Evangelismo Social: projeto Almas para o Reino de Deus distribui alimentos e roupas a moradores de rua

7

O projeto de evangelismo social Almas para o Reino de Deus é uma iniciativa para distribuição de alimentos, agasalhos, cobertores e Bíblias a moradores de rua, desenvolvida pela Igreja Fé sem Limites nas ruas de Belo Horizonte, Minas Gerais.

A ideia da iniciativa partiu da missionária Claudirene Roque Silva e conta com o apoio do pastor Arildo, líder da denominação. Claudirene conta que a inspiração para o projeto veio da ordenança de Jesus em Marcos 16:15 e que o projeto é mantido com ajuda de irmãos, amigos e familiares: “Atuamos nas ruas de Belo Horizonte e pedimos doações de alimentos, entre outros. Fazemos o alimento, montamos em média de 350 a 400 marmitas, fazemos um suco e levamos água filtrada e gelada. Saímos para fazer o trabalho evangelístico com os moradores de rua, pois esse trabalho foi algo que o Senhor  colocou em meu coração quando eu buscava uma resposta ministerial para minha vida. Iniciamos o projeto no mês de setembro de 2011, com uma pequena equipe de seis pessoas, onde eu mesma fiz a doação dos alimentos porque não tínhamos nada”, relata a missionária.

A igreja Fé sem limites, uma das parceiras do projeto, fica localizada na Rua Copacabana, 159 – Urca, Belo Horizonte. A igreja contribui com o projeto, além de incentivar a equipe de evangelismo a comparecer nos dias em que as ações junto aos moradores de rua estão sendo realizadas.

A próxima edição do evangelismo social ocorrerá no dia 01 de março, e a missionária Claudirene afirma que ainda são necessárias doações para complementar a quantidade necessária para atender os moradores de rua.


Claudirene revela que através do projeto Almas para o Reino de Deus, muitos moradores de rua já tiveram transformação de vida: “Hoje estamos com três pessoas em uma casa de recuperação, e temos visto a transformação do senhor nessas vidas. O projeto é que se responsabiliza por eles na casa, e buscamos colaboradores e patrocinadores para mantermos eles em tratamento. Muitos outros querem sair das ruas e nos pedem ajuda, porém infelizmente ainda não temos condições de ajudar a todos”, comenta.

A missionária pede doações de roupas, cobertores e alimentos para as ações junto aos moradores de rua, e quantias em dinheiro para que possam sustentar o tratamento das pessoas que foram internadas em casas de recuperação de Belo Horizonte através do projeto.

Para saber mais detalhes sobre as necessidades do projeto, entre em contato através dos telefones (31) 8559-5962 / 8644-3980 / 9307 5068 / 9435- 3024 e informe-se sobre valores e materiais necessários para que o projeto possa ser mantido.

Se desejar enviar peças de roupas, cobertores, alimentos não perecíveis, Bíblias ou outros, o endereço para recebimento das doações é Rua Beira Mar nº 300 – Urca, Belo Horizonte. “Nós mesmos da equipe ajudamos com o que podemos. O projeto precisa de ajuda para registrar uma ONG. Temos uma visão de uma casa de recuperação, mas precisamos de recursos financeiros. Agradecemos por ter conhecido nosso projeto, e esperamos que você considere nosso pedido”, afirma a missionária Claudirene.

Abaixo, imagens das ações realizadas pelo projeto “Almas para o reino de Deus”:

Assine o Canal
Assine o Canal

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Ciente de seu papel junto à sociedade, o Gospel+ disponibilizou um espaço voltado para divulgação de projetos sociais focados em ajudar ao próximo.

Acreditamos que a transformação da sociedade acontece não só através da palavra, mas também de ações efetivas e eficazes, com demonstração de amor ao próximo.

Se você conhece ou desenvolve um projeto social que precise de divulgação, entre em contato conosco através do endereço redegmais.com.br/contato e nos conte! Informe as áreas de atuação, formas de colaboração, meios de contato e visitas, para que possamos colaborar e servir ao Pai, servindo seus filhos.


7 COMENTÁRIOS

  1. Muito bom esse tipo de ação, Por que os espirita os batuqueiros fazem esse tipo de ação
    por que nós que conhecemos o caminho, a verdade e a vida também temos que fazer
    mais claro que fique bem CLARO nem só de pão viverá o homem, mais de toda PALAVRA QUE SAI
    DA BOCA DE DEUS.
    Bem achei legal a ação dos irmãos que se siga o exemplo para todos no BRASIL inteiro

  2. Viva de joelhos me idolatrando e faça o que te digo ou te jogo no fogo do inferno. Infelizmente, a ajuda aos necessitados não se faz por pura compaixão, mas sim por troca de evangelização, eufemismo de abdução do inteleto do incauto.

    Aliás, existem inúmeros estudos estatísticos afirmando que os ateus têm muito mais compaixão que o crente. Não que o crente não pratique a caridade, mas o faz por outras razões (vida eterna)

    Há os que para serem virtuosos precisam de algo em troca (vida eterna)

    Há os que para serem virtuosos precisam da intimidação e ameaça do fogo do inferno.

    A verdadeira filantropia é a que o Bill Gates faz. Um ateu que doa o seu próprio dinheiro e não o dos outros, em quantidade que muitas igrejas jamais o farão ao longo de sua existência e tudo sem querer nada em troca (vida eterna). Por pura bondade e não por medo das trevas infernais que habitam as mentes com neurônios desesperados por uma sinapse da vida eterna.

  3. Viva de joelhos me idolatrando e faça o que te digo ou te jogo no fogo do inferno. Infelizmente, a ajuda aos necessitados não se faz por pura compaixão, mas sim por troca de evangelização, eufemismo de abdução do inteleto do incauto.

    Aliás, existem inúmeros estudos estatísticos afirmando que os ateus têm muito mais compaixão que o crente. Não que o crente não pratique a caridade, mas o faz por outras razões (vida eterna)

    Há os que para serem virtuosos precisam de algo em troca (vida eterna)

    Há os que para serem virtuosos precisam da intimidação e ameaça do fogo do inferno.

    A verdadeira filantropia é a que o Bill Gates faz. Um ateu que doa o seu próprio dinheiro e não o dos outros, em quantidade que muitas igrejas jamais o farão ao longo de sua existência e tudo sem querer nada em troca (vida eterna). Por pura bondade e não por medo das trevas infernais que habitam as mentes com neurônios desesperados por uma sinapse de vida eterna.

  4. A velha CHANTAGEM q não muda.. Isso pra mim tem um nome: Se aproveitar do momento de fraqueza de outras pessoas.
    Moradores de rua não querem bíblia. Querem COMIDA, ABRIGO!
    "distribuição de alimentos, agasalhos, cobertores e Bíblias a moradores de rua"
    "marmitas, fazemos um suco e levamos água filtrada e gelada. Saímos para fazer o trabalho evangelístico com os moradores de rua, pois esse trabalho foi algo que o Senhor colocou em meu coração quando eu buscava uma resposta ministerial para minha vida."

DEIXE UMA RESPOSTA