Grupo de jovens faz flash mob gospel para evangelizar foliões após comemorações do carnaval

38

Um grupo de evangelismo da Comunidade Batista do Rio resolveu ignorar a receita da maioria das igrejas evangélicas e ao invés de escolherem um retiro durante o carnaval, foi para as ruas do Rio de Janeiro evangelizar foliões que saíam da avenida do samba.

Liderados pelo pastor Raphael Chedid, 30 anos, o grupo de aproximadamente 500 jovens organizou um flash mob na estação Praça Onze do metrô do Rio de Janeiro.

A performance apresentada às 04h00 incluía coreografias e músicas de louvor a Deus, mostrando a mensagem do Evangelho a quem voltava para casa depois de uma noite inteira de folia.

A estratégia do pastor foi montar a apresentação na plataforma oposta de onde a maioria dos passageiros embarcaria. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, os passageiros que vinham das comemorações do carnaval – a maioria usando pouca ou nenhuma roupa – assistiam ao flash mob evangelístico com curiosidade.


“Queremos passar valores cristãos. Mas a gente faz isso com muito respeito, sem nenhuma confrontação”, afirmou o pastor Raphael Chedid, explicando sua iniciativa evangelística.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

38 COMENTÁRIOS

    • Anny,como vc ,ja nao cola mais ta doida (louca é),para ir em uma igreja,em um site “cospe”ja entra e fica aí soltando veneno,vc ja saiu do armario uma vez,sai 2 e assume que ta morrendo de vontade de ir em uma igreja,ti dar uma dica,se eu ficasse com vc ,nunca mais ia querer ver mulher na sua frente .

      • hahahaha
        acho que são voces que estao com vontade de ir pro carnaval

        de boa, muito chato isso
        deveriamos ter uma lei pra proibir esse comportamento
        isso é tipo um spam
        ninguem tá pedindo pra ser evangelizado
        coisa de crente chato
        cadeia neles

        Soudandot, se fosse um grupo de umbandistas, voce ia gostar ??
        não faça com os outros aquilo que voce não quer que façam com voce

        eu ia chamar a policia, tenho o direito de andar na rua sem ser incomodado por fanáticos religiosos

        • O seu babaca eu não vou e nunca fui em igreja,como vem falando pra mim não fazer com os outros o que eu não gostaria que fizessem comigo,mas ja que me fez uma pergunta,ti respondo,creio em Jesus,mas se alguem me para pra falar algo ligado a alguma crença ,eu ouço,nao me incomoda,policia chamo pra bandido ok.

          • o seu ESCROTO
            seus amigos fanáticos não estavam na igreja
            estavam na rua, abordando pessoas que não pediram pra ser evangelizadas

            se um grupo de umbanda fizer isso, tenho certeza que voces – OS CRENTELHOS – vão se incomodar E MUITO

            eu chamo a policia sim
            não quero ser abordado na rua por um monte de gente fanática
            essa é a minha opinião
            não são voces que gostam tanto de impor suas opiniões para os outros ???

            tambem tenho o mesmo direito

          • O seu BABACA ja escrevi não sou crente,nao frequento igreja o retardado,mas se quer me chamar assim tb nao me importo,claro que vc tem direito de expor sua opiniao ,como eles tem e como eu tb tenho e dei a minha ,alias vc quem me fez uma pergunta e eu respondi,o seu tapado

  1. Parabens Pr Que DEUS continue te usando tremendamente. Otima iniciativa, precisamos msm Divulga o GRANDE E IMENSURÁVEL AMOR DE DEUS no coração daqueles que ainda não o conhecem..grandee Abraç … LOUVADO SEJA O NOME DO SENHOR JESUS…..
    ALELUIA ALELUIA

  2. Parabens Pr Que DEUS continue te usando tremendamente. Otima iniciativa, precisamos msm Divulga o GRANDE E IMENSURÁVEL AMOR DE DEUS no coração daqueles que ainda não o conhecem..grandee Abraç … LOUVADO SEJA O NOME DO SENHOR JESUS…..
    ALELUIA ALELUIA

      • A paz do SENHOR Jesus pra você meu querido,

        Infelizmente o que afasta-nos do Senhor Deus, é a religião. Acredito que você não conhece muito a palavra, mas ela fala que precisamos proclamar a palavra de Deus a toda a criatura. Eu era umbandista há 8 anos, porém descobrir um Deus ao qual, longe da religiosidade o sirvo ao qual é o único merecedor da nossa adoração.

        Respeito tremendamente vossa opinião, mas, a qualquer dia desses, entra em teu quarto e em silêcio, pergunta a ele se realmente o lugar o qual você oi busca, é o lugar realmente que ele quer. Com certezxa ele falará contigo e terás a vossa resposta.

        O grande abraço e fica na PAZ de Jesus!

        • não tenho nada contra Jesus
          só não gosto desses crentes fundamentalistas, que se julgam deus e querem julgar e condenar a todos
          porque são pessoas como eu, e não são intermediários de Deus aqui na terra, pra ficar falando o que é certo e o que érrado
          Acerto minhas contas diretamente com Deus, não preciso desses intermediários meia boca pra me dizer o que devo ou não devo fazer da minha vida,

      • Minha querida,

        Quem sou eu pra julgar-te, se tu vais pra o inferno ou pro céu, só Deus o sabe, mas tenha uma certeza, ele te ama e me ama, sabe o quanto tu és valiosa pra ele.
        Tu imagina, no meio de milhões de espermatozóides, tu foste escolhida, para nascer, nada é em vão!
        Sou evangélico há 4 anos, vim de um lugar muito pesado há 8 anos que frequentava, porém um dia o SENHOR me chamou, e quanto mais o conheço, fico longe da religiosidade, a qual nos afasta dele.

        Um grande abraço e Deus nos abençoe!

  3. Matéria bonita mas cheia de erros. Eu estava lá e não foi bem desse jeito como funcionou. Quem trabalha com jornalismo deve apurar os fatos e nunca copiar e colar matérias dos outros. Pior ainda se tentarem melhorar a matéria de terceiros e torna-lá mais diferente ainda.

  4. a igreja que deveria estar fora das 4 paredes evangelizando, comete dois erros, ou foge para retiros, ou sai e vai é festejar a festa da carne, acabam se prostituindo com satã, mas esta ai optou em fazer sua parte nestes tempos dificeis, não precisamos fugir do mundo, o mundo é que tem de fugir de nós…somos a luz

  5. Eu estava lá e a matéria correta seria assim:

    Um grupo de evangelismo ligado à Convenção Batista Carioca resolveu ignorar a receita da maioria das igrejas evangélicas e ao invés de escolherem um retiro durante o carnaval, foi para as ruas do Rio de Janeiro evangelizar foliões que saíam da avenida do samba.

    Liderados pelo pastor Vagner Carlos, durante os 3 dias do carnaval, o grupo de aproximadamente 300 jovens ora entrava em comunidades e blocos, ora percorria o entorno do Sambódromo levando a mensagem da Salvação. O ápice do movimento se deu quando organizaram um flash mob tanto na Avenida Presidente Vargas quanto na estação Praça Onze do metrô do Rio de Janeiro.

    A performance apresentada na madrugada do sábado e do domingo incluía coreografias e músicas de louvor a Deus, mostrando a mensagem do Evangelho a quem voltava para casa depois de uma noite inteira de folia.

    A estratégia foi montar a apresentação na plataforma oposta de onde a maioria dos passageiros embarcaria. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, os passageiros que vinham das comemorações do carnaval – a maioria usando pouca ou nenhuma roupa – assistiam ao flash mob evangelístico com curiosidade.

    “Queremos passar valores cristãos. Mas a gente faz isso com muito respeito, sem nenhuma confrontação”, afirmou outro pastor do grupo, Raphael Chedid da CBRio, explicando a iniciativa evangelística.

