Autor do projeto apelidado de “cura gay”, Dep. João Campos diz que esperava aplausos de homossexuais; Entenda a proposta

51

O autor do projeto apelidado de “cura gay”, deputado federal João Campos (PSDB-GO), afirmou que a proposta não pode ser chamada de cura porque seu propósito é oferecer igualdade perante a lei.

Campos disse ainda que achava que a comunidade homossexual apoiaria sua iniciativa: “Até pensei, quando apresentei esse projeto, que teríamos os aplausos inclusive dos ativistas do segmento LGBT. Porque nesse projeto, uma das finalidades é a gente resgatar a premissa inicial do artigo 5º da Constituição, de que todos são iguais perante a Lei. E essa resolução do Conselho Federal de Psicologia ofende esse princípio na medida em que discrimina o homossexual e não dá o mesmo tratamento ao heterossexual”, afirmou o deputado, segundo informações da coluna Poder Online, do portal Ig.

“Estranhamente [os ativistas LGBT] se colocaram contra”, lamenta o deputado. O texto do Projeto de Decreto da Câmara (PDC) 234, há a proposta de derrubar a resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP), que proíbe psicólogos de atenderem homossexuais que busquem ajuda profissional para mudar sua orientação sexual. “No PDC 234 defendo a autonomia do profissional de psicologia. A resolução do CPF ofende o inc. XIII do artigo 5º da CF [Constituição Federal]”, diz João Campos, que faz parte da bancada evangélica na Câmara dos Deputados.

Os artigos 3 e 4 da resolução nº 1/1999 do CFP dizem textualmente que os profissionais não podem propor “tratamento e cura das homossexualidades”, mas não proíbe o contrário:


Art. 3° – os psicólogos não exercerão qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas, nem adotarão ação coercitiva tendente a orientar homossexuais para tratamentos não solicitados.

Parágrafo único – Os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades.

Art. 4º – Os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica.

“Os ativistas gays denominaram o PDC 234 de cura gay tentando desqualificá-lo e desacreditá-lo para que fosse rejeitado. Não conseguiram”, disse Campos, lembrando da recente aprovação do projeto pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM). “A Resolução do CFP trata psicólogos e homossexuais como cidadãos menores. Desrespeita-os. A decisão da CDHM corrige isso”, escreveu o deputado em seu perfil no Twitter.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

51 COMENTÁRIOS

  1. Vai ae essa dica bem explicada e esclarecida, para quem ainda não entendeu o projeto..ou estão querendo q o Dep. Marco Feliciano desenhe p vcs entenderem melhor???

    É um absurdo, uma afronta à inteligência humana, como a imprensa brasileira na sua grande maioria engole tudo o que o ativismo gay promove, como verdade absoluta, sem o mínimo de análise imparcial, sem ao menos buscar a opinião de partes contrárias, como se a verdade absoluta pertencesse ao ativismo gay.

    Vejamos:
    1) O projeto não visa curar ninguém. E pelo que me consta, a psicologia não se utiliza deste termo “cura”.

    2) O projeto tem a ver com Direitos Humanos. Nenhuma entidade de classe profissional, religiosa ou quem quer que seja, pode impedir uma pessoa de buscar ajuda se ela assim desejar e decidir. O que o Conselho Federal de Psicologia fez ao impedir que psicólogos tratem de homossexuais que vão pedir ajuda sobre a sua sexualidade, é uma afronta a Constituição e a própria ciência. Por que um heterossexual pode pedir ajuda a um psicólogo sobre sua sexualidade e um homossexual não? Em que parâmetros científicos e também legais você pode impedir um profissional de ajudar quem o procura?

    3) O Conselho Federal de Psicologia está ideologizado pelos “esquerdopatas” e pelo movimento gay. Pasmem os senhores: NENHUM CONSELHO OU SOCIEDADE DE PSICOLOGIA NO MUNDO TEM UMA RESOLUÇÃO TÃO IMBECÍL E ESDRÚXULA COMO ESTA. Em nenhum lugar do mundo o psicólogo é impedido de tratar quem o procura. É vergonhoso ver as ciências humanas virarem ciências exatas e servir ao ativismo gay.

    4) Um princípio que rege o atendimento profissional a pessoas na área das ciências humanas é que o indivíduo é quem decide se quer ajuda ou não. Em hipótese alguma o terapeuta.

    5) Uma outra questão: quem falou que o ativismo gay tem o monopólio do homossexualismo? É a mesma coisa se os pastores evangélicos, tivésse o monopólio dos evangélicos e por consequência o poder de determinar se um evangélico pode ou não pedir ajuda a um psicólogo porque esta com problemas em relação a sua religiosidade. Claro que nem os ativistas gays, nem os pastores, temos o monopólio sobre ninguém. É uma afronta aos direitos de cidadania! A pessoa é livre, seja homo, hétero, católico, evangélico e etc, de pedir ajuda a quem quiser.

    6) A safadeza da questão é que querem passar para a sociedade como se alguém estivesse obrigando os homossexuais a mudarem o seu comportamento, porque todos nós sabemos que qualquer psicólogo e médico que queira impor um tratamento a uma pessoa que não o deseja, é passivo de punição.

    7) A verdade é a seguinte: homossexualismo é um comportamento que um indivíduo pode desejar ser ou não ser, da mesma forma que a religiosidade também é um comportamento do ser humano que ele pode deixar de ser ou vir a ser da religião que ele bem quiser. DIREITOS HUMANOS JÁ! LIBERDADE EXPRESSÃO JÁ!

  2. Claro que te estamos aplaudindo, afinal o senhor está nos chamando de doentes, e em uma sociedade onde se tenta diminuir o preconceito, o senhor vem com essas idéias de mudar a orientação sexual, assim então reforçando mais preconceitos e supondo que só é gay quem quer! NÃO ADIANTA MUDAR RESOLUÇÃO DE NADA, NÃO ADIANTA MEXER EM LEIS SE NÃO HÁ FÓRMULA CIENTÍFICA PARA REVERTER A HOMOSSEXUALIDADE, ANTA!

    • O projeto destina-se somente àqueles que desejam voltar a sua heterossexualidade original. Não força e nem o briga o homossexual mudar sua opção. O projeto não se denomina “Cura Gay” e nunca tratou a homossexualidade como doença. Quem está distorcendo os fatos é o grupo GBTLS com o objetivo de descaracterizar esse projeto tão importante.
      OBS: Eu conheço várias pessoas que eram homossexuais e hoje vivem a sua heterossexualidade normalmente, inclusive casaram, constituíram família e tiveram filhos. Posso te apresentar.

    • O projeto destina-se somente àqueles que desejam voltar a sua heterossexualidade original. Não força e nem o briga o homossexual mudar sua opção. O projeto não se denomina “Cura Gay” e nunca tratou a homossexualidade como doença. Quem está distorcendo os fatos é o grupo GBTLS com o objetivo de descaracterizar esse projeto tão importante.
      OBS: Eu conheço várias pessoas que eram homossexuais e hoje vivem a sua heterossexualidade normalmente, inclusive casaram, constituíram família e tiveram filhos. Posso te apresentar.
      Leia o projeto antes de criticar!

  3. E Diogo eu vejo que o problema não e dos parlamentares mas sim de vocês mesmos, vocês não tão nem ai para as leis vocês não obedecem nada, não acreditam em nada, só querem ser beneficiados se acham os coitadinhos, mas de coitadinhos vocês não tem nada. como vocês esperam querer ser respeitados? se nem vocês mesmos não dão o devido respeito, sabe Diogo um coisa que aprendi no meu tempo de escola e que: a honestidade e a moral caminham de mãos dadas uma pessoa que tem dignidade, caráter e honestidade tem o respeito de todo mundo coisa que parece que vocês não tem.

  4. Se retirar o parágrafo abaixo:
    Art. 3° – os psicólogos não exercerão qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas, nem adotarão ação coercitiva tendente a orientar homossexuais para tratamentos não solicitados.

    Então a de supor, que a partir da Lei, os psicólogos poderam propor ação que favoreça a patologização!!! Ou seja ação que chame a homossexulidade de doença
    Quanta denonestidade desses pseudo evangélicos, e deste trsite deputado. acham que o povo é o que, burro como as ovelhas da Assembléia em sua grande maioria.

  5. Veja o outro trecho:
    Art. 4º – Os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica.

    Segundo o triste deputado e o doente Feliciano.
    Após revogar este art.4º, os psicólogos cristãos como Silas, poderam se prounciar nos meio de comunicação reforçando os preconceitos sociais existentes, e dizendo que o homossexual é portador de desordem psíquica, ou seja ” doente”

    Quem vocês querem enganar,??? O povo já cansou de políticos mesquinhos e seus rebanhos de manobra, hoje parte da igreja cristã, é como partido político um lixo.

  6. salve o joão campos e marcos feliciano e suas loucura!o!lametal ser conhecidos como políticos da cura gay.lamentável precocneito de ambos. valeu

    • esses crentes deveria ter vergonha na cara,e não estar metidos com politicagem
      nunca que eu coloco meus pés dentro de uma igreja evangelica,se eu quiser ficar perto de ladroes,vou fazer visita em um presidios,pois pelo menos lá sei com quem estaria falando.
      e quanto a cura gay,manda esses sujos da politica procurar o que fazer em beneficio dos pobres.vergonha no brasil é chamado politicos comhecedor da palavra de deus.

    • Ou os crentes aqui são realmente burros, ou são desonestos como seus presentantes.
      Aliás o tal Deputado é a favor do
      veja o que ele quer retirar da lei.
      Art. 3° – os psicólogos não exercerão qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas, nem adotarão ação coercitiva tendente a orientar homossexuais para tratamentos não solicitados.

      Tirando este paragráfos, todo homossexual poderá, nos meios de comunicação ser chamado de doente.
      Silas e a tal Lobo, poderão defendir, seus preconceitos contra os gays, e dizer que estes tem problema psíquico, e com isso reforçar o preconceito e claro, não ir preso e faturar em suas clínicas que já existem em muitas igrejas.

      Desonestos nem poderiam ser chamados de cristãos.esses deputados e seus ovelhas cegas.

      Parágrafo único – Os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades.

      Art. 4º – Os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica.

  7. Tem um vídeo do João Campos, numa audiência pública sobre este PDC, em que ele diz que “num primeiro momento” não pensou em revogar também o artigo terceiro. Entendi que se esse PDC for aprovado, ele vai partir para tentar revogar também o artigo terceiro, decretando que ser gay é doença e que a cura deverá ser obrigatória.

  8. serio com tantas carencias em areas base da nossa naçao,tem cara gastando nosso dinheiro para fazer esta porcaria??serio?e ainda quer ser aplaudido??deveria sim e ser chutado para fora do congresso com toda força.Homosexualidade nao e doença!E vou dizer nao tem pscologo neste mundo que cure um homosexual.Acorda aquele que quer ser livre desta situaçao tem que ser e libertado e nao curado,nao precisa de lei para isto.E so mais porcaria criada por uma cambada de cretinos que se esconde atras da biblia e se fazem de lideres e ungidos.Voces nao passam de um bando de parasitas,mais preocupados com suas aparencias,roupas,carros,tmplos de luxuria e prostituiçao.

  9. E Diogo realmente não a formula cientifica para liberta um ser humano nesta condição –mas as vezes as pessoas não acredita –veses por ignorância veses por não querer acreditar -veses por influencia de outrem mas a ciência não da conta –MAS O REI DOS REIS O PRINCIPE DA PAZ ESSE COM CERTEZA -LIBERTA A QUALQUER UM QUE QUEIRA SER LIBERTADO–so depende do ser humano –e ele não cobra nada por isso –sabe porque -porque ele te ama -ele ama o ser humano e conhece suas fraquesas –o que ele detesta e o comportamento do homem –mas quando o homem abre seu coração para JESUS–ele logo entra em ação –não existe pecado que DEUS não perdoa –o único pecado que não e perdoado e a blasfema contra seu SANTO ESPIRITO–tirando este pecado -todos são perdoado –te afirmo com toda certeza qualquer ser humano não importa seu estado de impureza –que se achegar diate de DEUS –sera libertado única coisa que ele pede e que acredite nele so isto –crer acreditar ter fe –somente isso e o que ele DEUS pede para o ser humano –TAO SOMENTE CREIA –O RESTO ELE FARA—antes de você dizer que as igrejas so querem dinheiro –também concordo com você –so que ainda tem os crentes verdadeiros–va leve alguém que você conheça em minha igreja –Assembleia de deus ministério missões –e vamos ver se você vera la a doutrina de pedir dinheiro –DEUS TEM OS SEUS RESERVADOS NA TERRA–somos povo de DEUS–crentes verdadeiros–tao somente creia que o senhor JEUS TE AMA MAIS DO QUE VOCE POSSA IMAGINAR–

    • Ou os crentes aqui são realmente burros, ou são desonestos como seus presentantes.
      Aliás o tal Deputado é a favor do
      veja o que ele quer retirar da lei.
      Art. 3° – os psicólogos não exercerão qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas, nem adotarão ação coercitiva tendente a orientar homossexuais para tratamentos não solicitados.

      Tirando este paragráfos, todo homossexual poderá, nos meios de comunicação ser chamado de doente.
      Silas e a tal Lobo, poderão defendir, seus preconceitos contra os gays, e dizer que estes tem problema psíquico, e com isso reforçar o preconceito e claro, não ir preso e faturar em suas clínicas que já existem em muitas igrejas.

      Desonestos nem poderiam ser chamados de cristãos.esses deputados e seus ovelhas cegas.

      Parágrafo único – Os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades.

      Art. 4º – Os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica.

  10. Ou os crentes aqui são realmente burros, ou são desonestos como seus presentantes.
    Aliás o tal Deputado é a favor do
    veja o que ele quer retirar da lei.
    Art. 3° – os psicólogos não exercerão qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas, nem adotarão ação coercitiva tendente a orientar homossexuais para tratamentos não solicitados.

    Tirando este paragráfos, todo homossexual poderá, nos meios de comunicação ser chamado de doente.
    Silas e a tal Lobo, poderão defendir, seus preconceitos contra os gays, e dizer que estes tem problema psíquico, e com isso reforçar o preconceito e claro, não ir preso e faturar em suas clínicas que já existem em muitas igrejas.

    Desonestos nem poderiam ser chamados de cristãos.esses deputados e seus ovelhas cegas.

    Parágrafo único – Os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades.

    Art. 4º – Os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica.

  11. As Leis deveriam ser propostas pelos políticos, porem os votos deveriam ser do Povo! A população Brasileira, deveriam votar, igual na Suiza, onde a população votam no que acham ser correto!
    Com certeza assim, o Brasil seria verdadeiramente democrático!

  12. O QUE É A LEI DA “CURA GAY” E PORQUE SOMOS CONTRA:
    O Projeto de Decreto Legislativo 234/2011 popularmente conhecido como “Lei da cura gay” pretende sustar (tirar o efeito) de dois artigos da Resolução do Conselho Federal de Psicologia. O parágrafo único do Art. 3º e o Art. 4º, que proíbem os psicólogos de tratarem a homoafetividade como doença, veja:
    “Resolução nº 1/1999
    Art. 3° – os psicólogos não exercerão qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas, nem adotarão ação coercitiva tendente a orientar homossexuais para tratamentos não solicitados.
    Parágrafo único – Os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades.
    Art. 4º – Os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica.”

    Acontece que esta proibição aos psicólogos tem razão de ser. Por muitos anos a homossexualidade foi tratada como doença, transtorno de personalidade e muitas famílias, assim como faziam com os familiares loucos, escondiam os homossexuais da sociedade dentro de casa. Foi uma grande conquista dos cientistas provarem que a homossexualidade não era doença e trocaram a palavra homossexuaLISMO (que se referia a doença) para homossexuaLIDADE; e depois outra grande vitória aprimorar mais uma vez o nome para homoAFETIVIDADE, uma forma de mostrar que não se refere apenas ao ato sexual, mas também ao sentimento amoroso que uma pessoa tem por outra do mesmo sexo.

    Portanto, aceitar que esta lei seja aprovada é aceitar um retrocesso que só aumentará o preconceito em uma sociedade em que todos os dias pessoas são assassinadas pelo simples fato de serem gays.

    Quem defende sua aprovação, afirma que ela só atingirá os gays que querem ser “curados” sem perceber que desta forma estão novamente patologizando o comportamento homoafetivo, uma vez que só se cura do que é doença. Ou seja, só a defende por falta de conhecimento.
    Além disso, os psicólogos não negam ajuda aos que os procuram com este objetivo, eles oferecem todo um acompanhamento psicológico voltado ao autoconhecimento, autoestima e autoaceitação, de forma que é o paciente que ao final decide se será melhor pra ele conviver a vida inteira escondendo o seu desejo por pessoas do mesmo sexo ou se enfrentará os preconceitos da sociedade assumindo ser homoafetivo.

    O conhecimento é a melhor arma contra a alienação midiática. Compartilhem.

  13. Não sou homossexual nem evangélico mas não consigo deixar de notar uma hipocrisia aberrante:
    quando evangélicos são criticados a resposta mais comum é de que estão sendo perseguidos, que são vítimas de ódio e perseguição e que a escolha religiosa de vocês dever ser respeitada e aceita.

    Por outro lado vocês não se inibem de tratar a escolha de outras pessoas como doença. Por que a vossa escolha está acima de críticas mas a escolha dos outros é tratada como aberração e com intolerância?

    Uma pergunta a todos vocês evangélicos: é assim mesmo que todos vocês são? Existe algum de vocês que consiga ver além do fanatismo religioso?

  14. Quem é o CFP para determinar quem pode se consultado oun não? Não estamos numa democrcia?
    O engraçado é que quando uma pessoa que já foi casada por anos, teve filhos diz que agora tem atração homossexuais, isso se deve por a sociedade impôs isto a eles, que ele sempre mentiu para si mesmo e que ele sempre foi homossexual.
    Agora para esses parasitas dos ativistas, uma pessoa que teve pensamentos ou relações homossexuais e acaba por achar que não quer mais isso, essa pessoa não sabe o que está dizendo ,etc. Como se a ciências humanas fossem ciências exatas.
    Só para finalizar, não é porque uma pessoa teve uma relação sexual (hetero ou homo) uma vez, que ela vai fazer para o resto da vida. Ela tem o direito de não querer mais aquilo e pedir ajuda.
    Se fosse assim, uma pessoa que uma ideia louca de se relacionar com animais se arrepende e não quer mais aquilo, não pode se arrepender e tem que ter essas relações para o resto da vida. Que piada.
    Veja bem, não estou equiparando homossexualidade com zoofilia, mas só expondo vária tipos de relações sexuais.
    E não tarda de vim movimentos de pedófilos ( alegando que crianças tem o direito de ter relações sexuais), masturbadores, adúlteros, ninfomaníacos, etc

    • Fabrício, você foi extremamente infeliz em sua colocação, além de demonstrar uma falta de informação absurda em seus argumentos e comparações! Em primeiro lugar, pedófilos, zoófilos e ninfomaníacos são portadores de transtornos sexuais, doentes, necessitando assim de tratamento, além do mais, me custa a crer que uma pessoa tenha a ideía estapafurdia de argumentar se valendo da ideia de que os que sofrem destes transtornos tenham algum tipo de movimento ou organização que defenda as suas práticas doentias. Em segundo lugar, “Não há dispositivo editado pelo CFP que impeça o atendimento, tampouco que proíba o profissional de acolher o sujeito que chega ao consultório, ao hospital, ou a qualquer outro espaço que se encontre o trabalho da Psicologia. Faz-se ainda necessário repetir: não se trata de negar a escuta psicológica a alguém que queira mudar a sua orientação sexual, mas sim, de não admitir ações de caráter coercitivo e dirigidas pelo preconceito, como quando alguns psicólogos afirmam que a homossexualidade pode e deve ser “invertida”.” Os trechos que a PDC 234 pretende sustar, nada mais são que garantias que os profissionais da área não irão se aproveitar da credulidade e da fé de pessoas menos informadas e acabem assim por propor “cura’ para o que sequer é uma doença! Suprimir estes trechos é na verdade um retrocesso na luta por igualdade e respeito às diversidades. Além de ser inconstitucional, uma vez que o Poder Legislativo pode sustar os atos normativos do Poder Executivo e os Conselhos profissionais não integram as esferas do mesmo. “A título de defender o livre exercício profissional, o PDC propõe, na verdade, irresponsavelmente, a adoção das supostas terapias de reversão que, além de não possuírem nenhuma base científica, são eticamente inaceitáveis e amplificam o preconceito.” Antes de sair comentando (principalmente assuntos polêmicos), faça o favor de se informar e pautar seus argumentos em fatos plausíveis e no mínimo lógicos!

  15. Por favor João Campos, ” apoiador da PEC 37″, e olhe que teus seguidores, fazem de conta que não sabem”, são hipócritas como você.
    Chega, chega de desonestidade, o povo na rua quer a sua “cabeça”
    Pela sua falta de moral e ética.
    Suprimir os seguintes parágrafos, abre brecha para que suas igrejas, possam propor cura, ir até os meios de comunicação e pregar o preconceito reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica, ou seja chamar o cara de doente e abominável de maneira “LEGAL” para com isto cara, seja honesto consigo mesmo, o povo nas ruas como já mencionei querem a tua cabeça, e toda a igreja cristã está pagando por conta de tua insensatez.

    Parágrafo único – Os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades.
    Art. 3° – os psicólogos não exercerão qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas, nem adotarão ação coercitiva tendente a orientar homossexuais para tratamentos não solicitados.
    Art. 4º – Os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica.

    A supressão destes parágrafos além de serem contra a “ciência”, ainda, ferem a contituição no que diz respeito” A dignidade da pessoa humana” no caso os homossexuais.

  16. Por favor João Campos ” apoiador da PEC 37″
    Chega, chega de desonestidade, o povo na rua quer a sua “cabeça”
    Pela sua falta de moral e ética.
    Suprimir os seguintes parágrafos, abre brecha para que suas igrejas, possam propor cura, ir até os meios de comunicação e pregar o preconceito reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica, ou seja chamar o cara de doente e abominável de maneira “LEGAL” para com isto cara, seja honesto consigo mesmo, o povo nas ruas como já mencionei querem a tua cabeça, e toda a igreja cristã está pagando por conta de tua insensatez.

    Parágrafo único – Os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades.
    Art. 3° – os psicólogos não exercerão qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas, nem adotarão ação coercitiva tendente a orientar homossexuais para tratamentos não solicitados.
    Art. 4º – Os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica.

    A supressão destes parágrafos além de serem contra a “ciência”, ainda, ferem a contituição no que diz respeito” A dignidade da pessoa humana” no caso os homossexuais.

  17. Não concordo com esse projeto ridículo, há mais coisas a serem resolvidas e projetos a serem aprovados, mais simplesmente eles pegam a bola da vez( os homossexuais)! Sinceramente lamento que hajas pessoas cristãs ou não cristãs envolvidas nisso, acredito que quem lê a palavra não deveria concordar com uma estupidez dessa, mas como diz um velho ditado “cada cabeça uma sentença”, vemos e sentimos essas sentenças na pela e ainda com apoio de um ser que se esconde por entre a palavra, se eu estiver que Deus me perdoe, mais sinceramente não engulo isso porque não tem nenhum respaldo bíblico.

  18. A ÚNICA COISA QUE EU FALO A RESPEITO DOS GAYS É O QUE ESTÁ NA BIBLIA..” DEUS QUANDO FEZ O MUNDO CRIOU ADÃO E EVA, O RESTO QUE APARECEU, FOI COLOCADO POR OUTRO SER JÁ CONHECIDO, NAS ESCRITURAS SAGRADAS JA SE FALAVA DISTO À MILENIOS ATRAS, QUANDO FOI DESTRUIDA SODOMA E GOMORRA QUE DIZIA-SE DE HOMENS SE UNINDO A OUTROS HOMENS E MULHERES A OUTRAS MULHERES…SE CUIDEM INFIÉIS, JESUS ESTÁ VOLTANDO..

  19. Os gays na verdade são alienados pela midia, se não são incluidos nos tratamentos psicologos reindivicam, se são fasem o mesmo… Esses ativismo é só mais uma forma pra chamar atencão.. todos somos iguais perante a lei, mais eles são os primeiros a achar que não, agem como se fosse oposiçao da sociedade o tempo todo.

  20. A mídia brasileira, amiga dos promotores da malfadada “ideologia de gênero”, apelidou um projeto de decreto legislativo do dep João Campos de projeto da “cura gay”. A manipulação é tanta que se você perguntar para qualquer antirreligioso ignorante quem é o autor da proposta, ele certamente vai dizer que foi o pastor Marco Feliciano, que se vê envolvido em mais um desses episódios de fascismo de minorias. Pior, então, se perguntar qual o conteúdo do projeto… Quem ainda não sabe do que estamos falando, pode ter acesso ao Projeto de Decreto Legislativo nº 234/2011. Ele pretende revogar alguns itens de uma Resolução arbitrária do Conselho Federal de Psicologia. Segundo esta resolução, um psicólogo não pode ajudar um homossexual que, não satisfeito com sua condição, queira mudar de vida.

    • Quando o Conselho Federal de Psicologia impede os psicólogos de ajudarem os homossexuais que, de livre vontade, desejam escapar do mundo escorregadio da cultura gay, ele simplesmente os sepulta à condição sexual promíscua e de risco à saúde própria deste universo. Vale a pena lembrar que o mesmo órgão que eles evocam para dizer que a homossexualidade não é uma doença, ou seja, a Organização Mundial da Saúde, é o órgão a afirmar que o risco de homossexuais contraírem AIDS é 20 vezes maior que o do restante da população. Além disso, segundo um estudo publicado pela revista médica The Lancet uma das mais importantes publicações científicas na área o sexo entre homens é um sério fator de risco para o câncer anal e doenças sexualmente transmissíveis.

  21. O PDC 234, apelidado de maneira desrespeitosa de “cura gay” por esse grupo “ativistas LGBT” que anseiam por desigualdade social, justo porque buscam privilégios como é o caso do absurdo e anticonstitucional PLC 122, trata-se da defesa da Capacidade individual de autodeterminação também chamado de livre-arbítrio, isto é, permite que qualquer individuo homossexual de livre e espontânea capacidade de escolha, de decisão de vontade procure ajuda de um profissional de psicologia se é seu desejo e direito de mudar sua orientação sexual. O Projeto de Decreto da Câmara (PDC) 234, tem a proposta de derrubar a DITADURA resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP), que proíbe psicólogos de atenderem homossexuais que busquem ajuda profissional para mudar sua orientação sexual. Enfim, se é livre o direito do individuo a escolha de sua orientação sexual como homossexual, por que esse mesmo individuo não tem o livre direito da escolha pela orientação sexual heterossexual?

  22. O Projeto de Decreto da Câmara (PDC) 234 desrespeitosamente apelidado de “cura gay” por esse grupo (ativistas do LGBT) que anseia por desigualdade social, justo porque buscam privilégios como é o caso do auge do absurdo e anticonstitucional o PLC 122, é uma forma proposta para derrubar a DITADURA resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP), que proíbe psicólogos de atenderem homossexuais que busquem ajuda profissional para mudar sua orientação sexual. Ou seja, o PDC 234 é a favor a capacidade individual de autodeterminação também chamada de livre-arbítrio, pois quer deixar livre o direito de qualquer individuo que tenha sua orientação sexual homossexual de por livre e espontânea capacidade de escolha, de decisão, de vontade procure um profissional de psicologia para ajudar a mudar sua orientação sexual. Enfim, para esses [ativistas do movimento LGBT], é reto que qualquer indivíduo de orientação sexual heterossexual mude para a homossexual, porém, querem fazer reinar a DITADURA de que o individuo de orientação sexual homossexual não pode mudar para heterossexual, será que isso não é querer privilégios? Será que isso não é querer serem superiores aos outros? É a DITADURA da resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP) e dos ativistas do LGBT, querendo transformar a PDC 234 em vilã!

  23. O interessante desses “intelectuais” retrógrados é que diante de situações tão absurdas como criminalidade e corrupção e até projetos que apóem a prostituição, se calam e nem apresentam opinião. Mas diante de fatos tão simples só porque fala sobre homoxesualismo fazem a maior celuma, desnecessária.

  24. Quando estes escrotos humanos vão entender que homossexualidade não é curavel e não tem reversão? Ninguém escolhe ser heterossexual ou homossexual como se escolhe uma profissão. Não existe reversão, apenas preconceito que faz com que as pessoas sintam vergonha de ser elas mesmas. Fazendo com que as pessoas escondam da sociedade e da familia aquilo que elas são de verdade. Sai da igreja e vai pra escola antes de querer comentar. Educação é bom…¬¬

  25. Infelizmente estamos prestes a entrar em uma Ditadura Gay! O CFP é um palhaço ao definir que é proibido atender quem quer respostas pelo que ele é, de modo a mostrar sim o caminho de volta. E eu só conheço cromossomos X e Y. Ainda não conheço o Cromossomo W (“GAY”). Inumeros relatos confirmam que os Gays, em sua maioria, apresentam histórico de desestrutura familiar, traumas emocionais, abusos, entre outras coisas que ferem seu ser. Será uma doença da ALMA? enfim, há quem acredite que o homem foi a lua, há os que não creem. Da mesma forma observamos que alguns não querem admitir a possibilidade de voltarem a ser héteros (parecem amedrontados), e outros que acreditam nessa possibilidade. É incrível como essa “casta” é agressiva e repulsiva em seus comentários. Se vc não quer, não vá ao psicólogo, mas pelo menos dê a oportunidade aos que um dia o quiserem.

  26. Gays são crianças em corpo de adulto. Agem, pensam e falam como crianças, não saem do mundo idílico, das fantasias, do egocentrismo. E muitos, crianças birrentas: gritam, se esperneiam, falam que vão cortar os pulsos até conseguirem o que querem. Não amam, não se doam, para ninguém servem por que querem ser sempre servidos.

  27. a cura gay pro governador de pernambuco e essa .1 nao deichar oi gay ou ex etcs a nao conseguirem enprego pois eles tem a fama de serem todos ladroes 2 a nao conseguirem uma mulher ou seja namorar ou casar ou seja preconceito com ois gay e ex gay e etc 3 e usar a midia tvs nacionas e estaduas a agirem preconceituosamente contra estas pessoas a cura gay e essa pro governador

  28. a cura gay pro governador de pernambuco e essa .1 nao deichar oi gay ou ex etcs a nao conseguirem enprego pois eles tem a fama de serem todos ladroes 2 a nao conseguirem uma mulher ou seja namorar ou casar ou seja preconceito com ois gay e ex gay e etc 3 e usar a midia tvs nacionas e estaduas a agirem preconceituosamente contra estas pessoas a cura gay e essa pro governador que quer ser presidente do brasil

  29. A medicina, em suas várias especialidades, inclusive a psicológica, NÃO É UMA CIÊNCIA EXATA. Sobre “A Ciência da Alma” com muito mais razão, isso pode ser afirmado. O “SER” que busca assistência, é “único”, é “indivíduo”, é uma “PESSOA”. Daí, pois ser de “QUEM PROCURA” o analista, a iniciativa, “O DIREITO” de ser atendido e o “PSICÓLOGO”, o “DIREITO”, a obrigação de atendê-lo. Instituição nenhuma pode proibir algo, e fazendo-o, deve mostrar ser algo danoso. Recordemos que, em nome desse direito, critica-se internação compulsória de drogados, mesmo reconhecendo ser um mal.

  30. minhas palavras sao essas. Maldito o homen q se deitar com outro. A biblia diz assim. Agora so falta os HOMOAFETIVOS ir la no fim do mundo pedir p alguem reescrever_la novamente pq suas palavras induzen os seus leitores ao preconceito com as bixaradas. FALA SERIO BIXAS.

  31. puxa! sou casado de coração com outro homem e vivo muito bem, com ele e somos felizes completamente a nossa relação não se baseia na opinião dos outros pois a vida é curta temos que aproveitar cada segundos e nos sentimos abençoados por Deus pois nos encontramos e nos reconhecemos na multidão, estamos juntos há 12 anos e o melhor jovens eu com,33anos e ele com31,somos felizes nossa felicidade te incomoda não é? não vou lamentar não tenho tempo pra isso.

DEIXE UMA RESPOSTA