCIO