Conselho Regional de Psicologia arquiva processo com as mesmas denúncias do que levou à cassação do registro de Marisa Lobo

8

Em uma audiência realizada no dia 16/05, o Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR), decidiu pela cassação do registro profissional da psicóloga Marisa Lobo, devido a um procedimento disciplinar iniciado contra ela em 2011. Porém, a psicóloga recebeu recentemente uma notificação do CRP sobre o arquivamento de outro processo idêntico ao que levou à sua cassação.

Ao comentar essa nova notificação, Marisa destacou que ter sido absolvida em um processo idêntico àquele em que foi condenada expõe uma contradição do próprio CRP e comprovou a perseguição religiosa que tem sofrido, como profissional cristã.

– Esta é a confirmação da perseguição religiosa do Conselho contra mim e da influência movimento LGBTT. Isto tudo faz parte desta ditadura / ideologia política de gênero, desta desconstrução do nosso povo, da nossa fé. Não vamos nos calar! Vamos usar a arma que temos: o nosso direito constitucional e a e nossa fé. Esta ditadura jamais terá êxito a afirmou a psicóloga, ao falar sobre o processo que foi arquivado, que teve início em 2013.

Após a decisão pela cassação de seu registro, Marisa Lobo esteve na Assembleia Legislativa do Paraná para solicitar uma audiência sobre perseguição religiosa. As acusações contra ele incluem desde proselitismo religioso até mesmo atitudes que configurariam homofobia, como a tentativa de “curar homossexuais” por meio de estudos psicológicos.


Política e perseguição religiosa

Em uma entrevista concedida recentemente ao Portal Comunicare, Marisa Lobo comentou sobre a cassação de seu registro profissional e também sobre política e perseguição religiosa. Falando diretamente sobre as causas da cassação, ela ressaltou a defesa por sua liberdade de expressão e destacou que não se arrepende de ter colocado em risco o seu registro de psicóloga por declarar sua fé.

– Eu tenho as minhas opiniões, a minha liberdade de expressão, a minha opinião. Eu vivo em um país democrático de direito. Eu não vou ceder a ditadores, a grupos minoritários. Eu faço o que acredito que seja correto. Tenho um ideal. Vou continuar fazendo isso ainda que custe o meu diploma. Se eu recuasse, iria negar o Deus a quem eu sirvo – afirmou.

Assista na íntegra a entrevista da psicóloga ao Portal Comunicare

Assine o Canal

8 COMENTÁRIOS

  1. O que mais me impressiona é a grande mídia distorcer todas as verdades que não reforcem a lavagem cerebral que estão insistindo em fazer nos jovens, mas que também atinge adultos. Ao mesmo tempo, me assusta, e indigna, taaaaaantos programas de igrejas, e até canais de denominações, QUE SE CALAM, ante as piores mentiras e distorções de valores, além de, devotando a Deus o fato de terem conquistado a bênção do canal de mídia, não darem espaço para os mártires do cristianismo contemporâneo, como são a Marisa Lobo, Rosangela Justino e tantos outros. Mas… se ocorre um es-cân-da-lo com algum evangélico, nem precisa ser renomado, vira manchete nesses mesmos canais “cristãos”.

  2. Tenho acompanhado esse impasse entre cristãos e homossexuais já à algum tempo. Sou cristão e como todo cristão não concordo com a prática homossexual, mas acredito que cada vai responder por seus atos perante Deus e se a pessoa prefere assumir esse risco problema dela.
    Mas o que realmente me incomoda é ver que os homossexuais estão usando toda essa polêmica criada ao redor desse assunto pra promover seus ideais e estão distorcendo as notícias para se promoverem e para ridicularizarem os evangélicos com falsas acusações de homofobia.
    A doutora pode ter falado da possibilidade de cura gay, mas só procura por cura quem se sente doente. Ninguém vai pegar gay na rua e por numa camisa de força e obriga-lo a se tratar. Mas se alguém está infeliz consigo e quer se tratar por que não? Negar isso tambem é violar o direito do indivíduo.
    Sou contra o homossexualismo não por ódio, mas por amor pois Deus condena a pratica do pecado. E quem pratica o pecado será condenado ao lago de fogo eterno. E é o desejo de todo o cristão que ninguem vá para lá. Nem de Deus. Por isso Ele enviou Jesus para nos redimir e nos dar uma nova oportunidade e é isso que pregamos.
    Não odiamos os homossexuais; nós os amamos.

  3. Se DEus é por nós, quem será contra nós!! “Há males que vem para bem”… ditado popular… Deus tem coisas maiores para vc maninha!! Pode ter certeza! Não é um bando de ativistas que vão mandar numa nação inteira!! Os propósitos de Deus serão cumpridos com certeza! Se for para acordar as igrejas… amém! Acordem!!!!A nossa arma é mais poderosa do que a deles!! Temos armadura completa!! é só marchar!!

DEIXE UMA RESPOSTA