Decisão de perdoar assassino leva igreja a receber indicação ao Prêmio Nobel da Paz; Entenda

8

No Evangelho, o estímulo ao perdão é algo basilar da fé. Jesus ensinou a perdoar. No entanto, um gesto de perdão, na sociedade atual, pode soar esquisito, mas também inspirar. A Igreja Metodista Episcopal Emmanuel, em Charleston, Carolina do Sul (EUA) é um exemplo, e foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz de 2016, por conta da resposta pacífica e inspiradora à tragédia.

O templo da igreja foi invadido por Dylann Roof, em junho do ano passado. Na ocasião, o jovem racista matou nove pessoas a tiros. Passada a comoção, as famílias das vítimas, assim como os membros da congregação divulgaram um comunicado informando que perdoavam o assassino, embora esperassem que a Justiça fosse feita para que ele pagasse sua dívida com a sociedade.

A indicação foi feita por um grupo de políticos do estado norte-americano de Illinois. “Se alguém foi responsável por promover a paz, foi a Igreja Emmanuel e sua liderança”, disse Frank Zuccarelli, um supervisor da Thronton Township. “Eles demonstraram mais amor, paz e perdão do que jamais visto antes. Eles são um grande exemplo a ser seguido por todos nós”, acrescentou.

Zuccarelli recebeu apoio de Bobby Rush e Robyn Kelly, também políticos do estado. “Em outra cidade, um incidente de tal ódio e horror racista poderia ter provocado uma onda de raiva, violência e divisão – conduzindo multidões para as ruas em confronto com policiais. Em vez disso, algo inesperado aconteceu: um derramamento de unidade e perdão”, resume um trecho do documento de petição enviado aos responsáveis pelo prêmio.


“Toda a comunidade de Charleston – a igreja, os cidadãos comuns, os líderes políticos e empresariais – se uniu para apoiar as famílias que perderam seus entes queridos. Eles se uniram em um espírito de perdão, amor e paz; não de raiva ou ódio”, aponta outra parte da petição, segundo informações do Christian Today.

A decisão em torno da indicação da igreja será tomada pelo Comitê Norueguês do Nobel, composto por cinco membros. Se a indicação for aceita, a igreja estará numa lista seleta de pessoas e/ou comunidades que atuaram para a construção da paz no mundo. O vencedor será escolhido dentre esses selecionados.


8 COMENTÁRIOS

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Nunca vi crente pra gostar tanto de perder tenpo com noticias gays como esses do g+,depois dizem que esse assunto não interessa pra eles!
      O POVO BESTA ESSE DAQUI!
      KKKKKKKkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

DEIXE UMA RESPOSTA