“Contra a crise, gritamos Cristo. Principado de corrupção está caindo”, diz pastor Marco Feliciano

0

O Brasil virou palco do “maior cenário de corrupção do mundo”, nas palavras do pastor Marco Feliciano (PSC-SP), que sugere que a Igreja de Cristo se posicione como cidadã, mas interceda a Deus pela derrubada da corrupção.

“O Brasil passa por uma sacudida no mundo espiritual. A oração da igreja tem transformado o nosso país”, afirmou Feliciano, que não ignorou o fato de que, mesmo com cristãos sendo a maioria das pessoas no planeta, ainda assim os malfeitos parecem universais. “Tem alguma coisa errada, a sociedade toda está adoentada”, acrescentou.

As declarações de Feliciano foram dadas ao portal Gospel Prime logo após a revelação do conteúdo da delação da JBS que implicou o presidente Michel Temer (PMDB). O mandatário teria dado aval para a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) e se omitido diante das alegações de Joesley Batista sobre suborno a um juiz e um procurador.

“Eu confio em Deus, ainda que estejamos passando por um juízo, vamos encontrar um rumo […] Não podemos dar as mãos aos desesperançados, aos esquerdopatas”, comentou Feliciano, lembrando que não se pode permitir o retorno ao poder do grupo que governou o país nos últimos anos e conduziu a Nação à atual crise econômica, política e moral.


“Estão caindo um após outro”, observou. “Não podemos perder a esperança, sabemos que o mundo grita crise, mas nós cristãos gritamos Cristo”.

+ Lava-Jato favorece plano de candidatura ao Senado em 2018 de Marco Feliciano 

Lembrando que ofereceu apoio a Michel Temer um ano atrás, no início de sua gestão como presidente, Feliciano disse não ter arrependimentos: “Orei por ele como oraria por qualquer outro”, justificou-se, lembrando da recomendação bíblica aos cristãos sobre orar pelas autoridades.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA