Bar conhecido pelo chope gelado cria “Torre de Suco” para evangélicos que frequentam o local

6

Um estabelecimento comercial de Campo Grande (MS), conhecido por atrair clientes interessados em suas torres de Chopp, resolveu oferecer um produto semelhante aos evangélicos, trocando a bebida alcoólica por suco.

A ideia do empresário Francisco José Avesani é que os fiéis que se abstém de álcool tenham uma opção de lazer após saírem de um culto ou quando forem passear com a família. Segundo informações do Campo Grande News, a torre de suco com 2,5 litros custa R$ 25, e a de um litro, R$ 15.

Tudo na torre de suco é igual à de Chopp, incluindo o bastão de gelo no meio, para garantir que a bebida não esquente enquanto os consumidores conversam e comem.

A iniciativa do empresário foi tomada após grande insistência por parte dos clientes, que se queixavam da falta de opções sem álcool no cardápio do estabelecimento: “Muitos vêm aqui com a família também e sempre tem alguém que não bebe”, justifica Avesani.


Ao criar a opção para os evangélicos, ele agradou outros consumidores, que saem à noite para um happy hour e não podem ingerir álcool porque estão dirigindo: “Ela serve também para o motorista da rodada, que para entrar na brincadeira da torre dos amigos toma uma com suco”, revela, acrescentando que “os clientes pedem bastante também pela curiosidade, porque é algo bem diferente do que estão acostumados”.

Os sucos, feitos com frutas frescas, têm seis opções: acerola, morango, maracujá, goiaba, abacaxi e abacaxi com hortelã, e os acompanhamentos são os mesmos de quem pede a torre de Chopp: “Geralmente pedem uns pastéis para acompanhar ou batata frita mesmo”, conclui o dono do estabelecimento.


6 COMENTÁRIOS

      • EMANUELLE

        Olá, amiga…
        Por que falam que evangélico não pode beber?
        Se olharmos na Bíblia, vemos que Jesus e todos os apóstolos e muitos discípulos bebiam vinho.
        Até no episódio do casamento em Caná, havia muito vinho sendo consumido por todos os convidados.
        Na minha opinião, tem de ser proibido o abuso e não o uso de bebidas.
        O abuso é que causa acidentes (às vezes fatais), homicídios e agressões.
        Quantos namoros e casamentos já acabaram por causa de homens bêbados que ofendem e agridem as mulheres, que arrumam brigas onde sai até morte…
        Uma vez tentei tomar MEIO copo de cerveja num casamento, mas não consegui, quando senti o gosto amargo daquilo, cuspi tudo e pedi um guaraná.
        Foi a primeira e a última vez que tomei bebida alcóolica, nunca mais.
        ECA!
        E tive a sorte de arrumar um homem que também não gosta de beber.
        Álcool, claro, ficamos com sucos e refrigerantes, e até isso preocupa, por causa da grande quantidade de açúcar e por causa dos adoçantes artificiais.
        Feliz e abençoada é a mulher que consegue um companheiro sem esse costume.
        O homem que abusa do álcool fica fora de si, como um louco.
        E seu destino será um dos seguintes:
        – hospital
        – manicômio
        – cadeia
        – cemitério

DEIXE UMA RESPOSTA