    • quem começou a me xingar de babaca foi o mais babaca ainda Soudandot
      pode conferir abaixo, comecei falando sem xingar, mas ele lógo começou com falta de respeito

      típico de crentelhos

  6. Participei desse flash mob que foi organizado pela Convenção Batista Carioca,
    ao contrário do que muitos dizem nos comentários, não obriguei a ninguém ouvir da bíblia, muito menos tentei converter ngm por osmose, nem assaltar ninguém. Estive lá por vontade própria, participei desse projeto assim como de muitos outros como voluntária (independente de estarem ligados a instituição religiosa).
    Tive a oportunidade de conhecer pessoas com histórias incríveis, pessoas que sentem falta de suas famílias, que sentem falta de uma vida com esperança, que queriam que a vida delas fossem melhor do que elas vivem hoje, tive oportunidade de sentar numa calçada e conversar com uma família sem teto e ver uma criança de 6 anos que ali vivia que não queria que fossemos embora, muitas pessoas com que tive a oportunidade de conversar nem ao menos gostavam de carnaval, estavam lá somente pra ganhar dinheiro, conversei com um senhor que já fez parte de Diretoria de uma das escolas de samba, o mesmo me disse que nem o carnaval o fazia feliz, como também ouvi as história de um usuário de drogas que chorando me pediu pra tirar ele dali, essas pessoas queriam ser ouvidas e estive ali para ouvi-las, chorar e rir com elas.Atitudes como essas pergunto se algum de vcs que tanto criticam já tiveram coragem de assim fazerem. Em nenhum momento obriguei ninguém a se converter, pois ninguém converte ngm a nada, Deus que muda a vida da pessoa a partir do momento que em seu coração aceitá-lo acreditar que isso pode acontecer.
    Das pessoas que não queriam ser abordadas apenas entreguei uma ventarola(pois estava calor) e desejei uma ótima noite.
    Hoje em dia o que mais vejo é falta de amor, humanidade e principalmente falta de respeito ao próximo, se você não concorda com o que viu ou se nem ao menos sabe o que realmente aconteceu ou em quê e quem realmente cremos, não fale o que não saiba, pois pior do que o silencio de um sábio, é o barulho de um tolo. Todos somos seres pensantes, possuímos inteligência, mas o seu uso é facultativo.
    Se você não gosta desses projetos, ao menos não nos equipare a meliantes, não infringimos lei alguma, e se vc acha que isso é só pra aparecer na mídia, lembre-se que a mídia mesmo estava na SAPUCAÍ, essa foto é reprodução de um leitor que enviou para o Jornal Folha de São Paulo, nem mesmo a reportagem que gerou todos esses comentários é fidedigna, o Pr. Rafael Chedid não estava a frente desse evento nem mt menos a Comunidade Batista, o evento foi organizado pelo Pr. Vagner da Silva Carlos e pela Convenção Batista Carioca.

    TODOS POSSUEM DIRETO DE SE EXPRESSAR, NÃO É PORQUE VOCÊ NÃO CONCORDA QUE POSSUI O DIREITO DE OFENDER, PESSOAS, INSTITUIÇÕES E DOGMAS QUE NUNCA NEM DEVE TER LIDO PRA SABER O QUE REALMENTE É.
    INTELIGÊNCIA É PRA TODOS O USO DELA É FACULTATIVO.
    A INTELIGÊNCIA PREZA O RESPEITO!
    BJS FIQUEM COM DEUS(mesmo crendo ou não nEle)

    • SOMENONE – voce escreveu – TODOS POSSUEM DIRETO DE SE EXPRESSAR, NÃO É PORQUE VOCÊ NÃO CONCORDA QUE POSSUI O DIREITO DE OFENDER, PESSOAS . . . . –

      concordo com voce, mas me explica então, porque os seus amigos evangélicos se sentem no direito de desrespeitar a fé dos outros ??
      porque invadem igrejas e centros de umbanda pra destruir todas as imagens que existem lá dentro ???

      porque se sentem no direito de entrar na pagina PESSOAL da cantora Ivete Sangalo e deixarem MILHARES de mensagens demonizando a cantora simplesmente porque ela postou uma imagem de IEMANJÁ ???

      me explique isso ??
      Voces falam sobre o direito de se expressar, mas são os primeiros a não respeitar isso, quando o assunto é a religião dos outros

DEIXE UMA RESPOSTA