Cristã move processo contra todos os homossexuais do planeta por “comportamento lascivo”

38

Uma cristã resolveu processar todos os homossexuais da face da Terra porque quer ver a homossexualidade reconhecida como um pecado, assim como todas as relações desse tipo.

O argumento de Sylvia Driskell, 66 anos, é bastante simples: se a homossexualidade não é pecado, porque os gays se “esconderam no armário” por tanto tempo? A idosa norte-americana do estado do Nebraska apresentou a ação na Corte Distrital de Omaha (foto) na última sexta-feira, 01 de maio.

De acordo com informações do Omaha World-Herald, Driskell apresentou as setes páginas da ação escritas à mão, e citou passagens bíblicas que condenam a prática homossexual, referindo-se a ela como “abominação”.

“A homossexualidade é um pecado e que os homossexuais sabem que é um pecado viver uma vida de homossexualidade. Por que mais eles teriam se escondido no armário?”, questionou a idosa, por escrito.


Ela também exigiu que o tribunal não chame Deus de mentiroso e defina de uma vez por todas que as relações do mesmo sexo são realmente um pecado.

Segundo o Daily News, Driskell dispensou o uso de advogados e está representando a si mesma no processo, porque entende que ela precisava defender os princípios morais em que ela acredita e que os Estados Unidos foram fundados.

“Eu nunca pensei que veria o dia em que nossa grande nação ou o nossa próprio e grande estado de Nebraska se tornaria tão compatível com a cumplicidade de algumas pessoas de comportamento lascivo”, escreveu ela.

O tribunal não se pronunciou sobre o processo, e até o fechamento desta matéria, as agências internacionais não haviam noticiado se algum homossexual havia apresentado sua defesa das acusações.

38 COMENTÁRIOS

  1. Que coisa mais idiota de se fazer! Isso e querer aparecer. Ganharia mais se emprega-se tempo orando pela restauração da igreja verdadeira,ou melhor tem e que se converter primeiro.

  2. Gostaria de poder responder a indagação dessa anta velha: “se a homossexualidade não é pecado, porque os gays se “esconderam no armário” por tanto tempo”? Da mesma forma que os cristãos primitivos se esconderam nas catacumbas de Roma, de onde nunca deveriam ter saído.

    .

    .

    • Cristãos escondiam-se para não serem mortos pelo Império Romano não com vergonha de serem Cristãos, diferente dos homossexuais e suas práticas iníquas que eram comuns nos bordéis romanos e também praticadas por imperadores promíscuos. Nenhuma civilização subsiste e se mantem aceitando a prática homoafetiva como normal, assim como exemplo o citado Império que em detrimento a conduta imoral e outras circunstâncias foi destruído. Qualquer argumento, mesmo de uma simples senhora são muito convincentes, se homossexual se esconde tanto tempo no armário é que sua condição pecaminosa é de venvergonhar.

      • É mesmo? E onde está o poder desse deus que destruiu cidades inteiras, segundo a lenda bíblica, e não conseguia defender dos romanos os seus escolhidos?

        Deus sádico esse, hein!

        .

        • E a quem Deus deu a vitória? O Império Romano não se curvou aos pés de Jesus? Não se tornou o cristianismo a religião oficial do Império, e Jesus o Senhor do Império Romano?

          • Se você estudasse História, saberia que tudo não passou de jogada política envolvendo o imperador Constantino. Mas o mundo é assim, composto de pessoas cultas e de leitores de um livro só.

            ,

          • Não precisa ler mais do que dois livros para saber disso, qualquer criança sabe. Mas sendo jogada ou política ou não, Constantino não se curvou diante de Jesus? Quem foi que em sua jogada política precisou da “imagem” daquele a quem perseguia? Não foi Roma? Por manobra política ou não, Jesus se tornou o senhor de Roma.

  3. a senhora está errada as aberrações gays não se escondem no armario. aberração gay se escondem nos esgotos, nos lixões , nas latrinas, nos aterros sanitarios, nas fossas, nos depositos de escrementos de animais e seres humanos, nas latas de lixo, nos lixos hospitalares, nas fezes dos seres humanos dos animais…ou seja sairam da imundice de onde nunca deveira ter saido e agora tentam poluir e sujar a sociedade ou melhor a humanidade. está mais do que na hora de mandaramos essa horda imunda das aberrações gays de volta para os lugares deles.

    • Eu me escondo no meu apartamento próprio, quitado, comprado em bairro nobre. Eu sou uma abominação abençoada. Vocês, cristãos, sim, tiveram o gosto de morar nesses lugares insalubres, como as catacumbas de Roma, onde os fanáticos deveriam permanecer.

      .

  4. Na essência somos iguais, nas diferenças respeitamos
    O respeito faz parte dos princípios morais que Senhora Sylvia Driskell defende!
    Estranho! Quem segue a bíblia ao pé da letra? Ninguém!
    Estamos todos processados

  5. Que as pessoas de bem não se deixem corromper pela natureza venenosa dessa mulher que se diz de cristã, e de certos comentaristas daqui..

    “Um monge e seus discípulos seguiam por uma estrada.
    Quando passavam por uma ponte, viram um escorpião sendo arrastado pelas águas.
    O monge correu pela margem do rio, adentrou a água e tomou o bichinho na mão.
    Quando o trazia para fora, o bichinho o picou e, devido à dor, o homem deixou-o cair novamente no rio.
    Foi então à margem do rio, tomou um ramo de árvore, correu adiantando-se à correnteza, entrou, recolheu o escorpião e o salvou.
    Ao voltar, o monge juntou-se aos discípulos na estrada. Eles haviam assistido à cena e o receberam perplexos e sem entender nada.
    Então, perguntaram:

    – Mestre, deve estar doendo muito! Por que foi salvar esse bicho ruim e venenoso?

    – Que se afogasse! Seria um a menos!

    – Veja como ele respondeu à sua ajuda! Picou a mão que o salvara!

    – Não merecia sua compaixão!

    O monge ouviu tranquilamente os comentários e respondeu:

    – Ele agiu conforme sua natureza, e eu, de acordo com a minha”.

  6. Hó mulher porreta essa, ai sim os bons costumes, á descencia faz parte da vida de uma familia constituida e tem que ser sim defendida com unhas e dentes custe o que custar, terreiro que não tem galo quem canta e frango e franguinha, um Pai de Familia uma Mãe de Familia estruturados em um verdadeiro fundamento Cristão jamais vai concordar com estas modernidades, modernidades perniciosas e cheias de artimanhas ante Cristã, O Casamento entre um Homem e uma Mulher foi a primeira instituição estabelecida por Deus para os seres humanos na terra, E DEIXARA O HOMEM A CASA DE SEUS PAIS E SE UNIRÁ SE UNIRÁ Á SUA MULHER, [ Á SUA MULHER ] quer dizer á sua mulher aquela mulher que e sua na terra, agora cada ser humano e responsavel pelos seus atos e cada um responderá por eles sejam bons ou maus, foi por isso mesmo que O DEUS ÚNOCO SANTO E VERDADEIRO, tambem estabeleceu o livre arbitrio e o colocou na terra para que todo ser humano faça sua escolha de acordo com sua vontade, Quer seguir o caminho? quero, então siga, quer seguir o caminho não não quero então não siga, o livre arbitrio e seu faça dele segundo as suas vontades, sem mais fui

  7. Vai ver q está tiazona ta com a perereca cabeluda.. E seu marido fritando ovo., a casa uma bagunça so., e a tiazona preocupada com o fiofo dos gays., vai lavar louca veia louca evanjega., deixa o Macedao te pegar ele tem um filho gay., e é o deus dos evanjelicos., deixa

  8. Quando a gente pensa que já viu de tudo entre os evangélicos, novas bizarrices aparecem para nos lembrar que a estupidez dos fanáticos esta longe de ter fim.

  9. Eduardo Nobre, desculpe ser obrigado a contestá-lo mais uma vez, mas você continua equivocado. Constantino se curvou aos pés de Jesus? Por acaso você conheceu o coração daquele imperador? Quem garante que ele não fez isso com intenções puramente políticas, como acontece ainda hoje com certos “ungidos”, que se declaram cristãos, mas de evangelizadores não tem nada? Por outro lado, não sei se você se deu conta, mas, após a conversão dos “pagãos”, Roma se tornou “a grande meretriz”, segundo a qualificação dos próprios evangélicos a respeito da Igreja Católica Romana. Não adianta. Em termos de fatos históricos os fanáticos evangélicos se contradizem e se mostram mais perdidos do que cego em tiroteio.

    .

    • Mauro, primeiramente deveria aprender a focar nos argumentos e no assunto em questão, e não em ataques individuais. Já me viu chamar Roma de “Grande Meretriz”? E quem te disse que sou evangélico? Com esse seu pré-julgamento está se assemelhando aos evangélicos que tanta critica.

      Voltando ao tema (porque Deus não agiu contra Roma como fez com outros impérios que perseguiram seu povo no passado – foi essa a sua contestação inicial), Constantino é só uma peça da grande engrenagem, estamos falando do maior Império que já existiu no Ocidente, os motivos de Constantino são problemas dele, ele foi só uma peça. Como escrevi abaixo, por manobra política, por intenções escusas, ele se viu obrigado a buscar ajuda na “imagem” de quem ele perseguia, para manter seu império unido. Mesmo que contra sua própria vontade (obrigado por motivações políticas), mesmo que por interesse, ele teve de se curvar aos pés de Jesus.

      Faraó nomeou José governante do Egito porque gostava de José? Óbvio que não, por interesse, pela visão de José. Mas no final ele foi só uma peça, para que a casa de Jacó fosse salva, como Constantino foi só uma peça para dobrar o Império Romano e cessar a perseguição aos cristãos.

      Deus socorreu o seu povo das mãos de Roma e elevou Jesus acima do Império que o perseguia, eis a sua resposta: Roma (mesmo que contra a sua vontade) se curvou aos pés de Jesus, ele se tornou Senhor de Roma, o Império Romano caiu e Jesus permaneceu.

      • Pelo jeito você desconhece (ou faz de conta que não aconteceu) a forma como se deu esse proliferação do evangelho de Jesus. Já ouviu falar na Santa Inquisição, já que demonstra não ser evangélico? Por causa dela, a conversão e expansão do cristianismo se deu de forma nada espontânea. Os hereges tinham duas opções: ou criam no evangelho de Jesus ou iam pra fogueira. Só um louco não aceitaria Jesus de uma forma tão espontânea kkkkkkkkkkk. E essa mácula essa religião maldita terá que levar por toda a eternidade. O inferno (se é que existe) será pequeno para comportar tantos cristãos.

        .

      • Mauro, bem, parece que a sua contestação já foi respondida (a questão de Deus vs Roma), visto que agora está começando outro assunto (a propagação do cristianismo). Então vamos ao próximo assunto.

        Eu conheço muito bem a propagação do cristianismo (apesar de não ser cristão), e te digo que o cristianismo se propagou muito bem (e até melhor) antes da Santa Inquisição e da institucionalização da religião. Tanto é verdade, que o Evangelho enfrentou e incomodou não outra, senão a maior força humana da Terra daquela época (O Poderoso Império Romano). Tanto é verdade que mesmo com o empenho do poderoso Império Romano em destruir os cristãos com as fogueiras, crucificações etc., o Evangelho se espalhava como “praga” no Império Romano, sem espada, sem inquisição, dando a outra cara, sendo levados ao matadouro como cordeiros, até que o próprio Império Romano se rendeu.

        Portanto, se o Evangelho teve esse poder de propagação, e sem espadas e inquisição venceu o Poderoso Império Romano, quem seria capaz de detê-lo, e onde ele teria chegado? Com certeza muito mais longe do que chegou com a espada da Inquisição.

      • Quanto ao que aconteceu depois da institucionalização da religião, quanto à Inquisição e a Igreja Católica, eu não sou católico para responder por eles, mas aqui no site há católicos ilustres como o seu xará Mauro e o Leandro que podem esclarecer suas dúvidas.

        • Você diz não ser evangélico, mas se comporta como tal, tentando distorcer minha linha de pensamento, focado nas suas publicações. Você disse que o império de Roma sucumbiu, mas Jesus permaneceu. Aí eu te expliquei como se deu essa permanência de Jesus. Qual parte você não entendeu?
          Numa coisa você está certo, quando diz que “o cristianismo se propagou muito bem (e até melhor) antes da Santa Inquisição e da institucionalização da religião. Tanto é verdade, que o Evangelho enfrentou e incomodou não outra, senão a maior força humana da Terra daquela época (O Poderoso Império Romano). Tanto é verdade que mesmo com o empenho do poderoso Império Romano em destruir os cristãos com as fogueiras, crucificações etc., o Evangelho se espalhava como “praga” no Império Romano, sem espada, sem inquisição, dando a outra cara, sendo levados ao matadouro como cordeiros, até que o próprio Império Romano se rendeu”. Pena que o verdadeiro cristianismo se extinguiu e hoje a realidade é totalmente diferente, depois que as autoridades cristãs ganharam poder. Os papeis foram invertidos e a “praga” no Império Romano, sem espada, sem inquisição, dando a outra cara, sendo levados ao matadouro como cordeiros” assumiu o papel dos algozes.

          .

          • Eu não distorci sua linha de pensamento. São dois pontos diferentes:

            1 – Roma Pré-Cristã x Jesus Cristo (foi seu questionamento inicial) – Jesus Cristou venceu. Roma seguiu o ditado: “Se não pode vencer, junte-se a ele”.

            2 – A propagação do Evangelho após a Roma Cristã (aí o assunto é com o Mauro e Leandro).

            Quanto ao que você disse:

            “Pena que o verdadeiro cristianismo se extinguiu e hoje a realidade é totalmente diferente, depois que as autoridades cristãs ganharam poder. Os papeis foram invertidos e a “praga” no Império Romano, sem espada, sem inquisição, dando a outra cara, sendo levados ao matadouro como cordeiros” assumiu o papel dos algozes”.

            Eu não estou em posição de poder criticar religiões, mas tenho de me calar por não ter argumentos para discordar de você.

  10. Gente, sinceramente, sinceridade sem amor, sem respeito pelos outros, não é a verdade que loberta! É a verdade que fere, que divide, que aumenta a inimizade, que enfurece os inimigos. A verdade deve ser dita em amor. Dos dois lados, a turma parece um monte de juízes.
    Não devemos aprovar o pecado, mas devemos ser misericordiosos. Verdades que separam, ditas sem amor não deveriam ser ditas.
    Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu Seu filho…

  11. XODO 21:20-21 Com a aprovação divina, um escravo pode ser surrado até a morte sem punição para o seu dono, desde que o escravo não morra imediatamente.

    LEVÍTICO 26:29, DEUTERONOMIO 28:53, JEREMIAS 19:9, EZEQUIEL 5:8-10 Como punição, o Senhor fará com que as pessoas comam a carne de seus próprios filhos, filhas, pais e amigos.

    NUMEROS 15:32-36 Um homem que no Sábado estava pegando gravetos de lenha para uma simples fogueira é apedrejado até a morte segundo a ordem de Deus.

    NUMEROS 16:49 Uma praga divina mata 14.700 pessoas.

    NUMEROS 25:9 Mais outra praga divina mata 24.000 pessoas.

    NUMEROS 21:35 Com o apoio divino os Israelitas matam Ogue, seus filhos e todo o seu povo até não haver sequer um sobrevivente.

    NUMEROS 25:4 Disse Deus a Moisés: Toma todos os cabeças do povo e enforca-os ao Senhor diante do Sol, e o ardor da ira do Senhor se retirará de Israel.

    DEUTERONOMIO 20:16 “Das cidades destas nações, que o Senhor teu Deus te dá em herança, nenhuma coisa que tem fôlego deixarás com vida”.

    JOSUÉ 6:21-27 Com aprovação divina, Josué passa ao fio da espada todos os homens, mulheres e crianças da cidade de Jericó.

    • Sua vida é como a relva do campo. Todos serão nivelados pela morte. A morte (inexistência) é o princípio e o fim de todas as ilusões, ela tirará dos que tem muito e dará para os que tem pouco, para que no final ninguém tenha nada. Na morte todos os pecados serão perdoados, e todas as boas ações serão esquecidas.

      O que significam esses textos? Não acontecerá o mesmo com você, e com todos nós?

  12. Não façam da Biblia, concebida e escrita por homens, a Palavra de Deus. A Bílblia diz que Deus se arrependeu de haver feito o homem, mas, como a própria Bíblia também diz, Deus não é homem para que se arrependa. Moiséis pôs na boca de Deus a ordem para a realização de sacrifícios e holocaustos quando o povo foi tirado da terra dos egípcios, mas Jeremias colocou na boca do mesmo Deus a declaração de que o Senhor nada a respeitonão do que Moisés disse. Ora, como um livro que trata Deus de forma tão obtusa pode ter sido inspirado? É tão difícil compreender que a Bíblia nada mais é que uma coleção de livros judaicos escritos por primitivos andarilhos do deserto?

    DEUS SE ARREPENDE:

    “Então o SENHOR arrependeu-se de ter feito o homem sobre a terra, e isso cortou-lhe o coração. (Gên. 6:6)

    “E sucedeu que o SENHOR arrependeu-se do mal que ameaçara trazer sobre o povo.” (Ex. 32:14)

    “Arrependo-me de ter constituído a Saul rei, pois ele me abandonou e não seguiu as minhas instruções. Samuel ficou irado e clamou ao Senhor toda aquela noite.” (I Sam. 15:11)

    DEUS NÃO SE ARREPENDE:

    “Deus não é homem para que minta, nem filho de homem para que se arrependa.” (Num. 23:19)

    “Aquele que é a Glória de Israel não mente nem se arrepende, pois não é homem para se arrepender. ” (i Samuel 15:29)

    MOISÉS DIZ QUE DEUS INSTITUIU SACRIFÍCIOS APÓS A SAÍDA DO EGITO:

    “Façam-me um altar de terra e nele sacrifiquem-me os seus holocaustos e as suas ofertas de comunhão, as suas ovelhas e os seus bois. Onde quer que eu faça celebrar o meu nome, virei a vocês e os abençoarei.” (Ex. 20:24)

    JEREMIAS DIZ QUE DEUS NÃO INSTITUIU SACRIFÍCIOS APÓS A SAÍDA DO EGITO:

    “Quando tirei do Egito os seus antepassados, nada lhes falei nem lhes ordenei quanto a holocaustos e sacrifícios.” (Jeremias 7:22)

    Leiam mais contradições e outros absurdos no site:

    bibliadocetico.net

  13. Não façam da Biblia, concebida e escrita por homens, a Palavra de Deus. A Bílblia diz que Deus se arrependeu de haver feito o homem, mas, como a própria Bíblia também diz, Deus não é homem para que se arrependa. Moiséis pôs na boca de Deus a ordem para a realização de sacrifícios e holocaustos quando o povo foi tirado da terra dos egípcios, mas Jeremias colocou na boca do mesmo Deus a declaração de que o Senhor nada falou a respeito do que Moisés disse. Ora, como um livro que trata Deus de forma tão obtusa pode ter sido inspirado? É tão difícil compreender que a Bíblia nada mais é que uma coleção de livros judaicos escritos por primitivos andarilhos do deserto?

    DEUS SE ARREPENDE:

    “Então o SENHOR arrependeu-se de ter feito o homem sobre a terra, e isso cortou-lhe o coração. (Gên. 6:6)

    “E sucedeu que o SENHOR arrependeu-se do mal que ameaçara trazer sobre o povo.” (Ex. 32:14)

    “Arrependo-me de ter constituído a Saul rei, pois ele me abandonou e não seguiu as minhas instruções. Samuel ficou irado e clamou ao Senhor toda aquela noite.” (I Sam. 15:11)

    DEUS NÃO SE ARREPENDE:

    “Deus não é homem para que minta, nem filho de homem para que se arrependa.” (Num. 23:19)

    “Aquele que é a Glória de Israel não mente nem se arrepende, pois não é homem para se arrepender. ” (i Samuel 15:29)

    MOISÉS DIZ QUE DEUS INSTITUIU SACRIFÍCIOS APÓS A SAÍDA DO EGITO:

    “Façam-me um altar de terra e nele sacrifiquem-me os seus holocaustos e as suas ofertas de comunhão, as suas ovelhas e os seus bois. Onde quer que eu faça celebrar o meu nome, virei a vocês e os abençoarei.” (Ex. 20:24)

    JEREMIAS DIZ QUE DEUS NÃO INSTITUIU SACRIFÍCIOS APÓS A SAÍDA DO EGITO:

    “Quando tirei do Egito os seus antepassados, nada lhes falei nem lhes ordenei quanto a holocaustos e sacrifícios.” (Jeremias 7:22)

    Leiam mais contradições e outros absurdos no site:

    bibliadocetico.net

    • Arrepender no dicionário humano soa como quando erramos e voltamos atrás. Quando aplicado a Deus não tem esse sentido.

      Quando o autor bíblico usa a palavra arrependimento aplicada a Deus, ela é uma expressão chamada “antropomorfismo”. Essa expressão significa uma figura de linguagem aplicada a Deus que O apresenta em alguns textos como se Ele tivesse formas humanas, como membros e órgãos (Temos vários textos falando que Deus tem boca, rosto, etc., como se fosse um ser humano). Há também a descrição de Deus como se tivesse sentimentos e emoções como as nossas (aqui entra a expressão “arrependimento”, que é humana). Lembre-se que nosso vocabulário é limitado e, certamente, não consegue descrever precisamente vários aspectos a respeito de Deus. O autor bíblico descreveu as coisas a respeito de Deus com os recursos lingüísticos que tinha em mãos, de forma que seus leitores pudessem compreender.

  14. Meu Deus; Meu Deus; Meu Jesus, “eu nao sou digno de abrir a boca” mais ver blasfemia e calar nao me diz respeito/ Mauro por favor respeite aquilo que voce chama de Lenda, Evita blasfemar o nome Santo do Senhor/ Se voce nao cre, nao adianta querer falar mal; Porque grande e’ a culpa que vais carregar/ Eu nao te Julgo, porque Deus nao me deu esse direito; porem uma coisa sei, que “ELE TE AMA” e o verdadeiro Amor nao encoberta a Verdade/ Jesus quer que voce se arrependa, e busca a ele de Todo o coracao, e voce vera a libertacao na Tua Vida/ Jesus tem poder para libertar qualquer tipo de Problema ou enfermidade; Ele tem o poder nos ceus, na terra e debaixo da terra/ Clame a ele; ele tem uma nova vida pra Ti

  15. Essa porca lavada que retornou ao lamaçal está precisando é se converter a JESUS e não falar tanta asneiras e coisas sem nexo.Só sendo uma evanjega mesmo,pois,se não se converter,
    jamais será uma evangélica séria que exala o perfume de JESUS.Mas essa perturbada cheira
    a esgotos.

DEIXE UMA RESPOSTA