Pastores e bispos da Igreja Universal são absolvidos em processo pela morte de 10 fiéis

8

A Igreja Universal do Reino de Deus foi absolvida pela Justiça da Angola no processo que julgava a responsabilidade pelas dez mortes ocorridas durante o evento “Dia do Fim”, realizado em 31 de dezembro de 2012 em Luanda, capital do país.

O Ministério Público de Angola acusou seis dirigentes da Universal no país pela morte dos fiéis no tumulto gerado pela superlotação do Estádio da Cidadela, que tinha capacidade para 70 mil pessoas, mas recebeu aproximadamente 250 mil.

No entanto, o Tribunal Provincial de Luanda entendeu que a promotoria não havia reunido “elementos suficientes para afirmar com juízo de certeza” que os réus – um deles inclusive julgado à revelia, por não comparecer às audiências – teriam cometidos os crimes a eles atribuídos.

O MP já anunciou que recorrerá da sentença: “Os acusados orientaram-se, única e exclusivamente, no propósito firme de realizarem a maior vigília de fim de ano, em termos de adesão, realizada em Angola. Agiram os acusados prevendo o resultado como consequência possível, provável ou eventual, da sua conduta e, não obstante, não se abstiveram de a praticar, conformando-se com o eventual resultado”.


Panfleto do evento
Panfleto do evento

Essa acusação do Ministério Público se dá pelo fato da ampla divulgação do evento, através do convite aos angolanos a darem “um fim a todos os problemas” como “doença, miséria, desemprego, feitiçaria, inveja, problemas na família, separação e dívidas”.

Durante o “Dia do Fim” houve um tumulto gerado pela superlotação, e seis adultos e quatro crianças foram mortos por asfixia e esmagamento, além de outras 120 pessoas terem ficado feridas. À época, os Bombeiros acusaram os organizadores de manterem dois dos quatro portões fechados, segundo informações da TVI, de Portugal.

Mesmo absorvendo os réus, o Tribunal reconheceu que estes não agiram “em observância” das “opiniões técnicas” dos Bombeiros sobre as condições do Estádio e de sua capacidade de lotação, o que gerou “erros seguramente evitáveis, caso tivessem acatado as boas práticas”. Essa observação da sentença deverá ser usada pelo MP no recurso contra a absolvição.

O argumento da defesa dos pastores e bispos da Universal alegou que eles “socorreram as vítimas, prestaram-lhes assistência moral, espiritual e material”, além de atribuir às autoridades a responsabilidade pelo tumulto: “[Os responsáveis pela denominação] foram aos funerais de todas as vítimas que perderam a vida, fruto da inércia das entidades policiais; prestaram e continuam a prestar assistência às vítimas que dela necessitam”, argumentou a advogada Ana Paula Godinho.

8 COMENTÁRIOS

  1. Deixem de demagogia ., naquele dia colocaram 250mil evanjegues em um circo montado pelos mercenarios da seita universal., recolheram sacos e sacos de dinheiro e após o tumulto do calor infernal e baderna geral dos pastorecos gritando sai capeta , sai capeta o povo após comer sal e levar tapas nas orelhas .,

    Partiram em disparada para a porta do curral onde perderam suas vidas pisoteados pelos evanjegues e foram para o além .,.

    É assim caminha a humanidade ., e as seitas contratam os melhores advogados e se livram da cadeia e os otarios jaz no cemitério .,

    Da próxima vez , pensem 2 vezes antes de frequentam este circo importado do Brás.,

    Que Deus acolha a alma destes 10 que partiram …

    Os pastorecos estão só de camarim felizes com a impunidade.,.

    Tá dito

    • Lopes, não sei o sentimento que tenho quando leio seu comentário…
      Se por um lado você tem total razão pela indignação a injustiça e morte dessas pessoas, por outro, vejo um certo repúdio aos evangélicos, os quais você os denomina de “evanjegues”.

      Não seja você a julgar pessoas por buscar no divino aquilo que não encontraram nas coisas terrenas, por favor. Infelizmente, algumas “igrejas” aproveitam-se disso para tirar vantagens financeiras das pessoas, mas só podemos compreender a necessidade humana de sentir-se acolhido por Deus, quando realmente entendemos essa essência.

      Como jurista que sou, também fico perplexo ao saber de tal impunidade, mas nunca jogarei essa culpa à pessoas, na sua maioria, humildes e com sede de buscar o eterno, o que deve ser atribuído exclusivamente à imprudência e imperícia de lideres religiosos negligentes.

      Abraço!

      • Caro sr. de. Jurista Albert.

        E com prazer que lhe respondo ., quando me refiro a evanjegues ., direciono a pessoas que se auto intitulam representantes de Deus ., para assim surrupiar os bens dos sofridos brasileiros .,.

        Sabemos e não precisa ir muito longe PARA CONTEMPLAR AS ABERRAÇÕES dos neo pentecas. Por este Brasil afora.

        O senhor como um jurista formador de opinião ., tem por obrigação alertar a população quanto aos mercenarios da fé enganadores de plantão ., se dúvidas e só ligar neste momento sua televisão e verás as francatruas evanjegues ao vivo.,

        Usam a Bíblia para auto promoção ., infestarem a política ., e benefícios escusos e alheios .,.

        São vergonhas para os verdadeiros cristãos ., no qual devemos alertar nossos filhos para não caírem em suas armadilhas .,

        Paz e bem

        • Lopes,

          Gostei de tua ideia. Faça o mesmo com os teus irmãos católicos, pois morrem diariamente em ônibus acidentados nos caminhos das romarias católicas., Proceda de igual modo com o povo do Pará, pois ficam a sacolejar agarrado numa corda sob o comando de padres que gritam palavras de ordem. Tem mais coisas da tua igreja, quer que eu diga mais ou já está bom e suficiente pra você fazer uma análise do minha culpa?

          • Levianíssimo deixa de ser enxerido cabra safado., acaso to falando com vc ., peste .,.

            Já falei Quando quiser falar com porcos vou no chiqueiro de lutero , pois é lá que eu te encontro.,kkk

            Há uma informação importante ., o pastorecos foi batizar os otarios no rio e matou afogados os coitados., lamentavel

  2. Foi uma decisão política, não jurídica aquilo que foi caso de polícia, pois não houve nem indenização por mortes ou correlatos.

    Frações retiradas do contexto de João Fellet
    Da BBC Brasil em Brasília*
    Atualizado em 7 de fevereiro, 2013 – 16:02 (Brasília) 18:02 GMT

    O governador da província de Luanda, Bento Francisco Bento, é tido como um dos principais porta-vozes da igreja no MPLA, o partido governista.

    Outros analistas, porém, se dizem céticos quanto à reação do Executivo à tragédia. Em entrevista à rede alemã Deutsche Welle, o jurista David Mendes classificou a suspensão da IURD como uma “ação de charme” do governo, que não terá efeitos maiores.

    O Itamaraty disse à BBC Brasil que não foi procurado pelas igrejas e que não tem notícias sobre brasileiros afetados pela medida. Porém, se o clima entre as denominações e o Executivo angolano piorar ainda mais – o que muitos consideram improvável – espera-se que o ministério seja acionado para esfriar os ânimos e evitar que o conflito contamine outros campos da relação Brasil-Angola, considerada estratégica por Brasília.
    * O repórter João Fellet morou em Angola entre 2008 e 2009, quando trabalhou na implantação do Jornal de Economia & Finanças, e é autor do livro Candongueiro, em que descreve sua experiência no país e em outras nove nações africanas.

  3. Bom dia!!

    Caros colegas,

    Em quantos vcs ficam se gladiando por religião as suas famílias estão indo para o inferno pessoas estão sofrendo e vcs em vez de sair nas ruas evangelizando ganhando almas fica perdendo tempo com bobagem. Eu sou Obreiro da Universal uma coisa que aprendemos é não ficar perdendo tempo em ficar defendendo a Universal e sim ganhar tempo em ganhar almas para o reino de Deus Então parem com isso e vamos ganhar almas. Use essas boas palavras essas boas concordância verbal para falar de JESUS.
    obs. Olha uma dica, quanto mas vcs bate na universal ela cresse em números de almas, sabe o porque?? não perdemos tempo com bobagem briga de placa de igreja.

    Att.Rafael

    ATT. Rafael

  4. Bom dia!!

    Caros colegas,

    Em quantos vcs ficam se gladiando por religião as suas famílias estão indo para o inferno pessoas estão sofrendo e vcs em vez de sair nas ruas evangelizando ganhando almas fica perdendo tempo com bobagem. Eu sou Obreiro da Universal uma coisa que aprendemos é não ficar perdendo tempo em ficar defendendo a Universal e sim ganhar tempo em ganhar almas para o reino de Deus Então parem com isso e vamos ganhar almas. Use essas boas palavras essas boas concordância verbal para falar de JESUS.
    obs. Olha uma dica, quanto mas vcs bate na universal ela cresse em números de almas, sabe o porque?? não perdemos tempo com bobagem briga de placa de igreja.

    Att.Rafael

DEIXE UMA RESPOSTA