Desabamento de igreja durante culto de inauguração deixa pelo menos 160 mortos na Nigéria

0

O desabamento de um templo deixou pelo menos 160 mortos na Nigéria. No momento do incidente, centenas de pessoas participavam de uma celebração na Reigners Bible Church, em Uyo, estado de Akwa Ibom, Nigéria.

As obras do local – que tinha capacidade planejada para 10 mil pessoas – haviam sido aceleradas para que o espaço recebesse a cerimônia de consagração de um novo bispo. “Vi mais de 100 corpos. Só conseguimos sair vivos pela graça de Deus”, comentou um dos sobreviventes.

O governador do estado, Udom Emmanuel, estava no culto e sobreviveu à tragédia. Nas redes sociais, lamentou o ocorrido e disse que “compartilhava a agonia do momento” com os parentes das vítimas fatais.

Emmanuel voltou ao local após receber atendimento para acompanhar de perto as operações de resgate e declarou luto oficial no último domingo, 11 de dezembro, e nesta segunda-feira.


Segundo informações das agência Associated Press e EFE, Etete Peters, diretor do Hospital Universitário de Uyo, afirmou que os necrotérios estão lotados e que o número final de mortes provavelmente será muito maior que o divulgado nas primerias horas.

Os responsáveis pelas buscas acreditam que, por baixo da montanha de vigas de metal retorcidas e do teto de zinco ainda tenham muitos corpos e/ou feridos.

Muhammadu Buhari, presidente nigeriano, muçulmano, lamentou o acontecido: “Esta noite falei com o governador Udom Emmanuel para prestar minha solidariedade pelo trágico desabamento do edifício da Reigners Bible Church, em Uyo […] Pedi ao Governador que transmitisse ao povo de Akwa Ibom a profunda tristeza sentida por mim e por todo o país, devido a esta tragédia”, acrescentou. “Oro para que os feridos experimentem uma recuperação rápida”, concluiu.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA