Pastor Marco Feliciano se compara a Martin Luther King na luta pelos Direitos Humanos; Entenda

24

O pastor Marco Feliciano (PSC-SP) comparou-se ao vencedor do prêmio Nobel da Paz de 1964, Martin Luther King, durante a sessão da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) realizada ontem, 12 de março.

“Algumas pessoas não sabem, mas os grandes direitos humanos nasceram com a comunidade protestante, com os evangélicos. Um dos maiores líderes de direitos humanos no mundo foi um pastor pentecostal do mesmo segmento que o meu, doutor Martin Luther King. Ao falar dentro da sua igreja, Luther King citava a bíblia, e a gente cita o que é errado e o que é certo, o que é pecado e o que não é”, disse o pastor, queixando-se da forma como sua gestão à frente da CDHM é comentada pelos colegas do Congresso.

Martin Luther King tornou-se uma liderança mundial em defesa dos direitos humanos entre as décadas de 1950 e 1960, conquistando grandes avanços quanto aos direitos civis da população negra nos Estados Unidos.

O discurso de Feliciano foi feito após a eleição do deputado Paulo Pimenta (PT-RS) para a presidência da CDHM. O acordo proposto pelo Partido dos Trabalhadores que colocaria Feliciano como um dos vice-presidentes da comissão acabou desfeito por pressão da bancada evangélica, que não aceitava a participação de Wyllys na negociação.


De acordo com a Folha de S. Paulo, o deputado eleito para presidir a CDHM fez um aceno aos parlamentares evangélicos, propondo uma convivência respeitosa e dizendo que “todas as pessoas têm o mesmo valor”.

Pimenta ressaltou que o propósito da CDHM é lutar contra injustiças: “O papel político [da comissão] e que seus representantes devem ser uma voz atuante na luta contra as diversas formas de exclusão e de discriminação. Não podemos admitir a fragilização da cultura dos Direitos Humanos. É urgente que se promova o debate necessário à constituição de novas formas de convivência fundadas nos princípios da solidariedade, da sustentabilidade, da diversidade e da inclusão”, pontuou.

O pastor e deputado federal Sóstenes Cavalvante (PSD-RJ), aliado do pastor Silas Malafaia, disse que o PT “estuprou” sua candidatura à presidência da CDHM. Sóstenes exerce seu primeiro mandato e pretendia lançar uma candidatura avulsa para comandar a comissão pois havia reunido os votos necessários para derrotar Paulo Pimenta.

“Tenho aqui que fazer uma denúncia que o PT e o governo, com a manutenção do acordo de liderança, violou, estuprou os partidos que têm liderança nessa comissão”, queixou-se Sóstenes, segundo o Yahoo!.


24 COMENTÁRIOS

  1. feliciano igual a martin luther king???

    Feliciano bem que poderia dizer: ” I have a dream…”

    martin luther king lutou pelos direitos dos negros numa américa preconceituosa, onde até muitas denominações evangélicas não aceitavam negros.

    Feliciano por outro lado disse o seguinte:

    “Africanos descendem de ancestral amaldiçoado por Noé. Isso é fato. O motivo da maldição é polêmica. Não sejam irresponsáveis twitters rsss”

    Será que são parecidos mesmo?

  2. Forçou legal o Marco Feliciano. Trazer a glória para si e enfatizar o “eu” já demonstra nada de humildade.
    Ele tem que fazer o papel dele como um político que, não só tem que trabalhar para o povo de Deus, mas para qualquer cidadão comum.

  3. Grande respeito ao Pastor e Dep Marco Feliciano, mesmo com a bicharada solta, xingamento, desordem dos bardeneiros de plantão,ele conseguiu com êxito exercer o comando da CDHM.
    Meus parabéns Pr Marco o que Deus constituiu os diabo não destituir!

      • janio bicha louca.

        Marcos filiciano é homem correto, íntegro, merece estar aonde esta, ja vc, aonde vc esta seu vermes, vc estar com seu cu ardendo de levar rola seu peste, estrume, lixo, vergonha da sociedade
        vira homem seu inseto ..

  4. Feliciano se esqueceu de dizer que os países onde os gays mais têm direitos, incluindo o casamento homoafetivo, são justamente países protestantes. Ocorre que alguns líderes – dentre os quais ele – resolveram travar uma guerra carnal contra os gays, mas a ideia protestante de não infalibilidade conduzirá, senão a totalidade, a grande parte das igrejas evangélicas a aceitarem plenamente os gays e até a lutar em favor dos mesmos. Quanto a comparação, ele não pode estar falando sério.

  5. Apenas um aviso para os gays, ateus e todas as pessoas que acreditam mas não querem na com Jesus, naquele dia todo olho o vera, todo joelho se dobrará e toda boca confessará que só o Senhor É Deus.

  6. Marcos feliciano, parabéns pelas suas atitudes, continue em frente, devendo o carater da familia brasileira, doa a quem doer, não da pra agradar a DEUS é ao diabo ao mesmo tempo, então vamos agradar a DEUS, dizer o que é pecado o que esta escrito na Bíblia sagrada.

    • Ele não chega nem aos pés de Luther King,um homem que lutou contra o racismo! Me diga por favor ZeZe,,quantos premios nobel da paz o o pilantra racista, estelionatario,homofóbico,explorador de pobres ganhou??? me responda por favor!

      • Parabéns deputado Marcos Feliciano, pelo belíssimo trabalho frente ao parlamento…
        quando esses gays e essas lésbicas de chamar de homofóbico, diz pra eles discutir com o Apostolo Paulo de Tarso, que foi quem deixou escrito em Romanos capitulo primeiro versículo 26 em diante que homem com homem e mulher com mulher é pecado…
        diga a esses gays tb, que foi o Apostolo PAULO que deixou escrito, que devemos lutar pela fé evangelica..

DEIXE UMA RESPOSTA