Bombeiros encontram Bíblia intacta nos escombros de igreja que explodiu em Nova York

6

Na última semana uma explosão no bairro de East Harlen, em Nova York, destruiu o prédio de uma igreja, matando oito pessoas e deixando outras dezenas feridas. Depois do incidente, bombeiros da cidade começaram um trabalho de busca no local e durante as escavações se surpreenderam ao encontrar um exemplar da Bíblia intacto, apesar da explosão que destruiu o imóvel.

A Bíblia foi encontrada no local onde ficava a Igreja Cristã Espanhola, que ocupada o porão e o primeiro andar de um dos prédios atingidos pela explosão. O comissário dos bombeiros, Salvatore Cassano, relatou que o livro foi encontrado por um dos bombeiros que trabalhava no local, e pertence ao fundador da igreja.

– Um dos membros de nossa equipe encontrou uma Bíblia, que me disseram ser de um dos fundadores da igreja. Ela ficou chamuscada, mas significou muito para o pastor, mostrando que a ele que a igreja pode ser reconstruída. Essa igreja é resistente – afirmou Cassano, segundo o site America Preachers.

Segundo os bombeiros, a Bíblia encontrada nos escombros é um exemplar em língua espanhola e tem 83 anos de idade. Sem ter sido atingida pelo fogo, a Bíblia só apresentava alguns pequenos danos causados pela água usada para apagar o incêndio.


Quanto às vítimas do incidente, Cassano explicou que já foram encontradas todas as pessoas dadas como desaparecidas, mas que ainda continuam com os trabalhos de busca, para o caso de que mais alguém estivesse nos prédios no momento da explosão. Ele explica também que estão dando seu melhor para retirar os escombros do local, para devolver um pouco de normalidade para o dia a dia no bairro.

Por Dan Martins, para o Gospel+

6 COMENTÁRIOS

  1. Vamos sermos coerentes, mas sem fanatismo! Devemos amar e crermos em Deus, mas não é assim que funciona o sistema. Uma Bíblia e outros objetivos se salvaram, mas vidas e toda a igreja se foi. Deixamos de sermos idiotas e vermos o mundo com realidade. DEUS ESTEJA COM TODOS!

DEIXE UMA RESPOSTA